today-is-a-good-day
21.5 C
São Paulo
terça-feira, abril 16, 2024

Médico de Santa Catarina foi eleito o melhor cientista do mundo por receitar ivermectina na COVID?

- Publicidade -

Publicações comemoram prêmio dado a um médico de Itajaí–SC de melhor cientista do mundo pelo uso de ivermectina em pacientes com COVID! Será verdade?

A alegação começou a se espalhar através de grupos do WhatsApp e do Telegram na segunda quinzena de fevereiro de 2024. De acordo com o texto, um médico de Santa Catarina teria sido eleito o melhor médico cientista do mundo após comprovar que tratamentos a base de ivermectina são eficazes no combate à COVID19.

O profissional, contrário às vacinas, teria sido ameaçado de prisão no Brasil por suas pesquisas, mas teria sido agraciado com o maior título internacional que um cientista pode ganhar, calando a boca da Justiça brasileira.

Será que isso é verdade ou mentira?

Texto de uma das versões compartilhadas no WhatsApp: “Lembram daquele médico de Itajaí – SC que tinha feito a proteção da cidade inteira usando doses pequenas de ivermectina e livrou a cidade de mortandade durante a COVID? Lembram que esse médico cientista foi ameaçado de prisão pela justiça Prostituta do BOSTIL? Foi premiado nos 🇺🇲 como melhor cientista do mundo pelo estudo sobre ivermectina eficaz contra a COVID 19. Aqui os militantes do INFERNO o hostilizaram, chutaram a porta do seu consultório, da casa dele, o ameaçaram e até pediram sua prisão, por fazer o melhor para salvar as pessoas na pandemia. Um país cheio de psicopatas no poder não pode mesmo dar certo.”

Verdade ou mentira?

O maior prêmio que um médico pode receber é o Nobel de Medicina e Fisiologia que, no ano de 2023, laureou dois cientistas: a húngara Katalin Karikó e o norte-americano Drew Weissman. Ambos foram reconhecidos por seus estudos no desenvolvimento de vacinas comprovadamente eficazes na prevenção da COVID19. O nome do tal médico que circula em mensagens nas redes sociais sequer foi cogitada na premiação.

O prêmio que o catarinense recebeu nos Estados Unidos não é o de “melhor médico cientista do mundo” e veio da organização FLCCC (sigla para “Front Line COVID-19 Critical Care” ou “Linha de Frente de Cuidados Intensivos da COVID-19”, em tradução livre), um grupo de médicos e ex-jornalistas formado em 2020 para defender o uso de tratamentos não aprovados, duvidosos e ineficazes para COVID-19.

A “premiação” ocorreu durante uma conferência realizada em fevereiro no estado norte-americano do Arizona e reuniu alguns médicos negacionistas além de curiosos. É importante ressaltar que a escolha dos premiados foi feita pelos próprios integrantes desse grupo ao qual o tal médico faz parte e que não há nenhum respaldo da comunidade científica e médica internacional.

Aliás, o próprio doutor é um dos fundadores da organização que lhe deu o prêmio, conforme podemos ver no quadro de sócios da FLCCC.

Não é verdade que o citado médico tenha sido ameaçado de prisão e teve que fugir do país por insistir no uso da ivermectina no tratamento de pacientes com COVID19. O que aconteceu foi o seguinte: em outubro de 2021, o médico receitou doses muito excessivas de um medicamento chamado proxalutamida, cujo registro ainda não havia sido feito no Brasil, para alguns de seus pacientes, e seu nome acabou entre as 68 sugestões de indiciamento no relatório da CPI da Pandemia. Em outubro de 2022, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul absolveu o profissional em um processo movido contra ele por testes realizados com a proxalutamida. 

- Publicidade -

O Conselho havia aberto investigação para apurar um estudo clínico que teria sido realizado sem aprovação dos órgãos competentes com o fármaco. No entanto, ficou provado que não havia necessidade de autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para realização do tratamento, por se tratar de um experimento acadêmico, e não de um estudo regulatório para fins comerciais.

Ivermectina não cura COVID

É importante reforçar que o uso de ivermectina não tem nenhuma eficácia no tratamento de pacientes com COVID19. O medicamento, indicado para tratar infestações de parasitos como o piolho, continua sendo contraindicado pela Organização Mundial de Saúde.  

Conclusão

O médico de Itajaí recebeu um prêmio de um grupo de negacionistas da COVID19, ao qual ele faz parte, e não tem nenhum respaldo da comunidade científica internacional!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla! Autor do livro de ficção Marvin e a Impressora Mágica!

Últimas Atualizações

- Publicidade -Compre o livro Marvin e a impressora Mágica de Gilmar Lopes

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui