Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Um estranho fuzil foi utilizado por mulheres nas Forças Armadas?

Fora de Contexto

Um estranho fuzil foi utilizado por mulheres nas Forças Armadas?

Um estranho fuzil foi utilizado por mulheres nas Forças Armadas?

Em nosso grupo no Facebook recebemos diariamente muitas sugestões de artigos, assim como dúvidas de nossos membros. Ontem (9), nos deparamos com uma dúvida muito interessante, visto que um usuário questionou se um determinado fuzil realmente havia existido. O fuzil possuía uma curvatura na parte do cano, que serviria para contornar os seios de uma combatente.

Dúvida publicada por um membro de nosso grupo no Facebook.

Entretanto, será que esse fuzil foi realmente fabricado para ser utilizado por mulheres? Ele foi utilizado em alguma parte do mundo? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Fora de Contexto! Esse fuzil da foto de uma família de fuzis de assalto israelenses conhecida como Galil foi especialmente fabricado para ser apresentado numa coluna satírica chamada “על הגבול”, cuja tradução para o inglês seria “Borderline” (podendo significar “limite” ou “incerto” em português)

Essa coluna satírica fazia parte de uma revista semanal publicada pelas Forças de Defesa de Israel (IDF) chamada “Bamahane”. A coluna em questão foi publicada em 8 de dezembro de 1982!

O responsável pela fabricação desse fuzil foi Yisrael Galil, o mesmo inventor por trás da família de fuzis Galil! Contudo, ele nunca foi, de fato, utilizado no meio militar!

Foto divulgada na coluna satírica da revista “Bamahane” em 1982!

Mais uma foto divulgada na coluna satírica da revista “Bamahane” em 1982!

Outra foto divulgada na coluna satírica da revista “Bamahane” em 1982!

A título de curiosidade, a primeira edição da revista “Bemahane” foi publicada em dezembro de 1934 e a última edição, impressa, foi publicada em dezembro de 2016. Posteriormente, ela se tornou uma revista digital e, finalmente, em janeiro de 2020 ela foi incorporada ao site das Forças de Defesa de Israel.

A História que Foi Publicada na Coluna

Intitulada “O fim da discriminação! Uma grande vitória para o Movimento de Libertação das Mulheres; um rifle de assalto Galil desenvolvido especialmente para soldados mulheres!“, a coluna contava uma história bem peculiar. Segundo o texto, a questão mais problemática ao desenvolver um rifle feminino era que os rifles comuns colidiam contra os seios dos soldados mulheres sempre que eram utilizados nos treinamentos militares.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Então, o texto dizia que o desenvolvimento da arma teria levado dois anos, e teria sido testado por 350 soldados mulheres, que teriam sido “cuidadosamente selecionadas por suas excelentes características físicas“.

O fuzil chamado de “Galil Feminino” está em exposição até hoje no Museu Negev Warriors, em Israel.

A arma era basicamente um fuzil Galil modificado, com um cano absurdamente dobrado e uma empunhadura nada convencial. Vários elementos do fuzil tinham sido removidos para dar espaço ao contorno dos seios. Numa das fotos, inclusive, não há sequer a coronha do fuzil. Enfim! O texto terminava dizendo que a arma era um sucesso no meio militar e que milhares de pedidos já tinham sido feitos.

No entanto, como sabemos, tudo isso é mentira!

Por Qual Motivo Essa Coluna Foi Publicada?

Bem, era claramente uma sátira em relação a participação das mulheres nas Forças de Defesa de Israel. Vale ressaltar nesse ponto, que Israel é um dos poucos países que tem serviço militar obrigatório para mulheres, muito embora o ingresso nas Forças de Defesa de Israel não seja tão simples.

Segundo uma matéria publicada no site do jornal “Folha de São Paulo”, em 2017, apenas 58% das mulheres com 18 anos, em Israel, vestiam o uniforme militar. As casadas, grávidas e religiosas são dispensadas (cidadãos árabes, portadores de deficiência física e atletas de elite também são dispensados). Até 2000, as mulheres serviam num Exército “paralelo”: a Corporação das Mulheres (“Chen”, na sigla em hebraico). Só em 2001 as mulheres passaram a fazer parte, “verdadeiramente” das Forças Armadas.

Portanto, se voltarmos no tempo, mais precisamente em 1982, podemos ter uma noção de como era o estigma em relação as mulheres no meio militar em Israel.

Conclusão

Fora de Contexto! Esse fuzil da foto de uma família de fuzis de assalto israelenses conhecida como Galil foi especialmente fabricado para ser apresentado numa coluna satírica chamada “על הגבול”, de uma revista semanal publicada pelas Forças de Defesa de Israel (IDF) chamada “Bamahane”, em 8 de dezembro de 1982!

O fuzil nunca foi, de fato, utilizado no meio militar!

Continue lendo
3 Comentários

3 Comments

  1. Maria

    10 de junho de 2020 em 20:51

    KKKKKKKKKKKKKK! 😀 Com certeza trata-se de uma SÁTIRA em relação ao Feminismo, embora não esteja EXPLÍCITO isso. A ideia de fazer uma arma com “cano curvo” não é nova, já vi em alguns Cartoons (desenhos animados), filmes e até em documentários (links abaixo). 😉

    https://www.youtube.com/watch?v=4xfYfgpjtws

    https://www.youtube.com/watch?v=F7HocrBbcc4

    https://www.youtube.com/watch?v=HSsFiS2Voxg

    https://en.wikipedia.org/wiki/Krummlauf

  2. 101

    12 de junho de 2020 em 15:56

    Imagina o trabalho que uma bala teria para sair dele.

  3. Alexandre Ribeiro da Silva

    13 de junho de 2020 em 18:09

    Me lembra alguns amigos compartilhando “notícias” do sensacionalista.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo