Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Livros infantis à venda na Bienal incentivam práticas sexuais! Será verdade?

Conspirações

Livros infantis à venda na Bienal incentivam práticas sexuais! Será verdade?

Livros infantis à venda na Bienal incentivam práticas sexuais! Será verdade?

Os livros infantis “As Gêmeas Marotas” e “Vingadores: A Cruzada das Crianças” estariam à venda Na Bienal e ensinam práticas homossexuais! Será verdade?

O alerta surgiu em grupos do WhatsApp na primeira semana de setembro de 2019 e chama a atenção das mães para o comércio indiscriminado de livros aparentemente feitos para as crianças, cujo o conteúdo estaria ensinando práticas sexuais. 

No texto, acompanhado de várias fotos de páginas dos livros “As Gêmeas Marotas” e “Vingadores: A Cruzada das Crianças”, é explicado que os exemplares vem lacrados e que seu conteúdo é extremamente pornográfico!

Será que isso é verdade ou mentira?

Texto de uma das versões compartilhadas através do WhatsApp: “Mamães , Pedro foi a bienal esse final de semana, e comprou um livro de super heróis que vou mostrar nas fotos, um livro lacrado, com um tema bem propício a ele, super heróis crianças… prestem muita atenção nos livros que seus filhos adquirirem, pois se não tivéssemos folheado o livro ele teria tido acessos coisas horríveis…Bienal do Livro, evento e reconhecidíssimo da Educação e motivação a leitura, e que não gosta dos Vingadores? Compra “A Cruzada das Crianças” vem em em embalagem lacrada e olha o que encontra dentro quando chegam em casa…     divulguem e alertem com sobriedade..

Verdade ou mentira?

As fotos são reais e os livros existem, de fato! Mas não há motivo para preocupações e já vamos explicar as razões.

Gémeas Marotas

O livro “As Gêmeas Marotas” não é brasileiro e tampouco infantil. Foi lançado na década de 1970 em Portugal, relançado em 2012, e é assinado pelo pseudônimo Brick Duna. Conforme apuramos, a obra é uma paródia feita para adultos sobre a obra de um autor holandês chamado Dick Bruna, o criador do personagem infantil Miffy e que tem mais de 85 milhões livros vendidos no mundo todo em seu currículo (Dick, o verdadeiro, faleceu em 2017, com 89 anos de idade).

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Sobre o livro com a versão adulta, procuramos em livrarias brasileiras e não encontramos para comprar. Aliás, nem em Portugal tem esse livro à venda (talvez em algum sebo português seja possível de se adquirir).

Vingadores: A Cruzada para Crianças

Quanto ao livro “Vingadores: A Cruzada para Crianças”, trata-se de uma das nove edições do especial dos Vingadores, da Marvel Comics. Protagonizada pelos Jovens Vingadores, a saga foi publicada em 2010 pela Marvel e relançada em 2016 aqui no Brasil pela editora Salvat. 

Capa da Graphic Novel Vingadores: A Cruzada das Crianças, de 2010. A obra não é destinada ao público infantil! (foto: Reprodução/WhatsApp).

Diferente do que a corrente espalhou no WhatsApp, o livro não é direcionado para público infantil! Na época do lançamento, o relacionamento afetivo entre os personagens Wiccano e Hulking gerou um debate sobre relacionamentos homoafetivos em histórias em quadrinhos e o romance, abordado de forma direta e objetiva na HQ, fez com que a Marvel ganhasse vários prêmios importantes nos Estados Unidos.

Conclusão

Dos livros mostrados na corrente que circula através do WhatsApp, o “Gémeas Marotas” não está à venda na Bienal do Livro – por se tratar de um livro antigo e lançado em Portugal – e o outro é de uma saga lançada em 2010 nos Estados Unidos e, mesmo que esteja à venda na Bienal do Livro, não é direcionado para o público infantil. Aliás, nenhum dos dois livros são para crianças!

Atualização: 10/09/2019

Até o momento da publicação do artigo, a informação que tínhamos era que nenhum dos dois livros estavam à venda na Bienal. Posteriormente, a Bienal divulgou que o livro Vingadores: A Cruzada das Crianças estava, sim, à venda, porém a obra se esgotou em poucas horas. A direção da Bienal também explicou que os livros estavam lacrados, mas que não continham nenhum aviso de advertência por não se tratar de algo pornográfico.

Continue lendo
246 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo