28.9 C
São Paulo
terça-feira, setembro 28, 2021

Capa da Folha de São Paulo de 23/05/2020 elogiou o presidente Jair Bolsonaro?

- Publicidade -

É verdade que o jornal Folha de São Paulo elogiou Jair Bolsonaro, chamando-o de o maior presidente da história do Brasil?

A imagem surgiu no dia 23 de maio de 2020, um dia depois da divulgação de uma reunião ministerial ocorrida no dia 21 de abril de 2020, e foi bastante compartilhada nas redes sociais. Nela podemos ver uma capa do jornal Folha de São Paulo exibindo uma foto do presidente Jair Bolsonaro e com a seguinte manchete:

“O maior Presidente da história do Brasil.”

Ao lado da foto, uma explicação:

“Em reunião, Bolsonaro afirmou que quem fosse elogiado pela Folha ou pela Globo perderia o cargo.”

Será que essa capa é real?

Trecho do texto da reportagem de capa da Folha de São Paulo: “Em reunião, Bolsonaro afirmou que quem fosse elogiado pela Folha ou pela Globo perderia o cargo.”. Será verdade? (foto: Reprodução/WhatsApp)

Verdade ou mentira?

A imagem que circula pelas redes sociais é falsa! Trata-se de uma montagem. 

Logo de cara, um errinho bobo denuncia a montagem: O uso da palavra “presidente” com a inicial maiúscula. Como você pode verificar nos manuais de redação do Estadão e da Folha de São Paulo, os cargos são grafados com a primeira letra minúscula. A mesma norma está descrita no manual de redação e estilo da Secretaria de Comunicação do Governo Federal

Para averiguar se a capa é verdadeira ou falsa, basta uma busca no site da Folha para achar a capa real do jornal publicada no dia 23 de maio de 2020, que foi essa:

Reprodução/Folha de São Paulo

No site da Folha podemos ver que não há nenhuma menção à frase naquele dia.

O presidente disse que quem for elogiado pela Folha será demitido?

- Publicidade -

Verificamos na descrição da reunião ministerial, disponibilizada pelo STF, que o presidente Jair Bolsonaro disse mesmo que quem dos seus ministros for elogiado pela Folha, Globo ou Antagonista será demitido:

“É. Quem não aceitar a minha, as minhas bandeiras, Damares: família, Deus, Brasil, armamento, liberdade de expressão, livre mercado. Quem não aceitar isso, está no governo errado. Esperem pra vinte e dois, né? O seu Álvaro Dias. Espere o Alckmin. Espere o Haddad. Ou talvez o Lula, né? E vai ser feliz com eles, pô! No meu governo tá errado! É escancarar a questão do armamento aqui. Eu quero todo mundo armado! Que povo armado jamais será escravizado. E que cada um faça, exerça o teu papel. Se exponha. Aqui eu já falei: perde o ministério quem for elogiado pela folha ou pelo globo! Pelo antagonista! Né? Então tem certos blogs aí que só tem notícia boa de ministro. Eu não sei como! O presidente…”

Reprodução/STF

Conclusão

A capa da Folha de São Paulo elogiando o presidente Jair Bolsonaro é falsa! Alguém fez a montagem como uma brincadeira e a espalhou nas redes sociais!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

18 COMENTÁRIOS

  1. Eu fico imaginando o VEXAME com a possibilidade (já aconteceu) de pessoas como Carla Zambelli (PSL-SP) e o próprio Bolsonaro caírem (intencionalmente ou não), ele próprios, nessas Fake News que os Bolsomínions inventam. Em outras palavras, o tiro pode sair ou já saiu pela culatra. 😉 KKKKKKKKKKKKKKKKKK! 😀

    • FakeNews, apesar de ser uma palavra nova, ela é usada faz muito tempo e dos dois polos políticos (direita e esquerda). Mesmo a direita que deveria se mostrar mais coerente, acaba se tornando quem eles mesmo mais queimam, a esquerda da mesma forma.

      • @Douglas Gomes de Moura , fico imaginando QUANDO é que os brasileiros irão parar com essa BURRICE de ficar defendendo, idolatrando e/ou endeusando políticos, partidos e/ou ideologias políticas de acordo com seus interesses particulares e começarem a FISCALIZAR, VIGIAR, COBRAR etc permanentemente eles de um modo geral, independentemente de quem sejam. Acho que isso NUNCA irá acontecer, infelizmente. 🙁

  2. Eu fico imaginando o VEXAME com a possibilidade (já aconteceu) de pessoas como Carla Zambelli (PSL-SP) e o próprio Bolsonaro caírem (intencionalmente ou não), ele próprios, nessas Fake News que os Bolsomínions inventam. Em outras palavras, o tiro pode sair ou já saiu pela culatra. 😉 KKKKKKKKKKKKKKKKKK! 😀

    • FakeNews, apesar de ser uma palavra nova, ela é usada faz muito tempo e dos dois polos políticos (direita e esquerda). Mesmo a direita que deveria se mostrar mais coerente, acaba se tornando quem eles mesmo mais queimam, a esquerda da mesma forma.

      • Na verdade Fake News sempre existiu como uma brincadeira. Sites como G17, Sensacionalista, Diário de Barrelas, Diário Pernambucano, MeiUnorte (in memoriam) e o pai de todos eles, o The Onion, são os precursores disso.

        Esses sites nunca usaram de fake news para o mal, como se é usado hodiernamente (gostaram dessa última palavra?).

        • @Lucho, “hodiernamente”!? Você quis dizer ATUALMENTE! KKKKKKKKKKK! 😀 Você tem razão, HODIERNAMENTE e genericamente, Fake News são alegações falsas ou “desinformações” com uma característica importante: a MÁ-FÉ, com o objetivo de criar algo deliberadamente falso para prejudicar terceiros e obter alguma vantagem. Isso diferencia das sátiras, paródias, piadas, enfim, humor em geral como forma de crítica. Aliás, essas e outras coisas precisam ficar BEM CLARAS e DEFINIDAS lá na CPMI das Fake News se eles quiserem criar novas Leis sem cometerem injustiças. Alguns críticos discordam da parte “news” ou “notícias” do termo como incorreto, mas isso não importa muito, a alcunha pegou e ponto final! HODIERNAMENTE, as agências de Fact-Checking se modernizaram e não podem simplesmente classificar uma suposta “notícia” como verdadeira ou falsa (Fake) na ausência ou insuficiência de dados. Há outras classificações como CONSPIRATÓRIO, INDETERMINADO, FORA DE CONTEXTO, NÃO HÁ DADOS etc. As agências PRECISAM (até eu demorei para entender) adotar isso para serem mais precisas; não cometerem injustiças; dar o benefício da dúvida e direito de resposta; manter a confiabilidade e reputação; serem mais neutras, imparciais, apartidárias, incorruptíveis, laicas etc possíveis e; principalmente; para evitarem PROCESSOS JURÍDICOS e outras dores de cabeça. 😐

      • @Douglas Gomes de Moura , fico imaginando QUANDO é que os brasileiros irão parar com essa BURRICE de ficar defendendo, idolatrando e/ou endeusando políticos, partidos e/ou ideologias políticas de acordo com seus interesses particulares e começarem a FISCALIZAR, VIGIAR, COBRAR etc permanentemente eles de um modo geral, independentemente de quem sejam. Acho que isso NUNCA irá acontecer, infelizmente. 🙁

  3. “Em reunião, Bolsonaro afirmou que quem fosse elogiado pela Folha ou pela Globo perderia o cargo. Só estamos testando um negócio aqui.”

    UAHAUHAUHAUAHUAHAUHAUAHUAHAUHAUHAUAHUAHAUHAUHAUAHUAHUAHAUHAUHAUUH

    • @Lucho , ah, é mesmo, não é? 😐 Não prestei atenção nesta parte. Portanto, muito provavelmente foram os OPOSITORES do Bolsonaro que fizeram essa montagem, brincadeira, fake etc. A esta altura do campeonato e devido à falta de dados, não sei se foram os Esquerdalhas, pois Bolsonaro e Bolsomínions estão CHEIOS de “INIMIGOS”. 😐 KKKKKKKKKKKKKK! 😀

  4. Que segue à risca o Manual da Folha é jornalista. Candidatos a concursos públicos têm de seguir a orotografia oficial. …se bem que, muitos advogados e juízes, em sentença, usam próclise quando o verbo está no particípio passado denotando o descuido, ou desconhecimento, do idioma Português (português em minúscula é o patrício de Portugal).

      • @Gilmar Lopes , apesar de você não ser jornalista de fato, você junto com o Marco Faustino (que é jornalista) dão de 10 a 0 ou 7×1 em muitos que se dizem “jornalistas” ou mesmo em muitos jornalistas das grande mídias corporativas (tradicionais e digitais) no quesito checagem. Deveriam ser objeto de estudos para estudantes de Jornalismo, servirem de modelos ou inspiração. 😉

  5. Que segue à risca o Manual da Folha é jornalista. Candidatos a concursos públicos têm de seguir a orotografia oficial. …se bem que, muitos advogados e juízes, em sentença, usam próclise quando o verbo está no particípio passado denotando o descuido, ou desconhecimento, do idioma Português (português em minúscula é o patrício de Portugal).

      • @Gilmar Lopes , apesar de você não ser jornalista de fato, você junto com o Marco Faustino (que é jornalista) dão de 10 a 0 ou 7×1 em muitos que se dizem “jornalistas” ou mesmo em muitos jornalistas das grande mídias corporativas (tradicionais e digitais) no quesito checagem. Deveriam ser objeto de estudos para estudantes de Jornalismo, servirem de modelos ou inspiração. 😉

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui