today-is-a-good-day
21.5 C
São Paulo
terça-feira, abril 16, 2024

Luciano Huck foi processado pelo Banco do Brasil por fala sobre criptomoedas?

- Publicidade -

Apresentador teria dito em entrevista que é possível ficar milionário em poucos dias investindo em criptomoedas, causando a ira do Banco do Brasil! Será verdade? 

A notícia surgiu em diversos posts patrocinados no X (antigo Twitter) na primeira semana de janeiro de 2024 e apresenta imagens do apresentador Luciano Huck sendo preso por policiais. O texto que acompanha as fotos afirma que o artista teria deixado escapar em uma entrevista no programa Lady Night que é possível ficar milionário em apenas algumas semanas investindo pequenas quantias em uma plataforma que negocia criptomoedas. O motivo da prisão, segundo a reportagem do site Valor, se deveu a um processo que teria sido movido pelo Banco do Brasil, que não queria que esse segredo fosse revelado aos mais pobres.

Será que isso é verdade ou mentira?

Apresentador teria sido preso após perder um processo movido pelo Banco do Brasil! Será verdade? (foto: Reprodução/X)

Verdade ou mentira?

Ao clicar no link da reportagem, o usuário é levado a um site que imita a aparência do portal Valor e que conta o caso do suposto deslize que o apresentador Luciano Huck teria dado durante uma entrevista ao programa Lady Night, apresentado pela humorista Tatá Werneck. Acontece que isso nunca aconteceu! A Tatá já entrevistou o Huck em seu programa, mas não há registros dele ter dito algo a respeito de investimentos em criptomoedas.

A última participação do Luciano no Lady Night foi ao ar no dia 24 de fevereiro de 2022 e, como já afirmei, ele não falou nada sobre investimentos.

O próprio site Valor explicou que nunca noticiou isso e que criminosos estão usando o nome e a aparência da sua agência para aplicar golpes na internet. O Valor também entrou em contato com a assessoria de imprensa do Banco do Brasil, que esclareceu não haver nenhum processo movido contra o apresentador dominical da Rede Globo.     

Huck já foi vítima

Essa não foi a primeira vez que a imagem de Luciano Huck foi usada indevidamente para esquemas duvidosos envolvendo investimentos. Em janeiro de 2023, o apresentador processou os criadores de um software que prometia investir automaticamente em diversos fundos para supostamente gerar altos lucros. A empresa usou indevidamente o rosto de Huck para promover o esquema. Quando o cliente entrava no site, se deparava com um vídeo da celebridade falando sobre a possibilidade de ficar rico e emendava no final a frase “Meu nome é Luciano Huck e você sabe quem eu sou, né bicho?”.

Variação com Marcos Mion

Além do Luciano Huck, outros apresentadores também tiveram imagem usada indevidamente para promover sites criminosos. Um deles foi o paulistano Marcos Mion, que também aparece sendo preso em postagens patrocinadas no Twitter. O golpe é o mesmo, só mudando o personagem.

O golpe é o mesmo, só muda o personagem usado na montagem

As fotos usadas nas “reportagens”

- Publicidade -

Através de buscas reversas das imagens publicadas, descobrimos que elas são montagens grosseiras, como podemos comparar a seguir:

A montagem do Luciano Huck preso foi feita em cima de uma foto tirada em dezembro de 2017, no município de Yüreğir, em Adana – Turquia, após uma denúncia de assassinato. O homem levado pelos policiais foi um dos 5 suspeitos presos na ocasião.  

Quanto a essa montagem que mostra o apresentador Marcos Mion escoltado por policiais, os golpistas usaram uma foto de junho de 2016, quando o ex-primeiro-ministro da Moldávia, Vladimir Filat, foi preso por corrupção e abuso de poder.  

Montagem usa foto da prisão de um político moldavo, de 2016!

Postagens como essas estão aparecendo aos montes no X (antigo Twitter) sob a legenda de “promovido”. Ou seja, os golpistas estão pagando para que aquela rede social publique essa farsa. Não sei você, mas eu não investiria as minhas poucas economias num negócio que usa imagens de pessoas sendo presas por usar tal serviço!

Conclusão

Não é verdade que o apresentado Luciano Huck (e/ou o Marcos Mion) foi processado pelo Banco do Brasil após deixar escapar uma forma milionária de investimento durante entrevista no programa Lady Night! É triste ver que as redes sociais como o X promovem esse tipo de golpe.

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla! Autor do livro de ficção Marvin e a Impressora Mágica!

Últimas Atualizações

- Publicidade -Compre o livro Marvin e a impressora Mágica de Gilmar Lopes

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui