Coca-cola com Mentos = MORTE!

Texto que voltou a circular afirma que um garoto morreu depois de misturar coca-cola light com mentos sabor hortelã!

Esse texto surgiu na rede em 2006 e voltou a circular agora, em 2008 e deixa muita gente em dúvida: Será que misturar refrigerante com pastilhas sabor hortelã faz mal a saúde?

Como essa história voltou a circular, resolvemos atualizar as nossas pesquisas nesse novo texto que segue abaixo:

O e-mail traz como assunto principal essa bebida famosa no mundo todo. Dessa vez, o texto diz que a reação da mistura da Coca-cola com o drops "Menthos" provoca a morte de quem consumir os dois ao mesmo tempo.

Será que isso é verdade? Definitivamente, NÃO! A HISTÓRIA É FALSA!

Como você poderá perceber aqui nas pesquisas do E-farsas, a maioria dos textos dessa natureza tem o mesmo conteúdo:

1- É escrito em um tom alarmista;

2- É incoerente e, muitas vezes, confuso;

3- Cita o nome de empresas e/ou pessoas famosas;

4- O nome da vítima não aparece nunca.

5- Pede para ser rapassado ao maior número de pessoas possível.

Os primeiros parágrafos do e-mail já mostram a total falta de conhecimento que o autor tem sobre o assunto – além do tom alarmista com que ele inicia seu texto:

LEIA COM ATENÇÃO E REPASSE !
Coca Cola Light X Menthos sabor hortelã!

Em uma rápida busca pela net, descobrimos que o verdadeiro nome do "Menthos" é "Mentos", sem "H". Talvez o autor tenha se confundido com a palavra "menthol" – que é a nossa menta.

O drops Mentos é fabricado aqui no Brasil desde 1993 e é de propriedade da empresa Perfetti Van Melle Brasil Ltda. No site da empresa há um comunicado a respeito desse boato.

Nas próximas linhas do e-mail há uma sucessão de erros e dados incorretos. Confira:

… Em abril do ano passado, um garoto de 10 anos, estudante do colégio Dante Alighieri, em São Paulo/SP e sem nenhum problema de saúde aparente tomou uma latinha de Coca Cola Light na cantina da Escola.


Pergunta: Aconteceu em abril do ano passado? Qual ano?

Essa história já tem mais de 2 anos, quer dizer que aconteceu em abril do ano passado (2005)? Ou em abril do ano passado (2007)? Não dá pra saber, pois no ano que vem, talvez tornaremos a ver essa história novamente…

Outras perguntas: Qual o nome do menino? Não aparece. E o colégio? O que tem a dizer?

No site do colégio Dante Alighieri há um texto desmentindo o boato e para quem quiser verificar, a Diretoria do Colégio apresentou queixa, no 78º Departamento de Polícia (Jardins) e expôs uma cópia do boletim no site.

Esclarecimento do Colégio Dante Alighieri sobre o boato.

 

 

 

Mais abaixo, temos:

…A morte do garoto foi causada pela verdadeira BOMBA que resulta da mistura das substâncias presentes nesses dois "alimentos". Segundo Alexandre B. Mergenthaler, Prof. Doutor do Instituto de Química da USP, a origem dos problemas que levaram à morte do garoto é a pesada mistura de componentes existente nos produtos "light", como o Acesulfame K INS 930 que, misturado ao sabor artificial contido na pastilha Menthos, dá origem à uma substância fatal, o Ta9V4. Essa substância gera altos níveis de liberação de gases e até explosões !!! E essa mistura é que teria provocado o inchaço do estômago da criança.
Vários casos semelhantes (inclusive fatais) já ocorreram nos Estados Unidos.
No entanto, a Coca-Cola e a Menthos não se pronunciam sobre o assunto.

O professor citado no e-mail não existe! Pelo menos não faz parte do quadro de funcionários da USP. Essa informação pode ser confirmada nesse link dentro do site da Coca-cola. Nessa mesma seção do site é possível esclarecer vários outros boatos relacionados à Coca-cola e a outros produtos da empresa.

No dia 21/08/2006, a Universidade de São Paulo – USP – enviou uma carta à Coca-cola Brasil explicando que não há nenhum doutor Alexandre B. Mergenthaler no quadro de funcionários da universidade, podemos ler o comunicado nesse link. Também, no próprio site da USP, a professora e nutricionista Elisabete Machado explica que as pastilhas e o refrigerante são digeridos separadamente e cada um sofre alguns tipos de transformações até chegarem ao estomago. Ela também explica que, caso a pastilha fosse engolida inteira, a reação não seria tão explosiva e provocaria, no máximo, um sonoro arroto!

Bom, como podemos provar, as empresas citadas se pronunciaram, sim, sobre o boato – ao contrário do que o texto afirma.

Quanto às substâncias descritas no texto, não foi encontrado em nossas pesquisas o Acesulfame K INS 930. O que existe é o Acesulfame K, que é um tipo de adoçante. Outra substância citada é o Ta9V4. Procurando no Google não encontramos nada referente à essa substância. As únicas referencias a essa substância são dos sites e blogs que publicaram esse boato.

Nos mesmos parágrafos, o autor diz que vários casos semelhantes já ocorreram nos Estados Unidos. Também não foi encontrado nada a respeito.

Últimas linhas:


Repasse para os seus amigos e todos aqueles que você gosta para que fiquem sabendo sobre o perigo dessa mistura. Imaginem quantas misturas perigosas podem existir, levando em conta o quanto comemos de conservantes ou
produtos químicos . Isso poderia ter acontecido com você ou com seu filho…

Nem precisamos relembrar que todos os boatos da rede terminam com essas linhas: "repasse ao maior número de pessoas…"

Como surgiu essa história?

Ao que tudo indica, essa história surgiu nos Estados Unidos quando dois rapazes, Fritz Globe and Stephen Voltz (um professor e um advogado) fizeram um vídeo que foi inspirado pela fonte famosa que é situada em frente do hotel Bellagio em Las Vegas. Para esta experiência 101 garrafas de dois litros de refrigerante de cola e 523 Mentos foram utilizados.  Hoje em dia, os dois são patrocinados pela coca-cola e por uma empresa de materiais para escritório e já ganharam mais de 30 mil dolares, só se apresentando em convenções.

Procurando no site de vídeos Youtube pelo termo "mentos +coke", encontramos mais de 10.600 vídeos. É claro que muitos vídeos são repetidos, mas essa quantidade de vídeos reflete a popularidade do experimento. Abaixo, podemos assistir a um dos mais famosos…

 

A moda é tão forte no mundo todo que em julho desse de 2006, nos Estados Unidos, um site chamado Mentos Geysers promoveu um concurso que premiou as maiores erupções criadas com essa reação.

Há uma lenda urbana muito mais antiga que diz que um garoto engoliu várias daquelas balinhas explosivas e, em seguida, consumiu uma lata de refrigerante e o resultado foi a explosão de sua barriga e morte instantânea. Essa lenda lenda foi citada até no filme Lenda Urbana, de 1993.

Alguém deve ter aproveitado a moda da coca+mentos e juntou com essa lenda urbana para criar esse boato.

O que é essa reação química?

Na verdade essa não é uma reação química e sim uma reação física. Os refrigerantes de cola contêm certa quantia de CO2 (gás presente naturalmente no ar que respiramos) que dissolvida em água forma borbulhas minúsculas que são mantidas juntas por uma malha de moléculas de água em volta de cada bolha. Esta conexão de moléculas está em um equilíbrio instável. Quando introduzimos as pastilhas Mentos no líquido, esta conexão é perturbada. Isto principalmente é gerado pela aspereza da superfície doce da bala, que entrando em contato com o refrigerante, fornece muitos cantos pequenos e fendas que permitem que borbulhas se formem ao redor dele e, em questão de segundos, são transformados nessa explosão de refrigerante que podemos observar.

Essas experiências também foram feitas com outras combinações de refrigerantes e doces, mas nenhuma outra combinação pode bater o efeito de refrigerante de cola e Mentos até agora (Devido as suas características físicas.).

 

, , , , , , , , ,

Comente pelo Facebook

7 comentários

  1. Kelly Bastos Binhote

    Existe uma grande diferença entre uma garrafa de coca cola e uma pessoa. Quando jogamos as balas dentro da garrafa conseguimos uma explosão de refri. Quando bebemos refri com bala o máximo que acontece é a gente arrotar.
    Não é preciso entender de física ou química para saber que esta notícia é falsa.

  2. Celso Barbosa

    Aí pessoal antes mesmo d eu procurar exclarecer este assunto, eu já tinha chegado a uma conclusão, que se realmente esta mistura fosse mortal, então teria um aviso na embalagem d coca e na do mentos. Grand abç.

  3. Pingback: Coca-Cola + Mentos = Morte | alimentandoadiscussao

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>