Estourando pipoca direto na espiga! Será?

Share Button

Vídeo mostra como estourar pipoca no microondas direto na espiga do milho! Será que isso é possível?

O filminho foi publicado no YouTube no dia 24 de novembro de 2015 e, em menos de 10 dias, já havia alcançado mais de meio milhão de visualizações e, no Facebook, já foi visto mais de 3 milhões de vezes!!!

Nele podemos ver um tutorial de como se estourar pipocas direto na espiga do milho.

Depois de 3 minutos no forno de microondas, o alimento é retirado com as pipocas todas grudadas na espiga!!!

Será que isso é verdade? É possível estourar pipoca dessa forma? As pipocas ficam mesmo grudadas na espiga?

Assista ao vídeo abaixo e veja o que descobrimos:

 

Verdadeiro ou falso?

O vídeo é bem bacana, mas não foi reproduzido por ninguém (até agora). Se a gente procurar no YouTube, vai dar pra ver que muitos tentam fazer a pipoca na espiga, mas o resultado é bem diferente do mostrado nesse “tutorial” que se espalhou pelas redes sociais:

 

Em todas as postagens feitas na internet, as espigas são colocadas no forno de microondas embrulhadas em um papel, diferente do que foi mostrado no vídeo que estamos analisando!

Envie suas dúvidas e sugestões de pauta através do nosso WhatsApp pelo número (11) 96075-5663!

Veja só o que acontece quando colocamos a espiga de milho de pipoca diretamente no aparelho de microondas sem envolver o alimento em um saco de papel:

 

Os nativos norte-americanos já estouravam pipocas diretamente na espiga, mas os grãos estourados se desprendem da espiga, como podemos ver aqui nas fotos do site Tinkerlab ou nessas outras tentativas publicadas no Neteorama.

Espiga de milho de pipoca depois de estourada! (foto: Reprodução/TikerLab)

Espiga de milho de pipoca depois de estourada! (foto: Reprodução/TikerLab)

O vídeo original foi publicado no canal do usuário Eviatar Amar, que possui apenas dois vídeos postados no YouTube! Amar é um artista plástico e diretor de TV israelense e o fato de haver apenas 2 vídeos em seu canal pode sugerir que esse filme tenha sido uma encomenda feita por alguma empresa (como a Sharp, por exemplo, cuja a marca aparece em quase todo o vídeo). Há ainda a possibilidade de que esse vídeo seja algum trabalho de final de curso, pois ele é formando da Academia de Arte e Design Bezael, em Jerusalém!

Na página desse artista no Facebook podemos ver várias tentativas frustradas dos seguidores de Eviatar!

Falhas no vídeo

Algumas falhas no vídeo denunciam a farsa das pipocas na espiga. Aos 27 segundos, por exemplo, podemos ver que os grãos do milho ainda estão na espiga e que as pipocas parecem ter sido coladas por cima deles:

 

Aos 27 segundos do vídeo podemos ver os grãos de milho por baixo das pipocas, evidenciando que elas foram coladas por cima do milho!

Aos 27 segundos do vídeo podemos ver os grãos de milho por baixo das pipocas, evidenciando que elas foram coladas por cima do milho!

Nem todo milho vira pipoca

É bom lembrar que não é todo milho que vira pipoca! Apesar de todo grão de milho possuir uma pequena quantidade de água em seu interior (que é o que faz o milho estourar quando é aquecido), apenas a variedade Zea mays everta possui uma casca mais resistente que o milho “normal”. Além disso, só o milho de pipoca contém um percentual de umidade (entre 10% a 15%) perfeito para provocar o estouro.     

Portanto, não adianta colocar qualquer espiga de milho no forno de microondas esperando que ele vire pipoca… Caso seja mesmo uma espiga de milho de pipoca, os grãos não ficam grudados na espiga quando estouram!

Conclusão

O vídeo da pipoca na espiga é falso! É possível estourar pipoca com o milho grudado na espiga, mas o resultado não é parecido com o que foi mostrado no vídeo. Quem publicou esse filme é um artista plástico e diretor israelense e isso é apenas um de seus trabalhos. O resultado ficou bem bacana, mas é irreprodutível!

Sugestão de Fábio Bodião e de Sonia Menezes.

Share Button
Falso, Montagens, Viral
, , , , , , , , , ,

Comente pelo Facebook

8 comentários

Deixe uma resposta para Luiz Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite esse numeros *