Homem é atacado por baleia enquanto caminhava na praia!

Share Button

Vídeo mostra um banhista sendo atacado por uma baleia enquanto andava tranqüilamente pela praia. Verdadeiro ou Falso?

Começando a circular pela web em abril de 2011, o filme é bem mais antigo e assusta pela violência. Um rapaz caminha na praia, acena para o cinegrafista e, logo em seguida em questão de segundos, é atacado por uma enorme baleia. As cenas são muito fortes!

Se tiver nervos de aço, veja o filme clicando no vídeo abaixo:

Ainda bem que o vídeo é falso!

Ataques de baleias contra humanos são raros e alguns filmes que encontramos na internet podem até ser reais, mas não no caso desse vídeo.

Trata-se de uma propaganda, um comercial de TV de 2008 para uma rede de supermercados chamada La Sirena, com várias lojas na República Dominicana.

Em algumas versões do vídeo podemos ler os seguintes dizeres no final:

No todos los lápices dan suerte, solo el lápiz de La suerte de La Sirena”, (Nem todos os lápis dão sorte, só o lápis da sorte de La Sirena)!

O tal Lápis da Sorte é um personagem criado pela rede de varejo para divulgar as campanhas promocionais da empresa. Nessa promoção, o Lápis da Sorte sorteou vários prêmios como computadores e viagens várias partes do mundo.

Aqui, um video promocional do lápis:

A idéia do video rendeu outras versões de vídeos que também foram usadas na campanha. No filme abaixo, um jogador de futebol leva uma descarga de um raio e cai no campo.

Share Button
Acidentes, Falso, Morte, Viral
, , , , , , , ,

Comente pelo Facebook

47 comentários

  1. Quando li a primeira frase, dizendo que o homem foi atacado pela baleia enquanto andava na praia, já matei que era falso!

    Aonde que uma baleia daquele tamanho chegaria tão perto da areia sem ser vista nem encalhar?

    Só podia ser montagem mesmo!

    • Paulo Ravara

      Wellington, num ponto você tem razão: As baleias são muito grandes para tal. Mas a do vídeo é uma Orca, a chamada “Baleia Assassina”, que caça sim na beira da praia e é menor. Na verdade são da família dos golfinhos.Elas têm apetite por leões marinhos desinformados, principalmente os filhotes,que ficam nas ondas enquanto suas mães os vigiam da praia. Depois, num movimento fantástico de sobe-e-desce elas voltam pra parte profunda. Preste atenção que ela na verdade foca um leão marinho como presa. A única mentira é o homem no vídeo, o resto é verdade.

        • Camila

          Violência pq?
          ela está caçando para se alimentar, caso contrário não sobreviverá.
          E digo mais, não sei quem foi o idiota que apelidou a orca de “baleia assassina”, já viu alguma orca sair por aí armada matando ou roubando.

  2. Line Perfect

    O video foi até que bem feito, mas é quase impossivel uma pessoa ser atacada na praia.
    Também é estranho por estar no youtube, já que o mesmo bloqueia videos de morte ou videos muito fortes.
    Fora a frase embaixo e o nome “La Sirena”

  3. vitor

    é. todo video que tem alguma propaganda no final pode ter certeza que na maioria das vezes é falso.
    não foi diferente no caso desse vídeo. o cidadão acena para a camera e rapiamente é levado pela baleia. e o mais interessante é que o camera nem sequer arreda o pé. logo se ve que é falso

  4. Flavia Carvalho

    Quando vi o vídeo confesso que fiquei chocada pois só podia ser mentira, é só prestar a tenção que se vê a foca fugindo na hora que o homem é supostamente agarrado. Sim, as orcas vão a beira da praia pegar focas, neste caso foi uma investida fracassada. Não há registro de casos de orcas que ataquem humanos na natureza, todos os casos registrados aconteceram em cativeiro onde se sabe o animal vive estressado…

  5. Pingback: Corpo de animal pré-histórico encontrado na Nova Zelândia : E-farsas.com – Desvendando farsas da web desde 2002!

  6. Maurício Andrad

    Cara, falando serio eu acredito que esse video seja verdade sim… Por que se for falso, esse mulher que grita desesperada era pra trabalhar em hollywood, muito loka mano…

  7. Jonathan 'Hamelin' Malavolta

    Uma opinião de quem tem o vídeo original em casa:

    Primeiro: Sim, o vídeo é verdadeiro, a gravação ocorreu em um arquipélago no Pacífico Sul. Basicamente trata-se de uma série de vídeos sobre a natureza apresentada pelo hoje falecido Richard Attenborough. É um filhote de leão marinho que esse grupo de orcas está caçando.
    Segundo: Em momento algum a orca é uma baleia ou um tubarão, como vários canais do Youtube que reproduziram esse vídeo retratam, ela pertence à família dos delfins e golfinhos, coisa que Jacques Costeau e outros naturalistas já diziam, assim como a toninha (que também é preta e branca) e o narval. Ocorre da orca ter sido apelidada de ‘baleia’ por seu tamanho, e de ‘assassina’ por manter um sistema de caça agressivo e violento na hora de se alimentar.
    Terceiro: O e-farsas disse que o vídeo é falsa e eu digo que é verdadeiro, o que pode parecer contraditório, mas nenhum dos dois está errado. Explico: A rede de supermercados La Sirena gravou um vídeo em uma praia de seu próprio país, onde um homem encontra um lápis em uma praia e logo em seguida propositalmente escorrega. Ouve-se uma voz feminina gritando ao fundo feito uma louca insandecida e vê-se a propaganda do La Sirena (A Sereia, em espanhol). Até aí, tudo bem, nada demais, um vídeo comum que não chamaria muito a atenção. Então a jogada da equipe de publicidade foi a de sobrepôr o filme que eles fizeram à uma cena específica do filme que relatei. Conheço essa cena de cor e salteado e a reconheci imediatamente ao vê-la nessa propaganda comercial. Não sei se existe o vídeo verdadeiro, apresentado pelo Attenborough na internet mas, seu me fosse possível, ofereceria meu exemplar de bom grado para averiguação. Sei que a sobreposição foi feita utilizando-se de algum tipo de software para edição de vídeos (existem vários softwares que podem ser usados para produzir montagens e assim criar campanhas publicitárias, e acho essa uma jogada de marketing bastante válida). Me referi à série com Richard Attenborough pois 2 ou 3 cenas após essa, a orca acerta e consegue pegar o filhote de leão marinho, arrastando-o pela nadadeira caudal até onde não daria mais ‘pé’ para um ser humano, e na realidade não é uma orca, são duas, e já em mar aberto elas brincam de pingue-pongue com o filhote de leão marinho, jogando-o para o alto, uma para a outra, por um bom tempo (acho que quase uma hora) até destroçarem-no ao meio para as duas o comerem.
    Desculpem pelo comentário um pouco extenso, achei que seria útil trazer um pouco mais de explicação a respeito.

  8. Jonathan 'Hamelin' Malavolta

    Adendo ao meu próprio comentário: Me lembrei agora de que alguém por aí argumentou que uma orca não chegaria dessa forma na areia. Aí que entra minha sugestão para que assistam ao filme original pois Richard Attenborough explica detalhadamente como as orcas desenvolveram essa técnica de aproximação. O original está em inglês, com legendas em português (aqui no Brasil, pelo menos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *