Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Estátua egípcia se move sozinha no Museu de Manchester!

Demoníaco

Estátua egípcia se move sozinha no Museu de Manchester!

Será verdadeiro o vídeo que mostra uma antiga estátua de um faraó egípcio girando sozinha em um museu do Reino Unido? As possíveis explicações estão aqui!

No dia 24 de junho de 2013, o Museu de Manchester – Inglaterra, depois de perceber que uma peça de sua coleção estaria se mexendo sozinha, resolveu filmar e publicar no YouTube um filme de 43 segundos mostrando um lapso de tempo de uma semana. Nele podemos ver o que parece ser uma estátua girando sem a ajuda de nenhum recurso externo!

Em sete dias, aparentemente, o artefato de 10 centímetros de altura teria girado 180°! (reprodução: YouTube)

Em sete dias, aparentemente, o artefato de 10 centímetros de altura teria girado 180°! (reprodução: YouTube)

A estátua parece representar um faraó ou um deus egípcio (Osíris) e acredita-se ter sido recuperada de um túmulo lá pelo ano 1800 AC de um faraó, de acordo com publicações do próprio museu.

Em apenas dois dias, o filminho alcançou mais de 200mil visualizações e foi noticia em diversos sites e blogs. Muita gente perguntando: Será que o filme é real?

Dá uma olhada no vídeo e vamos tentar explicar o que aconteceu:

[iframe: width=”590″ height=”332″ src=”http://www.youtube.com/embed/S0fbWm9tdHE” frameborder=”0″ allowfullscreen]

 

Verdadeiro ou falso?

Se assumirmos que o vídeo não seja montagem (ainda duvidamos da sua veracidade, pois pode ser apenas uma jogada de marketing do museu para, quem sabe, atrair mais visitantes), há duas possibilidades para explicar o fenômeno da “estátua viva”:

A)     Intervenção Divina;

B)      Intervenção Humana;

Muitos sites “especializados” em assuntos esotéricos tem afirmado que o movimento rotativo da peça seria uma manifestação de algum deus egípcio há muito tempo adormecido que resolveu (sabe-se lá por que) avisar que agora ele está na área.

O E-farsas não acredita que um deus teria tanto tempo disponível para ficar perdendo uma semana para ficar rodando um pequeno pedaço de pedra… Por isso, vamos à possibilidade “B”: Intervenção humana.

Alguém (com certeza, algum mortal) deu uma ajudinha pra estátua girar!

De acordo com uma postagem publicada no blog mantido pela instituição, essa estatueta entrou para o acervo do museu em 1933 e nela pode-se ler uma inscrição que diz ser

Uma oferenda que o rei faz a Osíris, Senhor da Vida, que ele pode dar uma oferta de voz, composto por pão, cerveja, bois e aves para o Ka-espírito”. (tradução do Google, não repara!)

Campbell Price, o curador do museu, jura de pé junto que só ele tem a chave para abrir (e fechar) a proteção de vidro que separa as peças dos visitantes e que, apesar da estátua estar no museu há mais de 80 anos, ela nunca havia se movido antes…

Mistério

Se ninguém colocou as mãos na estátua e nenhum deus veio aqui na Terra para fazê-la girar com seus poderes, como e por que é que essa escultura rodou, então?

A teoria mais provável é que a vibração causada pelo caminhar dos visitantes tenha criado o estranho fenômeno!

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Para quem ficou interessado no assunto, encontramos um estudo feito para o Museu Britânico a respeito da influencia que as vibrações tem sobre o acervo de museus.

De acordo com um excelente texto publicado no fórum Metabunk,

[…] o objeto fica em uma prateleira de vidro, e (como podemos acompanhar no vídeo publicado pelo museu) só se move quando há pessoas caminhando por perto [a estátua não se mexe durante a noite]. Isso levanta a sugestão óbvia que a rotação acontece simplesmente devido à vibração. A estátua é de pedra dura e desigual, e a prateleira de vidro é muito dura e perfeitamente plana. Quando duas substâncias duras estão em contato umas com as outras, não há muito atrito, pois há poucos pontos limitados de contato. […] A prateleira é muito ligeiramente inclinado para a frente, de modo que a estátua gire até que o centro de gravidade se situe no ponto mais baixo, e depois para.

Para provar a sua teoria, o usuário do YouTube Epoxynous fez um vídeo onde ele explica como a vibração pode fazer com que um objeto se mova sobre uma base lisa (ele tem que dar umas boas sacudidas na mesa para acelerar o processo):

 [iframe: width=”590″ height=”332″ src=”http://www.youtube.com/embed/mRnoDb8tmkM” frameborder=”0″ allowfullscreen]

Essa suspeita da vibração ser a responsável pelo giro do artefato foi reforçada pelo físico Brian Cox, que visitou o museu e pode tecer suas teorias in loco.

Outras dúvidas

Se o movimento da estátua é causado pelas vibrações do visitantes, por que ela nunca havia se mexido antes?

A resposta é simples: A peça não estava na mesma prateleira no museu há 80 anos! Na verdade, essa Galeria chamada de “Mundo Antigo” foi inaugurada em outubro 2012. Portanto, o objeto foi colocado lá há poucos meses, (oito meses, no máximo!). Muitos fatores podem contribuir para que ocorra o estranho fenômeno, até mesmo uma leve inclinação na prateleira pode ter desencadeado a rotação “espontânea”.

Por que as outras estátuas não se movem?

Porque as peças são diferentes. São menores, mais curtas e seu centro de gravidade é mais localizado ao… centro de cada estátua. Além disso, são feitas com diferentes materiais, têm diferentes bases e estão em posições diferentes.

Estátua de Osíris que gira  no museu! (foto: Reprodução/MetaBunk)

Estátua de Osíris que gira no museu! (foto: Reprodução/MetaBunk)

Por que a estatueta dá uma volta em círculo?

Porque o ponto de contato entre a peça e o vidro está localizada no centro da estátua. No vídeo feito por Epoxynous, esse ponto é representado pelo parafuso central, que é um pouquinho mais saliente do que os demais.

 

Conclusão

A estátua não tem nada de mágico ou sobrenatural que a faz se mover. O fato dela rodar se dá por causa da vibração dos passos dos visitantes do museu!

 

Continue lendo
27 Comentários

27 Comments

  1. Luiz Alves

    27 de junho de 2013 em 10:44

    Meu questionamento era justamente sobre o porquê dela só se mexer agora, estando há tantos anos no museu. Quando li o texto, a resposta já estava lá 🙂

  2. Ingrid Guibs

    27 de junho de 2013 em 11:38

    Vcs são céticos! Queria ver a opinião de pessoas neutras.

    • Gilmar Lopes

      27 de junho de 2013 em 11:54

      Estamos aguardando essas opiniões aqui nos comentários! Valeu!

    • Lucho

      29 de junho de 2013 em 11:41

      Retardada!!

  3. Fabio

    27 de junho de 2013 em 13:31

    DEVOLVE TUTÔ PRO EXITÔO CHESSUUUUUUSS! DEVOLVE TUTÔOOOOOOO!

  4. Ecles

    27 de junho de 2013 em 16:46

    Algo importante de se notar é que nos últimos 3 dias da semana filmada, a estátua não se move nem mesmo com os visitantes passando por perto.

  5. Isadora

    27 de junho de 2013 em 23:42

    Muito inteligente sua explicação. Parabéns! Foi exatamente o que pensei quando vi o video. Nos períodos diurnos o movimento de pessoas e de automóveis faz a peça (que aparentemente é de pedra irregular na base) se movimentar mais rapidamente que no período noturno, onde não há tráfego de pessoas próximas (deve ter automóveis do lado de fora). O movimento ocorre até a peça atingir o equilibrio com seu centro de gravidade. Com certeza é muito mais provável que um deus egipcio que hibernou nos últimos 80anos e acordou para girar uma estátua!! Rsss

  6. Demitrius

    27 de junho de 2013 em 23:45

    As proprias imagens provavam, a estutua só se mexia durante o expediente a noite ficava quietinha

  7. André Furlan

    28 de junho de 2013 em 8:52

    EU SEMPRE ACOMPANHO O UNIVERSO RACIONALISTA , POR ACREDITA NA IMPARCIALIDADE E RACIONALIDADE DOS FENÔMENOS; PORÉM NESTE CASO HOUVE POR TOTAL FALTA DE CONCEITO LÓGICO. PRECISA-SE TOMAR CUIDADO PARA NÃO SE TORNAR CEGO PELA RACIONALIDADE NÃO LEVANDO EM CONTA OUTROS FATORES. PRECISAMOS RESPEITAR FENÔMENOS NATURAIS SENDO ELES CIENTIFICAMENTE COMPROVADOS OU NÃO. ACONTECE QUE PARA ALGUNS CÉTICOS NADA POSSA EXISTIR; LEMBREM-SE DE QUE HOJE NEM MAIS OS CIENTISTAS E MÉDICOS SÃO CÉTICOS.
    CONCORDAR COM ESTA RESPOSTA FEITA PELOS “PERITOS” ME FAZ CRER RACIONALMENTE QUE O UNIVERSO RACIONALISTA NÃO É TÃO IMPARCIAL QUANTO EU ACHAVA SER.

    • Marcos A.

      2 de julho de 2013 em 8:27

      Cara, são as leis da física. Objetos inanimados não se movem sem influencia externa. A casa de minha avó ficava próxima a uma linha de trem e quando ele passava alguns objetos trepidavam e até caiam e outros nem se mexiam. Claro que os que se moviam tinha uma base mais lisa e irregular. A explicação do e-farsas é totalmente plausível.

  8. André Furlan

    28 de junho de 2013 em 8:55

    O MESMO DIGO PARA E-FARSAS.

    • Gilmar Lopes

      28 de junho de 2013 em 9:00

      Obrigado pelos comentários, André!
      Mas você acha, então, que pode ser algo sobrenatural envolvendo o caso?
      Os comentários estão abertos para podermos debater todas as possibilidades. Essa teoria da trepidação me pareceu a mais coerente. E você, o que acha?

  9. Phaola

    28 de junho de 2013 em 12:43

    Quando vi esse video em um blog, logo pensei em vocês e já sabia que exlicariam. Obrigada, adoro o E-farsas e acompanho todos os dias!

    • Gilmar Lopes

      28 de junho de 2013 em 13:35

      Opa, que legal! Valeu

  10. Samuel Santos

    28 de junho de 2013 em 12:45

    Mas é jus-ta-men-te AÍ que está a manifestação mística, o fato da coisa ter explicação científica não quer dizer que sua COINCIDENTE ocorrência não tenha sido motivada por forças sobrenaturais.

    É claro que eu não sou de acreditar que um deus egípcio esteja movendo a estátua, mas se estivesse, uma explicação científica não seria suficiente para negar isso.

    Mas foi interessante o e-farsas desvendar o fato, sempre tem alguma coisa que ninguém vê.

  11. Iluminati Da Depressão

    28 de junho de 2013 em 17:57

    Incrédulos! Essa é a prova dos poderes dos deuses antigos e verdadeiros. Um milagre para todos que cultuam os deuses pagãos.
    Estamos na era das falsas religiões monoteístas caírem sob o fogo de suas desgraças e mentiras.
    Depois de 2012 os deuses antigos estão despertando para refazer a Terra e trilha-la para uma era de prosperidade e paz!
    “Ph’nglui mglw’ nafh Cthulhu R’lyeh wgah’nagl fhtagn.”.

  12. Gafc

    29 de junho de 2013 em 8:03

    No Vídeo da “explicação”, o cara da umas sacudidas “violenta” na mesa para que um objeto pequeno possa se mexer… Além disso a vibração provocada pelas sacudidas é muito visivel… Já no vídeo da estátua, se existe alguma vibração é tão sutil que nem ao menos é percebida!

    Aí eu lhes pergunto: Como uma vibração “leve” pode mover um objeto grande e pesado, quando pra mexer um simples pote de maionese preenchido com areia (ou algum material similar) sobre um pedaço de madeira é necessário “tanto” esforço?

  13. Lenne

    29 de junho de 2013 em 23:24

    só uma curiosidade se s vibração realmente influencia tanto assim por nem uma das outras peças que também estão na mesma prateleira não se deslocam ou mudam pelo menos um pouquinho que seja afetada por esta vibração que o corre? e estranho somente aquela se mexer tanto e as outras não esboçarem nem uma leve viradinha vocês não acham?

    • Marcos A.

      2 de julho de 2013 em 8:31

      Leia o texto. Podem existir vários fatores levando em consideração a forma do objeto, sua base irregular, etc. Como falei em um comentário anterior, minha avó morava próxima a uma linha de trem e quando este passava fazia alguns objetos trepidarem e outros não.

  14. Marcos A.

    2 de julho de 2013 em 8:37

    Essa estatua ai ter a forma de um pé. Dá para entender bem porque ela pode girar. Se tentarmos um giro com o corpo usando uma perna, claramente o que ficaria apoiado no chão seria o calcanhar.

  15. João Silva

    4 de julho de 2013 em 6:31

    Ela gira e não se move para nenhum lado? O movimento é apenas sobre o mesmo ponto?

  16. Emerson Neves..

    6 de julho de 2013 em 0:48

    O video da explicação não me convenceu muito amador..

    Meu palpite ´..
    O suporte da prateleira igual a que vemos na foto .
    Não esta bem fiquiçado e nem alinhado um parafuso solto ou pouco apertado, mas A base de vidro lubrificada com , particulas de agua do ar condicionado .. Ai colocamos a vibração causada pelas pessoas Bingo..

  17. André

    11 de julho de 2013 em 14:47

    Os movimentos do físico sobre o vidro são de vibrações muito intensas e rápidas, o grau de vibrações produzido por passos pode provocar tanta magnitude sísmica, mas caso tivesse essa possibilidade, a estátua giraria bruscamente e mais rapidamente e não ao decorrer de dias, detalhe ela também gira um pouco durante a noite (atente ao vídeo).

    Mas para que isso acorresse o piso do museu deveria fraco ou com pouca estrutura o que é impossível, pois no museu de Manchester o piso é de pedra e uma estrutura para comportar um piso de pedra deve ver bem solida e firme, e dificilmente provocaria vibrações significantes, isso poderia ocorrer no caso da estrutura inteira do museu sofra pequenos abalos como acontece com alguns prédio altos ( através de leves vibrações sísmicas), mas no caso de um museu isso não aconteceria, isso poderia ser gerado por vibrações como de um compressor de ar condicionado junto a parede (ou algo do tipo) posicionado atrás da parede onde está a estante ou próximo ao piso, caso a pedra conduza as vibrações (coisa difícil), isso explicaria porque ele gira algum tempo durante a noite, pois até o compressor ou aparelho desarmar ou ser desligado que normalmente ocorre durante a noite. Isso poderia ser algo que acontece sem querer (nesse caso creio que seria), ou manipulação (dificilmente).

    O físico no vídeo parece mais disposto a comprovar que é uma farsa do que amarrar todos os pontos do mistério.

    As outras estátuas não se moverem nenhum pouco é estranho, pois qualquer material que estive na mesa que o físico provoca as vibrações se moveria, só não se moveriam se estivessem colados.

    O E-Farsas bate tanto na tecla que não se deve acreditar piamente em tudo que se vê na internet, mas tomou um vídeo mal amarrado de um suposto físico como verdade absoluta e bateu o martelo, mais uma vez a provando que não é imparcial (como no caso do menino Jamaicano), pois tenta defender o ceticismo deixando pontos altamente mal amarrados só por defender, para concluir, me diz como a estátua se move um pouco durante noite desconsiderando a ideia do aparelho que citei acima(até porque não sabemos se o mesmo existe) e depois continuamos a conversa, Ok?

    PS: Repare na luz no ombro da estatua a noite da para reparar que se move levemente à noite, ela também se move quando ninguém passa, e aos 00:30 as pessoas passam e ela não se move.

    • Emerson Neves..

      11 de julho de 2013 em 20:18

      O video da explicação é Tosco bizzaro e Amador…

      Pensando bem ´..
      Campbell Price, o curador do museu, jura de pé junto que só ele tem a chave para abrir (e fechar) a proteção de vidro que separa as peças dos visitantes

      Quem me garante que o Curador do museu não é um mentiroso , que Criou um viral para Chamar a atenção e ter mais visitantes no Museu??????
      Para mim esta é a melhor resposta porque o Resto não rola, não tem uma explicação Plausivel..

      • Gilmar Lopes

        11 de julho de 2013 em 22:47

        Até que a noticia ajudou mesmo no aumento das visitas no museu!

  18. Deyvid Schmid

    17 de julho de 2013 em 16:53

    observando rapidamente tudo indica que realmente seja a vibração do vidro que move a estatua, porem não acho que seja somente do caminhar de pessoas no museu… da pra reparar nos primeiros segundos (mais precisamente entre 10 e 18 segundos) que mesmo sem ninguém andando próximo, a estatua continua a se mexer e sempre nos mesmos horários aproximadamente entre 06:00 até as 01:00 da madruga… não sei como esta localizado o museu, mas acredito que possa ser o trafego de veículos (grande e médios) que possa fazer com que ocorra tal fenômeno.

  19. Fabio

    20 de outubro de 2015 em 19:56

    Ola, também acho que não tem absolutamente nada de sobrenatural, porém na conclusão afirmar que não é baseado em uma hipotese (mesmo sendo uma ótima hipotese) não é uma boa idéia.
    Poderia ser também por carros ou caminhões na rua, ou ser montagem ou alguem para fazera divulgação, apenas achei que a conclusão não poderia ser como “não tem nada de sobrenatural, é a trepidação” se não há provas, e sim, colocar como a hipótese mais provável.
    Já vi outros casos aqui no site (um site que gosto muito por sinal), baseado em possibilidade afirmar, como no caso da arca de Noé e outros…
    abraços

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo