Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Pescador da Flórida afirmou que foi abusado sexualmente por sereias?

Falso

Pescador da Flórida afirmou que foi abusado sexualmente por sereias?

Pescador da Flórida afirmou que foi abusado sexualmente por sereias?

Recentemente, nos deparamos com diversos usuários, no Facebook, compartihando uma notícia muito inusitada de um site chamado “Notícias PT” (arquivo), publicada no dia 18 de maio de 2020.

Segundo o texto publicado, um pescador do estado norte-americano da Flórida, chamado Alvin McCallister, 72 anos, teria ficado perdido no mar por 14 dias. Ele teria sido encontrado numa pequena ilhota rochosa, e teria sobrevivido a base de “gaivotas, ouriços e mexilhões”. Não obstante, Alvin teria sido acometido por alucinações, provavelmente devido a “toxinas de mexilhões não identificados que ele teria ingerido”.

Segundo o texto publicado, um pescador do estado norte-americano da Flórida, chamado Alvin McCallister, 72 anos, teria ficado perdido no mar por 14 dias.

No entanto, um “especialista médico” teria dito que, embora Alvin apresentasse lesões e inflamações anormais em sua genitália, era altamente improvável que ele tivesse sido “sexualmente explorado ou sodomizado” por criaturas marinhas vivas ou que elas pudessem ser autoinfligidas.

Enfim! Acreditamos que vocês saibam, tanto quanto nós, que sereias não existem. Entretanto, será que essa situação relatada realmente aconteceu? Um senhor de 72 anos ficou perdido no mar e agora afirma que foi abusado sexualmente por sereias? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Falso! Em primeiro lugar, não precisava ir muito longe para saber que havia de algo errado nessa história. Lendo o texto, na íntegra, vocês perceberão que a história carece de muitos detalhes e, para piorar, nenhuma fonte foi mencionada. Só há informações vagas, tais como: “foi encontrado em uma pequena ilhota rochosa a 300 quilômetros da costa mais próxima” ou “especialista médico“.

Em segundo lugar, o “Notícias PT” é um clássico exemplo de site que habitualmente faz das “fake news” seu modus operandi de subsistência. A princípio, algumas pessoas poderiam confundi-lo como um site humorístico, mas é bem assim. O site mistura algumas informações verdadeiras, assim com o caso da Annie Hawkins-Turner uma empresária norte-americana que ganhou fama por ter os maiores seios do mundo com artigos que sequer possuem texto, apenas um título absurdo, tal como: “Cornos são imunes ao novo coronavírus, dizem pesquisadores“. Além disso, a diagramação do site é precária e não há nenhuma informação sobre o responsável pelos artigos ou pelo próprio site.

Em terceiro lugar, esse caso nunca aconteceu. Não há qualquer pescador chamado Alvin McCallister que tenha afirmado ter sido abusado sexualmente por sereias após ter ficado 14 dias perdido no mar. Essa história é totalmente inventada e, como se não bastasse, a foto de capa foi manipulada digitalmente!

A Origem da Mentira

Toda essa história foi originalmente inventada por um site chamado “World News Daily Report” (“WNDR”), que provavelmente é um dos sites mais antigos e notórios em termos de disseminação de informações falsas na internet, algo que eles chamam apenas de “textos satíricos” (arquivo).

Toda essa história foi originalmente inventada por um site chamado “World News Daily Report” (“WNDR”).

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Aliás, cabe ressaltar que essa mentira sequer é recente, visto que o “WNDR” publicou originalmente essa história no dia 2 de outubro de 2019!

Essa mentira sequer é recente, visto que o “WNDR” publicou originalmente essa história no dia 2 de outubro de 2019.

O site tem a aparência é de um portal de notícias comum, inclusive com a divisão dos textos em editorias, mas avisa, no fim da página, que os textos são “satíricos”:

O World News Daily Report assume toda a responsabilidade pela natureza satírica de seus artigos e pela natureza fictícia de seu conteúdo. Todos os personagens que aparecem nos artigos – até os que são baseados em pessoas reais – são totalmente ficcionais. Qualquer semelhança com uma pessoa, viva ou morta ou zumbi, é um milagre

O site tem a aparência é de um portal de notícias comum, inclusive com a divisão dos textos em editorias, mas avisa, no fim da página, que os textos são “satíricos.

A Imagem de Capa Foi Manipulada Digitalmente

Para finalizar este artigo é interessante destacar que nem a foto utilizada no artigo é verdadeira. O homem que aparece na imagem foi sobreposto a uma foto veiculada no no dia 26 de fevereiro de 2019 pelo site “Gizmodo” (artigo). Eis a legenda original:

Paciente Cedars-Sinai. Você pode ver o Amazon Echo montado na parede atrás dele

Para finalizar este artigo é interessante destacar que nem a foto utilizada no artigo é verdadeira. O homem que aparece na imagem foi sobreposto a uma foto veiculada no no dia 26 de fevereiro de 2019 pelo site “Gizmodo”.

O artigo se referia a utilização da assistente virtual da Amazon, Alexa, que havia sido instalada em cerca de 100 quartos de pacientes com o intuito de aumentar a eficiência na interação entre cuidadores e os próprios pacientes.

Conclusão

Falso! Toda essa história foi originalmente inventada por um site chamado “World News Daily Report” (“WNDR”), que provavelmente é um dos sites mais antigos e notórios em termos de disseminação de informações falsas na internet, algo que eles chamam apenas de “textos satíricos”.

Cabe destacar, que nem a foto utilizada no artigo é verdadeira. O homem que aparece na imagem foi sobreposto a uma foto veiculada no no dia 26 de fevereiro de 2019 pelo site “Gizmodo”. Na foto original aparecia um paciente num quarto do hospital Cedars-Sinai, em Los Angeles, e o artigo se referia a utilização da assistente virtual da Amazon, Alexa, que havia sido instalada em cerca de 100 quartos com o intuito de aumentar a eficiência na interação entre cuidadores e os próprios pacientes.

Continue lendo

Jornalista, redator, e pesquisador de comunicação social com foco no combate a disseminação de notícias falsas. Colaborador do site de verificação de fatos E-farsas.com desde janeiro de 2019. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos, além de casos supostamente sobrenaturais.

4 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo