Lendas da web – (parte 2) – John Titor

Share Button

Na segunda parte do nosso artigo sobre as lendas da internet, vamos falar sobre um dos personagens mais misteriosos da web: John Titor, o viajante do tempo!

Como você já vem acompanhando no E-farsas, todo mês escolhemos um tema e, para conseguirmos aprofundar um pouco mais nos assuntos, dividimos o artigo em partes e os publicamos sempre às quartas-feiras.

No mês de janeiro de 2013, resolvemos revirar as gavetas da grande rede e mostrar um pouco sobre alguns dos personagens que nasceram e/ou viraram lendas na web. Na primeira parte desse artigo, falamos um pouco sobre a origem do Slender Man e hoje você vai conhecer e/ou relembrar o famoso caso do John Titor, o Viajante do Tempo!

John Titor, a origem

Em 2001, um sujeito se aproveitando da enorme popularidade dos fóruns de discussão, se tornaria muito conhecido na internet a partir de várias de suas postagens em um fórum chamado ArtBell (que não existe mais), que iniciavam sempre com a seguinte frase:

“Saudações. Eu sou um viajante do tempo do ano de 2036”.

O emblema que, segundo Titor, era usado pelos militares que faziam parte da missão. (foto: Reprodução/Internet)

John Titor se apresentava como um viajante que veio do futuro para realizar algumas missões militares no passado e que havia “parado” ali naquele ano por questões pessoais. Ele afirmava que morava com a família em uma base militar na Flórida (EUA) e que a sua missão principal ocorreria (ou ocorreu) no ano de 1975, onde ele teria que coletar um computador IBM 5100.

Computador Pessoal IBM 5100 (foto: Divulgação)

De acordo com o viajante do tempo, a tal máquina possuía uma função acidental seria essencial para traduzir alguns códigos de linguagem de máquina em 2036.

Sucesso

Verdade ou farsa, Titor fez enorme sucesso em 2001 (e, até hoje, muita gente ainda acha que as historias do tal viajante do tempo são reais)! Em suas postagens, ele teria avisado a todos que num futuro não muito distante ocorreriam vários problemas com a humanidade. Dentre eles:

  • Uma guerra civil nos Estados Unidos começaria em 2004
  • Em 2015, a Rússia lançará um míssil no país, acabando com estados inteiros e iniciando a Terceira Guerra Mundial
  • Os Estados Unidos se dividiriam em cinco países, com um presidente cada
  • A doença de Creutzfeldt-Jakob (a vaca louca) preocuparia os criadores de gado nos anos seguintes.
  • Não haveria a realização de Jogos Olímpicos após as guerras civis de 2005.

John Titor também afirmava que possuía um código de conduta que o proibia de fornecer informações privilegiadas sobre o futuro.

Esse “código de conduta” salvou o viajante do tempo de não ter que falar sobre os ataques às Torres Gêmeas que iriam ocorrer meses mais tarde, em 11 de setembro de 2001.

No caso de alguma “previsão” errada, Titor se posicionava de maneira semelhante aos videntes e respondia que o futuro pode mudar. Além disso, o viajante explicava que, ao viajar de volta ao passado, teria criado uma nova linha do tempo alternativa e tudo poderia mudar. Conveniente…

A máquina do tempo

Em algumas postagens, John chegou a publicar fotos de alguns dispositivos que, segundo ele, possibilitam que um ser se desloque pelo tempo-espaço. Um deles era o C204 Gravity Distortion Time Displacement Unit. Um equipamento muito complexo que foi acoplado em um automóvel Corvette (Seria um plágio do filme “De Volta para o Futuro”?).

Painel do C204 (foto: Reprodução/Internet)

Envie suas dúvidas e sugestões de pauta através do nosso WhatsApp pelo número (11) 96075-5663!

Sem dar muitos detalhes técnicos de sua máquina do tempo, o viajante se limitava a dizer que o equipamento trabalhava com campos magnéticos, raios X e eletrônica avançada.

Algumas ilustrações postadas por Titor sobre a sua máquina do tempo

O fim das postagens

John Titor publicou nos fóruns por apenas quatro meses. Depois disso, muitos curiosos buscaram mais informações sobre algum “John Titor” ou sobre a sua família (ou alguém com mesmo sobrenome) e pouca coisa foi encontrada, muito menos o IP ou o local de origem das postagens.

Apesar da identidade do viajante não ter sido revelada e dele ter sumido, suas histórias inspiraram uma peça de teatro, um livro e até um anime.

Falhas de roteiro de John Titor

A história criada pelo personagem John Titor foi bem elaborada e espalhou na web de forma estrondosa. Porém, alguns erros denunciam a fraude do viajante do tempo:

  • As fotos mostradas eram de baixa qualidade (Acreditamos que no futuro a qualidade das imagens seja muito superior)
  • A patente de qualquer invento perde o sentido com a viajem no tempo, pois qualquer viajante pode voltar no tempo e registrar a sua ideia antes de todo mundo
  • Titor não pode dar maiores detalhes sobre o futuro, mas pode mostrar com riqueza de detalhes sua máquina do tempo
  • Não mencionou os ataques de 11 de setembro (que ocorreriam naquele mesmo ano, meses mais tarde)
  • Errou ao falar sobre a guerra civil dos Estados Unidos em 2005
  • Os Jogos Olímpicos de 2004 seriam os últimos a serem realizados

A imagem abaixo foi postada por John Titor e mostra, segundo ele, um feixe de luz sendo deformado pela gravidade. No entanto, a gravidade não interfere a fumaça (nem a luz do local)

Foto do feixe de luz deformado pelo campo magnético da máquina do tempo

Fundação John Titor

Para quem quiser saber mais sobre essa lenda da internet, foi criada a Fundação John Titor, onde são publicados diversos estudos sobre as revelações do tal viajante.

Possível identidade do viajante

No vídeo abaixo, algumas investigações revelam a possível identidade de John Titor:

[iframe: width=”590″ height=”443″ src=”http://www.youtube.com/embed/OQthdEubMbk” frameborder=”0″ allowfullscreen]

 

Nosso vídeo

Assista ao vídeo que fizemos falando sobre John Titor e outros supostos viajantes do tempo:

 

Conclusão

Essa foi a segunda parte do nosso artigo sobre as lendas da web. Esperamos que tenham gostado e na semana que vem tem mais.

 

Share Button
Falso, Lendas Urbanas, Tecnologia, Viral
, , , , , , , ,
  • Marcos A.

    Lembro que um amigo “crédulo” que vive me passando links de sites sobre “teorias da conspiração”, “fins de mundo”, etc, me apresentou vários anos atrás algo sobre esse tal de John Titor. Tem que ser muito infantil para acreditar nessas bobeiras, principalmente em um viajante que veio do futuro.

  • Jack

    Olá Gilmar… Há boatos na internet sobre o massacre de Sandy Hoook ter sido uma fraude. Há fotos de vítimas vivas após o incidente, entre outras coisas… Seria possível por favor dar uma conferida? Muito obrigado.

  • Pingback: Lendas da web – (parte 2) – John Titor : E-farsas.com – 10 anos desvendando as farsas da web! « Inesagula's Blog()

  • E ninguém botou esse nome num filho, só pra ver as pessoas aguardando ele crescer? Acho que tá em tempo!

    • Blackthorne

      O pensamento mais lúcido que li até agora. rs!

  • Pingback: Lendas da web - (parte 3) – Você já sonhou com esse homem? : E-farsas.com – 10 anos desvendando as farsas da web!()

  • Pingback: Lendas da web (parte 4) – Estranhos sons no céu! : E-farsas.com – 10 anos desvendando as farsas da web!()

  • Os donos deste site somente escapam porque não se expôem à maieutica e nem ao elenchos. Caso contrário, ficaria demonstrado que somente querem impedir a pesquisa sobre os mistérios da vida e da natureza.

  • Pingback: Lendas da web – (parte 2) – John Titor | TudoSobreTech()

  • JK

    “No caso de alguma “previsão” errada, Titor se posicionava de maneira semelhante aos videntes e respondia que o futuro pode mudar. Além disso, o viajante explicava que, ao viajar de volta ao passado, teria criado uma nova linha do tempo alternativa e tudo poderia mudar.”

    KKKKKKKK…!!! QUE MALANDRO.

    John Titor é só estórinha muito mal-feita baseada em John Connor. Só adolescentes que nunca entraram em uma faculdade acreditam nisso.

    • Isso me faz lembrar uma frase inversa, daquele jogo Chronno Trigger, quando dava game over:

      “Mas o futuro, se recusa a mudar…”

  • Dubh SK.

    O mais legal é que o anime Steins;Gate (que aborda sobre a viagem temporal) tem um personagem chamado John Titor.

    Ou seja, o anime possui muitas, muitas referências da história de John Titor. E é bem legal de assistir.

    Por exemplo, IBN 5100 virou uma peça-chave que…

    Bem, sugiro que assista o anime.

    (:

  • Viajar no futuro é possível, Albert Einstein provou isso.
    Titor é uma história incrível, nem o que falar… eu acho fascinante a física TEMPO-ESPAÇO tudo tem lógica e viagem no tempo se encaixa. Pesquisem mais, é muito interessante.

    • Ficção científica em demasia faz mal.

  • Essa desse viajante do tempo me lembrou uma outra lenda: Andrew Carlssin. Diz a lenda que ele foi preso em 2002 e alegou ter vindo do ano de 2256.

  • João Paes leme

    Não concordo com a análise apresentada pelo site.
    Vou mostrar no que discordo:
    1. Caso da foto de baixa qualidade
    – Com base no que aqui foi dito, John Titor tinha a missão de se apropriar de uma máquina IBM 5100. Para isso, ele voltou ao ano de 1975. Ele não afirmou que veio tirar fotos do passado, então, em tese não precisaria trazer uma camera do futuro.
    – Ele pode ter comprado a câmera em 2001, o que limitaria a qualidade em algo como 1 mega pixel.
    – No período em que publicou no forum (2001) a velocidade da internet era muito baixa (<1 mbps)e os uploads de fotos sempre baixavam a qualidade das imagens (ainda hoje é assim).
    2. A questão das patentes
    – Não encontrei referência no texto que implique na questão levantada. John Titor disse que não podia quebrar alguma patente?
    3. Detalhes do futuro
    – Na verdade ele não deu detalhes de nada, nem da máquina. As informações e fotos fornecidas não dão margem a conclusões quanto a funcionalidade da "máquina do tempo".
    4. O 11 de setembro
    – Tendo ele dito que já havia cumprido a missão dada (IBM 5100), ele estava aqui por motivos particulares. Talvez, tenha vindo presenciar o ataque, não impedí-lo.
    5. Guerra civil e jogos olímpicos
    – Não aconteceu, mas pode ter deixado de ocorrer por ação dele (ao mencionar o futuro)?
    6. Feixe de luz deformado
    – De acordo com a Einstein, um campo gravitacional curva a luz (veja lentes gravitacionais).
    – Quanto à fumaça, ela estava em toda parte, mas somente apareceu quando iluminada pelo feixe de luz.

    Não sei se John Titor é "fake". Pode ser. O que questiono são os argumentos utilizados para negar a estória contada por ele.
    O fato é que a física admite a viagem no tempo e podemos supor que sejamos capazes de, no futuro, criar a tecnologia necessária para realizá-la.

  • JPL

    O e-farsas falhou!
    Vou mostrar as falhas de argumento:
    1. Caso da foto de baixa qualidade
    – Com base no que aqui foi dito, John Titor tinha a missão de se apropriar de uma máquina IBM 5100. Para isso, ele voltou ao ano de 1975. Ele não afirmou que veio tirar fotos do passado, então, em tese não precisaria trazer uma camera do futuro.
    – Ele pode ter comprado a câmera em 2001, o que limitaria a qualidade em algo como 1 mega pixel.
    – No período em que publicou no forum (2001) a velocidade da internet era muito baixa (<1 mbps)e os uploads de fotos sempre baixavam a qualidade das imagens (ainda hoje é assim).
    2. A questão das patentes
    – Não encontrei referência no texto que implique na questão levantada. John Titor disse que não podia quebrar alguma patente?
    3. Detalhes do futuro
    – Na verdade ele não deu detalhes de nada, nem da máquina. As informações e fotos fornecidas não dão margem a conclusões quanto a funcionalidade da "máquina do tempo".
    4. O 11 de setembro
    – Tendo ele dito que já havia cumprido a missão dada (IBM 5100), ele estava aqui por motivos particulares. Talvez, tenha vindo presenciar o ataque, não impedí-lo.
    5. Guerra civil e jogos olímpicos
    – Não aconteceu, mas pode ter deixado de ocorrer por ação dele (ao mencionar o futuro)?
    6. Feixe de luz deformado
    – De acordo com a Einstein, um campo gravitacional curva a luz (veja lentes gravitacionais).
    – Quanto à fumaça, ela estava em toda parte, mas somente apareceu quando iluminada pelo feixe de luz.

    Não sei se John Titor é "fake". Pode ser. O que questiono são os argumentos utilizados para negar a estória contada por ele.
    O fato é que a física admite a viagem no tempo e podemos supor que sejamos capazes de, no futuro, criar a tecnologia necessária para realizá-la.

    • Gilmar Lopes

      Gostaria de me defender, pois acho que o E-farsas não errou nesse caso:
      1. Concordo com seus argumentos, mas não é só a qualidade em pixels que questiono nas fotos. Falo também da qualidade da fotografia em si. Acredito que se você possui uma máquina tão fantástica, o mínimo que eu faria era tirar umas fotos bem bonitas do aparelho, não acha? Antes das máquinas digitais, os fotógrafos tiravam lindas fotos com filmes fotográficos.
      2. Não entendi seu argumento para esse parágrafo
      3. Ele deu detalhes, sim, do funcionamento de sua máquina do tempo.
      4. Bem conviniente, não acha? É a mesma balela dita pelos videntes. Quando alguma previsão dá errado ou não acontece, eles se limitam a dizer o futuro foi alterado. No caso de Titor, ele errou várias afirmações sobre o futuro e algumas que ele poderia ter revelado o viajante do tempo não revelou.
      5. É a mesma questão do parágrafo anterior. Aliás, seguindo essa linha de pensamento, se ele poderia ter evitado a morte de milhares de pessoas no 11 de setembro, poderia ser considerado culpado por omissão? Por que algumas coisas ele pode revelar (e por isso alterou o futuro) e pra outras coisas, não?
      6. Se um campo gravitacional cuva a luz, por que não curvou a luz do ambiente? O campo gravitacional só curva o laser?
      John Titor é “fake”! Quem afirma é quem tem que provar. Como não há nenhuma prova (e as provas que existem são questionáveis), não há como afirmar que ele realmente existiu!
      A física teórica admite a viagem no tempo (apenas na teoria, por enquanto), mas é de se imaginar que ninguém ainda conseguiu criar uma máquina do tempo, pois não temos viajantes do futuro nos dias de hoje.
      Espero ter me explicado melhor.
      Abração

      • Gomes

        Olá Gilmar, parabéns pela forma que conduz seus argumentos, sem ridicularizar o “objeto de estudo” e sempre dando ouvidos e respostas aos comentários aqui expostos.
        Gostaria de reforçar seus argumentos em relação à farsa de John Titor dizendo o seguinte:
        Quando “bati os olhos” em uma das imagens que Titor propagou (aquela que mostra a suposta unidade da máquina do tempo)percebi as cantoneiras metálicas daquelas usadas para proteger malas dos anos 1940 e 1950… Além disso nota-se um cabo espiral (usado em microfone)saindo do lado direito da “mala”, alças para transporte na lateral que está visível do lado esquerdo;fechos antigos para a tampa e internamente ainda se verifica botões de sintonia e instruções básicas de uso na tampa… Enfim,com pesquisas iniciais descobri que trata-se de um transceptor(rádio mala de comunicação) daqueles usados em guerra como é o caso do modelo britânico MK11 (veja semelhança com a engenhoca de Titor no site:https://historiadastransmissoes.wordpress.com/2013/09/) Foram fabricadas poucas unidades destes tipos de comunicadores, já que seu objetivo era voltado exclusivamente para a guerra… Arrisco dizer que Titor não passa de um colecionador que detém um bom conhecimento e um acervo com rádios e computadores (parece que ele gosta da marca GE e IBM), carros (caso do Corvette)além de diagramas esquemáticos de transceptores antigos que não estão disponíveis na internet, ou seja, trata-se de um cara inteligente e brincalhão que tomou todos os cuidados para dar veracidade aos “fatos” que propagou e, antes de ser descoberto, informou que era preciso voltar para seu tempo…
        Vou continuar minhas pesquisas quanto as outras imagens; mas confesso que a mentira de Titor dá um bom enredo de filme (como já o é) nos moldes de “De volta para o futuro”… Abraço!

      • Daniele

        1- A máquina não seria tão fantastica pra ele, ja que é um viajante do futuro.
        2- A questão das patentes não precisa ser resolvida para que exista viagem no tempo. Aliás, o proprio codigo de conduta que ele cita tenta controlar isso, mas ele mesmo quebra este quando fala e fotografa sua maquina do tempo.
        3- Ele deu detalhes rasos, afirmando que não possuia tanto conhecimento sobre o funcionamento da máquina, pelo mesmo motivo que há muitas pessoas que não saibam como seu carro funciona.
        4- é errado desbancar toda uma teoria lógica e plausível só por que esta é conveniente ao seu trasmitidor.
        5- Poderia não ser do interesse dele. Este não é seu universo original, e mesmo que fosse, ele poderia até mesmo estar interessado no acontecimento do 11/09, visto que este poderia mudar o futuro para um rumo “melhor” do que o universo dele teve. Poderia até mesmo ser o real motivo de ele ter voltado àquela epoca.
        Ele poderia ate ser culpado por nosso ordenamento juridico, mas o ordenamento que o interessa é aquele que ele esta sujeito, o de seu universo original. Por este motivo, ele nao teria o sentimento de medo da sancao juridica/social, ou o freio moral, caso achasse que isso deveria acontecer.
        6- O campo gravitacional está ao redor do carro, e não dentro. A maquina foi feita para controlar o campo gravitacional.
        John Titor pode ser fake, mas eu não concordo com seus argumentos, pois são rasos. Recomendo ampliar conhecimentos sobre sociologia, psicologia e ate mesmo direito. Abraços.

  • Gomes

    Olá Gilmar, parabéns pela forma que conduz seus argumentos, sem ridicularizar o “objeto de estudo” e sempre dando ouvidos e respostas aos comentários aqui expostos.
    Gostaria de reforçar seus argumentos em relação à farsa de John Titor dizendo o seguinte:
    Quando “bati os olhos” em uma das imagens que Titor propagou (aquela que mostra a suposta unidade da máquina do tempo)percebi as cantoneiras metálicas daquelas usadas para proteger malas dos anos 1940 e 1950… Além disso nota-se um cabo espiral (usado em microfone)saindo do lado direito da “mala”, alças para transporte na lateral que está visível do lado esquerdo;fechos antigos para a tampa e internamente ainda se verifica botões de sintonia e instruções básicas de uso na tampa… Enfim,com pesquisas iniciais descobri que trata-se de um transceptor(rádio mala de comunicação) daqueles usados em guerra como é o caso do modelo britânico MK11 (veja semelhança com a engenhoca de Titor no site:https://historiadastransmissoes.wordpress.com/2013/09/) Foram fabricadas poucas unidades destes tipos de comunicadores, já que seu objetivo era voltado exclusivamente para a guerra… Arrisco dizer que Titor não passa de um colecionador que detém um bom conhecimento e um acervo com rádios e computadores (parece que ele gosta da marca GE e IBM), carros (caso do Corvette)além de diagramas esquemáticos de transceptores antigos que não estão disponíveis na internet, ou seja, trata-se de um cara inteligente e brincalhão que tomou todos os cuidados para dar veracidade aos “fatos” que propagou e, antes de ser descoberto, informou que era preciso voltar para seu tempo…
    Vou continuar minhas pesquisas quanto as outras imagens; mas confesso que a mentira de Titor dá um bom enredo de filme (como já o é) nos moldes de “De volta para o futuro”… Abraço!

    • Timetravel_1

      Erro o filme eu também, o problema é que nunca vai ser igual o tal … Se atem a detalhes máquina “máquina” tem a tendência de devia só máquina, a história também é classificável “não lembro o nome dado” mas se resume a o filme a máquina do tempo. Pesquise e verá pesquise tampem sobre as publicações impressas. O cara é ou o escritor de uma uma ou foi merchandising para o filme de 2002, ou um fã retardado mental “já que ele mesmo fico nervoso com “mental”.

  • O mais fantástico foi o fato dele saber o que o CERN tinha descoberto em 2004 sobre mini singularidades, e sobre o fato das pessoas usarem a internet no futuro em pequenos aparelhos (Smart phones) . O resto pode ser perfeitamente inventado..

  • Pesquisador de Boatos

    E-Farsa pode sim em 40% esta errado, porque: Quem ai Tentou construir o Aparato C204?——///Digam incrédulo você é porem tem provas reais que me mostre pessoalmente ou na impressa sobre tal assunto///—–. Muita Gente guia-se pela ideia de Blogs, Sites, Canal no youtube, Etc; Mas quem começa com as ideias negativas sobre o Assunto?(Pessoas de puro carácter de pesquisar ou Donos de Industrias [Funcionários Contratados para dizer o contrario]. Pensem e me digam:(?)

  • indio

    John Titor, comentario procê de 2015: PÁRA COM ESSAS CACHAÇA..

  • Timetravel_1

    Tudo imbecís, isso foi merchandising, para o filme a máquina do tempo de 2002, é ou seus livros de diversos autores, parecem que são burros e na sabem pesquisar a fundo só pesquisa superficial.

  • Anderson Moraes

    É absolutamente ridículo isso tudo, na verdade nem sei porque estou comentando poderia ficar aqui quieto, mas devo confessar que quem acredita nessa baboseira toda não é nada inteligente. Basta um faísca para se ter uma grande explosão, então alguém inventa algo, joga no grande e imenso lixo da internet, muitos vão na onda e da nisso tudo. Pessoal acordem para a realidade. O amanhã só será possível se passar por hoje, e o ontem jah aconteceu e nada e ninguém pode mudar. Aceitar isso jah vão fazer vcs ficarem em paz e feliz. Abraços.

  • Daniel

    A realidade pode ser alterada sim, por isso alguns eventos podem acontecer ou não. É um fato real. Se é uma farsa John Titor, tinha uma grande conhecimento em física quântica, era um físico, ou foi instruído para essa função, de algum lugar obteve esse conhecimento.

    Fica difícil opinar, sobre esse artigo, porque John Titor usou fundamento da física e ciência, e o e-farsas post usando o “achismo” para escrever. Ficou claro que o nível intelectual do farsante é bem superior ao autor desse texto.

  • Max Iunder

    ola sou max iunder e garanto para voces a viagem no tempo e possível e e feita des de

  • Max Iunder

    sou de 2043 as coizas iro mudar

  • Paulicéia

    Nossa…o futuro deve ser muito ruim para o povo estar voltando…será que no futuro seremos passado em tecnologia? Vai ver não sobrará nada … terão que voltar pra buscar…Melhor então viver só no presente…

  • Mario Rezende

    Alguém escreveu que Einstein provou ser possível viajar no tempo. Desculpe-me, mas ele não provou nada. Ele teorizou…Se tivesse provado, não seria teoria, seria ‘Lei’. Todas as ‘Leis’ da física e da Química, no início, eram teorias e depois de comprovadas, viraram ‘Leis’.