Revelado o mistério do Webdriver Torso!

Share Button

Criado em março de 2013, o canal Webdriver Torso já enviou mais de 80.000 vídeos misteriosos de 11 segundos para o YouTube. Agora descobrimos do que se trata!

Com uma série de mais de 80.000 vídeos de apenas 11 segundos cada, o canal Webdriver Torso conseguiu atrair uma legião de curiosos que tentaram descobrir o que essas figuras geométricas exibiam.

Os vídeos, numerados, mostram retângulos e quadrados vermelhos e azuis em movimentos simples, acompanhados de um som simples e sequenciado de forma (aparantemente) randômica.

Vídeos enigmáticos do Webdriver Torso! O que seriam? (foto: Reprodução/Youtube)

Vídeos enigmáticos do Webdriver Torso! O que seriam? (foto: Reprodução/Youtube)

Ao buscar por “Webdriver Torso” no YouTube, o site muda suas cores e fica com uma aparência como se estivesse desconfigurado.

A busca por "Webdriver Torso" deixa o site do YouTube todo desconfigurado!

A busca por “Webdriver Torso” deixa o site do YouTube todo desconfigurado!

Alguns levantaram a teoria de que seriam alienígenas que estariam tentando contato com os terráqueos, como mostrado nesse artigo do Mundo Gump. Ou ainda, que esses vídeos estariam sendo criados pela Nova Ordem Mundial!

Mas o que seriam esses enigmáticos vídeos?

[iframe: width=”590″ height=”332″ src=”//www.youtube.com/embed/_KICXyL5WPA” frameborder=”0″ allowfullscreen]

 

O que é o Webdriver Torso?

Depois de centenas de teorias e de inúmeras pesquisas, um blogueiro italiano conseguiu matar a charada e descobrir a verdade por trás desse canal misterioso. Conhecido como Ventuno/21, o blogueiro fez um trabalho de detetive por várias semanas atrás de pistas que o levassem à origem do Webdriver Torso.

Em um dos milhares de vídeos do canal, Ventuno descobriu o filminho abaixo, que mostra a silhueta de homem dançando:

Envie suas dúvidas e sugestões de pauta através do nosso WhatsApp pelo número (11) 96075-5663!

[iframe: width=”590″ height=”443″ src=”//www.youtube.com/embed/klqi_h9FElc” frameborder=”0″ allowfullscreen]

Nesse vídeo, já pra imaginar que não há nada de alienígena nessa sequência de filminhos, ou que os ETs conhecem o famoso Rick Roll:

[iframe: width=”590″ height=”443″ src=”//www.youtube.com/embed/BROWqjuTM0g” frameborder=”0″ allowfullscreen]

É claro que isso não prova nada! Por isso, Ventuno prosseguiu em suas pesquisas até descobrir que o perfil Webdriver Torso fazia parte de uma rede de contas chamada ytuploadtestpartner_torso. De posse dessa informação, o italiano descobriu uma série de outras contas com vídeos semelhantes até chegar a uma conta no Google+ associada a ytuploadtestpartner_torso e, a partir daí, chegou à uma conta no Facebook e uma no Twitter (agora, essas contas já foram bloqueadas e/ou excluídas).

A conta “Timmy Tester” no Facebook mencionava o nome “Johannes Leitner” em algumas uma postagens. Leitner é um funcionário do Google que tem um colega de trabalho chamado Matei Gruber, que trabalha em Zurique.

Matei” é o único nome que foi mencionado em um clipe da Torre Eifel publicado no canal do Webdriver Torso. Um dos dois únicos vídeos que não mostra formas azuis e vermelhas:

[iframe: width=”590″ height=”332″ src=”//www.youtube.com/embed/SKvIyDB5FRU” frameborder=”0″ allowfullscreen]

Analisando mais alguns vídeos, Ventuno descobriu que alguns clipes da redes de filmes da qual o Webdriver Torso fazia parte foram feitos no escritório da Google em Zurique. No entanto, a medida em que ele ia publicando suas descobertas dos vídeos em seu blog, o YouTube ia bloqueando os endereços, tornando-os privados.

Depois que essa investigação do blogueiro ficou conhecida na web, ficou claro que o Google poderia estar por trás dessa história, tentando esconder seus rastros. Até que a empresa resolveu se pronunciar e, numa nota ao site Engadget, o YouTube (que faz parte do grupo Google) divulgou que o Webdriver Torso é apenas um canal usado para testes, onde os engenheiros da corporação enviam esses vídeos e, em seguida, os comparam com os originais para verificar se houve alguma queda na qualidade dos vídeos enviados.

“Nós nunca lhe daremos um upload lento ou com perda de qualidade de vídeo, e nós nunca vamos deixar você para baixo, achando que YouTube tem baixa qualidade de vídeo. É por isso que estamos sempre fazendo testes como fazemos no Webdriver Torso”, disse o Google!

Conclusão

O Webdriver Torso é, na verdade, apenas um canal criado pelo próprio YouTube para testar a qualidade dos vídeos enviados para ele. Em algum momento, esses testes vazaram para os usuários e, como muitos adoram um mistério, o canal acabou fazendo sucesso alcançando milhões de visualizações!

Share Button
Conspirações, Tecnologia, UFO, Viral
, , , , , , ,
  • “Alguns levantaram a teoria de que seriam alienígenas que estariam tentando contato com os terráqueos, como mostrado nesse artigo do Mundo Gump.”

    Por que será que eu não estou surpreso que essa hipótese de m# tenha vindo desse blog de m#?

    • Por que não fico surpreso com caras como você que correm para criticar sem ler e fazem papel de bobo?

    • Albert

      Lucho, parabéns. Você acaba de entrar para a imensa galeria dos “Nem li, mas critico e falo m#!”

    • William

      chama o blog de merda mas vejo vc comentando quase todos os posts.. que coisa não??

  • Pablo

    Ou é isso que eles querem que pensemos.

    • Gilmar Lopes

      🙂

  • Maycon Cruz

    Gilmar, há outra evidencia que mostram que estas palhetas misteriosas são do Google:

    Na versão de testes do Android L, próxima versão do sistema, ao irmos até o clássico Easter Egg ao apertarmos o número da versão varias vezes nas Configurações, encontramos as animações do Webdrive Torso. Como nem sabemos o nome final desta versão do Android, não há nenhuma brincadeira com doces por enquanto.

    http://www.youtube.com/watch?v=r8haVxH7L2U

  • Isac

    Matei Gruber postou o primeiro video da sua pagina pessoal

    https://www.youtube.com/user/mgruberyt/videos

  • jack

    sei não teste pode ate ser mais não pra qualidade de vídeos já que são bem curtos se fosse da perda de qualidade seria em vídeos maiores e com qualidade superior a 360p e por que estariam broqueando os endereços dos dos vídeos antes de se pronunciarem