Conecte com a gente

E-farsas.com – Desvendando farsas da web desde 2002!

E-farsas.com – Desvendando farsas da web desde 2002!

Maria Eduarda posou para foto segurando um fuzil?

Falso

Maria Eduarda posou para foto segurando um fuzil?

Maria Eduarda posou para foto segurando um fuzil?

Será que a menina que aparece ao lado de um fuzil em foto que circulou pelas redes sociais é a mesma Maria Eduarda que foi morto por bala perdida no Rio de Janeiro?

A imagem começou a circular através das redes sociais e em diversos sites e blogs na primeira semana de março de 2017, poucos dias após a morte da menor Maria Eduarda – vítima de bala perdida – no Rio de Janeiro.

Nela podemos ver uma jovem garota, com cabelos encaracolados, ao lado de um fuzil!

O áudio que acompanha a foto diz: “Aí, rapaziada. Essa aí é a garotinha que foi baleada dentro da escola. Olhe o que ela está portando aí”.

Com essa “prova”, a postagem dá a entender que a menina morta durante o confronto entre polícia e bandidos fazia parte do tráfico, mas a mídia a teria transformado em vítima.

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Maria Eduarda teria aparecido em foto segurando um fuzil! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou farsa?

Essa não e a primeira vez que alguns grupos tentam transformar uma vítima em vilã!

Envie suas dúvidas e sugestões para o nosso WhatsApp no (11)96075-5663

A falsa ideia de que a moça que morreu vítima de bala perdida teria envolvimento com o tráfico carioca é um ato covarde e, no mínimo, imoral (como se ela fizesse mesmo parte de alguma facção criminosa fosse justificativa para a sua morte! Nada justifica uma morte!)

A foto que mostra uma moça segurando um fuzil circula na web desde, pelo menos, 2015. É bom lembrar que, se caso ela fosse a Maria Eduarda, estaria com 11 anos na ocasião. Muito mais nova do que a moça do fuzil aparenta!

Comparando ambas as fotos, podemos notar que não há quase nenhuma semelhança entre as duas adolescentes. Foi o que fez o empresário Marco Gomes, em sua conta no Twitter:

A família da menina morta no Rio de Janeiro se pronunciou em defesa de Maria Eduarda, no Facebook:

Conclusão

A moça que aparece em foto ao lado de um fuzil não é Maria Eduarda. A imagem circula na web desde 2015 (ou até antes disso).

Continue lendo
15 Comentários

15 Comments

  1. Oswald Cobblepot

    5 de Abril de 2017 em 22:52

    Só porque a menina era negra querem transformar ela de vítima para bandida. Isso é bem coisa de eleitor do Bolsonaro.

    • Roberto Negliaff

      6 de Abril de 2017 em 10:13

      Que eu saiba, é eleitor de esquerda que defende bandido e vagabundo! Ou já viu Direitos Humanos defendendo vítimas de crimes? Crie vergonha na sua cara!

      • Alvaro Reis

        6 de Abril de 2017 em 10:42

        Falar mal de bandido e vagabundo, ok! Aceito sua revolta…

        Mas quando vejo alguém falando mal dos Direitos Humanos já sei que tem o pedigree baixo… ou é burro mesmo.

      • Alan Souza

        6 de Abril de 2017 em 12:32

        E quem defende apologista do estupro, racista e homofóbico, é o quê?
        Vai estudar, sujeito. Não é função dos direitos humanos defender vítima de crime. Estuda primeiro, pra aprender a criticar com propriedade!

      • Dilson Vaz

        7 de Abril de 2017 em 8:09

        A comissão de Direitos Humanos da ALERJ tem a prática de apoiar vítimas de crimes. INCLUSIVE as famílias de PMs mortos em serviço.
        Antes de mandar alguém criar vergonha na cara o senhor deveria pesquisar o assunto com mais profundidade.
        Porque o senhor está neste espaço?

    • Lucho

      8 de Abril de 2017 em 9:24

      Ora, pinguim. Você ainda não sabe que liberdade individual de posse de arma só vale a partir de certa tonalidade de pele, a partir de determinada renda mensal e só para determinados bairros?

    • Lucho

      8 de Abril de 2017 em 9:25

      Ora pinguim. Você não sabe que liberdade individual de posse de arma só vale a partir de certa tonalidade de pele, a partir de determinada renda mensal e só para determinados bairros?

  2. Otonício Souza

    6 de Abril de 2017 em 6:16

    Lamentável, quando pessoas destruídas moralmente, tentam destruir outras…
    Principalmente incapazes de se defenderem.
    Inescrupulosas, esses seres desumanos…
    Fica, aqui, a minha indignação.

  3. Sinara Borges

    6 de Abril de 2017 em 14:26

    Eu não entendo por que as pessoas fazem um tipo de calúnia dessas.

  4. Juliana Alves

    6 de Abril de 2017 em 15:08

    Até que ponto vai a crueldade do ser humano para justificar suas intenções políticas? Quem tenta transformar todo jovem pobre e negro assassinado em bandido é gente do pior tipo, geralmente querendo defender questões políticas ou desmerecer quem tanto GRITA pelos direitos dessas pessoas.

  5. Renato

    7 de Abril de 2017 em 15:26

    Claro que são os bostanaristas mesmo! Canalhas, capetalistas, pesteiros, milicos malditos! Deviam ser todos ESQUARTEJADOS e QUEIMADOS!!! coitada da família da menina, e mesmo que ela fosse traficante… e dai? MENOS PIOR traficantes do que esses ai que citei !

  6. Rafa

    8 de Abril de 2017 em 17:20

    Meu, esquerda, direita, uma CRIANÇA morreu aqui! E de uma maneira brutal, escrota e estúpida.. e vocês discutindo política.
    Nós perdemos a noção do absurdo, meus caros!
    Quando um caso assim leva a comentários como os que eu andei vendo por aí, pode por fogo …
    Aliás… não põe … A camada de ozônio agradece.

    • Alexandre Gonçalves Neto

      20 de Abril de 2017 em 9:45

      Perfeito meu caro. Está na hora de mandarem outro meteoro e dar um reset…

  7. Claudio

    13 de Abril de 2017 em 15:57

    Essa nem da para enganar não tem absolutamente nada a ver uma com a outra

  8. Gay 69 24

    28 de Maio de 2017 em 19:01

    yaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaYAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Doe Bitcoin

15c5g4Y4vk84WuTNgVQ3ttqN9fv4JUbqNP

Categorias

Voltando a Circular

Links patrocinados

Publicidade

Topo