20.5 C
São Paulo
quinta-feira, agosto 18, 2022

É verdade que Gibraltar cancelou o Natal mesmo sendo local mais vacinado do mundo?

- Publicidade -

O território de Gibraltar cancelou as festas de Natal por causa do aumento nos casos de COVID-19, mesmo sendo o local com a maior taxa de vacinação do planeta?

A afirmação começou a se espalhar através de publicações em alguns sites e blogs na segunda quinzena de novembro de 2021 e afirma que mesmo sendo o local com mais vacinados do mundo – com 140% da população imunizada – Gibraltar irá ficar sem Natal esse ano, depois que o Governo de lá cancelou todas as festividades natalinas por causa do aumento no número de casos e de mortes por COVID-19.

Com isso, as postagens dão a entender que as vacinas não servem de nada e que todos estão sendo vacinados à toa!

Será que isso é verdade ou mentira?

É verdade que Gibraltar cancelou o Natal após aumento nos casos de covid, mesmo sendo o local mais vacinado do mundo? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

Em novembro de 2021, fizemos um episódio do Fake em Nóis mostrando como é possível mentir apenas falando a verdade. Vale a pena assistir para entender um pouco sobre o que aconteceu nesse caso envolvendo o território ultramarino de Gibraltar.

É verdade que o governo local cancelou os eventos de Natal e é verdade que o território é um dos locais com as maiores taxas de vacinados do mundo, mas isso não significa que as vacinas são ineficazes!

Exemplo de publicações que confundem o leitor usando informações reais

Vamos por partes

No dia 12 de novembro de 2021, o governo de Gibraltar emitiu uma nota afirmando que, devido ao aumento no número de casos de contaminados pelo vírus do novo coronavírus, uma série de eventos próprios, como festas oficiais de Natal, recepções oficiais e confraternizações semelhantes foram cancelados. 

A mesma nota também explica que essas decisões podem mudar no futuro e, quanto às festividades particulares, o Governo de lá apenas sugeriu que se evitem aglomerações.

- Publicidade -

Uma semana depois, uma nova Orientação de Saúde Pública foi emitida pela Autoridade de Saúde de Gibraltar, reforçando as orientações sanitárias em relação às festividades de Natal.

No dia 19 de novembro de 2021, o ministro-chefe de Gibraltar, Fabian Picardo, fez uma publicação no seu perfil do Twitter, explicando que não cancelou o Natal, mas apenas os grandes eventos organizados pelo Governo para evitar vetores de infecção:

140% de vacinação?

Alguns sites publicaram a notícia de que Gibraltar tem 140% de imunizados, o que é uma distorção dos fatos. Para chegarem a esse resultado, compararam o número de doses de vacina administradas em relação à população, mas esse cálculo não reflete corretamente o número de residentes de Gibraltar que foram vacinados.

A verdade mesmo é que nem todos os residentes foram imunizados, como podemos ver aqui. O número de imunizados é maior que a população local porque milhares de espanhóis que cruzam a fronteira a trabalho foram vacinados. Além disso, crianças com menos de 12 anos ainda não começaram a receber a vacina em Gibraltar e o governo de lá só começou a vacinar quem tem de 12 a 15 anos de idade em outubro de 2021.

Aumento no número de casos

Nos boletins publicados pelo governo em seu perfil no Twitter entre os dias 28 e 30 de novembro podemos ver que:

No dia 28 de novembro de 2021, 16 pessoas testaram positivo para COVID-19, sendo 5 vacinados e 11 não foram vacinados. Desse total, 9 tinham 15 anos ou menos:

Em 29 de novembro, 23 pessoas testaram positivo, com 8 foram vacinados e 14 não foram vacinados. 11 deles tinham 15 anos ou menos:

E no dia 30 de novembro, 24 indivíduos vacinados testaram positivo para COVID-19 contra 18 indivíduos não vacinados:

É importante ressaltar que durante todo o mês de novembro, a proporção de infecções entre vacinados e não vacinados variou de dia para dia, mas a taxa de infecção entre os não vacinados permaneceu mais alta, independentemente das variações diárias. O que prova que a vacinação é importante e fundamental!

Se você ainda não está convencido, aí vão mais alguns dados:

Desde o início da pandemia, houve 99 mortes de COVID-19 em Gibraltar, num total de 7.281 casos confirmados. De março pra cá, quando Gibraltar comemorou a imunização completa da sua população adulta elegível, houve “apenas” 4 mortes:

Gibraltar teve “apenas” 4 mortes após 100% da população com até 50 anos imunizada! (fonte: https://www.worldometers.info/coronavirus/country/gibraltar/)

Conclusão

O Governo de Gibraltar não cancelou o Natal por causa do aumento no número de casos de COVID-19 em seu território. Na verdade, a Autoridade de Saúde de lá cancelou apenas os maiores eventos natalinos promovidos pelo Estado para evitar vetores de transmissão e sugeriu que as festas particulares sejam feitas sem aglomeração. A vacinação fez com que a mortalidade caísse drasticamente em Gibraltar, além de quase zerar o número de internações de casos graves decorrentes do novo coronavirus!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui