28.9 C
São Paulo
terça-feira, setembro 28, 2021

Banhistas mataram um bebê golfinho para tirar selfies?

- Publicidade -

Notícias afirmam que um grupo de banhistas retirou um filhote de golfinho do mar apenas para tirar selfies e acabou deixando o bicho morrer! Será?

O fato teria ocorrido na primeira quinzena de fevereiro de 2016. De acordo com informações espalhadas na web, banhistas de uma praia de Santa Teresita – em Buenos Aires – teriam encontrado um filhote de golfinho próximo à praia e correram para capturá-lo.

Após uma série de fotos, o pessoal teria deixado o bebê golfinho na praia, já morto!

O assunto tomou conta das redes sociais no dia 18 de fevereiro de 2016, quando muita gente ficou revoltada com a atitude dessas pessoas que, supostamente, teriam tirado um filhote de um animal raro de seu habitat natural para deixa-lo morrer fora água!

Será que essa notícia é real? Será mesmo que esses argentinos teriam feito essa maldade com o pobre animal?

Argentinos teriam matado um golfinho apenas para tirar selfies com ele! Será Verdade? (foto: Reprodução/Facebook)
Argentinos teriam matado um golfinho apenas para tirar selfies com ele! Será Verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdadeiro ou falso?

A ONG Vida Silvestre soltou uma nota lamentando o incidente e disse que pelo menos um dos dois golfinhos havia sido morto na praia naquele dia e disse que é lastimável o triste fato tenha ocorrido com um animal raro como aquele. No entanto, a ONG Mundo Marinho – que atendeu ao chamado dessa ocorrência – disse em um comunicado que não sabe se o animal (o golfinho, no caso) já estava morto quando foi tirado da água pelos banhistas ou se ele morreu de desidratação, após a sessão de selfies, e que centenas de animais morrem todos os anos nas praias argentinas!

Na ocasião, dois golfinhos apareceram nessa praia e um deles escapou com vida!

Origens

O jornal Clarín aponta o site de língua espanhola Infozona como o criador do boato. No dia 16 de fevereiro de 2016, o Infozona publicou uma matéria afirmando que os banhistas haviam tirado o golfinho vivo do mar apenas para tirar fotos e acabaram deixando ele morrer. Mesmo não apresentando nenhuma prova (além de algumas fotos), o artigo desse site acabou se espalhando rapidamente!

A verdade (ou parte dela) veio à tona

Dias depois de várias fotos do ocorrido terem se espalhado pela web, um turista chamado Hernán Coria deu entrevistas a vários veículos explicando que o filhote já estava morto ao ser resgatado pelos presentes na praia. No vídeo feito por ele podemos ver que o golfinho parece já estar desfalecido quando foi pego por um homem (perceba que no vídeo podemos ouvir algumas pessoas falando que o mamífero já estava morto e que o bicho não se debate e tampouco tenta fugir dos humanos):

- Publicidade -

https://www.youtube.com/watch?v=RlQFaVVYyG4

 

Hérnan também explicou ao jornal Telefe que estava muito quente na ocasião e que havia muitos outros animais mortos na costa argentina. O fato teria ocorrido no dia 10 de fevereiro e os banhistas estavam correndo, segundo ele, com o filhote no colo para tentar salva-lo!

Conclusão

Não está bem claro sobre o que realmente ocorreu com esses pobres animais (estamos falando dos golfinhos), mas é certo que os banhistas (pelo menos, os que aparecem no vídeo) estão claramente tentando salvar o bicho, que aparenta não estar saudável quando foi pego na água!

*Com a colaboração dos membros do nosso grupo no Facebook!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

40 COMENTÁRIOS

  1. Gosto do efarsas porque, diferentemente de outro site de cunho semelhante, ele admite quando não dá pra se ter certeza de alguma coisa. O testemunho do homem é muito conveniente, e mesmo que ele estivesse bem intencionado, não saberia dizer se o animal realmente estava além da salvação (um ser inconsciente não está morto), levando em conta que ele devia estar debilitado para ir parar na praia, seja por doença ou exaustão. Em alguns momentos de um video (não sei se o mesmo que ta aqui) dá a impressão de que ele move o rabo quando ficam tirando e botando ele na água.

  2. Mesmo morto, a conduta eh errada! Desrespeito ao animal, um circo de horrores. Trabalho c animais marinhos e sim, se vc n for energico e controlar a situacao, as pessoas ficam sem nocao e em pouquissimo tempo o frenesi “quero tocar, quero tirar foto” se forma, causando danos ao animal.

  3. Muito bom o exclerecimento!!??
    Essa nossa sociedade do espetáculo e do sensacionalismo digital, tendem mais acreditar nas tragédias( da mais ibope) do que na realidade.
    Por menos gente são crucificadas, pelo povo ir logo acreditando no que lêem.
    Parabens a vcs!

  4. Fico feliz pelo e-farsas ter elucidado esse caso. Estava muito chateado por pensar que isso realmente havia ocorrido por pura diversão. Obrigado. Sento verdade ou não, agora temos pelo menos 50% de chance de não ser.

  5. O idiota que escreve uma ‘Conclusão’ de matéria como essa só pode estar cego, ou ter uma distorção da realidade.

    O video mostra claramente que os imbecís retiraram o animal da aguá. Se a intensão era salvar, que o mantivessem na aguá até que especialistas chegassem ao local.

    Já que é crime mantar e maltratar animais… quero ver se algum desses vão pra cadeia.

  6. Só deixando uma coisa clara: golfinhos respiram ar. Eles têm pulmão e não respiram embaixo da água.

    Se um golfinho está com dificuldade de nadar e voltar à superfície não é errado *manter o respirador dele fora da água para que ele não se asfixie*. Parece estranho mas lembre-se que golfinho é um mamífero com pulmão que respira ar. Não é um peixe. Ele precisa tirar o orifício respiratório para fora da água para respirar.

    Basta manter a pele dele molhada para ele não desidratar. Não é necessário manter ele imerso na água.

    • Concordo, mas o ideal seria ter trazido um guarda sol e mantido o animal na sombra e dentro de uma água rasa. Evitaria que ele se afogasse e que desidratasse. Molhar o animal se torna insuficiente se ele permanece no sol, a água seca muito rápido e a pele dele se desidrata.
      Não consigo abrir o vídeo, mas na foto vejo o animal sendo erguido, ficando mais exposto ao sol.

    • Depende de água pra viver ? O Golfinho tem pulmões , se não tirasse ele dá agua ele ia morrer afogado o gênio, uma coisa é ele estar ná agua nadando e subindo a superfície pra puxar o ar , oura coisa é ele estar na beira jogado por não conseguir nadar e morrer afogado

      • Na verdade ele depende da água para se hidratar. Realmente não precisa ficar submerso, mas tem que ficar molhado. Acho que o maior erro foi terem deixado ele exposto ao sol, isso fez com que a pele dele desidratasse mais rápido. Creio que o ideal seria telo deixado na sombra e em uma água rasa.

  7. SITE LIXO DO CARALHO. BANDO DE FILHO DA PUTA! protegendo esses banhistas retardados, no minimo se ele estava meio morto ou passando mal, ou qualquer merda, deveriam ter voltado ele pra porra da agua.

    Pensamento dos banhistas, olha ele esta morrendo, vamos tirar uma porra de uma selfie pra ve se ele melhora!

    vaii se fuder porra de blog lixo! ja ja cai essa merda de site podre!

  8. Bom saber q os argentinos são muitos prestativos: o golfinho estava morrendo na água, os banhistas o agarraram e correram pela praia com ele “no colo para tentar salvá-lo”. Salvá-lo de quê? Como?. Essa explicação é bastante bizarra.

  9. Caro Gilmar, acredito que nesses 14 anos vocês já devem ter errado, como desta vez, existe outro vídeo de uma banhista, feito antes, onde o golfinho estava vivo, ou muito mal. Coerente seria te-lo deixado na água, ou no minimo molhando constantemente, chamar a policia ambiental e deixar que eles tirassem a conclusão se estava vivo ou morto. Pelo vídeo da banhista, me parece bem vivo.
    Mesmo que estive morto, o que leva uma multidão a fazer selfies carregando, sentando em cima, sei lá mais o que, com um animal sem vida? Não encontro resposta, a não ser a mais pura ignorância.
    A fonte é o Clarín, maior jornal argentino, acredito que eles não publicariam um fake.
    http://www.clarin.com/sociedad/Aparecio-delfin-murio-Santa-Teresita_0_1525047838.html

    • Cara, vc não deve ter lido tudo… é o mesmo vídeo.. e o golfinhonão parece estar vivo.. ou pelo menos saudável.. No vídeo, perceba que têm um momento que ele fica de cabeça para baixo na água, então, isso seria o suficiente para matar o animal (já que golfinhos, diferente dos peixes, não respiram de baixo da água)…

      No entanto, é bem complicado sabe da verdade sem ter estado lá… Vai que esse vídeo foi gravado depois da “captura do golfinho por selfies” ou seja, depois de realmente terem matado ele…

      Então, a verdade, só quem estava lá sabe… O resto, é sensacionalismo… mas que se foda né.. todo mundo precisa pagar contas… vamos ganhar page views e ser feliz…

  10. Se esse fato realmente aconteceu (se o golfinho estava vivo quando foi retirado da água), é uma crueldade sem tamanho para com o pobre animal. Sou totalmente contra os maus tratos aos animais, sejam eles quais forem, se estão ou não em fase de extinção. Os animais também têm direito à vida. Mas o que acho estranho é que, quando um animal é maltratado e/ou morto por assassinato praticado pelos “humanos”, as pessoas do mundo inteiro ficam revoltadas. Tudo bem até aí. O que quero dizer é que poucas pessoas se comovem quando, nos países mais pobres do mundo, pessoas, inclusive crianças , morrem à míngua, de fome e das mais diversas doenças, enquanto os governantes desses países gastam milhões de dólares em guerras estúpidas.
    Analisando esses fatos, me vem à lembrança uma frase famosa: “Quanto mais conheço os seres humanos, mais eu amo os animais!”

  11. Todo dia morre crianças aos milhares… fome, doenças, guerras…

    Agora se um golfinho que já tava agonizando na areia morrer, é um estardalhaço do karai!

    Eu já vi reportagem de baleias e golfinho que encalham na praia… aí chegam os biólogos, veterinários, bombeiros, pai de santos, pastor evangélico, Poseidon, Acquaman e o diabo a quatro fazem de tudo e puft! O bicho morre!

    Bora deixar frescura minha gente!

    Se é para salvar os golfinhos que impeçam a pesca descontrolada destes animais e não esse bafafá pq o povo, que é curioso mesmo, bateu foto com o defunto aí!

  12. Olha Gilmar, nesse caso, mesmo vendo o vídeo é inconclusivo falar em boato.
    O animal parecia bem mal no vídeo, mas isso não significa que ele estava morto ou incapaz de se recuperar.
    Na análise, está pegando opinião das pessoas comprometidas.
    Todo procedimento feito pelo sujeito está errado, todo mundo já viu na tv como fazer com esse tipo de animal encalhado.
    Retirar da água e usar como modelo de foto está errado mesmo morto.

  13. Bom dia a todos meu Deus gente o filhote de golfinho se estava vivo e precisando de ajuda era muito simples chamar a quem ia saber o que fazer não? Não vi vídeo algum só quero deixar meu comentário pq achei ridículo o que estas pessoas fizeram!! Se o pobre do golfinho estava a quase morrer que tivessem feito algo para ajudá-lo e não querer se exibir com o pobre querendo viver ou ao menos alguém pra tentar salvá-lo e não tirar selfies!! Caso imperdoável na minha opinião!

  14. Gilmar, como dito acima. Essa historia é um pouco complicada para falar de cara que é boato.

    Nossa tendencia é sempre ser cético ao grito da turba, mas aqui precisamos separar o histerismo do ato praticado.

    O que a pessoa fez, ao retirar o animal da água, foi completamente errado de todos os ângulos possíveis. Tanto sobre como ajudar um animal quanto tirar fotos com um bicho morto.
    Todo mundo esta cansando de ver na TV como cetáceos são salvos nas praias, e o que foi feito esta longe de qualquer boa intenção.
    Mesmo indiretamente, a pessoa não tinha capacidade de identificar se o animal estava completamente exausto, ela PODE ter matado o animal.
    Isso deixa de ser BOATO e vira no minimo plausível.

  15. Que maldade, não se pode fazer isso com animal nenhum, tambem sao seres vivos e sentem como nós, quem faz uma coisa dessas e que poderia ser considerado um animal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui