14.1 C
São Paulo
domingo, junho 26, 2022

Existe uma cidade chamada Ratanabá escondida há 450 milhões de anos debaixo da Amazônia?

- Publicidade -

Antiga civilização teria mais de 450 milhões de anos e só agora teria sido descoberta soterrada na Amazônia! Será que a cidade de Ratanabá existe mesmo?

A notícia sobre a descoberta surgiu nas redes sociais na segunda semana de junho de 2022 e afirma que cientistas teriam descoberto uma cidade soterrada na Amazônia. Chamada de Ratanabá, a cidade teria cerca de 450 milhões de anos e enorme riqueza, numa área que corresponderia ao tamanho da cidade de São Paulo, e essa abundância de recursos estaria atraindo ONGs e países vizinhos interessados em roubar tudo de nós!

Será que essa história é real?

Texto de uma das versões espalhadas através do Twitter em junho de 2022: “URGENTE: Uma cidade maior do que a grande São Paulo está soterrada na Amazônia! A antiga civilização Ratanabá vai ser e já está sendo descoberta por cientistas e historiadores. O verdadeiro interesse por dezenas de homens poderosos na Amazônia, é muito mais complexo!!! Voos de rastreamento nesta cidade dos Murius já está acontecendo. O mapeamento ocorre sendo realizado para o que será, uma das maiores descobertas do século na Amazônia brasileira! Quadras de Ratanabá são extremamente visíveis aos olhos nu: Imaginem o que tem embaixo disso tudo. A natureza não trabalha com linhas retas. Essas simetrias com certeza foi construída por uma civilização muito antiga. Isso é nosso, é do Brasil!” (imagens: Reprodução/Twitter)

Verdade ou mentira?

Apesar do assunto ficar em evidência nas redes sociais em junho de 2022, há registros da suposta descoberta da cidade perdida de Ratanabá há mais de uma década, e todas elas parecem ter surgido de um único autor: o mesmo criador do famoso ET Bilu.

Pra quem não sabe do que se trata, vale a pena dar uma olhada nesse resumo sobre essa figura mitológica que ganhou notoriedade nos programas de TV em 2010.  

O criador da lenda de Ratanabá também esteve envolvido em diversas outras histórias, como a da teoria da Terra Convexa (teoria que afirma que a Terra não é redonda e nem plana, mas convexa). Dessa vez, sob o guarda-chuva de uma entidade de pesquisas (que ainda não tem nenhuma pesquisa publicada em periódicos científicos).

Segundo a empresa de pesquisas liderada pelo pai do ET Bilu, a tal cidade perdida Ratanabá teria existido há cerca de 450 milhões de anos, sendo a primeira capital do mundo. No entanto, é pouco provável que isso tenha acontecendo de fato, uma vez que os dinossauros foram extintos há 65 milhões de anos e os primeiros hominídeos (homo habilis) surgiram por aqui entre 2,4 e 1,5 milhões de anos

Sobre as imagens

Os criadores da lenda de Ratanabá afirmaram em junho de 2022 que a descoberta da cidade perdida foi possível graças a imagens aéreas feitas com a ajuda de laser e que as formas simétricas da região somente poderiam ser feita por uma civilização avançada, visto que – de acordo com o CEO da empresa – formas assim não ocorrem na natureza.

Mas a verdade mesmo é que descobertas de formas simétricas como essas já haviam sido feitas um mês antes em uma região da Bolívia, distante de onde estaria Ratanabá. 

- Publicidade -

Aliás, essa pesquisa é séria e foi feita por pesquisadores alemães que descobriram cidades na região amazônica da Bolívia. Elas datam da época pré-colonial (entre 500 e 1400 d.C) e toda a pesquisa (a verdadeira) foi publicada na revista Nature no dia 25 de maio de 2022.

Quanto às pesquisas sobre Ratanabá, não encontramos nenhum artigo científico a respeito…

Em relação à imagem de uma floresta com marcas paralelas e simétricas que espalharam juntamente com a lenda de Ratanabá, encontramos a mesma foto em publicações feitas em 2018, como sendo do resquício de uma cidade abandonada na região de Apiacás, no Mato Grosso. É possível ver o local no Google Maps

O Portal Amazonas – dentre vários outros veículos de imprensa – tentou descobrir a verdade sobre a tal cidade de Ratanabá e, mesmo entrevistando vários especialistas, não encontrou nenhuma evidência da sua existência!

Conclusão

Não é verdade que cientistas descobriram uma cidade perdida com mais de 450 milhões de idade e com imensa riqueza! Essa história surgiu do mesmo autor da teoria da Terra Convexa e do ET Bilu e não há nenhuma prova de que isso seja verdade!  

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui