15.2 C
São Paulo
quinta-feira, maio 13, 2021

É verdade que um pintor italiano fez um quadro prevendo como seria a vida em 2022?

- Publicidade -

Ilustração de 1962 de motoristas em redomas de vidro mostra o que seria a previsão de um artista italiano para o ano de 2022! Será verdade?

A imagem voltou a circular nas redes sociais na segunda semana de abril de 2021 e mostra uma ilustração onde vários motoristas trafegam em veículos, protegidos por redomas de vidro individuais.

O texto que acompanha a ilustração afirma que essa teria sido feita em 1962 por um pintor italiano chamado Walter Molino e que o artista batizou a sua obra de “A vida em 2022”!

Será que essa história é real?

O pintor fez mesmo uma previsão sobre a necessidade de isolamento social em 2021/2022?

Texto de uma das versões que acompanha a imagem: “Esta pintura foi feita em 1962 pelo pintor italiano Walter Molino… e o título da pintura é: ‘A vida em 2022’” (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

Procurando por essa imagem, encontramos referências a essa história em publicações feitas no Facebook em maio de 2020. A ilustração que se espalhou em 2021 é um recorte de uma imagem maior, da capa de uma revista chamada Domenica del Corriere, como podemos ver abaixo:

Na capa da revista podemos ler que não há nenhuma menção ao ano de 2022: “É assim que se poderia aliviar o trânsito nas cidades. Em vez dos carros atuais e volumosos, são minúsculos carros monolugares que ocupam uma superfície mínima e que poderiam ser chamados de Singoletta” (Foto: Reprodução)

A edição que eternizou essa ilustração foi a de número 50 da revista Domenica del Corriere e foi às bancas italianas em 16 de dezembro de 1962. No entanto, a excelente obra feita por Walter Molino – um dos maiores ilustradores italianos do século XXnão foi uma previsão para 2022.

A ideia que foi passada para Molino na ocasião era a de mostrar um conceito de veículo que poderia ser usado nas avenidas mais movimentadas ocupando menos espaço.

- Publicidade -

O desenho, que também foi assinado por outro desenhista igualmente brilhante chamado Giorgio De Gaspari, mostrava as pessoas usando o veículo fictício Singoletta (como foi chamada pelo criativo ilustrador), e foi a contracapa daquela edição:

Conceito do veículo! (foto: Reprodução/Google Images)

De acordo com esse artigo italiano, o desenho foi uma versão de outra capa da mesma revista, sobre um homem que havia saído de seu carro durante um engarrafamento em Nova York e saiu pulando sobre o capô dos outros veículos à sua frente:

Na verdade, a Singoletta havia sido idealizada por um suposto especialista em problemas de trânsito chamado Cesare Armano, que mais tarde revelou ser o jornalista Franco Bandini – bastante conhecido na época. 

Em uma entrevista na mesma edição da revista, Armano (ou Bandini) disse que ideia do veículo teria surgido enquanto ele estava parado em um trânsito:

“Quando a via Manzoni, em Milão, ou a via Nazionale, em Roma, aparecem abarrotados de carros – escreveu ele – se você começar a contá-los, nunca há mais de quarenta e não há mais de cinquenta pessoas a bordo. Se as mesmas cinquenta pessoas viajassem em pequenos carros especiais, a estrada pareceria quase limpa. Ou seja, um carro bem projetado permitiria dez vezes mais tráfego ”.

A revista Domenica del Corriere circulou de 1899 a 1989.

Conclusão

A ilustração que mostra motoristas dentro de veículos com redomas de vidro foi publicada em uma revista em dezembro de 1962, mas não há nenhuma menção ao ano de 2022. Trata-se da divulgação de um veículo fictício, idealizado por um jornalista italiano como uma tentativa de diminuir o trânsito nas grandes cidades!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

3 COMENTÁRIOS

  1. Uma mini Romi Isetta ou um precursor de um Segway mas com capota…
    O Segway também foi pensado pra isso mas só vingou pra segurança de shopping…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui