16.9 C
São Paulo
quinta-feira, setembro 16, 2021

Famosos morreram de COVID mesmo após tomarem a Coronavac! Será verdade?

- Publicidade -

Colagem de fotos compartilhada em grupos do WhatsApp mostram que famosos da TV morreram de COVID-19 mesmo após tomar a vacina Coronavac! Será verdade?

A imagem começou a se espalhar através de grupos do WhatsApp no começo da segunda quinzena de agosto de 2021 e mostra 10 artistas que teriam morreram recentemente: 

  • os atores Eduardo Galvão, Nicette Bruno, João Acaiabe, Eva Wilma, Paulo José e Tarcísio Meira
  • os comediantes Paulo Gustavo e Orlando Drummond
  • o escritor Artur Xexéo
  • e o bailarino Ismael Ivo.

De acordo com o texto que acompanha a colagem de fotos, todos eles teriam morrido por complicações causadas pelo novo coronavírus mesmo tendo sido vacinados com a Coronavac!

Será que isso é verdade ou mentira?

Primeira fileira: Eduardo Galvão, Artur Xexéo, Nicette Bruno e João Acaiabe; segunda fileira: Ismael Ivo, Eva wilma e Paulo Gustavo; última fileira: Paulo José, Tarcísio Meira e Orlando Drummond. Todos teriam morrido de COVID mesmo tomando a Coronavac! Será verdade? (foto: Reprodução/WhatsApp)

Verdade ou mentira? 

Antes de descobrir o que há de verdade nisso, entenda que as vacinas não são a garantia de que você não irá se contaminar. A vacinação é, dentre outras ações, uma forma de minimizar a disseminação de doenças através da imunização de comunidades.  

Como foi bem explicado nessa matéria da CNN de maio de 2021, as vacinas contra a Covid-19 não impedem que você contraia o novo coronavírus, mas em casos (raros) de pessoas que ficam doentes mesmo após tomar as duas doses de algum dos imunizantes disponíveis não significam que eles não funcionem.

De acordo com a reportagem, que ouviu especialistas no assunto:

“Isso pode acontecer porque nenhuma vacina disponível no mundo atualmente tem eficácia de 100% contra o vírus Sars-CoV-2, ou seja, não impede que o indivíduo seja infectado e passe a doença para outras pessoas. Mas elas são eficazes de evitar os casos graves da doença, que levam à intubação e à morte.”

Ou seja, os imunizantes contra o novo coronavírus não impedem totalmente o contágio, mas quem eventualmente se contaminar terá sintomas mais leves do que quem não foi vacinado.

Dito isso, vamos analisar cada um dos casos de mortes desses talentosos artistas que nos deixaram recentemente e que estão sendo compartilhadas em grupos de WhatsApp como se fossem vítimas da COVID mesmo após terem sido vacinados com a Coronavac:

1 – Eduardo Galvão

- Publicidade -

O ator Eduardo Galvão morreu no dia 07 de dezembro de 2020, vítima de complicações decorrentes da COVID-19, no Rio de Janeiro. Ele tinha 58 anos de idade!

Infelizmente, o ator morreu antes que a Coronavac (ou qualquer outra vacina) começasse a ser aplicada no Brasil. A Anvisa só autorizou a Coronavac para uso emergencial somente no dia 17 de janeiro de 2021 e as primeiras doses só começaram a ser aplicadas na população somente dois dias depois disso.

2 – Artur Xexéo

O escritor, jornalista e dramaturgo Artur Xexéo morreu no dia 27 de junho de 2021, aos 69 anos, vítima de um câncer.

3 – Nicette Bruno

A atriz Nicette Bruno morreu no dia 20 de dezembro de 2020, aos 87 anos de idade, após ficar internada por quase um mês com complicações causadas pela COVID-19. Da mesma triste forma que o ator Eduardo Galvão, Nicette não teve a chance de vacinar a tempo…

4 – João Acaiabe

O ator João Acaiabe morreu no dia 31 de março de 2021, aos 76 anos de idade, após ficar internado com COVID-19. Segundo a família, o artista testou positivo dias antes de ser vacinado!

5 – Ismael Ivo

O bailarino Ismael Ivo morreu no dia 08 de abril de 2021 aos 66 anos de idade, após ficar um mês internado em decorrência da COVID-19. É possível que ele não tenha se vacinado, pois de acordo com o calendário de vacinação de São Paulo, a previsão para a faixa etária para ele tomar a primeira dose começou somente no dia 21 de abril.

6 – Eva Wilma

A atriz Eva Wilma morreu no dia 15 de maio de 2021, em decorrência de um câncer no ovário. Ela havia ficado internada por um mês!

7 – Paulo Gustavo

O comediante Paulo Gustavo faleceu no dia 04 de maio de 2021, aos 42 anos, após ficar quase 2 meses internado por causa de problemas causados pela COVID-19. Ele também foi uma das vítimas dessa doença que não tiveram a oportunidade de se vacinar.

8 – Paulo José

O ator e diretor Paulo José faleceu no dia 11 de agosto de 2021. Ele ficou internado 20 dias por causa de uma pneumonia e já vinha lutando contra o Mal de Parkinson há mais de uma década.  

9 – Tarcísio Meira

O ator Tarcísio Meira morreu no dia 12 de agosto de 2021, vítima de complicações causadas pelo novo coronavírus, aos 85 anos de idade. Tarcísio talvez seja o único dessa lista que possivelmente havia sido imunizado com a Coronavac. No entanto, conforme seu filho revelou em entrevistas, o ator tinha várias comorbidades (como problemas pulmonares), que devem ter “contribuído” na piora do seu quadro clínico.

10 – Orlando Drummond

O ator, comediante e dublador Orlando Drummond faleceu em sua casa, no Rio de Janeiro. Segundo a família, o artista morreu de falência múltipla dos órgãos após uma infecção urinária. Drummond foi um dos primeiros a tomar a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus (tudo indica que tenha sido a Coronavac), no final de janeiro de 2021, no entanto a sua morte aos 101 anos de idade não tem relação com a COVID-19. 

Conclusão

Dos 10 artistas mostrados na colagem de fotos que se espalhou em grupos de WhatsApp, apenas 2 possivelmente foram imunizados com a Coronavac.

Obs.: Alteramos o item 6 dessa lista, no mesmo dia da publicação, para corrigir o nome da atriz.

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

8 COMENTÁRIOS

    • O pior é ver que não adianta nada. Mesmo os caras vendo uma pesquisa como esta, bem explicadinha, vão dizer que o Dória, a China e a Globo pagam o E-Farsas pra publicar isso.

  1. Ou seja, vacinados ou não a maioria teria morrido por outras causas, não por Covid. Se pegassem um Influenza (quem garante que não foi Influenza?) faleceriam da mesma forma, pois, estavam altamente debilitados, infelizmente.

    • O triste é que as pessoas estão voltando às vidas normais, aglomerando, fazendo festas e tudo (pelo menos aqui onde moro) só porque se vacinaram. Os números estão voltando a subir e logo a prefeitura vai voltar a impor restrições. E aí o povo vai dizer o quê? Que a culpa é da vacina, que não funciona.

  2. Minha nossa! O que se falou da morte e da causa de morte de Eva Wilma e Orlando Drummond em todo canto. Pra acreditar nisso aí ou a pessoa vive num mundinho de fake news ou numa caverna.

  3. Eu acho o seguinte: temos que cuidar da nossa imunidade, independente da vacina ser eficaz ou não. Tomar vitaminas se precisar ou até mesmo como forma de prevenção. Muita gente acha que tomando a vacina vai se tornar um Highlander, mas não é assim que funciona. Tomei a primeira dose, estou aguardando chegar a data de tomar a segunda, mas desde o ano passado tomo vitaminas. Acho que vai da consciência de cada um.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui