Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

USP comprovou que pessoas em confinamento são mais vulneráveis à COVID-19?

Falso

USP comprovou que pessoas em confinamento são mais vulneráveis à COVID-19?

USP comprovou que pessoas em confinamento são mais vulneráveis à COVID-19?

Circula nas redes sociais uma história de que a Universidade de São Paulo (USP) teria comprovado que pessoas em confinamento seriam mais vulneráveis a contaminação por COVID-19. Essa informação foi veiculada no título de uma “notícia” publicada por um site chamado “Terra Brasil Notícias” no dia 15 de agosto de 2020 (arquivo)!

O site alegou, inclusive, que essa informação teria como fonte o “Portal R7”.

Trecho da “notícia” publicada pelo site “Terra Brasil Notícias”.

Somente num grupo do Facebook chamado “Aliança pelo Brasil”, essa informação já foi compartilhada mais de 1,4 mil vezes em menos de 15 horas (arquivo)!

Somente num grupo do Facebook chamado “Aliança pelo Brasil”, essa informação já foi compartilhada mais de 1,4 mil vezes em menos de 15 horas.

Entretanto, será que isso é verdadeiro ou falso? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Falso! O título utilizado pelo site “Terra Brasil Notícias” é enganoso e distorce completamente a notícia originalmente publicada pelo “Portal R7”!

Em primeiro lugar, não houve nenhum estudo que comprovasse que pessoas em confinamento seriam mais vulneráveis a contaminação por COVID-19. O texto publicado pelo Portal R7, assim como por outros sites de notícias, fazia referência a uma pesquisa realizada no Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), que comprovou a presença do coronavírus em suspensão no ar.

Em segundo lugar, a equipe de pesquisadores capturou o vírus SARS-CoV-2 suspenso no ar em ambiente hospitalar (um ambiente considerado de alto risco de contágio e com uma intensa circulação de pessoas), ou seja, a pesquisa não foi direcionada a residências, em que aglomerações e a circulação de pessoas tendem a ser muito menores.

Isso ficou bem claro?

O título utilizado pelo site “Terra Brasil Notícias” é enganoso e distorce completamente a notícia originalmente publicada pelo “Portal R7”!

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

O vírus foi identificado em microgotículas que as pessoas expelem quando conversam ou expiram e podem ficar suspensas no ar durante horas, havendo possibilidade de transmissão da doença.

Diga-se de passagem, o risco de transmissão pelo ar já foi formalmente reconhecido pela OMS no início de julho de 2020.

E o que Isso Significa na Prática?

Os resultados do estudo reforçam a necessidade de manter uma ventilação adequada em ambientes fechados para diminuir o risco de contaminação pelo vírus, mas isso não quer dizer que pessoas em confinamento são mais vulneráveis a COVID-19.

Isso porque o isolamento social ainda é a melhor e mais eficaz forma de evitar não somente a exposição ao vírus, assim como sua propagação. Ficar em casa, sair somente quando estritamente necessário, e usar máscaras em ambientes fechados (sem contar a correta e completa higienização das mãos e tantas outras recomendações) é o mais indicado, não o contrário.

Quanto mais pessoas ao redor, maior a probabilidade de alguém se infectar. O ideal continua sendo evitar aglomerações em locais fechados, onde os aerossóis podem se acumular.

Os resultados do estudo reforçam a necessidade de manter uma ventilação adequada em ambientes fechados para diminuir o risco de contaminação pelo vírus, mas isso não quer dizer que pessoas em confinamento são mais vulneráveis a COVID-19.

Evidentemente, manter uma boa limpeza, higienização e circulação do ar em casa é igualmente importante. Se o ambiente não for arejado, o vírus pode permanecer no local e por período e distância superiores às que nós já conhecemos.

Enfim, um artigo científico sobre a pesquisa está em processo de publicação e deverá ser concluído ainda neste mês de agosto!

Conclusão

Falso! O título utilizado pelo site “Terra Brasil Notícias” é enganoso e distorce completamente a notícia originalmente publicada pelo “Portal R7”! Não houve nenhum estudo que comprovasse que pessoas em confinamento seriam mais vulneráveis a contaminação por COVID-19! O isolamento social ainda é a melhor forma de evitar não somente a exposição ao vírus, mas evitar sua propagação.

Ficar em casa, sair somente quando estritamente necessário, e usar máscaras em ambientes fechados (sem contar a correta e completa higienização das mãos e tantas outras recomendações) é o mais indicado, não o contrário. Quanto mais pessoas ao redor, maior a probabilidade de alguém se infectar.

Continue lendo

Jornalista, redator, e pesquisador de comunicação social com foco no combate a disseminação de notícias falsas. Colaborador do site de verificação de fatos E-farsas.com desde janeiro de 2019. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos, além de casos supostamente sobrenaturais.

8 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo