20.2 C
São Paulo
sábado, novembro 27, 2021

Enfermeiro transmite HIV ao medir taxa de glicose no centro da cidade!

- Publicidade -

Será verdadeira a história do enfermeiro que está contaminando as pessoas nas ruas do centro com HIV ao medir a taxa de glicose dos transeuntes?

A história apareceu nas redes sociais no final de março de 2014 – principalmente entre os usuários do Facebook e do WhatsApp – e alerta aos leitores sobre um suposto enfermeiro que estaria contaminando as pessoas nas ruas do centro da cidade com sangue contaminado com HIV. O alerta afirma que o criminoso estaria enganando suas vítimas sob o pretexto de realizar um exame de glicose nos pedestres.

O texto também diz que a Vigilância sanitária teria pedido à Polícia Militar e à Civil para que avise à população sobre o perigo de se realizar testes gratuitos de taxa de glicose na rua e vem acompanhada da foto do suspeito dos crimes.

Enfermeiro estaria contaminando as pessoas com HIV nas ruas do centro! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Facebook)
Enfermeiro estaria contaminando as pessoas com HIV nas ruas do centro! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdadeiro ou falso?

O texto é claramente um boato virtual! Possui algumas das características que denunciam a farsa:

  • É cheia de erros gramaticais;
  • Não cita nenhuma fonte;
  • Possui um tom alarmista;
  • Trata de um assunto que chama a atenção de muitos leitores;
  • Acrescenta nomes de instituições idôneas para dar mais credibilidade ao assunto;

Não encontramos nenhum aviso oficial feito pela Polícia Militar ou pela Vigilância Sanitária sobre o suposto enfermeiro. Apenas sites e blogs que reproduziram a notícia.

Também não faz sentido a Vigilância Sanitária pedir à Polícia Militar que avise aos cidadãos. A própria Vigilância podia emitir o alerta. A Polícia Militar (ou a Civil, dependendo da versão) já poderia ter prendido o suspeito (apesar de sabermos como funciona a justiça aqui no Brasil…) ao invés de ficar, simplesmente, mandando alertas à população.

No caso, quem inventou esse boato inseriu os nomes da Polícia Civil (ou Militar, dependendo da versão) e da Vigilância Sanitária apenas para conseguir um pouco mais de credibilidade ao texto.

Versões

Além disso, o boato já ganhou diversas versões. Numa delas o enfermeiro é uma mulher, que estaria contaminando as pessoas no Espírito Santo (desmentida na Gazeta Online). A Folha Vitória ajuda a desmentir o rumor e ainda acrescenta que a assessoria da Secretaria de Saúde do Estado confirmou que tudo não passa de boato.

Versão que circula pelo Facebook diz que o criminoso seria uma mulher!
Versão que circula pelo Facebook diz que o criminoso seria uma mulher!

- Publicidade -

Em outra versão, o enfermeiro estaria praticando seu estranho crime em Manaus, capital do Amazonas (desmentida pelo jornal A Crítica).

Criminoso da foto

O rapaz que aparece na foto é, na verdade, um retrato falado de um foragido da justiça desde o dia 20 de março de 2014. De acordo com o jornal Rede Amazônica, ele está sendo procurado pela polícia por estuprar uma adolescente de 16 anos. Em depoimento, a vítima foi abordada pelo sujeito em uma parada de ônibus em um bairro na Zona Norte de Manaus e, com um revólver, a conduziu para o matagal.

Conclusão

A história é falsa! Ao realizar testes que envolva sangue (ou outros fluídos corporais) na rua, observe se o local é limpo e se os objetos que serão utilizados no teste são descartáveis.

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

3 COMENTÁRIOS

  1. Pessoas vestidas de branco vão passar de casa em casa para medir a taxa Glicemica dos moradores.
    Não deixem !

    É um grupo de aidéticos para transmitir o vírus.
    A mando da baleia azul.

    Compartilhem !

    O Alerta foi feito hoje pela Polícia Militar.

    Segue a mensagem:

    Amigos e populares, a Vigilância Sanitária e a PM acabam de informar que um grupo de aidéticos está em várias cidades abordando as pessoas para que elas façam a medição da glicose.

    Se você for abordado, DENUNCIE ! Ligue 190 !

    Este suposto teste está passando o vírus HIV…

    Obs: Eles estão se passando por um grupo de enfermeiros estudantes.

    CUIDADO ! É muito sério !

    Vamos espalhar para outros grupos… ?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui