Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

A mulher que cortou a pata de um cachorrinho com facão foi espancada por populares?

Animais

A mulher que cortou a pata de um cachorrinho com facão foi espancada por populares?

A mulher que cortou a pata de um cachorrinho com facão foi espancada por populares?

É verdade que a mulher que foi flagrada em vídeo cortando a pata de um cachorro foi espancada por populares que queriam justiça?

A notícia surgiu em diversos sites e blogs na segunda quinzena de setembro de 2019 e rapidamente se espalhou também em grupos do WhatsApp. De acordo com o texto, a mulher que aparece em vídeo cortando com um facão uma das pata de um cachorro indefeso teria sido espancada por um grupo de populares!

A mulher, de acordo com o texto, teve escoriações por todo o corpo e poderá até ficar cega de um olho.

A notícia ainda afirma que a vítima teria sido socorrida e encaminhada à uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), no Rio de Janeiro com duas costelas quebradas!

Será que isso é verdade?

A mulher que cortou a pata de um cachorro indefeso foi espancada por populares? (foto: Reprodução/WhatsApp)

Verdade ou mentira?

Quem acompanha as nossas checagens aqui no E-farsas vai perceber que essa notícia repete um padrão que já mostramos diversas vezes: Um caso bárbaro (como maus-tratos contra animais), que chamou a atenção da mídia, sempre ganha uma versão afirmando que o agressor foi espancado pela população revoltada.

Relembre, por exemplo, a fake news do segurança de uma rede de supermercados que teria sido espancado por populares após matar um cachorro:

O segurança do Carrefour que matou um cachorro foi espancado por populares em Osasco?

Dessa vez, a notícia aproveitou o “sucesso” de um vídeo onde uma mulher corta uma das patas de um cachorro amarrado para espalhar a notícia falsa de que ela teria sido linchada pela população “em busca de justiça”.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

O primeiro dado que denuncia a farsa é que o vídeo não foi filmado no Brasil, mas no Vietnã.

De acordo informações, o animal ficou sofrendo por dias até que ativistas conseguiram levá-lo ao Hospital de Animais Sasaki em Saigon, no Vietnã.

Depois de semanas na clínica, o cão (uma fêmea chamada Mina) foi transferida para a Estação Animal de Kien Giang e mesmo após inúmeros apelos da sua dona, uma senhora de 57 anos que alegou uma “perda momentânea da sanidade mental”, o cachorro continuou no abrigo*.

Além disso, os sites que começaram a espalhar a notícia afirmando que a agressora teria sido espancada são os mesmos já conhecidos aqui no E-farsas por disseminar notícias falsas!

Atualização 23/09/5019

A partir de links enviados por nossos leitores, descobrimos mais detalhes sobre o assunto. De acordo com a ONG australiana Fight Dog Meat, a remoção da pata ocorreu em setembro de 2017, após a dona da cachorrinha receber inúmeras reclamações dos vizinhos (afirmando que a cachorra estaria atacando as criações vizinhas).

O bicho passou por várias cirurgias e, diferente do que havíamos noticiado (com base em traduções de notícias em espanhol), a cachorra não voltou para a sua dona, ficando em um abrigo para cães.

Conclusão

A mulher que cortou uma pata de um cachorrinho não foi espancada. A filmagem da amputação ocorreu no Vietnã e a cachorrinha, após ser tratada, foi adotada por uma ONG de abrigo para animais! 

*esse artigo foi atualizado no dia 23 de setembro de 2019 para corrigir a informação que afirmava que a cachorrinha havia voltado para a sua dona!

Continue lendo
80 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo