Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

O Japão consertou uma cratera de 30 metros em apenas 2 dias?

Construções

O Japão consertou uma cratera de 30 metros em apenas 2 dias?

É verdade que os japoneses conseguiram consertar uma cratera de 30 metros de profundidade em uma avenida em apenas 48 horas?

A notícia apareceu na primeira quinzena de novembro de 2016 e fala sobre a incrível façanha que teria sido realizada por operários em uma avenida movimentada na cidade de Fukuoka. De acordo com notícia, acompanhada de fotos, uma cratera de 30 metros de largura teria surgido no meio da rua durante as obras de ampliação de uma linha do metrô e teria sido consertada em apenas dois dias.

Trabalhadores teriam fechado o buraco, refeito o asfalto e liberado a movimentada rua para o trânsito em 48 horas!

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Japoneses teriam tapado um enorme buraco em apenas 2 dias! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Japoneses teriam tapado um enorme buraco em apenas 2 dias! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou farsa?

De acordo com a CNN e diversas outras agências de notícias, um buraco gigante engoliu um trecho de uma rua na cidade japonesa de Fukuoka e foi preenchido e consertado 7 dias depois de ter aparecido, mostrando a eficiência da engenharia japonesa.

A cratera apareceu no dia 8 de novembro de 2016, devido a uma infiltração causada por obras realizadas no metrô ali perto e trabalhadores se revezaram em turnos ininterruptos para preencher os 30 metros de largura por 15 de profundidade com concreto.

Após o buraco estar tampado (5 dias, no total), foram mais 48 horas para reinstalar postes de luz, a eletricidade, água, esgoto, gás e linhas de telecomunicações. Também foi feito o recapeamento da estrada e a pintura das faixas.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

 

Atualização 17/11/2016

Conforme muito bem observado por nossos atentos leitores Roger Takata e Luiz Fernando Alves, todo o processo de conserto desse buraco levou 7 dias. Podemos confirmar isso assistindo ao vídeo abaixo (veja que anoitece várias vezes):

https://www.youtube.com/watch?v=W3A-kA3sEeA

Conclusão

Operários japoneses conseguiram consertar uma cratera de 30 metros em uma avenida na cidade de Fukuoka em apenas 7 dias de trabalho.

Obs: esse artigo foi atualizado no dia 17 de novembro de 2016 para explicar que todo o processo de conserto da cratera levou 7 dias e não 3 como havia sido dito anteriormente!

Continue lendo
23 Comentários

23 Comments

  1. Renato Kawasaki

    16 de novembro de 2016 em 23:29

    se fosse no Brasil chamariam o Kid Bengala para tapar…

  2. João Luiz Pereira Tavares

    17 de novembro de 2016 em 0:19

    ¡Aqui não se CONSERTA NADA! [Brasil]… Mas enquanto isso… O BATE-PAPO na PAPOTINHA. Eis aqui:

    Vá a casa de seus amigos professores da Universidade. Das HUMANAS. Encontre no restaurante seus colegas artistas, músicos moderninhos cancioneiros, amigas atrizinhas de teatro… Marque uma janta… Com os INTELECTUAIZINHOS…

    Você, com grande chance estará diante de in-te-li-gen-tinhos!!

    Eis:
    OS INTELIGENTINHOS do PE-TIS-MO, DA SOCIEDADE CIVIL — estudantes, professores universitários, jornalistas, cineastas, artistas, blogueiros, cantorzinhos tipo Chico BUARQUE etc.

    Nesse JANTAR DE INTELIGENTINHOS faça o seguinte:

    «Chegue num jantar de inteligentinhos e, por exemplo, defenda a LAVA-JATO ou o IMPEACHMENT. Haha. Você vai VER o que vai acontecer com você, né? Vão olhar TORTO pra você achando que, de repente, você é dono de um banco, alguém assim! E não alguém que trabalha duro para sobreviver e, por isso, SEMPRE desconfia de quem não o faz.»

    • REu™voltado

      17 de novembro de 2016 em 8:55

      Errou de site, colega. O G1 é em outro lugar.

    • Alan Souza

      17 de novembro de 2016 em 9:39

      Dilma perdeu o cargo há mais de 6 meses. As últimas eleições mostraram o PT dizimado. É o cara ainda se preocupa com o PT, ao invés de prestar atenção no governo atual, que ainda tem mais de dois anos pela frente…

    • antonio

      20 de novembro de 2016 em 20:06

      Todo trouxinha é mesmo zé ruela, o buraco em São Paulo parou a obra e até agora nada foi resolvido. Só os culpados foram inocentados. Ao invés de defender as merdas dos heróis dele, fica preso no que foi adestrado para dizer.

  3. Alceu Lourenço

    17 de novembro de 2016 em 7:17

    Obrigado mais uma vez, e-farsas. Mas a conta não fecha: considerando que as publicações colocam a foto da cratera ao lado da foto da rua completamente funcional, a conclusão é que foram cinco dias, não três.

  4. RABUGENTO

    17 de novembro de 2016 em 8:44

    O povo que mora por ali ficou 7 dias sem dormir…

    • Gilmar Lopes

      17 de novembro de 2016 em 8:45

      japonês não dorme! 🙂

  5. Alvaro Reis

    17 de novembro de 2016 em 11:50

    Peraí Gilmar… isso saiu até na CNN… aí vc quer desmistificar o que já foi desmistificado.

    Bota uns temas mais hardcores aí!

    • Gilmar Lopes

      17 de novembro de 2016 em 12:47

      Ué!

  6. Vinicius Santucci

    17 de novembro de 2016 em 12:41

    Pelo video, o guindaste branco foi o que mais trabalhou.
    O resto fez corpo mole.

  7. Rogério

    17 de novembro de 2016 em 14:39

    o reparo foi em 2 dias mesmo! os outros 5 foram para testes de segurança!!!

    http://gizmodo.uol.com.br/veja-japao-arrumar-buraco-avenida-48-horas/

  8. Alexandre Colares

    19 de novembro de 2016 em 23:40

    Muito legal. O País deu um baita exemplo de boa gestão pública. Esse fato deveria servir de exemplo para outros países assim como o Brasil.

  9. Diego

    20 de novembro de 2016 em 19:16

    Sendo 2 ou 7 dias, se fosse no Brasil serão meses.

  10. Eliseu

    22 de novembro de 2016 em 0:40

    No Brasil levaria anos para concertar

    • Eu™

      22 de novembro de 2016 em 13:58

      Depende de onde for o concerto, se for no Teatro Municipal, demora algumas horas só.

  11. Elton

    26 de novembro de 2016 em 22:09

    País de primeiríssimo mundo, anos luz a frente de toda a América Latina

  12. Joao Leite

    9 de março de 2017 em 11:37

    Um País de primeiro mundo é totalmente diferenciado. Parabéns Japão..

  13. Doni

    27 de março de 2017 em 11:06

    Este é um exemplo do que é possível fazer com educação de qualidade.

  14. FERNANDO COUTINHO ARRELARO

    7 de julho de 2017 em 16:08

    Sendo no Japão pode ter sido verdade. Se fosse no Brasil, com certeza nao seria.

  15. teko

    16 de agosto de 2017 em 20:34

    Tapar buraco não é o forte no Brasil..são tantos nas BRs que tem buraco no acostamento esperando vaga…

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo