16 C
São Paulo
sábado, outubro 1, 2022

Espuma é usada no abate de milhares de frangos de uma vez!

- Publicidade -

Foto que circula pelas redes sociais mostra espuma assassina que consegue matar mais de 1.000 frangos em 1 minuto. Segundo o texto, as aves são abatidas para consumo humano! Será verdade?

A imagem não é nova, mas voltou a circular pelo Facebook e em diversos sites de proteção aos animais pelo Brasil. De acordo com a notícia, uma espuma – aquela de lavar carros – está sendo usada por criadores de aves no sul do país para o abate em massa de frangos.

Mas será que essa história é verdadeira ou farsa?

Imagem que circula no Facebook mostra aves morrendo por asfixia de espuma!
Imagem que circula no Facebook mostra aves morrendo por asfixia de espuma! Verdadeira ou farsa?

De fato, a tal espuma existe! Mas os frangos abatidos não vão para a panela.

A nova tecnologia é usada para o extermínio de aves infectadas com alguma doença. A medida parece assustadora, mas trata-se de um modo de se controlar epidemias e evitar que casos como o da gripe aviária, por exemplo, se espalhem pelo país.

Em uma reportagem da revista Dinheiro Rural de abril de 2010, o superintendente federal do Ministério da Agricultura, Francisco Van de Casteele, afirmou que ferramentas de extermínio rápido de grandes plantéis de aves, em eventuais casos de ocorrências sanitárias, é uma exigência do plano de emergência avícola. “Trata-se de uma avançada tecnologia, extremamente útil dentro do plano de emergência avícola”, explicou Francisco à revista.

Um estudo publicado na Revista USP mostra a eficácia no abate dos animais por asfixia. Segundo o artigo, a morte das aves é muito rápida e não causa nenhum sofrimento. “O sacrifício humanitário objetiva proteger a saúde pública, eliminar animais fontes de infecção e comunicantes para proteger os susceptíveis, manter a saúde dos plantéis avícolas de uma nação e manter ou restaurar o status de país livre de doença, com finalidade de preservar a competitividade e recomendada quando da ocorrência de surtos ou epidemias., diz um trecho do artigo.

A máquina de matar

O site Brasil Econômico afirma que a máquina de espuma assassina foi comprada em maio de 2010 por um grupo de empresários de Santa Catarina. O valor do investimento: R$ 170.000,00.

A máquina da espuma assassina foi lançada há dois anos pela Kifco, uma empresa que fabrica equipamentos para irrigação de Havana, em Cuba em Illinois, EUA (obrigado pelo toque, Everson).

Revolta e indignação

- Publicidade -

Apesar de a máquina ser usada em casos de doenças e para se evitar a propagação de contágios,  muitos ativistas e protetores dos animais não gostaram nada nada dessa história e lançaram várias campanhas e abaixo-assinados contra a espuma assassina. A ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais) , por exemplo, solicitou que se façam protestos contra o uso da máquina no país.

Conclusão

A espuma assassina existe mesmo. Mas o seu uso é recomendado apenas em casos extremos, para o controle de epidemias. As aves mortas não são consumidas.

Colaborou conosco o leitor Bruno S. Mokarzel.

Sites citados

 

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

20 COMENTÁRIOS

    • Simples, custaria muuuuuuuuito mais caro abater o frango na granja do que na mesa de beneficiamento, onde eles já são abatidos, só o transporte custaria mais que a carne em si e seria economicamente proibitivo.

  1. Engraçado que sempre quando aparece algum assunto polemico relacionado a animais em abatedouros, os humanistas-zinhos de merda só pensam na saúde humana, se o animal ira ou não ser consumido pelos humanos, nos animais mesmo ninguém ta nem ai.

    • Hoje em dia ninguém está nem aí para os humanos também. Já se defende abertamente o infanticídio até os 2 anos de idade e na Holanda, onde a eutanásia é liberada, já há idosos fugindo e se internando em casas de repouso de outros países, principalmente Alemanha.

      Há também os que querem cassar o direito à maternidade das pessoas de baixa renda, para poderem fechar as “fábricas de marginais”, como disse Sérgio Cabral.

  2. Não produzo nenhum alimento, mas preciso consumi-lo, pelo menos, três vezes ao dia. Assim como eu, mais de sete bilhões de pessoas têm essa necessidade. É muito fácil falar, quando a responsabilidade de preservar a saúde pública não está em nossas mãos. Se os meios para isso são questionáveis, que haja discussões para resultar em alternativas possíveis. Acho que há problemas mais sérios neste país que merecem toda a nossa indignação.

  3. O pior de tudo é saber que foi testado e demonstrado sua eficácia para possíveis compradores usando animais saudáveis…(como pode ser o caso da foto, por exemplo)…

    • “O PIOR É SABER”…?!!! Tem certeza de que você sabe mesmo?

      Então me diga: por que utilizar 15.000 frangos SAUDÁVEIS numa demonstração que poderia ser feita com apenas uns 10 ou 12…?

      Pense, Michele! Pense!

  4. não tenho nada contra matar para se alimentar,estamos acima de alguns animais na cadeia alimentar,matar para sobreviver faz parte da natureza desde que o mundo é mundo,o que eu acho errado são seres que são mortos apenas por mero capricho como animas mortos para se fazerem peles,ou caçar baleias e golfinhos que são seres que são mortos por mero capricho,na natureza os animais sempre se valeram de meios horriveis para matar suas presas desde esmagando as na boca e digerindo ainda vivas,até coisas mais alienigenas como inserir veneno em suas entranhas para derreter a carne e os ossos por dentro e ate mesmo colocar seus ovos na criatura para que os filhotes a devorem quando nascerem

  5. O fato da técnica não ser usada “para o consumo” não significa que ela não seja “decorrente do consumo”… portanto, não há boato: esse abate cruel de milhares de frangos por asfixia existe mesmo. O homem sacrifica diariamente BILHÕES de animais, apenas para manter hábitos alimentares que nem ao menos são saudáveis…. é a morte pelo puro prazer… quem consome estimula e financia essa carnificina, ainda que sem se dar conta, pois existe outro modelo de vida (vegetariano) que, além de mais barato, é viável e saudável (nesse ponto, falta muita divulgação)

    • É barato pq a maioria consome carne. Se nao existir mais frango e todo mundo resolver comer alface, nao vai sobrar um talinho pra vc e pra ninguem que tenha menos q 1 milhao na conta.

  6. Só uma coisa, não tem nada a ver com o tema em si, mas acho importante corrigir uma informação no texto em relação a empresa Kifco q fabrica a máquina, ela não é de Havana Cuba (ja q Cuba não permite empresas privadas) mas da cidade de Havana em Illinois, EUA. esse é o tipo de erro q pode minar a credibilidade do site.

  7. Isso de matar as galinhas e outros animais para Controlo Sanitário e evitar Epidemias não é desculpa!
    Não é sequer Lógico!
    É apenas um meio barato, ESTÚPIDO, Injusto e GENOCIDA de matar indiscriminadamente!

    Pela mesma lógica, para proteger toda a População Humana, teríamos de juntar todos os Humanos infectados com qualquer doença infecto-contagiosa e exterminá-los!
    Não seria muito diferente dos Campos de Concentração Nazis, Comunistas, Sionistas e afins!
    Quais foram os resultados? Os Judeus não foram extintos, como também não foram extintos os Anti-Comunistas nem os Palestinianos!

    Da mesma forma, não serão erradicadas as doenças nem os vírus que afectam/atingem Peixes, Aves e Animais e que poderão depois contagiar os Humanos!
    NÃO HÁ EVOLUÇÃO CIENTÍFICA, SOCIAL NEM CIVILIZACIONAL A PARTIR DO EXTERMÍNIO, qualquer que ele seja!!!
    Qualquer Extermínio é apenas sinónimo de uma coisa… BARBÁRIE!!!

  8. E, já agora, é IMPOSSÍVEL toda a População Humana ser Vegetariana!
    Não é sequer Ecologicamente viável!
    E para quem tanto quer defender os animais por não os comer e não os matar, nem sequer vê que estaria a condená-los a uma Extinção Massiva, pois deixariam de ter utilidade para os Humanos e já sabe bem como os Humanos tratam aquilo que já não lhes é útil!

    1- O Planeta Terra não dispõe de Solo Arável minimamente suficiente para comportar tal tipo de Agricultura tão Massiva e Intensiva!
    2- O Planeta Terra não dispõe de Água Doce suficiente para irrigar tais níveis de Agricultura Massiva e Intensiva!
    3- Caír-se-ia no erro de aumentar exponencialmente a Destruição das Florestas Húmidas e Tropicais para que houvesse mais terreno para a Agricultura
    4- O Solo das Florestas Húmidas e Tropicais, ao contrário do que possa imaginar, É POBRE e NÃO SERVE para Agricultura, causa a Esterilização dos Solos e apenas cria Desertificação, perda de recursos de Água Doce, seca dos Lençóis Freáticos e Sub-Freáticos
    5- Aumentaria ENORMEMENTE o Efeito de Estufa, por não haver níveis de Água suficiente que permitissem o Equilíbrio das Trocas Gasosas com a Atmosfera, passando a haver apenas uma concentração massiva de CO2, CO, S, etc, nas camadas mais baixas da Atmosfera, o que daria origem a chuvas cada vez mais ácidas, o que iria apenas destruir produções agrícolas onde estas existissem
    6- Haveria uma Fome Global por falta de Alimento (vegetais), com consequente aumento das Tensões e Conflitos Sociais e mesmo das Guerras entre os vários Estados, colapsando toda a Economia (Capitalista e toda e qualquer outra Não-Capitalista), o que levaria apenas a que se esta “Crise” já é o que é, essa nova Crise seria o completo, absoluto e total CAOS!
    7- Novamente, porque o instinto Humano, tal como o de qualquer outra Espécie é o da Sobrevivência, novamente os Humanos se virariam para a Alimentação Animal e MUITO provavelmente também Canibal (sendo que para a Alimentação Animal existir, é necessário que haja Alimentação Vegetal, que já seria BEM escassa), pelo que seria um fracasso aínda maior do que o do Comunismo!

    Isto de defender teorias baseando-se apenas em opiniões, em modas, em tertúlias ultra-superficiais, sem sequer se ter em conta nem os Factos, nem os Estudos, nem a Ciência, nem a História, nem a Antropologia, dá nisto!
    É preciso ver-se para além do óbvio! É preciso analisar as coisas de forma Profunda, Abrangente e Inter-Disciplinar!
    O problema não está no abate de animais para consumo Humano!
    O problema está NA FORMA como os Animais são criados e na forma como são abatidos!
    É isto que tem de ser mudado! E urgentemente!
    Não é uma mudança de Regime Alimentar que é necessária…
    É uma Mudança de Consciência Zoo-Sócio-Alimentar!!!

  9. tem um bocó dizendo q matar frangos assim é barato e rápido, barato o caramba, o criador, além de perder todos os frangos e comida investidos nele, tem q comprar uma máquina q custa 170mil, se o cara matar 170mil frangos, cada frango vai custar 1 Real (tvz dolar, nao vou voltar pra ler a matéria), além da comida q ele já consumiu, os remédios q ele já tomou e tudo q ele já gastou….

    Agora, nunca vi abaterem frango no criadouro, e normalmente as fotos q mostram isso, mostram dessa forma, uma granja e a sugestão que o abate para consumo é feito ali mesmo…

    Não, o frango, quando pronto para o abate, vai para um frigorífico, um local específico e muito limpo (são lavadas as máquinas umas 3vezes ao dia, e a fiscalização sanitária tá sempre em cima…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui