Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Apoiadores de Jair Bolsonaro fizeram um gesto nazista ao presidente?

Fora de Contexto

Apoiadores de Jair Bolsonaro fizeram um gesto nazista ao presidente?

Apoiadores de Jair Bolsonaro fizeram um gesto nazista ao presidente?

Entre as inúmeras polêmicas e discussões inflamadas, que habitualmente ocorrem nas redes sociais, surgiu uma muito emblemática. Isso porque ontem (11), o perfil de uma revista chamada “Fórum”, no Twitter, fez uma alegação bem contundente. Eis o que foi tuitado: “Apoiadores de Jair Bolsonaro fazem gesto nazista para o presidente” (1, 2).

Tuíte do perfil da Revista Fórum em 11 de maio de 2020.

O tuíte redirecionava os usuários para o site da revista, onde podíamos ver novamente o título do artigo, em tom afirmativo:

O tuíte redirecionava os usuários para o site da revista, onde podíamos ver novamente o título do artigo, em tom afirmativo.

O Título Foi Posteriormente Alterado

Curiosamente, em algum momento da linha do tempo, provavelmente cerca de dezoito minutos após a publicação (de acordo com o código fonte e descontando o fuso horário), esse título foi alterado no site da revista. Embora pareça um tempo curto, foi o suficiente para que o caos se instaurasse entre os críticos e os apoiadores do presidente.

O novo título, no entanto, lembra o anterior: “Apoiadores de Bolsonaro fazem gesto que lembra saudação nazista ao presidente” (1)

O novo título, no entanto, lembra o anterior: “Apoiadores de Bolsonaro fazem gesto que lembra saudação nazista ao presidente”.

Já no texto do artigo é possível ler:

Na última sexta-feira (8), apoiadores do presidente, durante aparição de Bolsonaro em seu ‘cercadinho’ no Palácio da Alvorada, estenderam o braço direito em uma saudação ao capitão da reserva. O gesto é famoso por ter sido utilizado pelos nazistas na saudação a Adolf Hitler, “Heil, Hitler”, que, em português, significa “Salve, Hitler”. Bolsonaristas, no entanto, negam que o aceno tenham qualquer referência ao nazismo e justificam dizendo que se tratava de uma oração“.

Entretanto, será que apoiadores de Jair Bolsonaro fizeram realmente um gesto nazista ao presidente? A mencionada oração foi apenas uma justificativa? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Fora de Contexto! Os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro não fizeram nenhum gesto nazista naquele encontro ocorrido na última sexta-feira (8).  O gesto registrado na “foto” (daqui a pouco explicaremos a origem da imagem) se trata tão somente de um gesto chamado imposição de mãos durante um ato de oração.

De acordo com o livro “Comunidade Canção Nova – Uma Escola de Formação“, esse é um gesto característico, quando pessoas fazem orações para que outras possa receber a efusão ou o batismo no Espírito Santo. Tal gesto também é utilizado, quando os participantes rezam para que seja Deus a inspirar aquela pessoa que fará a oração numa determinada reunião comunitária. Segundo o site da Associação de Filhos do Pai Eterno, esse é um gesto bíblico, que simboliza a transmissão de poderes ou benções.

Um Pouco de História

Já a saudação nazista é basicamente uma cópia da saudação feita ao ditador italiano Benito Mussolini, que desde 1919 fazia com que seus seguidores cumprimentassem dessa forma. O braço direito estendido a partir do pescoço, com a mão esticada no ar, era chamado de “saudação romana”. No entanto, não existe descrição alguma dessa saudação em pinturas ou esculturas da civilização romana. O “culpado” é o pintor francês Jacques-Louis David (1748-1825), que fez vários quadros retratando pessoas da civilização romana fazendo essa saudação. A imagem foi mais forte do que a realidade — e, a partir de seus quadros, outro pintores retrataram romanos fazendo essa saudação.

A utilização desse gesto por parte do Partido Nacional Fascista, criado por Benito Mussolini, teve influência direta do filme mudo “Cabiria”, cujo roteiro teve colaboração de um ultra-nacionalista italiano chamado Gabriele D’Annunzio, um precursor do fascismo italiano.

Diga-se de passagem, esse gesto já havia aparecido em Ben-Hur, em 1899, e em sua adaptação de 1907.

Diga-se de passagem, esse gesto já havia aparecido em Ben-Hur, em 1899, e em sua adaptação de 1907.

Em 1919, quando Gabriele liderou a ocupação da região italiana de Fiume, ele usou o estilo de saudação retratado no filme como um ritual neo-imperialista e o Partido Fascista Italiano rapidamente o adotou.

Um Gesto Questionado pelos Próprios Nazistas

Além disso, é interessante destacar que a utilização dessa saudação foi questionada por membros do então partido Nazista, que viam o gesto como “não-alemão”.  Foram feitos diversos esforços para inventar alguma coisa que justificasse a utilização de um gesto “não-alemão”. Em junho de 1928, Rudolf Hess, que posteriormente se tornaria vice-líder do Partido Nazista, publicou um artigo intitulado “A Saudação Fascista”, que afirmava que o gesto foi usado na Alemanha desde 1921, antes que os nazistas tivessem ouvido falar dos fascistas italianos (The Hitler Salute: On the Meaning of a Gesture,  2008). Contudo, conforme já mencionamos, não é bem essa história da saudação adotada pelo regime nazista.

Portanto, o gesto da “imposição de mãos” não tem relação direta com nenhuma saudação a quaisquer ditadores do passado, e tais saudações sequer foram originalmente criadas pelos regimes que eles representavam.

A Origem da Imagem Utilizada pela Revista Fórum

A imagem utilizada no artigo da Revista Fórum trata-se tão somente de um frame de uma transmissão da emissora “CNN Brasil”. Não é exatamente uma foto, mas a captura de um momento isolado e interpretado de forma aleatória para levantar uma suposição de um “gesto nazista”. Isso não se sustenta por inúmeros fatores.

A imagem utilizada no artigo da Revista Fórum trata-se tão somente de um frame de uma transmissão da emissora CNN Brasil.

Em primeiro lugar, a imposição de mãos é frequentemente utilizada por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro em momentos de oração. Confira o vídeo abaixo publicado pelo canal “Folha Política”, no YouTube, no dia 11 de março de 2020:

Em segundo lugar, houve, de fato, um momento de oração ao final do encontro de apoiadores com o presidente Jair Bolsonaro na última sexta-feira (8), conforme registrado por um canal do YouTube chamado “Foco no Brasil”:

Em terceiro e último lugar, o site da emissora “CNN Brasil” publicou a imagem no dia 8 de maio de 2020 e, em nenhum momento, houve quaisquer citações sobre gestos nazistas (arquivo). Pelo contrário, o texto publicado pela emissora afirmava que se tratava de um momento de oração.

Texto publicado pela “CNN Brasil”, onde é mencionado que apoiadores estavam orando pelo presidente Jair Bolsonaro.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

O Slogan da Campanha de Jair Bolsonaro em 2018

Segundo o texto publicado pelo site da Revista Fórum, “o próprio slogan da campanha de Jair Bolsonaro na eleição de 2018, ‘Brasil acima de tudo, Deus acima de todos’, faz referência direta a um bordão da Alemanha nazista, o ‘Deutschland über alles’ que, em português, significa ‘Alemanha acima de tudo’. O trecho, inclusive, fazia parte do hino nacional alemão, mas foi suprimido ao final da Segunda Guerra Mundial“.

Entretanto, o slogan utilizado na campanha de Jair Bolsonaro não teve inspiração na Alemanha Nazista, mas uma apropriação de brado da Brigada de Infantaria Paraquedista do Exército Brasileiro. Jair Bolsonaro foi paraquedista em sua trajetória militar, assim como o seu vice, o general da reserva Hamilton Mourão (PRTB).

Quem quiser saber mais detalhes sobre esse brado, recomendamos que assista a um vídeo do excelente canal “Hoje no Mundo Militar”, no YouTube, que foi publicado no dia 8 de janeiro de 2017, ou seja, muito antes da eleição presidencial de 2018:

“O Trabalho Liberta”: Um Lamentável Vídeo Promovido pela Secom

O artigo também citou um vídeo publicado no dia 9 de maio de 2020 pela Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom), no Twitter, que evocaria a um lema nazista. Esse episódio, de fato, aconteceu, conforme foi noticiado nas últimas 48 horas, a exemplo do que foi divulgado pelo portal  “Poder 360”. Contudo, o secretário especial de Comunicação Social da Presidência, Fabio Wajngarten, afirmou em rede social que toda ação do governo é “deformada” para se encaixar em narrativas. Lembrou que ele, Wajngarten, é judeu.

Por outro lado, a Confederação Israelita repudiou a mensagem do governo, uma vez que a frase “O trabalho liberta” está na entrada do campo de extermínio de Auschwitz. A ação, no mínimo lamentável por parte do governo, fez com que a Secom simplesmente apagasse o vídeo no Twitter. De qualquer forma, ainda é possível o tuíte original através do serviço “Wayback Machine”.

Ainda é possível o tuíte original através do serviço “Wayback Machine”.

O Caso Roberto Alvim

Segundo o artigo publicado pela Revista Fórum, a divulgação da peça publicitária da Secom aconteceu cerca de quatro meses depois da polêmica envolvendo o ex-secretário Especial de Cultura, Roberto Alvim. Ele postou um vídeo que copia discurso e estética de Joseph Goebbels, Ministro da Propaganda na Alemanha Nazista.

De fato, esse foi um outro episódio, no mínimo lamentável, amplamente noticiado pela mídia em janeiro de 2020. Depois da grande repercussão negativa, Alvim foi exonerado por Bolsonaro. Na época, o ex-secretário afirmou que se tratava de uma “coincidência retórica” entre os discursos.

Entretanto, em entrevista ao “Estado de São Paulo”, Alvim afirmou que defendia uma cultura com viés “nacionalista, conservador no campo das artes”, além da “busca por um ideal clássico”.

A Utilização de uma Foto Isolada como Forma de Estigmatizar Pessoas

Em 17 de abril de 2019, publicamos um longo artigo, que contou com um extenso follow-up, sobre a disseminação de fotos em que “muçulmanos” estariam, supostamente, comemorando e sorrindo perante o incêndio da Catedral de Notre-Dame.

Muçulmanos comemoraram o incêndio da Catedral de Notre-Dame?

Para compor o artigo, conversamos com o jornalista e fact-checker francês Alexandre Capron. De acordo com ele, usar imagens como aquelas dos “muçulmanos” , fora de contexto com as pessoas “sorrindo” ou até “rindo” era uma maneira comum e bem conhecida usada pelos “internautas de direita” para culpar as pessoas que desejava estigmatizar.

Na época, Alexandre Capron disse que toda a história soava como uma tentativa de estigmatizar os muçulmanos, em geral, com base numa única foto, num único frame de todo um contexto mais amplo. Ele, inclusive, citou um episódio relacionado ao presidente francês, Emmanuelle Macron, em dezembro de 2108, quando circulou uma imagem em que Macron foi acusado de gargalhar durante uma visita a Estrasburgo, palco de um atentado terrorista que deixou um saldo de oito vítimas fatais.

No caso referente aos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro vemos uma atitude que lembra essa tática. A divulgação de um único frame, que levanta uma hipótese totalmente descontextualizada, acaba servindo como munição para que outros usuários ataquem aqueles que eles desejam estigmatizar.

Imaginem, por um momento, se fossem divulgadas, isoladamente, as seguintes imagens abaixo (1,2,3,4):

Trecho de um artigo publicado pelo site “Folha 360” em julho de 2019.

Isso significa que tais pessoas acima fizeram um gesto nazista? É óbvio que não. Jamais podemos utilizar um único quadro, perante um contexto muito mais amplo, para justificar uma determinada narrativa. Isso também é uma forma de disseminar notícias ou informações falsas.

Atualização #1 – 12/05 às 14h30:

Encontramos um trecho da transmissão ao vivo da emissora “CNN Brasil”, realizada no dia 8 de maio de 2020, que mostra nitidamente e sem sombras de dúvidas, que se tratava tão somente de um momento de oração.

Confira abaixo:

Conclusão

Fora de Contexto! Os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro não fizeram nenhum gesto nazista naquele encontro ocorrido na última sexta-feira (8).  O suposto gesto nazista registrado na “foto” (na verdade um frame extraído de uma transmissão realizada pela emissora CNN Brasil) trata-se tão somente de um gesto chamado imposição de mãos durante um ato de oração.

A disseminação de uma única imagem, que desconsidera um contexto muito mais amplo, e que tenha como objetivo justificar uma determinada narrativa para estigmatizar uma ou mais pessoas, também é uma forma de disseminar notícias ou informações falsas.

Continue lendo

Colaborador do E-farsas desde janeiro de 2019. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos, além de casos supostamente sobrenaturais. Na dúvida, não compartilhe. Reflita, faça uma busca reversa por imagens e pesquise por outras fontes.

46 Comentários

46 Comments

  1. André

    12 de maio de 2020 em 13:31

    Quanto malabarismo pra não dizer o importante: FALSO!

    • Marcus MJM

      12 de maio de 2020 em 14:10

      É por isso que o site existe, para explicar o real motivo da coisa, para quem não quer ler o conteúdo, é só deslizar até a conclusão, dúvidas sempre existirão sobre decisões, mas se não ler o conteúdo não tem como não saber.

    • Paulo Fagundes Souza

      12 de maio de 2020 em 14:31

      Não sabe ler?

      “Os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro não fizeram nenhum gesto nazista naquele encontro ocorrido na última sexta-feira”

      • juca

        12 de maio de 2020 em 16:08

        Então não tem que dizer que é fora de contexto e sim que é FALSO.

        • Mike

          12 de maio de 2020 em 23:00

          EXATO! Qual a dificuldade?

          “Fora de contexto”…

          • Gustavo Freitas Lins

            13 de maio de 2020 em 19:34

            Por que a foto é real, só tiraram ela de contexto, qual a dificuldade de entender?

        • Maria

          13 de maio de 2020 em 8:28

          @juca , o autor “disse” indiretamente que é falso. Onde? Como? Quando? Resposta: com a Atualização #1 – 12/05 às 14h30. 😉

          • juca

            13 de maio de 2020 em 15:31

            Mas não é “indiretamente” falso.
            A publicação da Revista Fórum, do site Brasil 247 e do site Catraca Livre (sites onde eu vi essa publicação) dizem claramente que fizeram uma saudação nazista e isso é FALSO, não é FORA DE CONTEXTO.
            Se você se dispõe a ser um checador de notícias, não deve aliviar para um lado ou outro.

          • juca

            13 de maio de 2020 em 15:33

            se propõe**

          • Maria

            13 de maio de 2020 em 17:15

            @juca , o site Catraca Livre mudou descaradamente o título da matéria deles DE “Bolsonaristas fazem saudação nazista para presidente na porta do Alvorada” PARA “Bolsonaristas fazem gesto religioso para presidente na porta do Alvorada”. Isso, na minha opinião, é CANALHICE! O certo é MANTER O TEXTO ORIGINAL e publicar uma ERRATA, DESCULPAS, RETRATAÇÃO, ADIÇÃO, ESCLARECIMENTOS ou uma ATUALIZAÇÃO. 😉

          • Maria

            13 de maio de 2020 em 18:29

            @juca , lembre-se: o e-Farsas não pode construir ou conduzir suas matérias com base na opinião pessoal, achismos, ideologias etc de seus autores ou, ainda, fechar uma questão se os dados ou a falta deles não permitirem no momento. É preciso de DADOS CONCRETOS ou o que chamamos de PROVAS ROBUSTAS IRREFUTÁVEIS! Na primeira versão da matéria, o máximo que podia se dizer era “Fora de Contexto”. Com a ATUALIZAÇÃO que veio DEPOIS, ficou claro que trata-se de uma Fake News. Basta reler a matéria. 😉

          • juca

            13 de maio de 2020 em 19:29

            Se ficou claro que é falso, por que o site ainda mantém que é FORA DE CONTEXTO e não FALSO?

          • Maria

            13 de maio de 2020 em 23:24

            @juca , talvez seja porque para o autor da matéria sejam as duas coisas “Fora de Contexto” e “Falsa”, mas ele preferiu manter “Fora de Contexto” com um nota de atualização. De qualquer forma, no e-Farsas não existem só a classificação VERDADEIRO ou FALSA como antigamente. Há outras: conspiratório, inderteminado, parcialmente verdadeiro, exagerado e por aí vai. A Agência Lupa também tem metodologia de classificação semelhante:

            https://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:begiIYFGS08J:https://piaui.folha.uol.com.br/lupa/2015/10/15/entenda-nossos-pinguins/+&cd=1&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br

      • Fabio

        13 de maio de 2020 em 9:35

        Exatamente. Dizer fora de contexto, pode dar a ideia, que em outra ocasião ou em outro contexto, apoiadores de Bolsonaro fazem gestos nazistas. O correto é dizer que é FALSO e depois explicar por que.

        • Gustavo Freitas Lins

          13 de maio de 2020 em 19:36

          Nada a ver, está fora de contexto por que a foto é verdadeira mas não é uma saudação nazista, qual a dificuldade de entender?

          • juca

            13 de maio de 2020 em 23:26

            A foto não é falsa, a afirmação da revista forum é falsa e é isso que está sendo analisado.

    • lucascardozo

      13 de maio de 2020 em 10:13

      Não tem malabarismo nenhum. O E-Farsas muitas das vezes se aproveita de um assunto pra comentar outros interligados, que tem a ver com o tema e que podem se tornar relevantes. É o que aconteceu aqui.

      • Juca

        13 de maio de 2020 em 15:50

        Claro que tem malabarismo. A publicação é afirma uma coisa falsa e qualquer coisa além disso é simplesmente um “não é mais queria que fosse”.
        Diga que é falso e continue com os demais assuntos interligados.

        • Gustavo Lins

          18 de maio de 2020 em 4:12

          Mas a foto não é falsa,está apenas fora de contexto, aceita que dói menos.

    • Yanluowang

      13 de maio de 2020 em 18:14

      André sua anta vc deve bem ser bolsonarista, tudo que ele falou é importante para o contexto dos fatos obviamente seguidores de Bostanaro vivem de fakenews portanto detestam explicações mesmo quando é a seu favor, povo burro só o Gilmar pra ter paciência com vcs.

  2. Juca

    12 de maio de 2020 em 15:24

    Não é fora de contexto. É FALSO, simples. O panfleto esquerdista AFIRMA uma coisa e essa coisa é mentira.

    • Gustavo Freitas Lins

      13 de maio de 2020 em 19:38

      Sim mas a foto é verdadeira, ela só foi colocada FORA DE CONTEXTO, precisa desenhar?

      • juca

        13 de maio de 2020 em 23:27

        A afirmação da revista forum é FALSA e é isso que estava sendo analisado.

    • Luís Fábio da Silva

      19 de maio de 2020 em 14:48

      Mas é óbvio. Não sabe que o E-Farsas está ao nosso lado??? Você acha que teria algo a favor do Bozo? Mesmo que seja falso, precisamos dizer que não era “nesse contexto”. Lutamos tanto para desconstruir o nazismo, hoje finalmente quem é pró Israel, judeus e cristão são taxados de nazistas e fascistas, enquanto nós, pró Palestina, que queremos a morte de judeus e demais religiosos e apoiamos ditaduras socialistas e comunistas, somos agentes da paz e do verdadeiro amor.

  3. Maria

    12 de maio de 2020 em 16:11

    Eita Revista Fórum, heim!? Mais um blog ENVIESADO FAJUTO DE ESQUERDA, só podia ser. Já vi esse gesto em algumas cerimônias religiosas e não tem nada demais. Também achei outros dois blogs ESQUERDALHAS, Catraca Livre e 247, que noticiaram a mesma Fake News (links abaixo). 😉

    https://catracalivre.com.br/cidadania/bolsonarista-fazem-saudacao-nazista-para-presidente-na-porta-do-alvorada/

    https://www.brasil247.com/brasil/apos-propaganda-nazista-de-wajngarten-apoiadores-de-bolsonaro-fazem-gesto-nazista-para-ele

    • le

      13 de maio de 2020 em 11:09

      vc sabe q tem um monte de site de direita q é igualzinho né?

      • Maria

        13 de maio de 2020 em 11:37

        @le , “igualzinho” não, PIORES! Pois, atualmente, sites de Direita são CAMPEÕES EM FAKE NEWS. Entretanto, isso não é motivo ou “justificativa” para os Esquerdalhas soltarem também. Para as agências de Fact-Checking NÃO INTERESSA o lado politico, o que interessa é saber se está MENTINDO. 😉 KKKKKKKKKKKK! 😀

  4. Pingback: É falso que apoiadores de Bolsonaro tenham feito saudação nazista; gesto é religioso • Blog Potiguar

  5. Max

    13 de maio de 2020 em 1:20

    Atualmente não há diferença entre um gesto nazista e o doutrinamento dessas correntes evangélicas apoiadores de fascistas. O nome disso é Crisfotascismo, termo cunhado por Dorothee Solle, teóloga alemã, que viveu justamente no período da ditadura nazista de Hitler, a qual unia o extremismo político de direita com fé em Deus. Exatamente o que os sectários bolsonaristas fazem: uma política de segregação social com fé extremista cristã. Portanto, independente de ter sido intencional, ou não, a imagem pode, sim, ser interpretada como manifestação cristofascista.

    • Andre

      13 de maio de 2020 em 18:57

      Seu maluco…vai se tratar.

    • Pualo guina

      17 de maio de 2020 em 3:50

      Qual vai ser a nova depois? Hamburguefacista, bicecletofacista? Qualquer merda agora e facista?

  6. King

    13 de maio de 2020 em 3:13

    Bem informado, atualmente passamos por um momento dificil onde ambos os lados propagam fake news, estou odiando esse governo, mas é preciso jogar limpo e não propagar mentiras na internet.

  7. Thomás Carado

    13 de maio de 2020 em 8:04

    Imagine só, se eu fosse um propagador de Fake News eu poderia pegar a imagem dessa notícia antiga, dizendo que é atual e inventar alguma história sobre o uso de “máscaras”. Veja só essa:
    https://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/ba/2012-09-10/caminhoneiro-usando-mascara-e-preso-por-direcao-perigo-em-estrada-da-bahia.html

  8. Caju Dante Matéria

    14 de maio de 2020 em 7:37

    Perfeita observação Juca! Mas como no final o e-farsas – com o apoio incondicional e cheio de baba da Maria – crê que nunca pode demonstrar que “falhou”, por mais que falhe, ou que seja extenso demais em alegar que o “produto é falso”, sempre baterá o pé e berrará para não dar o braço a torcer. É FALSO e não FORA DE CONTESTO. Mas a Maria teima em tentar justificar! Não é Maria V.C.A.O.? O dilema daqui é: “A única vez que errei foi quando acreditei que tinha errado.” Pura falta de humildade.

    • Gilmar Lopes

      14 de maio de 2020 em 8:13

      A gente reconhece quando erra! Olha um exemplo: https://www.e-farsas.com/manchete-carro-capota-com-4-pessoas-e-uma-mulher-e-real.html
      Se quiser mais exemplos, te mando mais alguns links!

      • Fábio Luís L. da Silva

        19 de maio de 2020 em 15:08

        Mas é óbvio, né Gilzinho. O E-Farsas está do nosso lado. Acham mesmo que teria algo a favor do Bozo? Mesmo que seja falso, precisamos dizer que não era “nesse contexto”. Lutamos tanto para desconstruir o nazismo, hoje finalmente quem é pró Israel, judeus e cristão são taxados de nazistas e fascistas, enquanto nós, pró Palestina, que queremos a morte de judeus e demais religiosos e apoiamos ditaduras socialistas e comunistas, somos agentes da paz e do verdadeiro amor. Gilzinho é nosso, farsa é tudo aquilo que é contra nossa agenda, e nós sempre PROVAMOS TUDO!!!

        • Maria

          21 de maio de 2020 em 18:56

          @Fábio Luís L. da Silva , vocês, sejam quem forem, não vão construir ou desconstruir NADA com MENTIRAS! O e-Farsas está do lado da VERDADE, dos FATOS!

          • Fábio Luís L. da Silva

            24 de maio de 2020 em 15:25

            Maria vc deve ser uma bozominion, né? Nós já desconstruímos, já invertemos os valores e transformamos a realidade em FAKENEWS e nossas FAKENEWS em verdade, transformamos ditadura em democracia e democracia em ditadura, demos tanta maconha para os jovens que eles marcham como soldados zumbis do nosso exército, demos diplomas grátis para burros para que eles pensem que tem ensino médio/técnico/superior. Nós já conseguimos, meu amor. Beijos de luz. #fascistasnãopassarão

    • Maria

      14 de maio de 2020 em 9:14

      @Caju Dante Matéria , em muitos casos, “FORA DE CONTEXTO”, na prática, significa que É FALSO. Exemplo semelhante é a classificação “CONSPIRATÓRIO” em que, o e-Farsas dá, temporariamente, o benefício da dúvida em alguns casos, porém, na prática, os internautas mais críticos já classificam AUTOMATICAMENTE e POR CONTA PRÓPRIA como FAKE NEWS. Ah, e-Farsas já errou, porém consertou (link abaixo): 😉

      https://www.e-farsas.com/o-psol-nao-quer-mais-saber-quem-mandou-matar-marielle-franco.html

  9. Caju Dante Matéria

    14 de maio de 2020 em 7:38

    Perfeita observação.

  10. Cesar Crash

    14 de maio de 2020 em 17:00

    Gilmar, existem discussões que são infinitas por que os dois lados têm um ponto de razão e não conseguem perceber isso. É como uma pessoa discutindo com outra, uma dizendo que pressão alta é causada por consumo excessivo de sal e outra pessoa dizendo que não, isto é predisposição do organismo.

    O título da matéria é “Apoiadores de Jair Bolsonaro fizeram um gesto nazista ao presidente?”. Eles não fizeram gesto nazista, então é falso. Mas sim, a foto foi usada fora de contexto. Pra resolver isso, basta alterar o título da postagem para “É verdadeira a foto que mostra grupo de apoiadores fazendo gesto nazista?” Pronto; a foto é verdadeira, mas está sendo usada fora de contexto.

  11. Maria

    14 de maio de 2020 em 17:49

    @Cesar Crash, alterar a MANCHETE da matéria, o TEXTO ORIGINAL da matéria em si ou, ainda, DELETAR a matéria incorrendo no famoso “ERRO 404”, na minha opinião, é SAC@NAGEM, demonstrando MÁ-FÉ, falta de profissionalismo, honestidade e responsabilidade. O CORRETO, como postei antes, é ADICIONAR alguma errata, correção, retratação, desculpas e/ou ATUALIZAÇÃO (que foi o caso desta matéria em questão). Observe (utilização da ferramenta WayBack Machine), por exemplo, o site do Catraca Livre (links abaixo) e o do 247 que foi deletado! 😉

    https://web.archive.org/web/20200512164928/https://catracalivre.com.br/cidadania/bolsonarista-fazem-saudacao-nazista-para-presidente-na-porta-do-alvorada/

    https://catracalivre.com.br/cidadania/bolsonarista-fazem-saudacao-nazista-para-presidente-na-porta-do-alvorada/

    https://web.archive.org/web/20200512201700/https://www.brasil247.com/brasil/apos-propaganda-nazista-de-wajngarten-apoiadores-de-bolsonaro-fazem-gesto-nazista-para-ele

    https://www.brasil247.com/brasil/apos-propaganda-nazista-de-wajngarten-apoiadores-de-bolsonaro-fazem-gesto-nazista-para-ele

  12. Jorge Luiz Amaral Teles

    17 de maio de 2020 em 21:16

    É tão falso quando Hitler se neto da Rainha (Não to lembrado o restante) filha dele esta no poder da Alemanha. Até Felipe neto esta entre essa suposta linhagem ç.ç

  13. Pingback: AS FAKE NEWS DE “GRIFE” 1)Todos by @DomDasThreads – Unroll Thread – We unroll twitter threads UnrollThread.com

  14. Josmir Silva

    1 de junho de 2020 em 12:48

    Caramba, até o Lula é nazista.

  15. Pingback: É verdadeiro que Vera Magalhães publicou fake news sobre ato de oração em frente ao Planalto – Bereia

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo