É verdade que utilizamos apenas 10% do nosso cérebro?

Share Button

Muitas publicações afirmam que o ser humano utiliza apenas 10% da capacidade total do cérebro. Mas será que isso é verdade mesmo ou trata-se de um mito?

Esse assunto circula pela web há anos, mas é muito discutido há séculos: É verdade que os humanos conseguem usar apenas 10% da capacidade de seus cérebros?

De acordo com textos que circulam pela web, com alguns exercícios é possível “treinar” o cérebro para ativar as regiões inativas da massa cinzenta e, dessa forma, desempenhar inúmeras tarefas inatas ao homem como, por exemplo, a telecinesia, a premonição e/ou uma “supermemória“!

Será que usamos apenas 10% do nosso cérebro? (foto: reprodução)

Será que usamos apenas 10% do nosso cérebro? (foto: reprodução)

Será que isso é verdade ou mais um mito espalhado por aí?

A teoria dos 10% da capacidade mental reapareceu em agosto de 2014, com o lançamento do filme Lucy. Estrelado pela atriz norteamericana Scarlett Johansson, Lucy conta a história de uma jovem que é recrutada para transportar drogas dentro de seu estômago, mas seu corpo acaba absorvendo a substância e a personagem passa a usar 100% da capacidade de seu cérebro, se transformando em uma “supermulher”.

Abaixo, um trailer de Lucy:

[iframe: width=”590″ height=”332″ src=”//www.youtube.com/embed/Vii1LI_3f2E” frameborder=”0″ allowfullscreen]

 

Verdade ou farsa?

A crença de que usamos somente 10% da nossa capacidade cerebral tem várias origens e de diferentes épocas, mas acredita-se que o trabalho do fisiologista francês Jean Pierre Flourens tenha sido um dos pioneiros. Em 1825, ele foi o primeiro a trabalhar no diagnóstico de áreas com lesões no cérebro através da flouresencia. Em experimentos com animais, Flourens tentou mapear áreas dos cérebro responsáveis por determinadas funções. Como na época o fisiologista não conseguiu descobrir a função de muitas partes do órgão, determinou que havia muito “córtex silencioso” dentro do cérebro.

Anos mais tarde, na década de 1890, a dupla de psicólogos William James e Boris Sidis publicou uma pesquisa onde eles afirmavam terem conseguido elevar ainda mais o QI do filho de Sidis Willian (que já demonstrava uma inteligência muito acima da média), apenas submetendo a criança a um ambiente de desenvolvimento acelerado. A ideia era a de que seria possível ativar os 90% das células que estariam ociosas na cabeça das pessoas e torna-las, assim, mais inteligentes. Nascia a Teoria da Reserva de Energia, afirmando que o ser humano conseguia utilizar apenas uma fração de todo o seu potencial!

É sabido que o cérebro funciona mais ou menos como um músculo que ao ser exercitado passa a desempenhar melhor aquela função. Mas isso não significa que o órgão possua locais inativos e à espera de serem “ligados”. Há um verbete a respeito no Wikipédia refutando (através de links de publicações científicas comprovadas) esse mito e provando que o cérebro funciona sempre em sua totalidade.

De acordo com os folcloristas do Snopes, o primeiro a espalhar esse mito nos Estados Unidos foi um anúncio de uma propaganda em uma revista, em 1998, com o slogan:

“Você usa apenas 11% do seu potencial”

Logo em seguida, a rede de TV norte-americana ABC resolveu usar a frase em propagandas para a série “The secret lives of men”, o texto foi alterado para:

“Homens usam apenas 10% do cérebro”

O mito explorado na ficção

O filme Lucy não é o primeiro a usar em seu roteiro o mito dos 10%. Muitas são as obras que exploraram o tema para contar suas histórias.

No cinema, tivemos o Limiteles (“Sem Limite”, 2011), The Machine (“Soldado do Futuro”, 2013) e Transcendence (“A Revolução”, 2014), além de outros.

Trancendence -  2014 (foto: Divulgação)

Trancendence – 2014 (foto: Divulgação)

 

Charlatões e o mito

Alguns espertões se aproveitam desse mito (até hoje) para ganhar dinheiro com venda de livros e apresentações de palestras caríssimas de auto-ajuda afirmando que é possível, sim, treinar a sua mente para conseguir ativar os 100% de uso cerebral e realizar tarefas sobre-humanas como a telecinesia e a telepatia, por exemplo. Alguns charlatões ainda cobram caro para fazer com que os incautos acreditem poder alcançar o pleno uso das suas massas cinzentas com exercícios mentais, chazinhos milagrosos e talismãs misticos… Tudo enganação!

Especialistas em paranormalidade usam o essa lenda urbana para validar suas teorias de que os 90% do cérebro (que quase ninguém usa, supostamente) guardam poderes psíquicos adormecidos, que podem ser reativados com o devido treinamento. Até o falso paranormal Uri Geller cita o mito na introdução de um de seus livros (como se fosse verdade, claro)!

Israelence Uri Geller é um mágico que ficou famoso nas décadas de 1970 e 1980 afirmando possuir poderes paranormais e supostamente conseguia entortar talheres. Foi desmascarado!

Israelence Uri Geller é um mágico que ficou famoso nas décadas de 1970/1980 afirmando possuir poderes paranormais e supostamente conseguia entortar talheres até ser desmascarado em um programa de TV! Geller enganava as pessoas dizendo que seus poderes apareceram porque ele conseguia usar mais de 10% do seu cérebro!

 

O que é fato

O fato é que imagens feitas por meio de ressonância magnética e tomografias computadorizadas comprovam que o cérebro está sempre funcionando (todas as áreas) e não há nenhum local escondido que não esteja em funcionamento (mesmo durante o sono).

Além disso, basta apenas uma pequena lesão no cérebro para comprometer alguma função no corpo da vítima. Seria muita falta de sorte alguém conseguir lesionar exatamente alguma área “útil” do cérebro sendo que apenas 10% funcionam, né?

Em entrevista à BBC, o neurocientista Sergio Della Sala explica que o cérebro necessita de muitos recursos, consumindo 20% de todo o oxigênio que respiramos. Seria muito desperdício da natureza manter um ser com um órgão que consuma 20% e funcione com apenas 10% de sua capacidade.

E se utilizássemos realmente apenas 10%?

Vamos supor que fossem removidos os 90% que, supostamente, estariam a toa dentro do nosso crânio, o que aconteceria?

De acordo com a Universidade de Washington:

“O cérebro humano pesa, em média, cerca de 1.400 gramas. Se 90% dele fosse removido, sobrariam cerca de 140 gramas de tecido cerebral, mais ou menos do tamanho do cérebro de uma ovelha. É sabido que o dano causado a uma área relativamente pequena do cérebro, como o que ocorre quando alguém tem um derrame, pode causar deficiências devastadoras. Algumas doenças neurológicas, como o Parkinson, afetam também outras áreas específicas do cérebro. O dano causado por essas doenças é bem menor do que a remoção de 90% do cérebro, é óbvio.”

 

Conclusão

Já está mais do que provado que não utilizamos apenas 10% do nosso cérebro! O fato é que, apesar dos avanços no estudo da área, parece que 90% é a porcentagem que ainda falta conhecermos sobre esse complexo órgão!

Share Button
Lendas Urbanas, Saúde
, , , , , , , , ,

Comente pelo Facebook

27 comentários

  1. Quando comecei a ler o texto, na hora eu me lembrei desse filme com a Scarlet Johansson. E como não poderia deixar de ser, os charlatões e os para anormais se aproveitam desse mito e enchem as burras de dinheiro. Bom, quem cai no conto desses aí certamente usa só 10% do cérebro (isso sendo bastante conservador). 🙂

    E imagina só se realmente apenas 10% do cérebro fosse usado? Isso incluiria dizer que a hipófise também é usada em apenas 10% do seu potencial. E todos sabem o que acontece quando a hipófise está desregulada.

    No mais, vamos esperar os para anormais virem aqui e xingar todo mundo.

  2. Esse Uri Geller foi até inspiração para a criação do pokemon Kadabra sério.
    Acredito que o cérebro funcione sim em toda sua totalidade, e suas outras funções funcionam, digamos, no controle automático.
    Se tivessemos autonomia disso imagina a pane:
    – Ah eu controlo 100 por cento do meu cérebro e… ahhh perai eu tenho que respirar xD auaauhau.

    • Renato GARCIA

      Assim como o mundo e cheio de misterios e coisas inexplicáveis, tbm creio que o cérebro seja um labirinto.
      Ele e como um musculo, quanto mais exercitado mais ele expande.
      como explicar o fato de pessoas que nem conseguem dizer as cores da bandeira do seu pais, em quanto outras conseguem dizer as cores de todas as andeiras de todos paises, capitais, lingua e td mais!!!
      simples nao é!?

  3. Carlos

    Eu não acho que esses 10% estão relacionados ao uso da área física do cérebro e sim a sua capacidade de armazenamento e velocidade. Quanta informação o cérebro pode guardar ? essas informações ficam guardadas para sempre ?
    Através dos exames podemos ver que o cérebro inteiro funciona (até porque ele tem que controlar todo nosso corpo) e é claro que não vamos passar a desenvolver telepatia ou telecinesia mas podemos usar o cérebro para acumular mais informações e treiná-lo para fazer as coisas com maior velocidade(ler por exemplo).

    • Priscilla

      Concordo plenamente. As pessoas é que interpretam essa “informação” como algo físico, como se tivesse um monte de miolos sem função na nossa cabeça. O que eu sempre entendi dessa lenda dos 10% é sobre a capacidade mesmo. E digo mais: Pra mim os 10% sempre foram uma figura de linguagem pra dizer que ainda há muito que se explorar sobre a capacidade cerebral, e não propriamente uma porcentagem real.

      • Capacidade de armazenamento e velocidade têm a ver com sinapses e neurônios requerem impulsos elétricos. Se não há impulso em vários deles, é pq estão “ocultos” e células não utilizadas pelo corpo se degeneram. É por isso q tem gente q esquece algumas coisas do passado, como as matérias da época da escola, pq vc nao usa mais aqueles conhecimentos, então as sinapses (conexões entre os neurônios) q detêm aquelas informações, morrem, se desfazem. As tomografias e ressonâncias exibem td a atividade cerebral, e se a impulsos elétricos em td o cérebro, é pq td sua capacidade é usada. Se vc quer um cérebro mais rápido e q memorize bem, basta vc exercitá-lo bastante, pois ele é como um músculo, se aprimorando. Agora, não há fundamento científico algum, nem tese científica (a teoria aí do artigo é de psicologia, e psicologia, assim como filosofia, não é ciência, justamente por lidar com o abstrato, achismos e empirismo) q diga q nossa capacidade é pequena. Então pare de crer nessa lorota de 10%, até pq não tem como quantificar inteligência, já q não é algo concreto.

      • Marcos Davi

        Capacidade de armazenamento e velocidade têm a ver com sinapses e neurônios requerem impulsos elétricos. Se não há impulso em vários deles, é pq estão “ocultos” e células não utilizadas pelo corpo se degeneram. É por isso q tem gente q esquece algumas coisas do passado, como as matérias da época da escola, pq vc nao usa mais aqueles conhecimentos, então as sinapses (conexões entre os neurônios) q detêm aquelas informações, morrem, se desfazem. As tomografias e ressonâncias exibem td a atividade cerebral, e se a impulsos elétricos em td o cérebro, é pq td sua capacidade é usada. Se vc quer um cérebro mais rápido e q memorize bem, basta vc exercitá-lo bastante, pois ele é como um músculo, se aprimorando. Agora, não há fundamento científico algum, nem tese científica (a teoria aí do artigo é de psicologia, e psicologia, assim como filosofia, não é ciência, justamente por lidar com o abstrato, achismos e empirismo) q diga q nossa capacidade é pequena. Então pare de crer nessa lorota de 10%, até pq não tem como quantificar inteligência, já q não é algo

  4. Marcos A.

    Penso que é assim, como se trata de parte de um organismo vivo, sempre está em funcionamento. Nem sempre estamos utilizando no momento determinada área do cérebro, isso não quer dizer que não esteja funcionando. Seria como eu estar sentado, não estar utilizando minhas pernas, mas isso não quer dizer que elas não funcionem. Além de tudo o cérebro é dividido em várias áreas, cada uma com sua função, em determinado momento algumas podem apenas estar mais ativas do que outras.

  5. Capacidade de armazenamento e velocidade têm a ver com sinapses e neurônios requerem impulsos elétricos. Se não há impulso em vários deles, é pq estão “ocultos” e células não utilizadas pelo corpo se degeneram. É por isso q tem gente q esquece algumas coisas do passado, como as matérias da época da escola, pq vc nao usa mais aqueles conhecimentos, então as sinapses (conexões entre os neurônios) q detêm aquelas informações, morrem, se desfazem. As tomografias e ressonâncias exibem td a atividade cerebral, e se a impulsos elétricos em td o cérebro, é pq td sua capacidade é usada. Se vc quer um cérebro mais rápido e q memorize bem, basta vc exercitá-lo bastante, pois ele é como um músculo, se aprimorando. Agora, não há fundamento científico algum, nem tese científica (a teoria aí do artigo é de psicologia, e psicologia, assim como filosofia, não é ciência, justamente por lidar com o abstrato, achismos e empirismo) q diga q nossa capacidade é pequena. Então pare de crer nessa lorota de 10%, até pq não tem como quantificar inteligência, já q não é algo concreto.

  6. Pingback: Blog do Lucho

  7. FERNANDO MORAES

    ESTOU COM 50 ANOS E AS VEZES ESQUEÇO DE COISAS ,COISAS DE ESTUDOS E COISAS QUE SEI E FICO TENTANDO LEMBRAR E DEVIDO A PROVA (CONCURSO) COM TEMPO ,VOU FICANDO NERVOSO E ESQUECENDO COISAS QUE SEI ,POREM, COM A AVALIAÇÃO ESQUEÇO….QUAL PRODUTO NATURAL ,PODERIA TOMAR OU REMEDIO PARA TER MELHOR DESEMPENHO EM PROVAS …PODEM, ME DAR SUGESTÃO …DESDE JA AGRADEÇO-LHES

  8. lucas mac-

    Bom, no meu entender, o cerebro e igual um hd sao do mesmo tamanho fisico, porém com capacidades doferentes.
    A única diferença e que o cerebro nao tem limites de armazenamento.

  9. ricardo

    Na vdd ninguém sabe nada sobre a mente humana nem sobre a estrutura cerebral e o que temos sao postulados ou palavras de autoridades. Ha varias pesquisas que mostram que temos mais capacidade do que usamos. Por exemplo, uma vez hipnotizaram um indivíduo e perguntaram pra ele qual o numero das casas que havia passado na ultima quadra antes de chegar na faculdade e ele falou tudo. Ou seja, nós percebemos muitas coisas que nao chegam ao consciente, pois há uma especie de seleçao para nao nos enlouquecer. Imagina se vc tomasse consciencia de tudo que se passa a sua volta? Vc enlouqueceria e teria dificuldade para se concentrar. O fato de nao usarmos tida a capacidade mental é porque poderiamos nos lembrar de coisas que o cérebro registra mas que bao está a nosso alcance porque nao aprendemos como consultar. Há muita “certeza” e pouco conhecimento nesta área. E estas certezas é que levam a nossa ciência a progredir muito lentamente. A nossa ciênciaé mobida pir paradigmas e dogmas.

  10. Renato GARCIA

    Assim como o universo e um mistério, tbm acho q o cérebro tbm seja. poque por mais estudos que façamos nunca iremos compreender totalmente o cérebro.
    So acho que o cérebro ainda nao foi utilizado de forma correta, ou seja, ele nao foi elevado ao máximo.
    pensem comigo uma coisa. muitos de vocês ja estudaram, quebraram a cabeça com algum calculo, algum problema,
    ou tentaram entender uma coisa, ate que a cabeça começou a doer, certo?
    entao, este e um sinal que o cérebro ainda nao se adaptou a trabalhar daquela forma, nao acostumou a pensar tanto e forçar tanto.
    ja notaram que muitas pessoas sao burrar q nem pedra. isto e pelo fato d que eles perdem tempo com coisas inúteis, ou seja, nao estimulam o cérebro. exemplo: funkeiros! existe alguém mais burros?! aposto que nao.
    Ja olhem por outro lado! As pessoas que curtem rock! nao existem pessoas mais inteligentes e cultas do que eles.
    porque eles sabem datas, álbuns, ano de lançamento, nome, sobre nome, quando foi criado. ou sejam, eles estimulam o cérebro com datas, e td mais.
    entao eles forçam seu cérebro a trabalhar mais, com isto tendem a ter uma memoria melhor, e um processamento bem mais superior que outras pessoas. Me diga alguém super inteligente que escute funk? Pois é, difícil responder ne!! kkkkkkk

    fICOU MEIO BAGUNÇADO MAS DA PRA TEREM UMA NOÇÃO DO QUE EU QUIZ DIZER.
    acho sim que o cérebro humano tem muito mais para nos surpreender.

  11. Desconhecido

    Para aqueles que não acreditam que o ser humano utiliza apenas 10% do cérebro, então assistam estes vídeos abaixo.
    Alguem mais está estudando sobre os assuntos relacionados a estes videos abaixo?
    Se sim, deixe um comentário. Por que eu não conheço mais ninguém, só eu.

    TELECINESE
    https://www.youtube.com/watch?v=aVjskTMfDLk (Guy Bavli – Documentário Super-Humanos)
    https://www.youtube.com/watch?v=wcxMwmz7waw (Guy Bavli demonstrate bending metals in Korea)
    http://globoplay.globo.com/v/2610515/ (Guy Bavli – Programa do Faustão)

    https://www.youtube.com/watch?v=4PvtgMguC4Y (Ramses – Menino Telepata)

    PODER DE AUTO-CURA

    https://www.youtube.com/watch?v=rsvKIEaevP8 (Bia de Oliveira – Dá curso com certificado internacional de Auto-Cura)

    • Então faz o seguinte amiguinho, já que você só usa 10% dessa bosta do teu cérebro, consulte-se com um neurologista e peça para ele remover 90% do teu cérebro.

      Se bem que eu creio que você não vá sentir falta alguma desses 90%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *