Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Será verdade que um russo tinha uma árvore crescendo em seu pulmão?

Falso

Será verdade que um russo tinha uma árvore crescendo em seu pulmão?

Será verdade que um russo tinha uma árvore crescendo em seu pulmão?

Ontem (25), uma determinada página no Facebook chamada “Fatos Desconhecidos” resolveu divulgar uma história pra lá de estranha! Segundo a página, um homem russo tinha uma árvore crescendo dentro dele (arquivo)!

Eis o que foi divulgado:

Publicação da página “Fatos Desconhecidos” no Facebook.

A publicação já obteve cerca de 12 mil reações e quase mil compartilhamentos em menos de 24 horas!!

Entretanto, será que essa história é verdadeira? O homem realmente inalou/aspirou uma semente que posteriormente se desenvolveu em seu pulmão? Descubra agora aqui no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Falso! O caso que a publicação faz referência foi amplamente divulgado por sites internacionais (1,2) e brasileiros (1,2,3,4,5) em 2009, mas a alegação que o acompanha, ou seja, que inalar uma semente faria uma árvore crescer dentro do corpo humano é bem absurda e enganosa por inúmeros fatores.

Texto publicado pelo G1 em 13 de abril de 2009.

Texto publicado pelo DailyMail em 15 de abril de 2009.

A seguir vamos contar direitinho como essa história começou e o porquê nada indica que isso tenha, de fato, acontecido conforme foi ventilado.

Como a História Surgiu?

Saber a origem da história é muito importante, mas nem sempre é fácil, e nem sempre todos estão dispostos a fazer esse tipo de investigação.

Esse caso, em específico, surgiu na mídia internacional e brasileira naquela época a partir de um antigo site russo chamado MosNews, cujas notícias, algumas vezes, eram caracterizadas como satíricas (arquivo). Este, por sua vez, alegava ter extraído a informação, embora sem fornecer quaisquer links, a partir de um conhecido tabloide russo chamado Komsomolskaya Pravda.

Esse caso, em específico, surgiu na mídia internacional e brasileira naquela época a partir de um antigo site russo chamado MosNews.

Resumindo? As fontes não eram muito confiáveis, e para piorar havia três “pequenos” detalhes que levantavam fortes suspeitas sobre o caso.

  1. O exame de raio-X amplamente divulgado na mídia não era compatível com o corpo de homem de 28 anos, mas de uma criança;
  2. A história começou a circular por volta do dia 13 de abril de 2020, ou seja, o dia 1° de abril (dia da mentira) segundo o calendário juliano, que ainda é usado por alguns cristãos ortodoxos na Rússia. Vale ressaltar que o calendário juliano sempre está 13 dias atrasado em relação ao calendário gregoriano;
  3. Árvores não crescem dentro do corpo humano! Não há nada na literatura médica, mas falaremos sobre isso mais para frente.

Ainda que passível de muita desconfiança resolvemos dar uma olhadinha nos sites russos daquela época.

A Divulgação por Parte da Imprensa Russa

Embora a história tivesse fortes indícios de ter sido inventada como uma mera “pegadinha de 1° de abril”, encontramos diversos sites russos que não apenas noticiaram, mas fizeram reportagens para serem exibidas na TV!

Como exemplo, podemos citar as reportagens do NTD Russia, do RT, do 1TV, e Россия-1.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Apesar do sensacionalismo implícito, a absoluta maioria dos sites russos reproduziu uma importante declaração de Olga Baranova, chefe do Departamento de Botânica e Ecologia Vegetal da Universidade Estadual de Udmurt.

Eis o que ela disse:

É impossível que uma planta cresça a partir de uma pequena semente dentro de uma pessoa, especialmente contendo folhas verdes. Para que uma planta tenha cobertura vegetal, muitas condições são necessárias – água, luz, e assim por diante

Árvores Não Crescem Dentro do Corpo Humano!

Alguns sites, assim como o britânico “Daily Telegraph”, divulgaram esse caso com uma ressalva: as declarações sobre a inalação de uma semente não tinham sido verificadas de forma independente.

No entanto, diversos outros sites foram atrás de especialistas para comentar sobre esse caso e apontar os absurdos dessa narrativa.

O Artigo Publicado no Site “CBC News”

No dia 15 de abril de 2009, o site canadense “CBC News” publicou um artigo questionando toda essa história. E para falar sobre esse assunto foram convidados o Peter Kotanen, um pesquisador de Ecologia Vegetal na Universidade de Toronto, em Mississauga, e Sean Thomas, principal pesquisador da Universidade de Toronto sobre florestas e mudança ambiental.

Eis o que Peter Kotanen disse:

Parece uma farsa para mim. É escuro dentro do pulmão, e a maioria das sementes precisa de luz para estimular a germinação e crescer. Não vejo como a árvore poderia crescer sequer próximo desse tamanho sem fotossíntese. Além disso, ela parece bem saudável, algo que não é esperado. A maioria das plantas que crescem no escuro não possui clorofila, são muito amareladas e ter um aspecto triste

Agora, confira a opinião de Sean Thomas:

A temperatura do corpo humano não seria favorável ao desenvolvimento de uma espécie de árvore adaptada ao frio. O raio-X também mostra uma conífera com diferentes ângulos de folha e uma aparência mais filamentosa do que o caule no tecido pulmonar. Supondo que tudo isso não seja uma completa farsa, é mais provável que um broto de abeto tenha sido inalado e alojado no pulmão ou talvez tenha caído durante a operação

O Texto Publicado pelo Blog “TYWKIWDBI”

Quem também fez um belo trabalho de pesquisa naquela época foi o responsável pelo blog “TYWKIWDBI”! Segundo o blog, ao contrário do que muitos podem pensar, um ramo daquele tamanho não era algo tão impossível de ser aspirado.

Por mais estranho que possa parecer, já teria havido casos em que pregos que fixam os trilhos nos dormentes de uma ferrovia terem sido aspirados por uma pessoa, e alcançado a chamada árvore brônquica (conjunto de estruturas que transportam o ar inspirado e exalado entre a laringe e os alvéolos pulmonares).

Em segundo lugar, nada que pudesse crescer dentro de um pulmão produziria o pigmento verde da clorofila ativada, conforme citamos anteriormente. E por último, mas não menos importante, fenômenos semelhantes, envolvendo pedaços de grama sendo aspirados por uma pessoa, já foram registrados no passado (1, 2). Nada de árvores ou plantas crescendo dentro de alguém, no entanto.

Um Artigo de Correspondência Publicado no Chest Journal

Posteriormente, ainda naquele ano, um artigo de correspondência foi publicado no período “Chest Journal” deixando claro algo bem simples: árvores não crescem em seres humanos.

Eis um trecho do artigo:

Gostaríamos de chamar a atenção dos leitores para o fato de que árvores não crescem em humanos. Até onde sabemos, nunca houve um único relato na literatura médica de sementes e/ou plantas crescendo em humanos. Se fosse assim, sementes de melancia e amendoim, que são os corpos estranhos mais comumente aspirados, estariam crescendo fora de controle em nossos pulmões. Além disso, não faz sentido biológico que, na ausência de luz solar e meio nutriente apropriado, a fotossíntese e a germinação de uma semente possam ocorrer. A aspiração de corpo estranho geralmente não é detectada se o episódio inicial de engasgo não for óbvio. Em adultos, um motivo para a falta de sintomas agudos pode ser o calibre maior das vias aéreas, resultando na maioria dos corpos estranhos alojados nas vias aéreas distais

Portanto, se você acreditou nessa história de um abeto ou pinheiro crescendo no pulmão de um cidadão russo, saiba que você foi enganado.

Conclusão

Falso! O caso que a publicação faz referência foi amplamente divulgado por sites internacionais e brasileiros em 2009, mas a alegação que o acompanha, ou seja, que inalar uma semente faria uma árvore crescer dentro do corpo humano é bem absurda e enganosa por inúmeros fatores que apresentamos no decorrer deste artigo.

Há um fortíssimo conjunto probatório indicando que o pequeno ramo tenha sido tão somente aspirado pelo homem. Nada além disso, até mesmo porque árvores não crescem no interior dos corpos de seres humanos. Simples assim.

Continue lendo

Jornalista, redator, e pesquisador de comunicação social com foco no combate a disseminação de notícias falsas. Colaborador do site de verificação de fatos E-farsas.com desde janeiro de 2019. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos, além de casos supostamente sobrenaturais.

8 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo