Criador do E-farsas dá dicas sobre hoax no Jornal O Globo

Share Button

Em reportagem na Revista do jornal O Globo sobre os sites humorísticos que inventam notícias falsas e engraçadas (mas que muita gente acredita), Gilmar Lopes foi consultado e dá dicas de como reconhecer um boato virtual.

Em abril de 2012, uma matéria de 6 páginas feita pela jornalista Mariana Filgueiras foi às bancas dentro da Revista do jornal O Globo. O assunto: os diversos sites de notícias humorísticas que estão criando notícias falsas e divertidas na web. A reportagem dá vários exemplos de histórias que foram inventadas nesses sites e blogs como simples brincadeira e que acabaram se espalhando pela internet como se fossem reais.

Capa da revista do Jornal O Globo - o E-farsas dá dicas sobre hoax!

Capa da revista do Jornal O Globo (reprodução)

 

Brincadeiras que muita gente acredita

No último ano, vários blogs surgiram e/ou entraram na onda. Um grupo de amigos se reúne, cria algumas notícias engraçadas e as publica online – achando que isso ”não vai dar em nada”. De repente, a brincadeira acaba sendo retuitada e/ou compartilhada no Facebook e, num instante, muita gente já está acreditando que aquela notícia e real.

Apesar de deixar bem claro que se trata de um “jornal isento de verdade”, muitas das notícias do Sensacionalista, por exemplo, acabam sendo publicadas em jornais de respeito como sendo reais.

Foi o caso da notícia falsa da mulher que teria engravidado ao assistir a um filme pornô 3D. Na época, um jornal de Portugal caiu na pegadinha e passou adiante o boato.

Casal mostra jornal com a noticia do filho que se chamará Facebookson! Verdadeiro ou farsa?

Casal mostra jornal com a noticia do filho que se chamará Facebookson! História inventada pelo Sensacionalista e pesquisada aqui no E-farsas

Mariana Filgueiras entrevistou alguns dos principais “inventadores” de notícias como o G17, famoso blog humorístico que faz paródias com as notícias do portal G1 e que já foi entrevistado por nós aqui no E-farsas.

Envie suas dúvidas e sugestões de pauta através do nosso WhatsApp pelo número (11) 96075-5663!

Além do G17, o Globo também entrevistou o pessoal do Sensacionalista, do Meiu Norte e mostrou várias notícias falsas (que já pesquisamos aqui no E-farsas) e tentou entender como e como e por que uma brincadeira acaba ganhando a rede e se transformando numa notícia que às vezes chega a enganar até aquele repórter mais experiente.

É aí que entra o E-farsas

A repórter Mariana Filgueiras conversou com Gilmar Lopes, o criador e pesquisador do E-farsas, a respeito dos hoaxes, dos boatos eletrônicos e como o usuário da internet pode fazer para identifica-los e não cair nessas pegadinhas virtuais.

Com o conhecimento de mais de 10 anos de pesquisas, Gilmar explica o que já vem mostrando em todos os artigos desse modesto site:

  • Geralmente uma notícia falsa cita nomes de empresas ou autoridades para dar veracidade;
  • Não é datada, sempre aconteceu na semana passada;
  • Não tem assinatura.
  • E, além disso, os cargos citados são imponentes e se apela para os grandes assuntos, como saúde, religião ou política.

O Globo também ouviu o especialista em propriedade intelectual, o advogado José Eduardo Pieri, da BM&A Advogados e o Pesquisador de novas tecnologias e professor PhD da UFRJ, Henrique Antoun.

Um trecho da reportagem pode ser lida direto no site do jornal O Globo. A revista vai às bancas todos os domingos, dentro do jornal O Globo.

O E-farsas agradece a oportunidade e o convite e espera ter contribuído para que menos pessoas caiam nessas brincadeiras.

Sites citados

 

Share Button
E-farsas
, , , , , , ,

Comente pelo Facebook

1 comentário

  1. Pingback: Criador do E-farsas dá dicas sobre hoax no Jornal O Globo « TudoSobreTech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite esse numeros *