Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Dois homens foram presos por tentar fraudar 8 mil votos nas eleições dos EUA?

Falso

Dois homens foram presos por tentar fraudar 8 mil votos nas eleições dos EUA?

Dois homens foram presos por tentar fraudar 8 mil votos nas eleições dos EUA?

Numa curta matéria publicada no dia 18 de novembro de 2020, no site da rádio Jovem Pan (arquivo), e disseminada nas redes sociais (Twitter e Facebook), foi mencionado que dois homens foram presos após tentar fraudar 8 mil cédulas de votação nas eleições nos EUA.

Captura de tela mostrando um trecho da matéria publicada pela rádio Jovem Pan.

Como era de se imaginar, essa história ganhou tração em grupos de apoiadores ou simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro! O motivo é bem simples: uma vez que o título é geralmente o único ponto de contato entre o leitor e a notícia, muitas pessoas rapidamente associaram, por conta própria, o caso a uma fraude para eleger o candidato democrata Joe Biden.

Como era de se imaginar, essa história ganhou tração em grupos de apoiadores ou simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro!

Entretanto, será que isso é verdade? Os dois homens foram presos por tentar fraudar 8 mil cédulas de votação? Descubra agora, aqui, no E-farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Falso! Em primeiro lugar, o título é tendencioso, porque leva o leitor a pensar que houve uma tentativa de fraude nas eleições presidenciais norte-americanas. Isso não é verdade. Em segundo lugar, os homens não foram presos por tentar fraudar 8 mil cédulas de votação. Eles sequer foram presos! Na verdade, eles foram acusados por tentar fraudar 8 mil formulários de registro eleitoral.

Cédulas de votação (“voting ballots“) e formulários de registro eleitoral (“voter registration forms” ou “voter registration applications“) são documentos diferentes e duas etapas bem distintas do processo eleitoral dos Estados Unidos.

Em terceiro lugar, mas não menos importante, um dos homens mencionados no texto, Carlos Antonio De Bourbon-Montenegro, nunca foi oficializado como candidato a prefeito da cidade de Hawthorne. Até mesmo porque ele foi acusado duas vezes de tentar fraudar a papelada para ser oficialmente reconhecido como um candidato a Prefeitura da cidade! Aliás, o texto da Jovem Pan também errou na quantidade de eleitores registrados em Hawthorne.

E esses detalhes são muito importantes, porque essa tentativa de fraudar pedidos de registro eleitoral por parte da dupla, a princípio, não visava favorecer um candidato presidencial em específico.

A seguir vamos explicar direitinho essa história para vocês!

Entenda o Caso

No dia 17 de novembro de 2020, o Gabinete do Procurador (equivalente ao nosso Ministério Público) do Condado de Los Angeles emitiu um comunicado de imprensa. Nesse comunicado foi informado, que havia sido impetrada uma ação criminal contendo 41 acusações, contra dois homens por, alegadamente, enviar milhares de pedidos fraudulentos de registro eleitoral em nome de moradores de rua.

O nome desses dois homens? Carlos Antonio De Bourbon-Montenegro (também conhecido como Mark Anthony Gonsalves), 53 anos, e Marcos Raul Arevalo, 34 anos.

Comunicado de imprensa do Gabinete do Procurador (equivalente ao nosso Ministério Público) do Condado de Los Angeles.

Alegadamente, Montenegro apresentou mais de 8.000 pedidos de registro eleitoral fraudulentos entre julho e outubro de 2020.

Ele também foi acusado de falsificar nomes, endereços, e assinaturas em documentos de nomeação, sob pena de perjúrio, para concorrer a prefeito na cidade de Hawthorne. Se condenado, ele poderia ser sentenciado a até 15 anos e 8 meses de reclusão numa penitenciária estadual, enquanto Arevalo poderia ser setenciado a até 7 anos de reclusão.

A Apuração por Parte da Imprensa Norte-Americana

Em agosto de 2020, o site do jornal “The Daily Breeze” noticiou que Montenegro havia entregado a papelada necessária para concorrer ao cargo de prefeito de Hawthorne. Contudo, ele não havia conseguido as 20 assinaturas necessárias de moradores de Hawthorne para se candidatar. Montenegro disse que entregou uma petição com mais de 40 nomes, mas apenas 18 assinaturas tinham sido validadas.

Curiosamente, Montenegro alegava que “pelo menos 20 pessoas” tinham assinado a petição. Esse ponto é peculiar, porque denota que lá em agosto, Montenegro já estava tentando fraudar até mesmo a sua candidatura.

Montenegro já estava tentando fraudar até mesmo a sua candidatura em agosto de 2020.

De acordo com o site “Law & Crime“, ele nunca conseguiu se candidatar oficialmente a prefeito, mas daqui a pouco falaremos melhor sobre isso.

Embora os casos de fraude eleitoral sejam extraordinariamente raros, nosso escritório leva as alegações de fraude a sério e deixamos claro que o condado de L.A. buscará criminalizar indivíduos que se envolverem em comportamento ilegal em toda a extensão da lei.

Proteger a integridade das eleições municipais é nossa maior prioridade. Em última análise, os eleitores devem ter confiança de que seus votos importam e serão contados, e que suas instituições estão seguras. Continuaremos a ser enfáticos ao buscar criminalizar qualquer pessoa que tente minar esses esforços e incentivamos os moradores a relatar qualquer atividade suspeita“, disse Dean C. Logan, escriturário do Escritório de Registros do Condado de Los Angeles, em declaração ao site “Law & Order

Foram Enviadas 29 Cédulas de Votação Por Correio, Mas Nenhuma Cédula Chegou a Retornar e Nenhum Voto Foi Registrado

Segundo a “NBC Los Angeles“, a dupla estava tentando fazer com que o Escritório de Registros do Condado de Los Angeles enviasse cédulas de votação para eleitores que nunca existiram (com nomes fictícios), de pessoas falecidas ou então moradores de rua. Evidentemente, todas essas células seriam posteriormente coletadas pela dupla.

Já a “NBC News” informou que 29 cédulas de votação chegaram a ser enviadas por correio, no início de outubro de 2020, mas que nenhum delas havia retornado e, mesmo que retornassem, elas já tinham sido identificadas e seriam prontamente descartadas.

Portanto, não nenhum voto foi efetivamente computado!

Nosso sistema de controle funcionou. Detectamos as anomalias nos formulários. Identificamos que havia algo de errado com isso. Nós reportamos. Foi investigado rapidamente pelas autoridades competentes“, disse Dean C. Logan.

Segundo Logan, os pedidos de registro eleitoral “tinham um padrão semelhante”, tais como: a mesma caixa postal, números do Seguro Social com mais dígitos do que o normal, além de uma caligrafia semelhante.

O site do jornal “The New York Post” disse que o plano da dupla era fazer com que Montenegro se tornasse prefeito de Hawthorne, e não citou nenhum plano conspiratório para fraudar eleições presidenciais nos Estados Unidos. Aliás, é deixado bem claro no título que eles estavam tentando fraudar eleições em âmbito municipal.

A Confiabilidade do Sistema

Em entrevista ao jornal “Los Angeles Times“, Logan destacou exaltou a confiabilidade do sistema de votação dos Estados Unidos.

O que isso ilustra é que os funcionários dos escritórios eleitorais daqui, assim como do restante do país, levam esse assunto muito a sério. Foram 8.000 registros numa jurisdição que tem 5,8 milhões de eleitores“, disse Logan, observando que as narrativas de fraude divulgadas em todo o país exigiriam que os fiscais simplesmente negligenciassem uma série de más-condutas numa escala muito maior.

Em entrevista ao jornal “Los Angeles Times”, Logan destacou exaltou a confiabilidade do sistema de votação dos Estados Unidos.

De acordo com o Escritório de Registros do Condado de Los Angeles, a população de Hawthorne é de aproximadamente 86.000 habitantes, e a cidade tem cerca de 44.000 eleitores registrados. O número de eleitores que os acusados estavam tentando criar representava cerca de 20% do total de eleitores registrados, ou seja, um salto expressivo!

Para finalizar, Logan destacou que esse caso mostrava como seria difícil fraudar, de maneira generalizada, as eleições nos Estados Unidos.

Carlos Antonio De Bourbon-Montenegro Nunca Foi Oficializado como Candidato a Prefeito

Lembram daquela informação de agosto do “The Daily Breeze“? Pois bem, Montenegro voltou a reenviar sua papelada para tentar concorrer ao cargo de prefeito de Hawthorne no início de outubro deste ano. Contudo, adivinhem? Novamente, ele não conseguiu! Os fiscais detectaram cerca de 32 assinaturas falsas de pessoas mortas ou inventadas por ele!

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Resumindo? Mais uma vez ele não conseguiu o mínimo de 20 assinaturas válidas.

O nome de Montenegro não constou nas cédulas de votação, tampouco seu nome apareceu entre aqueles que concorreram a Prefeitura! Assim sendo, nunca houve a formalização da sua candidatura a prefeito!

Quem Patrocinou Esse Esquema?

Segundo a promotoria, uma gangue de criminosos chamada “MS-13”, além de diversas outras organizações criminosas, estariam por trás dessa tentativa de fraude das eleições em Hawthorne, visto que queriam eleger alguém que gerasse “benefícios” para eles.

Montenegro teria fornecido os nomes e endereços, e os membros das gangues teriam preenchidos so falsos pedidos de registro eleitoral.

O Perfil de Carlos Antonio De Bourbon-Montenegro

Deixamos essa parte por último, porque com certeza é a “cereja do bolo”.

Em seu perfil no Facebook, Montenegro possui apenas 3 amigos adicionados, aparenta ter uma personalidade um tanto quanto excêntrica.

Numa publicação do dia 21 de outubro de 2020, ele acusou o prefeito da cidade, Alex Vargas, que viria a ser reeleito, de ser um predador sexual sem apresentar qualquer evidência nesse sentido. Além disso, ele também acusou Vargas de ter impedido sua candidatura (arquivo).

Ele alegava que Vargas teria tido alguma responsabilidade sobre o fato de não ter sido capaz de coletar o mínimo de assinaturas necessárias para concorrer a prefeito! E, embora tivesse colocado em seu perfil que seria um candidato, ele próprio admitiu que não estava na disputa.

Perfil de Carlos Antonio De Bourbon-Montenegro no Facebook.

Perfil de Carlos Antonio De Bourbon-Montenegro no Facebook.

Para completar, em seu perfil na Amazon, Montenegro se autointitula “mago cerimonial de alto escalão e autor de livros ocultistas”.

Em seu perfil na Amazon, Montenegro se autointitula “mago cerimonial de alto escalão e autor de livros ocultistas”

Ele também possui um podcast intitulado “IGREJA DE SANTUS ILLUMINATUS, RITO ORTODOXO GNÓSTICO” contendo dezenove episódios um tanto quanto peculiares.

Eis o que é mencionado na descrição do seu podcast:

Junte-se ao Pastor Carlos Antonio De Bourbon-Montenegro, Profeta da Igreja Sanctus Illuminatus em Los Angeles, Califórnia, para descobrir como manifestar seus sonhos e desejos em realidade, transformando-se nos arquitetos de seus próprios destinos através da intercessão dos Santos Mistérios Gnósticos da Trindade; o Santíssimo Arcanjo Lúcifer, a Santíssima Divina Mãe Lilith e o Santíssimo Profeta, Jesus Cristo; Revelações dos dias modernos e profecias futuras

Ele também possui um podcast intitulado “IGREJA DE SANTUS ILLUMINATUS, RITO ORTODOXO GNÓSTICO” contendo dezenove episódios um tanto quanto peculiares.

Enfim…

Uma Importante Observação

Na manhã de hoje (19), o site “Conexão Política” também disseminou essa narrativa, conforme podemos ver nessa versão arquivada (1,2):

Na manhã de hoje (19), o site “Conexão Política” também disseminou essa narrativa.

Contudo, algum tempo depois, o título mudou consideravelmente, sem que fosse mencionada qualquer errata!

Contudo, algum tempo depois, o título mudou consideravelmente, sem que fosse mencionada qualquer errata!

Curiosamente, a URL ainda permanece como antes:

Curiosamente, a URL ainda permanece como antes.

Até o momento do fechamento desse artigo não houve nenhuma mudança no texto ou título propagados pela Jovem Pan.

Conclusão

Falso! Em primeiro lugar, o título é tendencioso, porque leva o leitor a pensar que houve uma tentativa de fraude nas eleições presidenciais norte-americanas. Isso não é verdade. Em segundo lugar, os homens não foram presos por tentar fraudar 8 mil cédulas de votação. Eles sequer foram presos! Na verdade, eles foram acusados por tentar fraudar 8 mil formulários de registro eleitoral.

Cédulas de votação (“voting ballots“) e formulários de registro eleitoral (“voter registration forms” ou “voter registration applications“) são documentos diferentes e duas etapas bem distintas do processo eleitoral dos Estados Unidos.

Em terceiro lugar, mas não menos importante, um dos homens mencionados no texto, Carlos Antonio De Bourbon-Montenegro, nunca foi oficializado como candidato a prefeito da cidade de Hawthorne. Até mesmo porque ele foi acusado duas vezes de tentar fraudar a papelada para ser oficialmente reconhecido como um candidato a Prefeitura da cidade! Aliás, o texto da Jovem Pan também errou na quantidade de eleitores registrados em Hawthorne.

E esses detalhes são muito importantes, porque essa tentativa de fraudar pedidos de registro eleitoral por parte da dupla, a princípio, não visava favorecer um candidato presidencial em específico.

Continue lendo

Jornalista, redator, e pesquisador de comunicação social com foco no combate a disseminação de notícias falsas. Colaborador do site de verificação de fatos E-farsas.com desde janeiro de 2019. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos, além de casos supostamente sobrenaturais.

2 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo