18.7 C
São Paulo
terça-feira, novembro 29, 2022

É verdade que a Probank, que fazia manutenção nas urnas eletrônicas, é do José Dirceu?

- Publicidade -

O ex-ministro José Dirceu, do PT, seria o dono da empresa responsável pelas urnas eletrônicas do TSE! Será verdade?

A afirmação voltou a circular através de grupos do WhatsApp e do Telegram na segunda semana de junho de 2022. Segundo o texto compartilhado, o ex-ministro José Dirceu seria o dono da Probank, empresa responsável pela manutenção das urnas eletrônicas do TSE.

Será que isso é verdade?

Texto afirma que empresa responsável pelas urnas eletrônicas seria de propriedade do ex-ministro José Dirceu! Será verdade? (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Verdade ou mentira?

Essa não é a primeira vez que o assunto ganhou força nas redes sociais. Em agosto de 2021, o TSE ajudou a esclarecer que a Probank era, sim, uma das contratadas da instituição, mas que nenhum funcionário tinha acesso privilegiado ao sistema das urnas eletrônicas.

De acordo com o Tribunal:

“Os serviços prestados, que compreenderam apenas a conservação de urnas e auxílio na preparação das urnas, eram meramente operacionais. Os técnicos da empresa atuavam, por exemplo, no manuseio das urnas nos locais de armazenamento, na colocação das urnas em cima de bancadas e na carga das baterias das urnas eletrônicas. Para tanto, o perfil exigido era apenas de conhecimentos de microinformática.”  

O TSE também esclareceu que a Probank prestou serviços nas eleições de 2004 a 2010, além do referendo de 2005 e que os funcionários da empresa foram supervisionados por juízes eleitorais e por funcionários dos TREs no manuseio de urnas.

Logo, mesmo que a empresa Probank fosse mesmo de propriedade de José Dirceu, ela não teria como alterar nada nas urnas para favorecer esse ou aquele candidato.

De acordo com esse artigo publicado no site Senado, o valor total da licitação foi de R$ 43 milhões.

Dirceu é dono da Probank?

Nas buscas pelo CNPJ 42.778.183/0001-10, da Probank S/A apenas retornam como sócios os nomes de Antero Luiz Reis Mello e de Frederico Radicchi. Já o CNPJ 02.817.035/0001-43, da Probank Software e Consultoria S/A, tem como sócios Wagner Leandro Ribeiro e Alexandre Martins Pires Lopes.  

- Publicidade -

Ou seja, o nome de José Dirceu não aparece no quadro societários das duas empresas.

E importante relatar que, em 2019, a empresa Probank passou a ser investigada pela Polícia Federal por suspeitas de fraude fiscal, além de ocultação de patrimônio e desvio de bens, após decretar falência, em 2013. 

O nome de José Dirceu não aparece em nenhum processo referente à empresa como também não apareceu nas investigações. 

Conclusão

O nome de José Dirceu não aparece em nada ligado à Probank. A empresa prestou serviços para o TSE até 2010, quando abriu falência!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui