15.3 C
São Paulo
terça-feira, outubro 4, 2022

Empresario de Rio Claro se suicidou após demitir 300 funcionários?

- Publicidade -

Será verdadeira a notícia do empresário de Rio Claro que se suicidou após ter que demitir 300 funcionários? Descubra aqui no E-farsas!

Uma noticia um tanto dramática começou a circular na no dia 21 de junho de 2016, principalmente através do aplicativo WhatsApp! Um empresario teria se enforcado após demitir 300 funcionários de sua empresa!

De acordo com o texto, acompanhado de 3 fotografias, o dono de uma indústria de estofados localizada na cidade de Rio Claro (SP) teria cometido um suicídio após demitir mais de 300 funcionários. Com data marcada para fechar a fábrica por falência, “agoniado e sem Deus”, o homem se pendurou pelo pescoço na própria empresa, tirando sua própria vida!

Será que isso é verdade ou farsa?

Empresário teria se matado depois de ter que demitir 300 funcionários de sua empresa! Será verdade? (foto: Reprodução/WhatsApp)
Empresário teria se matado depois de ter que demitir 300 funcionários de sua empresa! Será verdade? (foto: Reprodução/WhatsApp)

Verdade ou Farsa?

No nosso grupo no Facebook, diversas pessoas questionaram se a noticia era real ou não, mas por mais triste que pareça, a noticia é parcialmente real. Leia o que apuramos e descubra as razões.

Uma das versões que se espalharam pelo WhatsApp!
Uma das versões que se espalharam pelo WhatsApp!

Em primeiro lugar, ocorreu sim uma demissão em massa na cidade de Rio Claro/SP. A noticia foi amplamente difundida na imprensa local no dia 20 deste mês.

As demissões ocorreram dia 13 de junho, quando foram demitidos 223 funcionários da empresa Luizzi Estofados! A empresa afirmou aos jornais locais que apresentou uma proposta ao sindicato para evitar as demissões – que seria a redução da jornada de trabalho e de 20% nos salários – mas ela foi rejeitada pela maioria dos empregados.

Na empresa trabalhavam 870 funcionários, mesmo enfrentando dificuldades por causa da queda nas vendas.

- Publicidade -

Ou seja a empresa não iria fechar, pois foram demitidos um pouco mais de 25% dos funcionários e ainda estariam trabalhando na empresa 647 funcionários.

Investigações iniciadas

O empresário Luís Antônio Scussolino, de 66 anos, proprietário da Luizzi Estofados, foi encontrado morto na manha do dia 21, um dia após a ampla divulgação da noticia da demissão em massa na cidade, coisa que há mais de 20 anos não acontecia.

Quem encontrou o corpo do empresario foi um dos funcionários da empresa, ao chegar para trabalhar por volta das 7 da manhã. A Policia Civil classificou o episodio como suicídio, porem irá investigar.

Conclusão

A historia de um empresario que apos demitir 300 funcionários e que e já tinha data para fechar a fabrica, cometeu suicídio é parcialmente real! Realmente ocorreram as demissões só que foram 223 funcionários, cerca de 25% da fabrica, e os outros 647 funcionários ainda estariam trabalhando na fabrica, tanto que foi um dos funcionários remanescentes que encontrou o corpo do empresario. A Policia Civil registrou o caso como suicídio, porém irá investigar.

  • por Riomar Bruno
- Publicidade -

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

49 COMENTÁRIOS

  1. Realmente isso foi uma tragédia muito grande .mas isso não dá direito a ninguém repercurtir em mídias fotos dessa tristeza tão grande.vamos respeitar a dor dos parentes e das pessoas que ainda lamentam muito essa perda,tirem de circulação essas imagens pois o que vale é a memória de uma patrão querido e batalhador pois foi o que ele sempre foi

  2. Aos moderadores do site, sou fã do e-farças, gostava de ler suas matérias, porque além de esclarecer notícias falsas que circulam na internet, era um dos poucos sites onde não se encontravam erros de ortografia (principalmente acentuação), porém, de algum tempo pra cá, não sei o porquê, não estão revisando os textos antes de publicá-los, e já não está sendo mais tão agradável lê-los.
    Peço que não me interpretem mal, só estou sugerindo que não deixem o nível do site cair.

  3. É foi sim verdade tanto que o que circula na cidade é que ele estáva mais disisperado ainda pq teria que madar mais gente embora,e ficava pensando em todos aqueles que também já tinha sido mandado embora?

    • Eu que fico desesperado de ver uma pessoa duvidando de fatos e acreditando em fantasias, e ainda por cima com um “disisperado” no meio do texto…

  4. Gilmar, desculpe-me por aproveitar o espaço pra tirar uma dúvida, mas não encontrei a resposta em outro lugar… O que houve com o seu aplicativo para Android? Ele só mostra uma mensagem: “gone fishing”.

  5. Nao entendi o pq de parcialmente real, nao explicou o pq desse parcial. Só falou que a fábrica nao iria fechar mas msm que nao fechasse a notícia que circulou foi que ele se matou após demitir os 223 funcionários. Então a notícia parece real.

    • é parcial porque não foram 300 funcionários (foram 223) e ele não estava falindo!

      Além disso, não se sabe ainda se ele se matou ou se foi assassinado!

  6. Realmente conheci um grande homem empresario,não foi Rio Claro que perdeu mas o país perde um cidadão que acreditava em um Brasil melhor, que Deus a tenha e seja esclarecido o motivo desta morte.

  7. Puxa, e-“farças” que bom que foram “apenas” 223 demitidos e não 300, né? Isso faz a notícia ser”parcialmente verdade”. Puxa, que alívio mesmo!!!

  8. Nossa como pode um empresario chegar a esse ponto, eu moro em Sorocaba e não fica muito longe daqui é uma pena acontecer esse tipo de coisa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui