Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Criança mata cobra venenosa com uma dentada! Será?

Acidentes

Criança mata cobra venenosa com uma dentada! Será?

Será verdadeira a história do pequeno Lorenzo, que escapou da morte e matou uma cobra venenosa com uma dentada?

A notícia foi publicada nos principais sites brasileiros no dia 02 de novembro de 2015. de acordo com a manchete, o menino Lorenzo, de apenas um ano e meio de idade, estava brincando no quintal de sua casa em Mostardas (no Rio Grande do Sul), quando apareceu com a boca suja de sangue. Os pais foram socorrer o garoto e descobriram que o menino havia conseguido matar a cobra venenosa, saindo ileso do incidente.

A notícia afirma ainda que os pais do bebê o levaram ao hospital (também levaram a cobra em um recipiente de vidro) e os médicos atestaram que Lorenzo nada sofreu.

Será que essa história é verdadeira ou falsa?

Cobra venenosa tentou morder bebê no RS, mas acabou sendo mordida! Será verdade (foto: Reprodução)

Cobra venenosa tentou morder bebê no RS, mas acabou sendo mordida! Será verdade (foto: Reprodução)

Verdadeiro ou falso?

A notícia é, em parte, real! No entanto, houve um pouco de exagero na divulgação do incidente.

O menino mordeu mesmo uma cobra e teve muita sorte em não ter se machucado, mas é preciso avisar aqui que a cobra não era venenosa!

O próprio Portal G1 – um dos primeiros a publicar a notícia, no dia 02 de novembro de 2015 – fez uma atualização no seu artigo, explicando que a cobra mordida pela criança não era uma jararaca. Trata-se, na verdade, de um exemplar da espécie Erythrolamprus poecilogyrus, não venenosa e popularmente conhecida como cobra-verde ou cobra-do-capim.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Como foi muito bem observado pelo leitor Ernani Muraro, através do nosso Twitter, toda cobra é venenosa, mas nem todas são peçonhentas – que possuem a capacidade de inocular o veneno. A “sortuda” cobra-verde da notícia (que foi “confundida” com uma jararaca) não é peçonhenta!

Como já mostramos aqui no E-farsas, a maioria dos portais de notícias trabalham ao máximo para tentar atrair o leitor, nem que para isso precisem dar uma “ajudinha” no título da matéria. Como muitos acharam que o fato de uma criança matar uma cobra a dentadas não fosse atrativo o suficiente, resolveram “adicionar” o dado sobre a tal cobra ser venenosa… Alguns exemplos:

piriri_cobra

castelo_cobra

tn_cobra

band_cobra

Conclusão

A notícia da criança que matou uma cobra venenosa com uma dentada é real, mas é exagerada! A cobra não era venenosa, mas a criança correu perigo mesmo assim, pois a cobra mesmo não sendo venenosa pode machucar, e os pais foram corretos em levar o bebê ao médico rapidamente!

Continue lendo
7 Comentários

7 Comments

  1. Israel

    5 de novembro de 2015 em 10:38

    O problema da mídia, neste caso, pareceu mais falta de responsabilidade na confirmação da notícia a propriamente exagero. O principal responsável pela divulgação inicial errada da matéria foi esse médico. Segundo a primeira matéria vinculada pelo G1, o médico teria dito que provavelmente se tratava de uma Jararaca venenosa (nem toda cobra chamada de jararaca é venenosa).

    Preferiu arriscar e aparecer na mídia a chamar um herpetólogo para confirmar a identificação. Essa espécie não parece nem de longe com uma jararaca. Além do mais, não possui as características básicas de uma cobra venenosa, tais como as fossetas loreais. Essa característica seria facilmente identificada já que o adimal foi coletado.

    Um médico com esta postura beira a irresponsabilidade. Frente a essa atitude, arrisco ainda na especulação que ele queria apenas aparecer. O que não seria estranho, já que em uma rápida pesquisa na internet, podem constatar que ele também atua na política e foi candidato a vereador. Aparecer na mídia, portanto, não é ruim. Reafirmo ainda que, este meu último parágrafo, é meramente especulativo.

    • Gilmar Lopes

      5 de novembro de 2015 em 19:17

      Acredito que o pior mesmo foram os outros sites e blogs que copiaram a matéria do G1 e não acompanharam o desfecho e as atualizações do caso.

  2. Cesar Crash

    5 de novembro de 2015 em 23:17

    Na verdade, normalmente chamam-se peçonhentos os animais que injetam a toxina. Animais venenosos são perigosos justamente quando nós os mordemos, não quando eles nos morderem.

    • Israel

      6 de novembro de 2015 em 8:51

      Verdade Gilmar. A simples reprodução da matéria sem verificação dos fatos o acompanhamento do desfecho é irresponsável e prejudicial.

    • Israel

      6 de novembro de 2015 em 8:59

      Verdade César. Está certo sua afirmação. Peçonha é a capacidade de injetar toxina. No caso dessa espécie de cobra, a toxina existente, mesmo que de baixa potência, permanece em glândulas. Para ter algum tipo de ingestão, somente se “morder” a região da cabeça. Mas uma série de outros problemas poderiam ser gerados. São animais silvestres e, portanto, podem existir uma série de agentes patológicos.

      Tanto isso é verdade que, mesmo sendo um biólogo, a recomendação é usar luva de procedimento para qualquer tipo de manipulação. Isso é uma questão de segurança, mas pouco praticada. Confesso que eu mesmo, muitas vezes, manipulei animais sem luva, inclusive mamíferos.

  3. Alexander

    4 de julho de 2016 em 15:42

    Alá pessoal estou fazendo um pedido aqui
    Vamos analizar os videos verdade ocuta.
    Pois posta um monte de cosisas que não tem uma fonte e quero saber se fala e verdade

    • Eu™

      4 de julho de 2016 em 16:13

      A maioria, senão tudo, boato. Não perca seu tempo nesses canaizinhos “ganha-clique”.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo