E-farsas.com – Desvendando farsas da web desde 2002!

  • RSS
  • Delicious
  • Digg
  • Facebook
  • Twitter
  • Google Plus
  • Youtube

Vídeo mostra máquinas que não gastam energia! Moto Perpétuo!

Postado por Gilmar Lopes no dia 12 de julho de 2012 436 Comentários
Share Button

Máquinas capazes de funcionar infinitamente sem o gasto de energia há anos são exibidas na web e ainda hoje atiçam a curiosidade dos internautas! Será verdade?

O vídeo abaixo não é novo. É um dos inúmeros que circulam desde 2007 pela web e ainda deixa muita gente em dúvida: Será que existem máquinas capazes de funcionar sem gastar energia?

Dá só uma olhada:

Será possível? O que você acha? Verdadeiro ou farsa?

O que seria uma revolução energética é, definitivamente, uma farsa!

Descubra o que há em comum nos vídeos abaixo:

 

Como você deve ter notado em ambos os vídeos, há a promessa energia infinita e limpa. Porém, os motores precisam ser ligados na eletricidade para que possam funcionar! Assim, até eu!

 

Primeira Lei da Termodinâmica

Hermann von Helmholtz

Hermann von Helmholtz

Em 1847 o físico alemão Hermann von Helmholtz (1821-1894) enunciou a Primeira Lei da Termodinâmica, que define que toda energia é conservada, nunca é criada ou destruída.

Em outras palavras, é impossível tirar alguma coisa de coisa alguma.

Por favor, me corrija lá nos comentários e eu estiver falando besteira, mas até hoje, nenhuma outra teoria conseguiu pôr em dúvida, contestar ou provar que tal lei esteja errada…

 

 

Mais um vídeo

Dias atrás, alguns leitores enviaram esse incrível vídeo que mostra um supermotor funcionando, aparentemente, sem nenhuma fonte externa de energia:

O filme é impressionante! Se fosse real, abriria milhares de possibilidades no que diz respeito a motores e gasto em combustíveis, etc… Se fosse real!

Perceba que:

  • No começo do vídeo, o motor aparece desligado e depois de um corte, o aparelho já está em movimento. Não há nenhum trecho no filme mostrando o aparelho sendo ligado
  • Em nenhum momento é mostrado o que há por dentro da caixa que reveste a parte inferior do motor
  • Aliás, não há nenhuma imagem do interior ou de partes da engenhoca
  • Aos 03:14 do vídeo podemos ver o que parece ser uma correia que, possivelmente, é o que faz o aparelho funcionar
  • Não há nenhuma especificação da força que o tal motor pode gerar
Correia pode ser indício de fraude!

Correia pode ser indício de fraude!

 

Sonho do homem há milênios

Variação da roda desequilibrada

Variação da roda desequilibrada

Uma máquina que fosse capaz de gerar mais energia do que gasta e de forma gratuita (o moto perpétuo) é um sonho de inventores, matemáticos e curiosos há milhares de anos. O primeiro autor a documentar um aparelho de movimento perpétuo foi o indiano Bhaskara no século 11. A Roda Desequilibrada possuía pequenos tubos com mercúrio em toda a sua borda. Quando a roda girava, o mercúrio se moveria dentro dos recipientes fazendo [na teoria] com que a roda ficasse sempre mais pesada de um lado do que do outro. Dessa forma, segundo a teoria criada por Bhaskara, a roda nunca pararia de rodar. É claro que tal projeto nunca funcionou, pois após algumas voltas, a máquina perde a força e para de girar.

 

Charlatães ou visionários?

John Worrell Keely

John Worrell Keely

Só para exemplificar o quão tal invenção seria importante para a humanidade, vale lembrar a história de John Worrell Keely, um mecânico que anunciou em 1875, a construção do primeiro motor de movimento perpétuo do mundo que – contrariando a Primeira Lei da termodinâmica – realmente iria funcionar infinitamente e sem gastar nada de energia. Sua máquina era um motor que ligado a um gerador, devolvia um aparente excesso de energia que poderia ser aproveitado. Um exemplar (ou alguns exemplares) do aparelho chegou a ser produzido pela Keely Motor Company – empresa fundada por um grupo de acionistas liderado pelo próprio John, que ganhou milhares de dólares expondo seu invento (algumas publicações afirmam que John Kelly chegou a arrecadar mais de 1 milhão de dólares!).

No entanto, a fraude criada por John Keely só foi descoberta após a sua morte. Seu filho resolveu transformar a casa do pai (onde estava o “revolucionário” aparelho) em um museu. Foi uma questão de tempo para os visitantes descobrirem que havia um reservatório de ar comprimido no porão da residência, a verdadeira fonte do movimento perpétuo do motor de Keely.

É impossível registrar inventos desse tipo

O descrédito de que tais inventos realmente possam vir a funcionar já está tão forte na nossa cultura que, desde 1775, a Academia de Ciências de Paris não aceita mais inventores de motores de moto perpétuo.

O Escritório de Patentes dos Estados Unidos também recusa pedidos de patentes de dispositivos desse tipo. O último pedido de patente de motores de movimento perpétuo foi registrado nos Estados Unidos em 1974, sob o número 3.934.964. Como era de se esperar, o tal invento não funciona. Afinal, é impossível contrariar uma das leis da natureza que nos proíbe de tirar alguma coisa de coisa nenhuma ou de lugar nenhum.

Teorias da Conspiração

Em 99% dos vídeos sobre esses falsos motores contínuos há comentários de internautas revoltados com a falta de empenho dos governantes em levar a diante tais projetos. Já faz parte do imaginário popular que os grandes magnatas do petróleo estariam sabotando os pesquisadores para que estes não consigam por em prática seus inventos que, na teoria, iriam arruinar os negócios daqueles dependem da venda de combustíveis fósseis.

Há várias lendas de inventores (brasileiros, inclusive) que teriam bolado maneiras de fazer com que automóveis funcionem à água e que, misteriosamente, desapareceram. Os conspiracionistas de plantão afirmam que tais inventores foram raptados e/ou mortos por companhias petrolíferas.

Conclusão

Não existe um motor de movimento contínuo. Todos os vídeos que você encontrar na web são falsos!

Fontes

Colaborou conosco o leitor Lamarck Soares

Share Button
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

141 respostas para “Vídeo mostra máquinas que não gastam energia! Moto Perpétuo!”

  1. Por favor, me corrija lá nos comentários e eu estiver falando besteira, mas até hoje, nenhuma outra teoria conseguiu pôr em dúvida, contestar ou provar que tal lei esteja errada…

    Não apenas você não está errado como, adicionalmente, devemos lembrar que é impossível eliminar o atrito de qualquer sistema físico (inclusive o atrito com o ar), e que parte da energia fornecida ao motor será usada exatamente para vencer este atrito. Assim, não apenas é impossível gerar mais energia do que o sistema consome, como não é possível sequer gerar a mesma energia consimida. Assim, nem mesmo um motor inútil, que funcionaria apenas para gerar a sua própria energia, é possível ser construído.

    • Carlos disse:

      Mesmo sendo possível eliminar atrito e arrasto, não se pode eliminar uma perda requerida por princípio, o aproveitamento energético sob outra formo. Se não houvesse atrito e outras perdas, ele poderia girar infinitamente. Mas a partir do momento que se retira energia sob outra forma está havendo perda. Sem perdas a energia gerada é igual a gasta, logo zero. Mas querer produzir energia se somar com aquele zero terá energia surgindo do nada.

      Porém não tenho certeza se o motor magnético é um moto-perpétuo. Ele pode ser duradouro na sua pouca potência, mas o campo magnético está sendo gasto. E isto apesar de não vermos.

      • GERALDO disse:

        RESPEITANDO OS COMENTARIOS, E AS EXPERIÊNCIAS QUE NÃO DERAM MUITO CERTO,CREIO QUE A CRIAÇÃO DA ENERGIA GRAVITACIONAL É POSSÍVEL SIM,SEM O USO DE ÁGUA,VENTO,OU VAPOR POR AQUECIMENTO OU SEJA (SEM A QUEIMA DE COMBUSTIVEL

    • GERALDO disse:

      RESPEITANDO OS COMENTARIOS, E AS EXPERIÊNCIAS QUE NÃO DERAM MUITO CERTO,CREIO QUE A CRIAÇÃO DA ENERGIA GRAVITACIONAL É POSSÍVEL SIM,SEM O USO DE ÁGUA,VENTO,OU VAPOR POR AQUECIMENTO OU SEJA (SEM A QUEIMA DE COMBUSTIVEL

    • GERALDO disse:

      RESPEITANDO OS COMENTÁRIOS E AS TENTATIVAS QUE NÃO DERAM MUITO CERTO,CREIO QUE SEJA POSSÍVEL SIM A CRIAÇÃO DA ENERGIA GRAVITACIONAL, SEM O USO DE ÁGUA ,VENTO OU VAPOR, OU SEJA A QUEIMA DE ( COMBUSTÍVEL)

  2. Vinícius Valente disse:

    O que ouvi a mais de 10 anos a traz foi que o brasileiro bolou uma bateria infinita de água e hidrogênio. Versões alteradas desta tecnologia está sendo usada em carros elétricos de luxo e a Apple pretende colocar nos aparelhos da próxima geração.
    Não, não tenho provas sobre isso.
    Não falou sobre motores utilizando imãs minerais simples. Eu to querendo montar um desses a um tempo.

  3. Paulo disse:

    Entre todos os videos que já vi, esse é o melhor deles e que me parece real

    http://www.youtube.com/watch?v=hvvCqVLBCAU&feature=related

  4. Carlos Corga disse:

    Pela primeira vez, este site efarsas comete um erro grave que na minha opinião o faz perder a credibilidade, o julgamento precoce sem aprofundamento na pesquisa e conclusão. Verifica-se que houve insuficiência de aprofundamento na pesquisa e um argumento muito fraco. Na foto em que se assinala que uma correia é um indício de fraude, tambem é fraco; porque um motor magnético não poderia ter uma correia. Será que o pessoal deste site já ouviu falar em Thane Heins, Bedini, Bearden, Kapanadaze, Minato e para não prolongar muito a relação concluo com o maior homem da humanidade Nikola Tesla.

    • Gilmar Lopes disse:

      @Carlos Corga:Preciso de uma prova concreta de que exista realmente um motor desse tipo.

    • Gilmar Lopes disse:

      @Carlos Corga:Me responda só uma coisa: se o motor não precisa de nenhuma energia para funcionar, para que serviria a correia?

    • Antonio Fernando disse:

      Alguem que consegue acreditar nas “pseudo realizacoes” de Thane Heins, Bedini, etc., e’ alguem sem a menor nocao de Fisica.

      Da lista, o unico que realmente fez alguma coisa foi o Tesla. Mas classifica-lo como o “maior homem da humanidade” mostra, novamente, uma enorme ignorancia sobre os fatos.

      Embora Tesla tenha sido grande inventor, sua contribuicao para a Fisica Teorica foi nula.

      TUDO o que ele fez, ja’ era perfeitamente explicado pela Fisica de sua epoca.

      Va’ estudar um pouco, meu filho.

    • AlessandroNFP disse:

      Perfeito, meu caro, perfeito.

    • Eu Sugiro que tire esta matéria do ar, pois se o autor esta Explicitandooo sua Opinião Propria, melhor que coloque escrito “Na Minha Opinião” e não citar que nao é possivel tal Tecnologia “Motor Perpétuo”.

      • Antonio Fernando disse:

        Acontece que, dentro do limite atual de observação do Homem, não é possível a existência de motos-perpétuos.

        Em outras palavras, TUDO o que a ciência conhece aponta claramente para a impossibilidade física de se construir QUALQUER moto-perpétuo.

        Portanto, a opinião do autor é, na verdade, o veredicto da Ciência.

        ====================

        Alguns leigos em ciência costumam argumentar que “como os cientistas não examinaram todos os possíveis projetos, então eles não poderiam ter certeza da impossibilidade dos motos-perpétuos”.

        Entretanto, não é necessário que se analisem TODOS os projetos para sabermos que NENHUM deles funcionaria.

        Sem entrar em detalhes da Física, é uma situação análoga a alguém pegar 1 quilograma de açúcar, separar os grãos em duas partes, pesar cada uma delas, e achar que a soma dos dois pesos poderia ser diferente do peso do quilograma quando pesado de uma só vez.

        Mesmo sem TESTAR a enorme quantidade de possíveis formas de se dividir o quilograma de açúcar em duas partes, a gente sabe que a soma dos pesos de cada uma das partes (medidos separadamente) é EXATAMENTE igual ao peso das partes (quando pesadas juntas, em uma porção).

        Pois também é absolutamente óbvio para os cientistas que motos-perpétuos pertencem ao reino da fantasia.

        Na verdade, nem é necessário que alguém seja cientista para saber disso: quase todos os que estudaram um pouco de Física em escolas honestas também conhecem este fato.

        PS: embora até haja pessoas que deveriam ter aprendido mais Física que o cidadão comum (por conta de sua suposta “formação acadêmica”), e que no entanto acreditam nessa bobagem…
        Aliás, aqui mesmo, entre os comentários, existem exemplos dessa aberração.

  5. Nilton Bonassa disse:

    Caro Gilmar Lopes, realmente percebi nesse artigo uma certa indolência de sua parte em aprofundar sua investigação. Provas concretas são muito arriscadas, pois quando descobertas importantes vêm a público, seus inventores passam a afrontar interesses poderosos. Pessoas que reúnem informações sobre esse assunto sabem das possibilidades relacionadas à produção de energia limpa. Como mencionou o Carlos Corga, qualquer busca de informação desse sentido deve passar obrigatoriamente por Nikola Tesla. Esse homem desenvolveu coisas até hoje além da imaginação (mas foi vítima dos interesses maiores – capitalistas – e teve suas invenções "recolhidas" ao Arquivo X do ‘Sistema’, teve seu nome ridicularizado em campanhas muito bem orquestradas e praticamente foi apagado da história. Não há como taxar tudo como Teoria da Conspiração quando falamos das grandes corporações defendendo escarniçadamente seus interesses. Assim como os hoax, existe também a desinformação praticada pelos ‘donos’ do dinheiro e do poder nesse planeta; basta observar o que a mídia publica e o que é ‘filtrado’ para compreender que há muito mais por debaixo do pano. Venho percebendo uma certa tendência pró-‘sistema’ nas publicações desse site. Vou publicar esse texto nas redes sociais e pedir comentários de outras pessoas. Aguardo seus comentários de maneira mais abrangente e aprofundada, por favor. Abraços.

    • Gilmar Lopes disse:

      @Nilton Bonassa: De fato, como coloquei no artigo, há várias teorias da conspiração sobre a maioria dos que acham que inventaram máquinas desse tipo. Mas o fato é que, até agora, só encontrei fraudes. Estou no aguardo de mais comentários a respeito! Acho que o debate é saudável. Valeu!

  6. Djohzefonn disse:

    bom creio que vc esta errado porque vou te deichar um link de um video onde se ver claramente que nao a trapasas nem montagen no video e na duvida eu mesmo fiso a experiencia en casa e deu certisimo vcs tambem podem faze para comferir bom no video apenas so e gerado energia se fazemos um movimento manual ou seja energia motris bom mas se colocarmos um sistema de imáns com polaridades invertidas no sistema central do gerador claro com o sistema central izolado para nao ocorem interfases certamente se movera por si so e gerara energia normalmente !!! aqui deicho o link : http://youtu.be/0h9S4HDpoHc

    • Josenny disse:

      cara, como um fisico voce pode ser ate excelente, mas o teu portugues deixa muito a desejar, nao sou boa na lingua portuguesa, pois realmente nao eh uma lingua das mais faceis de voce nao errar, mas achei voce ate sabio nos seus dizeres sobre o assunto ai, pois devo confessar que nao entendo quase nada, dai a minha surpresa pelo teu portugues, achei que havia uns erros bem primarios, nao estou de maneira nenhuma te criticando com menosprezo, mas, pela minha pequenes nestes assuntos de fisica, imaginei voce ser bem eloquente na escrita portuguesa, ja que imaginei voce ter um bom nivel de aprendizado deste assunto, bem, so comentei isso porque imaginava seu portugues mais certo, devido ao seu entendimento num grau superior. Desculpa se fui incoveniente.

      • Carlos disse:

        Me parece que o Djohzefonn não é brasileiro nem português, por isso cometeu tantos erros no seu texto.

      • Romulo disse:

        Não entendo porque as pessoas são tão preocupadas com os erros de português, como se isso fosse resolver os problemas do mundo. Conheço uma pessoa que estudou até a segunda série, nunca conseguiu continuar, não conseguia se concentrar, porém é um gênio para inventar as coisas. Fazia violão manualmente, carros de lata, até uma máquina de solda ele inventou uma vez utilizando materiais totalmente rudimentares. As pessoas deveriam se preocupar menos com certas coisas e se dedicar à coisas de maior valia. Aqui na minha cidade, temos o que há de pior na área da saúde, porém os médicos sabem escrever. Conclusão, nem sempre os estudados são os melhores profissionais.

        • Josenny disse:

          Hi, Romulo, acho que te respondi na resposta do Julio, mas agora nao da mais para apagar, tudo bem, mas ta la o meu recado tambem! Eh Tudo muito louvavel o que voce escreveu aqui, acredito sim, em pessoas com um nivel de escolaridade bem inferior, mas que mostram uma capacidade admiravel, coisa inesplicavel mesmo, mas como ja tentei me explicar mais abaixo, devemos depois de deixar o nosso recado aqui tentar rever o que escrevemos e corrigir o maximo, se for possivel, eu muitas vezes faco mesmo uso do dicionario para tentar me expressar aqui, pois nao sou boa no portugues e o acho cheio de regras confusas e dificeis. rsrsrs. tudo de bom!

        • Fabio disse:

          O nível cultural de uma pessoa pode sim ser medido por sua capacidade de se expressar na sua língua natal, de forma falada e escrita. É uma das primeiras coisas que aprendemos quando crianças. Se não damos valor ao modo como nos expressamos, indica sim falta de apreço pela sua própria cultura. Veja que não é a mesma coisa de inteligência ou nível educacional (uma pessoa pode ser muito inteligente, até um gênio, porém um ser humano misantropo e desprovido de sentimentos, como Hitler, ou racista e anti-semita como Henry Ford).

    • Julio Costa disse:

      Djohzefonn esse video não prova nada, pois não mostra a geringonça em funcionamento!!!

      • Josenny disse:

        Romulo, o problema eh que as vezes a pessoa nao se preocupa como escreve e o faz tao mal, faltando ate palavras para se ligarem uma a outra, e uma escrita tao errada nos priva ate de entendermos bem o que ela quiz passar, nao sei se eh desleixo ou falta de conhecimento mesmo, bem, acho que quem quer escrever aqui ao publico, deveria pelo menos rever o que escreveu e tentar ao maximo corrigi-lo, as vezes a pessoa passa um bom recado, mas que fica ate dificil de entendermos, sacou o meu recado? so isso!

        • Isadora disse:

          Josenny,
          O que mais me impressionou foi sua hipocrisia ao desdenhar da escrita do Djohzefonn, mesmo sendo óbvio que não é um brasileiro. Faço de suas palavras as minhas, tente rever sua escrita e tente corrigi-la. Não há nada mais incômodo do que ler uma pessoa criticando o português de outra, escrevendo quis com z ou escrevendo a frase “palavras para se ligarem uma a outra” com um erro infantil de singular e plural.

          • Josenny disse:

            como lhe falei, nao sou boa no portugues, e ate vi depois que mandei o meu comentario, que havia errado nesse tal quis, vi a falha mas nao pude mais conserta-la, se errei ou se acertei, o importante, eh que deixei o meu recado, detesto nao puder ler direito um comentario aqui, por falta de juncoes, seja por pronomes, artigos, e outros mais, que nao nos deixam entender bem o que o outro explanou, mas deixa isso pra la, pois admito que depois de deixar o meu pensamento aqui, vou parando, ja que o assunto aqui referido nao sao os erros de portugues, mas a teoria do funcionamento das maquinas sem a energia, pura fisica, que ao meu ver eh muito interessante. Felicidades!

  7. Walter Hugo disse:

    Êsse assunto é tão polêmico e factível, da mesma maneira que TESLA(Nicola), ser perseguido pelo seu ex-patrão EDSON(Thomas Alva),
    por descobrir a Geração de Energia AC(ALTERNADA)Polifásica, EM 1888, útil áte hoje(124 ANOS), no lugar da DC(Contínua), cuja patente fora vendida a WESTHINHOUSE. EDSON fez campanha contra TESLA, com sua influência, nos Jornais e na comunidade científica, que tal energia incendiaria a cidade, para assim, anula-lo e a seu invento, que atrapalharia os lucros de sua patente DC.
    Por sua vez, o outro AVARENTO, WESTINGHOUSE, ao saber que Tesla tinha outro projeto de GERAÇÃO DE ENERGIA GRATUITA, cuja, aproveita o manancial Eletro-magnético da terra, fê-lo esconder tal invenção, até hoje.(ALÉM DA ENERGIA TECTÔNICA).
    PERGUNTO : Qual é a companhia que investirá em Patentes, cujas não lhes produzirá lucro ?
    O impossível transcende a imaginação e nesse regime Capitalista, tudo é possível, acerca desses interesses.
    … CATO (Filósofo) disse : A AVAREZA, REUNE EM SÍ TODOS OS VÍCIOS.”AVARITIA OMNIA VITIA HABET”.
    …É isso !A AVAREZA ANULA O PENSAMENTO ALTRUÍSTA !

  8. jorge bastos disse:

    este video me parece real.

  9. Marcos A. disse:

    Qualquer pessoa minimamente entendida em física sabe que isso é impossível. Na natureza nada se cria, tudo se transforma.

  10. Derp disse:

    e sobre o Torian III? O video me parece ser bem real…
    http://www.youtube.com/watch?v=TjTHH-BTFM4

  11. Albert disse:

    No site http://www.ceticismoaberto.com há vários artigos aprofundados sobre o tema mostrando que não é possível um moto-perpétuo existir.

  12. Leir Lemos disse:

    O que me dizem do motor de energia magnética?
    Acaso a força de repulsão entre os ímãs posicioados não geraria força suficiante para alimentar um gerador???

  13. Manine disse:

    O Moto contínuo contraria a lei básica de conservação de energia.Ele é impossível nos pilares da ciência que conhecemos hj. Pilares que rege toda nossa engenharia.É descabido querer quebrar uma premissa cientifica através de mecanismos completamente baseados na tecnologia oriundo desta mesma ciência.Porém, o moto continuo foi importante no conceito de eficiência.Ou seja, diminuir ao máximo os desgastes e atrito.

    Em relação as famosas teorias de conspiração sobre o boicote da industria de petróleo, não é a tal ponto de “ESCONDER” maquinas de moto continuo que funcionaram…rs…O que se é sabido e coerente, é que realmente pesquisas sobre energia solar foram boicotadas em relação a energia nuclear (leia-se interesse bélico) e os automóveis elétricos foram boicotados sim por está industria.Pois, Thomas Edson (O da lampada) e Hery Ford (Carros Ford) eram amigos e disputavam quem tinha o melhor carro, o primeiro elétrico e o segundo a combustão…A mais de um século!Pq só os a combustão vingaram?Ai sim temos dedo das industrias petrolíferas…

    A unica crítica que daria ao artigo seria o enunciado a primeira lei da termodinâmica. Ela se trata de uma lei que define maquinas térmicas. Não necessariamente maquinas elétricas, mecânicas, hidráulicas e etc.A lei de Lavoisier e a de conservação de energia se aplica de forma melhor.No mais, muito bom o artigo.

  14. santhyago disse:

    sei que minha postagem pode não adicionar nada ao video, mas lá vai: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=287qd4uI7-E
    este video os caras fazem algumas destas máquinas. a principio, parecem funcionar, mas sei lá. se tiver algo errado nele, acho que rende outra postagem :v

  15. Inventar o moto perpétuo é um sonho inatingível pelo homem, embora ele já tenha sido criado pelo Grande Arquiteto do Universo.
    Bastaria aproveitarmos os movimentos da maré, nos locais onde as diferenças entre a baixa mar e a pré a mar sejam marcantes e ocasionem uma correnteza suficiente para mover uma turbina na velocidade de 90 rpm que é a rotação das turbinas da Hidroelétrica de Itaipu.
    Na minha ignorância, idealizei uma hidroelétrica flutuante que funcionasse tanto na enchente como na vazante, com pequenas paradas inferiores a 15 minutos a cada seis horas.
    Entrei em contato com as diversas autoridades do país, inclusive com a Presidenta que me encaminhou ao Ministro e ninguém comprou a ideia.
    Na Baia de São Marcos, A correnteza varia de 4 a 6 nós perfeitamente suficientes para movimentar a turbina, apesar de sabermos como aumentar essa velocidade tranquilamente. ( 1 nó = uma milha náutica/hora=1852 m).Prontifiquei-me a fabricar um modelo reduzido todo em aço inox com um custo de R$ 450.000,00.
    Como já estou quase com 73 anos, considero que a minha oportunidade já se foi.

    • Antonio Fernando disse:

      Nao existe nenhum exemplo observavel de moto perpetuo na Natureza.
      Todos os movimentos da mare’, por exemplo, CONSOMEM A ENERGIA do sistema Terra-Lua.
      Por conta disso, tanto a velocidade de rotacao da Terra quanto a distancia entre a Terra e a Lua sao alteradas continuamente.

      O que o senhor pretende nao passa de aproveitar alguma coisa gratuita, assim como seria o aproveitamento fotovoltaico da energia solar, ou o aproveitamento dos ventos com usinas eolicas, por exemplo.

      Mas nada disso tem parentesco com moto perpetuos.

      Em relacao ao seu projeto, uma vez que o senhor declara sua propria ignorancia, a primeira providencia seria que o senhor contratasse algum engenheiro com expertise na area para fazer uma analise.

      A ideia original pode ser otima, mas embora eu nao conheca o projeto, posso lhe adiantar que projetos de engenharia idealizados por “nao-engenheiros” sem solidos conhecimentos do assunto, via de regra nao prestam.

      Ja’ lhe ocorreu que talvez esta seja a razao da falta de interesse de terceiros sobre o seu projeto?

      Alem disso, tambem existem as questoes ambientais, etc, alem de – infelizmente – varios “interesses” na exploracao da miseria em nosso pais…

      Abracos

  16. Antonio Fernando disse:

    As tais maquinas funcionam apenas por algum tempo, e param. O video mostra apenas um pedaco da historia…

    Seria o mesmo que filmar um piao girando, e acreditar que ele giraria para sempre, e que seria alguma fonte de energia.

    Assim como a energia cinetica do piao veio toda da mao de quem o lancou, a “energia” das tais maquinas veio do impulso inicial dado ao sistema.

    Assim, no caso da agua, por exemplo, a energia cinetica veio do impulso associado ‘a queda da agua derramada inicialmente.

    Se a agua fosse despejada lentamente dentro do recipiente, ela nem chegaria a completar a volta.

    Em todas as “maquinas” apresentadas, a energia cinetica vai se dissipando lentamente ate que o conjunto para. Obviamente, quanto mais equilibrado for o modelo, e menos pontos de atrito, mais tempo ele leva ate parar. Entretanto todos eles param.

    Magicas nao existem.

    • Antonio Fernando disse:

      O comentário acima foi uma resposta ao comentário do “santhyago” em 4 de março de 2013 às 18:59.
      Agradeço se o moderador movê-lo para a posição adequada.

    • Douglas Avila disse:

      concordo plenamente com a resposta Antonio, acho que não estão procurando uma fonte de energia MOTO PERPETUO, mas uma fonte de energia mais eficiente.
      O ser humano não se conforma com o fato de ter conseguido algo e esta bom, sempre queremos melhorar, e melhorar. Isso se chama progresso!
      Um exemplo é a Tesla Motors que fabricou o (tesla model s) um automóvel incrível, que tem autonomia de até 160 klm com uma carga de baterias de apenas 30 minutos em alta tenção, ou 6 horas em baixa tenção. ou seja; não é uma energia pra sempre, e sim limitada, mas não quer dizer que vão parar por ai porque 160 klm já esta ótimo! O homem quer progredir e progredir cada vez mais. tudo que inventamos amanhã já esta ultrapassado por uma nova invenção, e assim sucessivamente. Eu acredito sim em um motor veicular movido com energia magnética, não creio que seja uma energia perpetua, acredito ter sua limitação, mais funcionará, e será um progresso que o homem lutará para superar e melhorar!

      • Douglas Avila disse:

        achei esse vídeo que mostra o japão em faze de testes com uma motocicleta movida a energia magnética:
        https://www.youtube.com/watch?v=FoCBetKEp48

        Também é mentiroso???

        • Gilmar Lopes disse:

          Quase certeza de que seja falso também. Vou analisar com calma. Obrigado

        • Antonio Fernando disse:

          Olá DOuglas, o vídeo mostra uma motocicleta, alguém diz que é movida por energia nuclear, e as pessoas de boa fé acreditam…

          Bem, a tal moto existe, e é movida por bateria elétrica.

          Mais informações no próprio site do fabricante em:
          http://electricandhybridcars.com/index.php/pages/sumomotorcycle.html

          • morava na amazonia srnti a nessesidade de energia e ficava pensando se ezistiria uma maneira de criar energia . como o lugar era precario construi minha serraria montei caldeiras e aprendi que energia precisa de força . uma serra sega enves de cortar pode freiar ex. quando vc empurra uma madeira em uma serra cega vc para um gerador de energia . gastei 8 amos pensamdo na possibilidade de estrair energia do propio peso consegui criar essa tao sonhada maquina so agaora descobri que nao pode patentiar . entao vou contruir uma marquete para provar que funciona . nao entendo de fisica poque estudei muito pouco mais me lembro que numa aula que se falava em fisica disia que uma pedra em queda que pesava 10 kilos quando tocava o chao estava pesando 100 kilos entao se agante usar os 100 kilos para faser a maquina girar sobra 10 kilos ppra gente gastar .e possivel sim tirar alguma coisa do nada se quiserem me chamar de doido pode escrever para o meu hotmail …devaniljoao@hotmail.com

      • Antonio Fernando disse:

        Douglas, infelizmente um pedaço de ímã não é fonte de “energia magnética” , assim como uma mola não é fonte de “energia elástica”.

        Se você comprimir a mola, ela armazena a energia que você mesmo forneceu.

        Da mesma forma, se você aproximar dois polos semelhantes de dois ímãs, então esse conjunto passa a ter energia armazenada.
        Mas, novamente, é a energia que você mesmo forneceu.
        Um ímã, por si, não tem energia alguma para fornecer, e portanto, não pode “alimentar” um motor.

        Para algum mecanismo funcionar, é necessário que ele receba energia de algum lugar, e ímãs não são fonte de qualquer energia.

        ===========

        Vou tentar explicar um pouco mais:
        (se houver interesse, o ideal é abrir um algum livro de eletromagnetismo adotado em alguma faculdade de Física ou Engenharia)

        Todo elétron de qualquer átomo cria um campo magnético próprio (devido ao seu movimento orbital).
        Isoladamente, esse campo é muito pequeno. E, de modo geral, pelos elétrons estarem orbitando eixos em diferentes orientações dentro de um mesmo material, os seus campos acabam se anulando mutuamente, e o efeito do conjunto é muito pequeno.

        Entretanto, em alguns materiais – os ímãs, por exemplo – esses eixos estão alinhados, de modo que o conjunto cria um efeito macroscópicamente observável.

        Esse campo magnético resultante não consome absolutamente energia alguma para existir, e também não oferece qualquer energia que possa ser consumida. Ele simplesmente está lá, e não se altera se você está usando o campo ou não – afinal, os elétrons permanecem em suas órbitas, sem alteração alguma, independentemente do uso que alguém possa estar fazendo desse campo magnético.

        É uma situação análoga ao campo gravitacional: a gravidade não se “desgasta” por estar sendo “usada” ou não. Afinal, a gravidade da Terra não fica “cansada” por atrair os objetos…

        Eventualmente, se você “desarrumar” todas as moléculas de um ímã (esquentando-o, por exemplo) o alinhamento de órbitas desaparece, e o campo magnético resultante se anula.

        Em situações comuns de uso, um ímã permanente mantém seu campos magnético íntegro por anos e anos de uso, sem qualquer alteração significativa.
        Afinal, sua estrutura atômica não sofre nenhuma mudança, física ou química, decorrente do uso do campo magnético.

        Espero que agora esteja um pouco mais claro que ímãs permanentes não fornecem energia alguma.

  17. Aqui se trata de movimento perpétuo, que é altamente possível pela lei de conservação da energia, vamos gastar igual ao que vamos consumir. Na verdade o que queremos é produzir mais energia do que é gasto.

    Vamos a teoria:

    Na mecânica clássica a conservação de energia é normalmente dada por E=T+V
    onde T é a energia cinética e V a energia potencial.

    Simples: realizar interrupções no ciclo de geração e armazenando em acumuladores, estaremos desbalanceando a equação em intervalos. Neste ponto iremos gerar energia em pequenos percentuais.

    Fiz um protótipo deste invento, ainda não muito eficiente ao ponto de gerar energia comercializável, porém a engenhoca funcionou.
    Assim que sair a patente postarei aqui, sem cortes ou truques.

    O movimento perpétuo é possível, difícil é dar lucro energético.

    • Gilmar Lopes disse:

      Legal! Quando puder mostrar essa maravilha, gostaríamos de divulgar aqui no E-farsas. (não se esqueça de registrar o seu invento antes, hein?)

    • Antonio Fernando disse:

      Daniel, o seu “embasamento teórico” deixa um pouco a desejar…
      Estude um pouco da Física do ensino médio, e ficará mais fácil entender por que o seu “invento” é apenas uma fantasia.

  18. carlos disse:

    Bom gente, eu sinceramente não sei criar o tipo do invento que os vídeos aí postaram mas acreditem se quiser mesmo que eu vire motivo de chacota.

    Existe sim um projeto 100% funcional e gera mais energia do que consumida. Gera muito mais que a consumida mesmo, bastaria apenas controlar ou guardar energia para que uma pessoa não precisasse intervir no projeto e estou fazendo esta análise.

    O Projeto gera na faixa de 1 tonelada de força contra 50 kg necessários para iniciá-lo. Estes 50 kg é a força que me refiro a intervenção humana e como não entendo muito de eletronica é nisto que estou tendo dificuldades mas eu garanto, funciona mesmo.

    • Antonio Fernando disse:

      Meu caro, peça ajuda a alguém que tenha estudado um pouco da Física do Ensino Médio.

      • carlos disse:

        Estudei fisica e a energia gerada é gravitacional.
        Quando temos uma bola de 5 kg, o peso para levantá-lo do chão é de no mínimo 5.000001 kg.
        Seria a mesma coisa que pegar a água da represa, usá-la no motor até que toda a agua corresse do alto até a parte mais baixa e esta água fosse colocada lá em CIMA novamente para rodar o motor, a única diferença é que não precisaria usar todo o peso daquela agua que escorreu para por ela novamente no alto. Coisa impossível? Será? Tenho certeza que não.

        Sei que tonelada não é uma unidade de medida de força mas usei este termo para dar esta explicação.

        • Antonio Fernando disse:

          Você está confundindo força com energia.

          Mesmo que a FORÇA máxima necessária seja a metade do peso (por exemplo), a ENERGIA necessária para “colocar a água de volta lá em cima” é exatamente a mesma obtida com a descida da água. E isso sem considerar as perdas inerentes a qualquer processo físico.

          Você sabe calcular a energia necessária para levantar 1 litro de água a 1 metro de altura de sua posição original?

          Releia seu livro de Física, e quando você souver responder a essa pergunta, você provavelmente saberá o motivo de sua idéia não funcionar.

        • Marcelo Fischer disse:

          Vc está brincando, vai? De onde vc vai tirar energia para devolver a agua lá pra represa???

        • Marcelo Fischer disse:

          Tah brincando, né? E de onde vc vai tirar a energia para colocar a água de volta na represa?

          • carlos disse:

            obrigado pelas respostas, isso mostra que meu projeto realmente é importante.
            Vou dar uma dica para vocês, utilizem a propria gravidade como mecanismo de equilíbrio como quem usa uma balança, o objetivo é que pesos iguais se mantenham em equilíbrio nesta balança e a força ou energia assim como vocês bem entenderem será extraído deste equilíbrio pois qualquer objeto tem a massa lançada para o centro da terra devido a gravidade, como qualquer objeto ao chegar ao chão para, seria difícil recolocá-lo no alto mas existe uma maneira usando o próprio peso e gravidade.
            Abraços, obrigado por argumentarem, vou tentar ver se alguém paga a patente do projeto pois é caro demais para eu pagar e estou sem grana.

          • Antonio Fernando disse:

            Tente conseguir alguém que te pague um livro de Física Elementar.
            Vai ser muito mais útil.
            Abraços.

      • Antonio seu escroto disse:

        O cara veio na humildade, deixe de ser otário mesmo que ele esteja errado. Melhor não saber de física do que não saber tratar as pessoas, porque um se aprende na escola, o outro, se você não tem, a vida vai ensinar duramente.

    • Antonio Fernando disse:

      Tonelada não é medida de força, assim como 50kg também não é.
      Além disso, gerar “força” não tem nada a ver com gerar “energia”.
      É impressionante que, mesmo sem ter um conhecimento superficial de Física, você tenha coragem de afirmar que “gera mais energia que a consumida”.
      Só acreditei mesmo na parte em que você demonstra não ter medo de virar chacota…

      • carlos disse:

        AMIGO, um relógio de corda funciona a base do giro da corda onde a energia é concentrada e solta aos poucos…. Só que no caso da corda o maximo gerado é a força que vc aplicou para a corda.

        Meu projeto precisa de 50 kg de força para iniciar e gera 1 Tonelada de força de volta, o meu problema é controlar quando os 50 kg são aplicados, nisso estou tendo dificuldade, mas se tivesse uma pessoa lá para empurrar os 50 kg, teria um retorno de 1000 kg e não de 50 kg.
        Isso é mais importante que os motores que supostamente funcionam aí na internet pois a energia gerada deles é pouca, mas o meu projeto gera muita energia.
        Só não publico ele por questões de segurança….Garanto, é possível sim.

        • Antonio Fernando disse:

          Até uma simples alavanca multiplica força, de modo que usar 50 kg para levantar 1 tonelada não significa nada, pois é absolutamente possível.

          Entretanto, para levantar essa tonelada para a altura de 1 metro, o seu peso de 50 kg vai ter que descer cerca de 20 metros.

          E o ganho de energia disso é ZERO.
          (sem contar as perdas…)

          Acredite, não há nenhuma razão para você se preocupar com sua segurança. Vale mais a pena você se preocupar com o que está faltando aprender de Física…

          • carlos disse:

            entendi o que vc disse, meu projeto precisa de 15 metros para alavancar 1 tonelada e não precisa descer 20 metros o levantamento é igual entre as duas partes e o equilíbrio é a peça fundamental, como eu não conseguia criar a energia do nada, utilizei a própria física como fator para que meu projeto funcionasse, tudo se baseia em equilíbrio, nossa, como estou admirado de ninguém ainda ter descoberto, é algo tão simples, vou tentar arranjar patrocínio mas estou pensando, se o objetivo for manipulação acho que vou publicar na internet mas preciso provar que a autoria do projeto foi minha para que ninguém tente usufruir.

          • Antonio Fernando disse:

            Em comentário anterior, eu quis dizer que “mesmo sem ter SEQUER um conhecimento superficial de Física, você vem afirmar que gera mais energia do que consome”.

            Antes de qualquer coisa, você precisaria saber calcular a energia gasta e a energia fornecida.
            E você não sabe.
            Ponto final.

            Querer insistir nessa bobagem é confirmar sua a vocação para a chacota.

          • Antonio Fernando disse:

            Em comentário anterior, eu quis dizer que “mesmo sem ter SEQUER um conhecimento superficial de Física, você vem afirmar que gera mais energia do que consome”.

            Antes de qualquer coisa, você precisaria saber calcular a energia gasta e a energia fornecida.
            E você não sabe.
            Ponto final.

            Querer insistir nessa bobagem é confirmar sua vocação para a chacota.

  19. ivan disse:

    meu amigo, sinto dizer a vc, mas esta errado, existe sim e pode ser feito, eu estou desenvolvendo um projeto que esta caminhando muito bem e estou aperfeiçoando a cada dia, e muito simples, o que vc quis dizer e na natureza nada se perde ou se cria tudo se transforma, pesquise mais um pouco e vc vera.

    • Gilmar Lopes disse:

      Quando você conseguir fazer, corre pra patentear e ficar rico, amigo! Mas já vou logo avisando que é muito dificil você conseguir patentear uma máquina de movimento perpétuo, pois já foi provado que isso é impossivel!

    • Marcelo Fischer disse:

      Não existe, não pode. É um conceito simples. Energia é transformada e não gerada. Qualquer proposta de criar um gerador de energia infinita vai falhar. Acredito que seu projeto tenha um conceito diferente, um novo jeito de aproveitar a energia da natureza ou talvez um gerador muito eficiente. Mas se sua proposta é um gerador de energia que não precisa ser “alimentado” com energia, vai perder seu tempo e seu dinheiro…

    • Antonio Fernando disse:

      Apenas um alerta: o fato de você estar “desenvolvendo um projeto” não significa que ele vá funcionar.

      Para muitos – inclusive para mim – isso somente mostra que você está perdendo tempo.

      Se você se interessa por Física, então vá estudar que é muito melhor!

      Abraços!

    • carlos disse:

      isso amigo, nada se perde, tudo se transforma e o peso que é lançado para baixo pode ser transformado e ser novamente reutilizado, isso é o que vi no projeto, vc não vai precisar de cachoeira, luz do sol ou vento, basta apenas a própria gravidade e a força de atração.

      • Antonio Fernando disse:

        Para trazer o peso de volta, você precisaria usar TODA a energia obtida com a descida do mesmo peso.

        E usar a energia TODA já seria impossível porque qualquer mecanismo introduz perdas. E parte da energia obtida na descida já teria sido perdida (em calor, atrito, etc…).

        Além disso, mesmo que fosse possivel usar toda a energia da descida, para trazer o peso de volta, o suposto mecanismo não serviria para acionar coisa alguma. Pois nao haveria nenhuma sobra de energia na sua “maquina”.

        O fato é que essas suas idéias são bem primárias, e denotam muito desconhecimento de Física.

        Em vez de insistir nessa bobagem, faça alguma experiência de ordem prática.
        Quem sabe você descobre que precisa estudar.

        • carlos disse:

          existe sim sobra de energia e muito grande, mas o que eu tinha para dizer já foi dito, não vai adiantar ficar batendo na mesma tecla, só gostaria que todos aqui soubessem que é possível e quando vocês descobrirem ficarão se indagando porque ninguém havia dito anteriormente.

          Dependendo das circunstâncias eu publico ou guardo comigo a informação, tenho que pensar no que isso pode causar ou se a tecnologia será usada para o bem ou mal.
          Sei que ela seria muito útil para quem faz expedições para lugares extremamente frios, seria ótimo também para gerar calor, o que eu creio que ela não funcionará seria por exemplo como meio de combustível para levantar um helicoptero do ar pois como ela utiliza a propria gravidade então não funcionaria, porém para veículos no chão creio que pode impulsioná-los.
          Enfim, só adentrei neste site para comunicar que é possível, uttilizem algo como uma balança, isto é fundamental para o projeto funcionar.
          ADEMAIS, grato pela atenção do site, lamento por não dizer como funciona, se eu colocar, alguma pessoa vai querer patentear no nome dele(a).
          Abraços…

          • Antonio Fernando disse:

            Sugiro que você não se arrisque em expedições para lugares frios na esperança de sobreviver com o uso da sua “invenção”.
            Será morte certa.
            :)

          • Marcelo Fischer disse:

            Antônio Fernando,

            O cara tá tirando uma com a gente. Agora que eu percebi. Leia os comentários anteriores que você vai entender. Levamos uma trolada! Hehehe… Boa Carlos!

          • Pedro Jungbluth disse:

            Infelizmente isso é muito comum. Certa vez passei semanas trocando emails com o Luiz Bonow sobre o moto perpétuo que ele tinha inventado usando ferro líquido. Ele estudou bastante as regras da física e dizia que queria apenas descobrir o erro na invenção dele. Eu apontei o erro, e ele se recusava a aceitar.
            Portanto digo para não perderem seu tempo, Carlos não será convencido.
            No fundo é algo psicológico, é o otimismo natural humano, o sujeito acha que vai ficar rico, que vai decidir se a invenção será usada “para o bem ou para o mal” e etc. É como a pessoa que aposta na mega sena e começa a fazer orçamento de casa nova, vai em concessionária fazer test drive, etc, começa a viver naquela riqueza, etc. Mas a mega sena tem uma data pra sorteio, chega no dia, não saem os números e a pessoa precisa voltar para a realidade. Até aposta de novo, mas ele se frustra de verdade a cada semana. Já o inventor do moto perpétuo nunca se frustra, porque nunca coloca em prática seu milaborante plano, ou fica pra calcular mais alguma coisa, ou diz que não tem financiamento, etc. Se acreditassem mesmo no projeto colocavam tudo nele, vendiam casa, saiam do emprego, etc, mas não acreditam de verdade. Ficam apenas no seu mundo da fantasia pois assim podem sonhar com suas riquezas e poder.
            Acredito sinceramente que isso se resolve não numa sala de aula de Física, mas sim num consultório psicológico. Senão numa clínica psiquiátrica, em alguns casos.

  20. Antonio Fernando disse:

    Olá Gilmar,
    o Ivan até pode patentear, pois o INPI faz apenas o registro do projeto, sem se preocupar com a utilidade do mesmo. Basta que ele seja original, e que esteja descrito de forma adequada.

    Aliás, o INPI deixa bem claro que ele não faz análise de nenhum modelo real (ninguém tem que levar nada funcionando ao INPI), e que sua atividade se limita à tramitação de PAPEL. Apenas PAPEL.

    Dessa forma, mesmo uma completa estupidez pode ser registrada, e – acredite – existe um monte de lixo registrado no INPI – coisas que não têm a menor chance de funcionar, e que representaram apenas desperdício de tempo e de dinheiro para os seus “inventores”…

    Então, quando o Ivan acabar de desenvolver a sua invenção, ele poderá registrá-la no INPI.
    ( e se juntará à uma legião de “inventores” frustrados que não conseguem entender a razão de ninguém se interessar pelas suas “invenções”…)

    Vai fundo Ivan!!!
    E depois nos conte o resultado de seu “projeto”!!!
    :)

  21. Antonio Fernando disse:

    Ola’ Marcelo,
    eu sabia, e gozei o cara o tempo todo.
    :)
    Mas aproveitei para clarear algumas dúvidas que são bem comuns em várias pessoas crédulas.
    (by the way, eu sou o “fern” que também desce a lenha em alguns débeis mentais)

    Acho que voce tambem sabe que essa nossa batalha é uma luta perdida, mas me distraio em tentar ensinar alguma coisa. Se apenas um leitor desconfiar de que as coisas são diferentes, já me sinto satisfeito.

    Abraços.

  22. Wagnerlip disse:

    Não adianta tentar convencer ao inexperiente que é preciso usar protetor solar na praia, primeiro que ele não irá entender, depois ele achará que ele é indestrutível e sabe se cuidar. Na verdade ele acha que o calor na pele é suficiente como alarme. Mas ele não sabe os efeitos do ultravioleta A e B, que queimam e alteram o DNA das células, sem gerar calor.

    Sabe o que? Deixe o inexperiente se queimar, é a única maneira dele aprender. Terá que passar 2 noites horríveis com queimadura se sol na pele.

    Nada melhor que o “auto-aprendizado”, afinal de contas, a gente só aprende que panela quente queima só depois de meter o dedo.

    À todos que queiram tocar projetos de moto-continuo: vá em frente, você está certo, no sentido que tem que experimentar para acreditar. Depois de teimar bastante e “se queimar”, lembre disso:

    Atração gravitacional só funciona num sentido, e não existem monopolos magnéticos, portanto, a energia que um imã aparentemente fornece é a mesma de um elástico ou mola, só vai funcionar depois que você estica-lo, ou seja, é a sua própria energia armazenada, nada além disso.

    Mesmo a energia do petróleo, do átomo, etc, vem do fato que no passado alguma coisa enfiou energia ali, e hoje só se está extraindo, nada mais.

    O mundo físico é muito mais simples do que muita gente imagina, ou se tem matéria, ou se tem energia, e um pode se converter em outro, mas entenda, foi “conversão”, não “criação”.

    wlip

  23. Iacobus disse:

    A todos os espertões que estão afirmando peremptoriamente que é impossível, e chamando os outros de idiotas por não entenderem de física, vocês já pararam para pensar que as leis da termodinâmica são, por definição, provisórias? Que elas podem ser provadas falsas e superadas por outra teoria?
    Por quantos anos a física de Newton foi dada como perfeita e acabada, até que sobreveio a física quântica e os postulados essenciais newtonianos foram profundamente abalados?
    Portanto, deixem de ser pendantes! O motor contínuo não foi inventado, e em nosso nível de desenvolvimento atual, pode não existir. Mas dizer que é impossível é uma afirmação anti-científica puramente arrogante.

    • voltando a comentar a lei da termodinamica ela e extremamente exata . todos os fisicos estao infinitamente certos . a fonte produtora de energia tem que ser potente . o consumo de energia por residencia e industria nao pode utrapaçar o limite produsido e assim que funciona .A nossa sociedade e dividida em duas parte de um lado uma parte que conseguiram estudar e uma outra que nao . vamos diser teoricos e praticos . ex. um engenheiro civil junto com seu arquiteto colocam todas as suas teorias em cima de um mega projeto de um predio com faxadas leges em curva quem transforma em realidade .]os praticos] . so quem trabalha nesse meio sabe o que acontesse para que uma obra sai do papel . movimentaçao de peso tecnicas praticas para movimentaçao de pesos

      • continuando e esses trabalhadores com suas experiecias praticas acham que e possivel construir uma fonte de energia . o brasil gasta fortunas em pesquisas jogam dinheiro fora porque so dao ovidos para os teoricos nunca quiseram ouvir o que os praticos tem de conhecimento nesta area . finalisando a lei da termodinanmica ela exata dentro da forma estudada todos que tentarem cairao dentro da armadilha . mas existe sim um ponto de desenquelibrio e é possivel construir uma fonte produtora de energia com o movimento dos pesos . e algo que para ser construido vai dinheiro . nos presisamos acreditar em deus e no homen na inteligencia do homen na sua capacidade . acredito que as piramides do egito foi construida pelo homen e nao pelos os extras terrestres . deixo os meus parabens para os praticos , devaniljoao@hotmail.com

  24. joao devanil disse:

    estou escrevendo porque este assunto e muito tnteressante . quando passou essa ideia de se construir uma fonte alimentada pelo proprio peso confesso que cai sempre no mesmo resultado . nao conhecia essa lei da termodinamica porque morava na amazonia e nao tinha essa comunicaçao via internete mais descobri sozinho que tudo se igualava que era impossivel e abandonei essa ideia . fis muitas esperiecia com construçoes frustada de madeira mais o suficiente hoje para diser que todos os canais que entrei fisicos disendo sempre as mesma coisas .
    e com muitas rasoes porque essa lei ela e infinitamente exata . toda pessoa que quer criar algo deve se inspirar em alguma coisa .santos dumont se inspirou nos passaros . o carro veio de uma inspiraçao no corpo humano . o corpo humano se divide em tres partes . cabeça tronco e membro o carro tambem em tres motor cambio e diferencial . ocarro se alimenta com gasolina toma agua e fas suas nessecidades pelo escapamento e tem coraçao que e a bateria.me inspirei na terra . temos quatro estaçoes primavera verao outono e inverno . de um lado temos verao em franca produçao e um lado sem duvida mais pesado e do lado oposto temos inverno sem produçao nenhuma ate as as folhas das arvores ja cairam entao e um lado leve . se prestarmos atençao temos a primavera com as flores depois verao com os frutos com a colheita acontecendo depois outono finalisando logo depois o inverno ja vasil . o que isso siguinifica e que a terra presisa se manter em equilibrio para dar sua volta em torno do sol . quando o homem controi uma grande represa de agua em um determinado ponto da terra colocando ali um enorme peso a naturesa reage com rigor para corrigir com muita agua de outro lado com seca se presiso derretendo as geleiras
    agindo de forma a nao deixar que o peso fique so de um lado . um ex aquecimento global e entre tantos poderes que a naturesa tem. se essas ideias estao erradas para mim nao tem problema porque o objetivo foi entender essa lei da fisica chamada termodinamica se ela poderia ser vencidas . vc acha que e possivel colocar um motor mil em uma carreta com 30 toneladas e subir a serra de santos se vc respondeu nao errou porque e possivel sim e so tirar a caixa de cambio e colocar uma caixa de reduçao . logico que vc gastaria tres dias mais subiria a serra . quero diser que conhecendo as leis da fisica pelo lado pratico existe uma maneira de romper essa lei . quero afirmar tambem que jamais avera um carro com motor perpetuo e que todos os videos que vi sao ideias que nao chegarao a lugar nengun . o resultado que consegui e pouco mais e um pequeno resultado . quero aproveitar o site para diser que todas as pessoas que escreveram alguma mensagem mesmo debochando sao pessoas interesadas no assnto sao pessoas que querem minar as ideias dos outros ou arrumar iformaçao para colocar no seu proprio projeto . abraços a todos

  25. Sérgio disse:

    É apenas fantasia. Eu já ouvi tanta baboseira sobre este assunto que já perdi as contas. Todos são hilariantes. Para aqueles que creem nessas tolices, pensem porque a Nasa nunca usou esta teoria para desenvolver veículos ou geradores para missões em marte?
    O melhor gerador não é aquele que converte apenas um tipo de energia em eletricidade. É possível melhorar o rendimento, combinando outras fontes de energia no processo.

  26. joao devanil disse:

    sergio se esta visitando site que escreve sobre este assunto e porque tem interesse em ouvir baboseira

  27. Eduardo disse:

    Vi hoje esta notícia (http://ciclovivo.com.br/noticia/brasileiros-desafiam-leis-da-fisica-e-geram-energia-atraves-da-gravidade), alguém mais viu? Investimento meio alto numa máquina talvez já condenada ao fracasso né.

    • Eu vi esta noticia também- http://ciclovivo.com.br/noticia/brasileiros-desafiam-leis-da-fisica-e-geram-energia-atraves-da-gravidade
      Algumas coisas me parecem estranhas.Estas pessoas não parecem ser idiotas,são pessoas bem esclarecidas;estão investindo bastante dinheiro já que construíram uma máquina destas aqui e nos EUA. Será que vão fazer isto apenas para aparecer e correr o risco de serem ridicularizadas? E porque a mídia convencional não mostra este fato? Se for mentira é muito fácil desmascará-los. Mas o silêncio da mídia parece ser a única resposta.

      • O silêncio deles, né? Afinal estavam documentando toda a montagem, depois disseram, em setembro, que a máquina estava pronta e testaram e funcionava, depois absoluto silêncio… surgiram boatos que a máquina parou 4 horas depois de movimento ininterrupto em alguns fóruns que investigam o caso. E eles estão fazendo modificações para corrigir o “pequeno” detalhe que não deu certo. A meses. E nunca vai funcionar. Se funcionasse, teriam colocado vídeos ao menos mostrando o movimento. A patente é ridícula, é um pêndulo mal projetado com muita perda.

  28. Valdemir Jorge disse:

    Eu vi esta noticia também- http://ciclovivo.com.br/noticia/brasileiros-desafiam-leis-da-fisica-e-geram-energia-atraves-da-gravidade-e
    Algumas coisas me parecem estranhas.Estas pessoas não parecem ser idiotas,são pessoas bem esclarecidas;estão investindo bastante dinheiro já que construíram uma máquina destas aqui e nos EUA. Será que vão fazer isto apenas para aparecer e correr o risco de serem ridicularizadas? E porque a mídia convencional não mostra este fato? Se for mentira é muito fácil desmascará-los. Mas o silêncio da mídia parece ser a única resposta.

    • Já teve empresa que fez anúncio de 2 páginas e convidou cientistas do mundo inteiro para mostrar seu mecanismo que gera energia. Um grupo se juntou, analisou o que a empresa fazia e disse que em nenhum momento a empresa mostrou qualquer resultado ou teoria que indicasse produção de energia maior do que a inserida no mecanismo.
      Mas a empresa até hoje existe e capta doações para pesquisas.

  29. Libertino Carioca disse:

    Eu fiz um parecido com o Torian III e dá certo (mantenho 20 lâmpadas de LED de 7w acesas por 2 meses). Acho que a farça está no texto acima, não na possibilidade.
    A única verdade é que, o custo final, é muito alto (gastei quase 9 mil Reais só com imãs) e não compensa.

  30. Pedro Jungbluth disse:

    Vale lembrar sempre da Steorn e do seu motor ORBO. A empresa é super séria e anunciou com duas páginas no The Economist que havia achado um gerador de energia infinita.
    Chamou cientistas do mundo inteiro para mostrar sua invenção e colocar o invento à prova. Conseguiu 8 milhões de euros em doações para pesquisa.
    Um juri de cientistas foi escolhido, analisaram por meses e foram taxativos: nenhuma energia era gerada pela sistema.
    Depois, a empresa tentou fazer uma demonstração e o aparelho não funcionou.
    Mais tarde, fizeram uma demonstração que rodou por meses sozinha. Mas usavam uma bateria e nenhuma geração de energia foi identificada.
    Mas mesmo assim, com comprovação que NÃO funciona, ainda assim a empresa mantém um site que propagandeia que eles estão desenvolvendo o orbo e que ele irá funcionar.

    Depois disso, acredito… pelo menos na infinita teimosia humana.

  31. Lucas disse:

    “Impossível tirar energia de coisa alguma”. Tudo bem, citação correta, porém, a força magnética é uma energia, e por sinal natural. Acho que seu site está um tanto desatualizado, pois já existe no japão centros de engenharia que atualmente estão desenvolvendo veículos movidos a energia magnética, e já existem protótipos, a energia inicial pode ser gerada até de uma pilha, acho que gerar força para movimentar um carro através de uma pilha, não é nada mal em?

    • Gilmar Lopes disse:

      Quero ver funcionando! A ciência está sempre evoluindo, concordo contigo! No entanto, ainda não há nenhuma prova concreta que essas máquinas funcionarão de fato.

    • Marcelo disse:

      Algumas observações:
      1 – força não é energia.
      2 – ímãs permanentes não são fonte de energia.
      3 – não existe centro de engenharia no Japão desenvolvendo qualquer coisa com “energia magnética”. Provavelmente você viu um vídeo (fake) sobre uma suposta moto magnética e acreditou…

  32. Elvio disse:

    Sou Engenheiro Eletricista, concordo com a afirmação de que não se pode criar energia do nada, mas devemos nos lembrar que temos formas de energia gratuita que podem ser utilizadas para gerar outra forma de energia. No caso destas máquinas perpétuas, eu aposto naquelas que utilizam a gravidade ou o magnetismo de ímãs permanentes (que são formas de energia gratuita). As máquinas perpétuas que utilizam a gravidade não tem utilidade alguma, a não ser de curiosidade física (brinquedo), pois não tem energia suficiente para gerar trabalho para algo útil,… já as máquinas perpétuas à ímãs permanentes podem ser um dia viabilizadas, e já existem alguns protótipos interessantes. Hoje há ímãs de neodímio que são extremamente poderosos, e podem ser comprados na internet a preços acessíveis. A tecnologia ainda precisa crescer muito para conseguir movimentar algum veículo utilizando ímãs permanentes, fisicamente não é impossível, mas é improvável.

    • Gilmar Lopes disse:

      Mas o sistema deve ser eficiente de forma que os imãs sejam “ligados” e “desligados” para que ocorra movimento! Acredito que pra isso se precise gastar energia.

      • Elvio disse:

        Concordo com você, Gilmar. Como é impossível “ligar” ou “desligar” ímãs permanentes, o mecanismo deverá aproximar ou recuar os tais ímãs utilizando uma fonte de energia externa. Quem sabe alguma máquina híbrida de baixo consumo poderá vir a ser viabilizada?

    • Marcelo disse:

      Caro Elvio, nem a gravidade e nem ímãs permanentes são fontes de energia.
      E a suposta tecnologia é, de fato, fisicamente impossível.

  33. Beiramar Costa disse:

    Há muita mistura de ciência, entusiasmo, fraudes e dúvidas sobre as informações do moto-contínuo. Leis físicas são gerais e “violá-las” é dizer que elas não são verdadeiras. Entretanto há coisas não muito claras, por exemplo: a Segunda lei da Termodinâmica diz que só se produz trabalho em uma máquina térmica acrescentando calor a ela, mas e o que dizer do gelo que perdendo energia se expande e produz movimento e trabalho?Por falar em campo magnético, o magnetismo não é algo muito claro e o terrestre é ainda um mistério, pois as substancias magnéticas perdem essa característica ao serem aquecidas, como no interior da Terra, mas as bússolas e as auroras indicam que existe magnetismo. O problema central é gerar energia através de alguma coisa, com esta ficar “rodando” indefinidamente e ainda poder ser acoplada a um gerador e ficar produzindo energia grátis…é muito mais fácil gerenciar energia do que produzi-la, e isto seria mais prático e racional…Sobre gastar energia para aproximar ou afastar os ímãs de algum ‘hipotético’ moto-contínuo, isto não chegaria a ser problema no contexto global do possível processo:as comportas de uma hidrelétrica gastam apenas uma fração de energia para serem acionadas…

  34. julio disse:

    Dizer que a física e a NOSSA CIÊNCIA provam e demonstram tudo,matematicamente não quer dizer muito.É sabido pelos pesquisadores sérios de ufologia por exemplo,que a NOSSA CIÊNCIA OFICIAL “foge mais do que o diabo da cruz” quando se vê diante de uma situação REAL e da qual ela não pode explicar.Como disse, os pesquisadores sérios de ufologia que o digam, pois sofrem ridicularizações de toda a ordem mesmo tendo vídeos sérios,pesquisados e analisados por pessoas com os mais variados conhecimentos tecnológicos, e dando a sua opinião favorável ao assunto.Além do mais quando no passado alguem falasse de uma máquina pesando centenas de toneladas que poderia voar,das ondas eletromagnéticas,da televisão preto e branco (colorida então nem pensar), simplesmente era taxada de qualquer coisa, menos levada a sério,pois a CIENTIFICAMENTE ERA IMPOSSÍVEL PROVAR
    pois pelas leis de…. blá..blá…blá….
    E assim foram “levando” a humanidade aos caminhos que INTERESSASSEM A ALGO OU A ALGUÉM.E o estranho é que aqueles que eram contra essa ou aquela teoria e que ridicularizavam sempre “por debaixo dos panos” eram detentores de forma direta ou indireta de PODERES como PETRÓLEO, CARVÃO, e os mais variados INTERESSES OS QUAIS ERAM CONDIZENTES COM AS LEIS DA FÍSICA,QUIMICA ETC. ETC. SERÁ?
    Pois

  35. julio disse:

    Dizer que a física e a NOSSA CIÊNCIA provam e demonstram tudo,matematicamente não quer dizer muito.É sabido pelos pesquisadores sérios de ufologia por exemplo,que a NOSSA CIÊNCIA OFICIAL “foge mais do que o diabo da cruz” quando se vê diante de uma situação REAL e da qual ela não pode explicar.Como disse, os pesquisadores sérios de ufologia que o digam, pois sofrem ridicularizações de toda a ordem mesmo tendo vídeos sérios,pesquisados e analisados por pessoas com os mais variados conhecimentos tecnológicos, e dando a sua opinião favorável ao assunto.Além do mais quando no passado alguem falasse de uma máquina pesando centenas de toneladas que poderia voar,das ondas eletromagnéticas,da televisão preto e branco (colorida então nem pensar), simplesmente era taxada de qualquer coisa, menos levada a sério,pois CIENTIFICAMENTE ERA IMPOSSÍVEL PROVAR
    pois pelas leis de…. blá..blá…blá….
    E assim foram “levando” a humanidade aos caminhos que INTERESSASSEM A ALGO OU A ALGUÉM.E o estranho é que aqueles que eram contra essa ou aquela teoria e que ridicularizavam sempre “por debaixo dos panos” eram detentores de forma direta ou indireta de PODERES como PETRÓLEO, CARVÃO, e os mais variados INTERESSES OS QUAIS ERAM CONDIZENTES COM AS LEIS DA FÍSICA,QUIMICA ETC. ETC. SERÁ?
    Se analisarmos de uma forma consciente veremos que NÃO HÁ NENHUM INTERESSE POR PARTE DE NIGUÉM QUE TENHA PODER NO MUNDO QUE UM MOTOR DESSES VENHA A FUNCIONAR, SIMPLESMENTE PELO FATO DO PODER DELES SER AMEAÇADO.Então se alguém construir um motor e PROVAR que funcione vocês acham que esta pessoa será ouvida?
    Novamente venho a me solidarizar com os ufólogos que pesquisam de maneira SÉRIA e que são ridicularizados,pois “PERANTE A NOSSA CIÊNCIA FALAM BESTEIRAS”,e não podem se manifestar.
    Aqui não é questão de acreditar-se ou não em teoria da conspiração e sim de REALIDADE;O PODER FINANCEIRO MUNDIAL TEME UMA CONDIÇÃO ONDE AS PESSOAS POSSAM TER PRINCIPALMENTE “ENERGIA FREE”, TEMEM, TEMEM SIM ASSIM COMO O DIABO TEME A CRUZ.

  36. Marcelo disse:

    O comentário do Julio é de rolar de rir.
    Começa mencionando “pesquisadores sérios de ufologia” !!!

    E termina afirmando que
    “se solidariza com ufólogos que são ridicularizados,pois PERANTE A NOSSA CIÊNCIA FALAM BESTEIRAS,e não podem se manifestar.”

    Pois me parece que tem gente ridícula que realmente fala besteiras, mas que nem por isso deixou de se manifestar, certo?

    Estudar um pouco de Física faria muito bem a alguns…

    • elton disse:

      O mais engraçado ainda é que o cara tem razão e você tá fazendo papel de cético/trouxa! MUITO engraçado mesmo! :)

      • Marcelo disse:

        Papel de trouxa faz quem acredita em besteiras desse tipo (moto-contínuos, free energy, etc), e ainda tem a coragem de se menifestar mesmo sem entender nada do assunto.

        Quem mandou fugir das aulinhas de Física no segundo grau…
        :)

        • elton disse:

          O comentário dele se refere a interesses financeiros por parte das entidades, independente se existe ou não a possibilidade de desenvolvimento no futuro de moto contínuos/perpétuos. E não há esta possibilidade: pelo menos em respeito às leis físicas, NADA prova/provou o contrário. Ninguém aqui precisa estudar Física. O FOCO não era esse. Você mudou de assunto – ou “fugiu”? E outra: A Ufologia não é séria? Acredito que você seja algum adepto/defensor da Ciência mesmo! Estude um pouco o assunto antes de falar besteira! :) /please/

          • Lucho disse:

            Brasil, o país da pseudociência.

            Bem que dizem que brasileiro odeia ciência. Fazer o que, né? Vai continuar a ser, eternamente, um país de índios e de macacos.

          • elton disse:

            O Brasil é mesmo um ‘país de tolos’… e não “todos”. Confiar cegamente no ser humano é tolice. Mas ainda bem que há céticos de vergonha que buscam a VERDADE acima de tudo sem fugir. SEM atropelar a ciência, claro. A Ciência (INSTITUIÇÃO), esta sim, não é confiável por ser formada por conservadores, céticos egoístas e – pasmem! – trolls e religiosos. Protocientistas não confiam e fazem o favor de preencher as lacunas deixadas por estes falsos cientistas, que, por algum motivo, temem a descoberta de algo que os ameace, logicamente.

          • Marcelo disse:

            Um cara que acredita na “seriedade da Ufologia” mostra bem o quão tolo ele é.
            Não há o que discutir com quem não tem senso crítico.
            (e senso do ridículo)
            :)

      • Jorge disse:

        KKKK! Marcelo@
        A coisa é séria. Acredite!

        • Marcelo disse:

          Pois é, já fiquei até com medo de ser abduzido por algum alienígena vingativo…
          (sei de fontes confiáveis que depois que o cara entra num disco voador, nunca mais volta a ser o mesmo)
          :)

          • Lucho disse:

            E por acaso esse pessoal, antes de entrar num disco voador, já era normal? :P

          • Marcelo disse:

            O elton, por exemplo, que certamente se relaciona com outros pseudocientistas, talvez possa esclarecer alguma coisa…

            Diga lá elton, quantos amigos ufólogos já passearam de disco voador?

          • elton disse:

            Entendi! Vocês querem dizer que somos um MILAGRE DE DEUS e que não há vidas em outros planetas (o terdígrado é um exemplo que contradiz isto). Prefiro acreditar em vida extraterrena. :)

          • Marcelo disse:

            Ninguém aqui disse que não há vida em outros pontos do universo.

            Mas é preciso uma enorme dose de ignorância e falta de senso crítico para se acreditar que existam discos voadores alienígenas passeando pela atmosfera da Terra… :)

            Como já foi dito, a Ufologia não é ciência, e nem é séria.

            E, por favor, volte ao foco da thread: motos contínuos.
            (que , a propósito, também pertencem ao mundo da fantasia)

          • elton disse:

            Tente, então, explicar o porquê de toda essa estória de “disco voador” ter começado, baseando-se em toda a História. :)

          • Marcelo disse:

            Ah, sim, devem existir…
            Você também deve acreditar em mula-sem cabeça, lobisomem, saci, etc…
            :)

  37. elton disse:

    Quem não se atualiza ou não migra pra protociência talvez já seja um. Ou é pseudocientista. Agora, vou chamar a galera pra rir das “dancinhas da chuva” logo abaixo. Mas fiquem por aí!

    • Marcelo disse:

      Lamento informar que “ufologia” é pseudociência.

      Para os poucos que têm alguma dúvida sobre isso, seguem alguns links da wikipedia, por exemplo:

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Ufologia
      http://en.wikipedia.org/wiki/Ufology
      http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_topics_characterized_as_pseudoscience#Paranormal_and_ufology

      • elton disse:

        Claro que sim, meu caro. Eu não disse o contrário. Mas eles ajudam, usando de métodos científicos inclusive (por incrível que pareça), a explicar o fênomeno OVNI (por falar em “fenômeno”, visite o Portal Fenomenum). O problema é que em toda a história humana tal fenômeno acontece, sendo documentado por autoridades e historiadores. Parece até mesmo que temos alguma ligação alienígena. A NASA e a Ciência também entraram nessa busca (HipeScience; OVNI Hoje) graças também ao simples fato de não acreditarem em “milagres”, pois ‘dentre o universo inteiro só veio a surgir vida neste planeta?’ – palavras convincentes de ufólogos (fazer o que, né, dessa vez eles têm razão… Acertaram na mosca!) E sabemos que há exoplanetas. Então, nesse assunto, oriento a termos cautela e que toda ajuda é bem vinda, mesmo de ufólogos, desde que usem de métodos científicos para provar suas teorias (creio que se referiram àqueles que NÃO SÃO SÉRIOS; pois os que são só afirmam o que podem provar). E pseudocientista é quem acredita em milagres. :)

        • elton disse:

          Demorei a responder porque meu roteador foi “abduzido”. Mas já trouxe de volta. hehehe :)

        • Marcelo disse:

          A “ufologia” é apenas pseudociência, e não usa o método científico – para quem acha o contrário, onde estão as previsões e experimentos bem sucedidos das teorias sobre ovni’s ? Não existem.

          No máximo, a ufologia se apropria de informações da Astronomia, e de outros ramos da Ciência, na tentativa de se travestir de algo sério.
          Mas os fatos não mentem: a contribuição científica da “ufologia” é nula. Vale zero.

          E, para sua informação, a NASA e a Ciência buscam por sinais de vida em outros lugares do Universo, e não por OVNI’s dançando em frente aos telescópios.

          Enfim, somente ufólogos e ingênuos sem noção é que perdem tempo com essa bobagem toda.
          E, como não poderia deixar de ser, eventualmente alguns espertos aproveitam para vender livros, assinaturas de revistas “especializadas”, e equipamentos para essa turma de “pesquisadores”… :)

          • elton disse:

            Pelo que entendi da parte deles é que os tais “discos” podem ser evidências de que vidas extraterrenas existem realmente e que possuem inteligência, por desenvolverem essas máquinas voadoras. São teorias que eles tentam provar. Sei que este assunto está bombamdo na web, repleto de alegações e avistamentos (somente neste ano).

            E você já ouviu falar de “OVNIS OFICIALMENTE RECONHECIDOS POR CIENTISTAS” e pelas Aeronáuticas? Muito estranho. Isso vai dar muito o que falar, principalmente quando descobrirem a existência dos “macrocéfalos” e que estes nos têm visitado com as tais máquinas voadoras…

            Mantenho minha neutralidade. Por precaução…

          • Marcelo disse:

            Seus amigos “ET’s” fabricam naves a bilhões de quilômetros daqui, chegam até a nossa atmosfera, mas só aparecem para meia dúzia de “pesquisadores”…

            Depois de uma viagem sideral, se limitam a fazer contato visual, sem descer num Central Park, ou num Maracanã, por exemplo.

            É incrível que somente débeis mentais, crédulos, ignorantes, e espertalhões é que consigam “ver” tais aeronaves…

            E os supostos “cientistas” que você cita são apenas ufólogos, ou seja, pseudo-cientistas, que não têm qualquer credibilidade.

            A sua “neutralidade” é a mesma de um dedicado ufólogo…
            :)

          • elton disse:

            Se bem que muitos cientistas também não têm credibilidade. :)

          • Marcelo disse:

            Sim, obviamente todas as áreas da ciência têm picaretas.
            O problema com a ufologia é que TODOS os seus “cientistas” são picaretas.
            Ou pseudo-cientistas.
            Ou débeis-mentais.

            Aliás, conforme já escrevi antes, ufologia é apenas pseudociência, assim como numerologia, astrologia, etc…

            Para não ser injusto, preciso citar outros componentes do grupo dos “ufólogos”: são os crédulos, os ignorantes, e os espertalhões que se fartam de vender quinquilharias aos demais ufólogos…

            Elton, espero que você não fique abalado com essas revelações.
            Afinal, você já foi eleito nosso “ufólogo de estimação” (Lucho)…
            :)

          • elton disse:

            Claro que não, meu amigo. Acredito que deixei claro que não sou “ufólogo”, mas a favor de protociências e defensor de um ceticismo aberto, imparcial. Isto é, não posso deixar de lado as descobertas arqueológicas, os documentos científicos e a História. Acredito na ciência e desacredito da Ciência como instituição (academias, etc.). Como você mesmo disse, ‘Ela está cheia de picaretas’, e concordo plenamente. (Quando alguém confia piamente Nela costumo chamar de “trouxa”. Vamos confiar mas descofiando.)

            Você está certo: na ufologia tem picaretas, mas há as exceções. Tanto, que neste contexto você teria que taxar diversos arqueólogos, historiadores, autoridades e até mesmo Stephen Hawking, físico, de “ufólogos” – e também muitos outros cientistas “de carteirinha”.

            Se ‘nem cientistas e protocientistas buscam resolver a questão’, como foi dito, então por que ridicularizar aqueles que buscam saber a verdade sobre o assunto? Se eles conseguirem provar suas teorias, usando de métodos científicos, estariam, sim, nos fazendo um favor, já que nenhum de nós foi atrás de pesquisar; a não ser ridicularizar e discutir.

            Espero que tenha esclarecido minha posição sobre o assunto e que sou totalmente a favor da ciência, mas não da “Ciência” como instituição, pelo motivo que já foi explicado.

            O fenômeno continua a ser um assunto mal resolvido e carece de mais evidências para ser levado à sério, apesar da grande maioria dos cientistas acreditar em vida extraterrena inteligente – mencionando os buracos de minhoca (e outros) como meio rápido deles chegarem até aqui -, que nosso universo é uma projeção/holograma e, recentemente, em universos paralelos (coisas bizarras que a Mecânica ou Física Quântica e a Matemática já previam há um tempo).

  38. Paulo disse:

    Se alguém fizer uma máquina que funciona com energia livre, seja ela (radiante, do ponto zero, do vacuo,et.),vai ter que explicar de onde vem esta forma de energia.

  39. Paulo disse:

    Ridículo, Muitos Países, pelo mundo sofre com o problema de energia, como, Alemanha, Portugal Inglaterra e outros que nâo possuem recursos Hidrográficos, se fosse possível gerar energia só com imãs, não acham que estes países estariam investindo nisso.com certeza.

Deixe uma resposta

Mais Populares de 2014

Criança prevê tragédia durante a Copa no Brasil e morre em seguida!

Texto conta a triste história de uma criança que teria ...

Neymar fingiu lesão depois de vender a Copa para a Fifa?

Sites mostram que um sósia do jogador da seleção brasileira ...

As urnas eletrônicas brasileiras são 100% seguras?

É verdade que as urnas eletrônicas são totalmente à prova de ...

É verdade que Jucelino da Luz previu a morte de Eduardo Campos?

Cópia de uma carta espalhada pela web mostra que vidente ...

6 Notícias falsas publicadas pela TV Revolta

A TV Revolta, uma das maiores fanpages do Facebook, publica ...