15.2 C
São Paulo
quinta-feira, maio 13, 2021

Greta Thunberg disse para os chineses pararem de fazer hashi com árvores de desmatamento?

- Publicidade -

É verdade que a ativista ambiental sueca Greta Thunberg disse para os chineses pararem de derrubar árvores para fazer pauzinhos, mas foi avisada que o hashi é feito de bambu?

O texto ganhou força em compartilhamentos nas redes sociais e em grupos do WhatsApp no final de abril de 2021 e narra uma saia justa pela qual a ativista ambiental Greta Thunberg teria passado em um encontro com chineses. Segundo o que diz no texto, Greta teria pedido aos chineses que parassem de derrubar árvores para fazer hashi (os pauzinhos usados como talher por orientais e asiáticos), mas teve uma resposta não muito elegante, pois os chineses teriam a aconselhado a voltar para a escola para  aprender que os hashis são feitos de bambu.

Além disso, completa o texto, a adolescente teria passado uma vergonha ainda maior quando os chineses a aconselharam a não usar papel higiênico, visto que ele é feito de madeira!

Será que isso é verdade ou mentira?

Texto de uma das versões compartilhadas em grupos de WhatsApp no final de abril de 2021: “Estava quieta. Deveria ficar calada. Greta Tunberg convidou os chineses para pararem de usar seus palitos tradicionais e salvar centenas de árvores. Os chineses aconselharam Greta Thunberg a regressar à escola, onde ela aprenderá que os palitos são feitos de bambu, e que o bambu é uma planta, não uma árvore. E aconselharam que ela parasse de limpar o rabo com papel higiênico porque na verdade é feito de madeira!” (foto: Reprodução/WhatsApp)

Verdade ou mentira?

O hashi é usado como talher em uma tradição milenar entre os povos do Extremo Oriente, como a China, o Japão, o Vietnã e a Coreia. Apesar de ser popular a versão feita com bambu, o hashi também pode ser de madeira, marfim ou metal, e de plástico mais recentemente.

Sobre o papel higiênico, curiosamente, ele também surgiu na China. O primeiro uso de papel higiênico na história humana data do século VI, na China medieval, quando no ano de 589 o funcionário público Yan Zhitui escreveu sobre o uso desse importante item de limpeza corporal.

O papel higiênico brasileiro é feito com papel reciclado ou com a polpa da madeira sustentável de eucalipto, como mostra o vídeo abaixo:

Greta Thunberg disse isso?

Procurando por publicações em outros idiomas sobre o assunto, descobrimos que essa história envolvendo o tal pedido da adolescente aos chineses circula desde janeiro de 2020, quando uma postagem sobre o suposto discurso da ativista surgiu no Twitter, sem nenhuma fonte, e em inglês:

- Publicidade -

Alguns meses depois, em abril de 2020, a agência de checagem norueguesa Faktisk tentou localizar provas de que Greta Thunberg disse algo relacionado a hashis e desmatamento e não encontrou nada sobre isso ter acontecido.

Outra agência, só que da Dinamarca, também tentou rastrear a origem e provas da veracidade dessa história, mas também não encontrou nada…

Em resposta à agência Reuters, a assessoria de imprensa da menina negou que ela tenha feito tal afirmação a respeito dos hashis. 

Antes de finalizar, gostaríamos de deixar essa matéria de 2013 do jornal norte-americano  Washington Post que levantou na ocasião que cerca de 80 bilhões de palitos descartáveis eram produzidos anualmente na China. Isso, segundo o jornal, fazia com que cerca de 20 milhões de árvores fossem cortadas por ano, “destruindo florestas” para alimentar a tradição, afirmava o texto.

De acordo com essa matéria de 2013 do jornal Epoch Times, as próprias autoridades chinesas tem consciência disso. Tanto é que eles já haviam aumentado em 5% os impostos para esses utensílios, em 2006, e em 2008, várias celebridades chinesas fizeram uma campanha para que o povo parasse de usar o tal hashi.

É… talvez, se a Greta tivesse mesmo pedido para os chineses pararem de comer com hashi para preservar o meio ambiente, não estaria de todo errada…

Conclusão

Não há provas de que a ativista ambiental Greta Thunberg tenha pedido aos chineses que parassem de comer de “palitinho” para acabar com o desmatamento! Notícia falsa!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui