Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Será verdade que um clipe musical registrou uma tentativa de suicídio?

Falso

Será verdade que um clipe musical registrou uma tentativa de suicídio?

Será verdade que um clipe musical registrou uma tentativa de suicídio?

Através do Twitter recebemos uma sugestão de pauta muito interessante. Um usuário nos questionou a respeito de um clipe musical, onde seria possível ver uma pessoa se jogando do alto de um prédio! Esse detalhe macabro teria passado “despercebido” pela edição, e teria sido percebido apenas por fãs de uma cantora malaia.

Confira o trecho onde essa cena aparece:

Para quem não sabe trata-se do clipe “I MiSS U” da cantora Joyce Chu, que foi lançado em novembro de 2015! E, de fato, por mais estranho que pareça, essa cena realmente aparece no clipe original no YouTube!

Desde então, o clipe obteve mais de 58 milhões de visualizações e boa parte delas devido a divulgação que parte da mídia internacional acabou fazendo cerca de um ano após o clipe ser lançado (principalmente os tabloides britânicos).

Confira-o abaixo:

Entretanto, será que estamos diante de um registro verdadeiro de uma tentativa de suicídio? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Falso! Há um fortíssimo conjunto probatório apontando que a cena não passou de uma controversa estratégica marketing! Sim, bem estranho, mas vamos explicar direitinho a situação para vocês.

Um Polêmico Cineasta Chamado Wee Meng Chee (Namewee)

Na época que a polêmica explodiu na mídia internacional, em novembro de 2016, a cantora malaia Joyce Chu tinha apenas 19 anos. Ela era considerada um fenômeno “teen” na Malásia e em diversos países asiáticos. Joyce também fazia parte de um grupo chamado “Red People”, fundado por um controverso e polêmico compositor de rap conhecido como “Namewee”.

Foi justamente Namewee que compôs uma música chamada “Malaysia Chabor” (algo como “Garota Malaia”, em português), que virou uma febre na internet ao ser cantada por Joyce Chu. Isso porque as pessoas insistiam em dizer que Joyce tinha características físicas de uma coreana, algo que incomodava e irritava Joyce, e através da música ela retratou essa situação para dizer que era de fato uma garota malaia.

Contudo, nada fez mais sucesso que “I MiSS U” (“Sinto sua falta”). O clipe se tornou um sucesso no Ásia, e foi gravado em mais de 100 locações, inclusive em frente ao “Red House Theater”, em Taipei, Taiwan, que aparece ao fundo da polêmica cena.

O controverso e polêmico compositor de rap conhecido como “Namewee”.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

E por que “Namewee” é polêmico? Em 2007, ele ganhou fama após lançar uma música chamada “Negarakuku”. O problema é que a palavra “kuku” lembra o órgão reprodutor masculino no dialeto chinês Hokkien, e obviamente isso gerou muita polêmica na Malásia. Ele também já produziu diversos filmes e clipes com linguagem obscena.

Em agosto de 2016, ele foi preso pela polícia por filmar um videoclipe, que apresentava dançarinos vestidos como líderes religiosos passando por uma igreja, uma mesquita e um templo chinês, o que supostamente insultava a dignidade do Islã.

Enfim! Se tem alguém que gosta de uma boa polêmica é o “Namewee”.

Um Salto Impossível

Na época, “Namewee” declarou, pelo Facebook, que tinha sido pego de surpresa, que não sabia dizer sobre o que tinha acontecido, e que eles não tinham necessidade de inserir aquilo e manchar a imagem tão positiva de Joyce Chu. No entanto, ele mentiu.

Se vocês forem no Google Street View poderão ver que a distância entre a placa “Homme Hair” e o prédio onde a “pessoa teria caído” é muito grande. Então, é impossível que essa pessoa caísse, de maneira natural e espontânea, na frente dessa placa, ou seja, o vídeo foi claramente editado.

Confira algumas imagens que provam isso:

Foto mostrando a distância entre a placa e o prédio que aparecem no videoclipe.

Imagem do Google Street View mostrando a distância entre a placa e o prédio que aparecem no videoclipe.

Múltiplas imagens mostrando a distância entre a placa e o prédio que aparecem no videoclipe.

Ninguém nunca soube ao certo a razão pela qual foi inserido algo tão sombrio em um clipe romântico, que com certeza deu trabalho para fazer. Contudo, podemos supor.  Isso porque o clipe havia se tornado o mais popular do grupo “Red People”, com um número de visualizações muito superior a média dos clipes anteriormente postados. Tudo aponta, portanto, para uma controversa estratégia de marketing.

Outros Pontos Questionáveis

Além disso, outros elementos corroboram para a cena ser falsa. A figura humana aparece escurecida e borrada (dificultando a identificação), o movimento de queda não parece natural ao analisarmos quadro a quadro e, se fosse verdade, muito provavelmente a produção iria cortar a cena para evitar eventuais processos de familiares da pessoa em questão.

Conclusão

Falso! Conforme apontamos ao longo do nosso artigo há um fortíssimo conjunto probatório apontando que a cena não passou de uma controversa estratégica marketing!

Continue lendo

Jornalista, redator, e pesquisador de comunicação social com foco no combate a disseminação de notícias falsas. Colaborador do site de verificação de fatos E-farsas.com desde janeiro de 2019. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos, além de casos supostamente sobrenaturais.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Paola Abreu

    14 de agosto de 2020 em 15:31

    Eu realmente acreditei nessa história. Hoje em dia o excesso de gravação de cameras e celulares as vezes registram muitas coisas sem a gente perceber. Ainda bem que não é verdade.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo