Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

A história da vida de Jesus é uma cópia da mitologia de Hórus?

Conspirações

A história da vida de Jesus é uma cópia da mitologia de Hórus?

E verdade que a história de Jesus Cristo foi copiada da mitologia egípcia que conta a história do deus Hórus? Jesus é um plágio?

Há muitos anos (sempre próximo ao Natal) circula pela web um comparativo alegando que os principais fatos narrados a respeito da vida de Jesus Cristo seriam iguais às passagens de deuses anteriores ao cristianismo, como as da vida de Hórus.

De acordo com o comparativo, o deus da mitologia egípcia Hórus teria “servido de inspiração” para a criação da história de Cristo, milhares de anos depois, mas será que isso é verdade?

Para descobrir, vamos analisar esses tópicos agora:

Imagem que circula pela web mostra semelhanças entre Horus e Cristo! Será verdade?

Verdade ou mentira?

Dentre as várias versões que se espalharam por aí, escolhemos essa, que enumeramos a seguir:

Hórus

  1. História escrita há mais de 5.000 anos
  2. Nascido da virgem Isis
  3. No dia 25 de dezembro
  4. Uma estrela guiou três sábios até o local onde ele estava
  5. Foi ao Egito para escapar da fúria de Typhon
  6. Batizado quando tinha 30 anos por Anup o Batizador
  7. Teve 12 discípulos
  8. Fez milagres e andou sobre as águas
  9. Ressucitou El-Azur-U dos mortos
  10. Alguns de seus títulos: A verdade, a luz, o caminho, o bom pastor, a luz, caminho, o bom pastor, o messias, luz no mundo, estrela da manhã
  11. Foi crucificado, enterrado e ressuscitou

1 – História escrita há mais de 5.000 anos

A mitologia de Hórus data de cerca de 4.400 anos antes da Era Comum e surgiu no Egito. Os egípcios tentaram estabelecer um sistema de deuses incluindo-os em tríades, ou grupos de 9 deuses. No caso de Hórus, temos Seb, Xu, Osíris, Ísis, Set, Néftis, Nut, Tefnut e Hórus.

Hórus é segunda pessoa da divina família egípcia, composta por Osíris, o pai, Hórus, o filho e Ísis, a mãe. De acordo com uma lenda difundida no Antigo Egito, Hórus foi concebido por Ísis, quando Osíris, seu pai, já estava morto.

2 – Hórus nasceu de uma virgem?

Falso! a mãe de Horus não era virgem. De acordo com a mitologia, Ísis era casada com Osíris e não há nenhum estudo apontando ou sequer supondo que ela não teve relações com o marido depois de casada. A história conta que Seth havia matado e desmembrado Osíris e Ísis reconstruiu o corpo do marido, tendo relações íntimas com ele.

Algumas versões afirmam que Ísis usou um pênis feito à mão por não ter encontrado essa parte do corpo do falecido. Ou seja, a concepção de Hórus não foi igual à de Cristo (que, de acordo com a Bíblia, foi concebido quando uma pomba pousou sobre Maria).

3 –   Ele nasceu no dia 25 de dezembro?

Não há consenso sobre a data de nascimento de Horus. A teoria mais aceita é a de que Hórus teria nascido durante o mês de Khoiak (outubro/novembro). Só que há pelo menos 3 datas assinaladas como a que seria o nascimento dessa divindade egípcia e uma delas é 25 de dezembro (uma teoria pouco aceita, sabendo-se que o calendário egípcio era muito diferente do calendário gregoriano). No entanto, mesmo que ele tivesse nascido “bem no Natal”, não há em nenhum documento (tampouco, na Bíblia) a respeito de Jesus Cristo ter nascido no dia 25 de dezembro!  

A idéia de celebrar a Natividade em 25 de dezembro foi sugerida no início do século IV, como parte de um movimento da Igreja para tentar diminuir as festividades de uma religião pagã rival, o Mitraísmo, que ameaçava a existência do cristianismo.

4 – Uma estrela guiou três sábios?

Algumas versões afirmam que Hórus (assim como Jesus) teria nascido em uma manjedoura. Só que Hórus nasceu em um pântano, segundo estudos a respeito dos documentos a respeito dessa divindade.

Diferente do que é espalhado por aí, o nascimento de Hórus não foi anunciado por nenhuma estrela no Oriente e, pra completar, não essa história de “três sábios” não existe nem na história de Hórus, e nem no nascimento de Jesus. Só pra deixar claro, a Bíblia não informa o número de sábios e também não diz que eles estavam presentes no nascimento de Cristo.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Os 3 sábios (que posteriormente viraram 3 reis magos), segundo a Bíblia, não chegaram a ver Jesus na manjedoura. Crescemos com essa ideia talvez por causa dos presépios, que em sua maioria colocam as imagens dos 3 visitantes ao lado do Menino Jesus na manjedoura. Segundo o evangelho, a Estrela os guiou até o rei Herodes, que afirmou não saber o paradeiro do menino.

Os 3 reis magos sempre são representados em presépios, mas eles não chegaram a ver Jesus na manjedoura! (foto: Reprodução)

5 – Foi ao Egito para escapar da fúria de Typhon

De acordo com o livro Osiris: deus do egito, de Marcelo Hipólito, Hórus nunca chegou a sair do Egito (até porque lá seria o seu país natal). Não encontramos nenhuma referência sobre essa alegada fuga. O que se sabe é que Hórus teria fugido de Seth, mas tentou se esconder no rio Nilo (que fica no próprio Egito).

6 – Foi batizado quando tinha 30 anos por Anup o Batizador

Não há nenhuma passagem a respeito de “Anup o Batizador” na história de Hórus e, além disso, não havia o costume do batismo nas águas no Egito antigo. Um tipo de batismo, herdado dos Sumerianos, era um ritual dedicado à deusa Isis. Era representado com uma pomba branca, para o Ka, ou alma do seu filho Hórus, que reencarnava no novo Rei do Egito.

Um ritual próximo ao batismo cristão era feito com uma pomba sobre a cabeça do próximo rei!

7 – Hórus teve 12 discípulos?

De acordo com a mitologia, Hórus teve 4 discípulos (chamados de ‘Heru-Shemsu’). Também encontramos referência sobre 16 seguidores de Hórus e de outro grupo de seguidores chamados de ferreiros (ou “mesnui”). Eles teriam se juntado a Horus em batalha, porém nunca são numerados.

8 – Fez milagres e andou sobre as águas?

Como toda divindade que se preza, Hórus fez milagres, mas não há histórias sobre ele ter andado sobre as águas. Inclusive, conta-se que ele foi jogado nas águas, mas não há nada sobre ele caminhar sobre ela.

9 – Ressuscitou El-Azur-U dos mortos

Em algumas versões, “El-Azur-U” vira “El-Osiris”, numa tentativa de afirmar que Hórus teria trazido o pai de volta à vida. Em outras versões, “El-Azur-U” vira “El-Azarus”, convenientemente numa clara tentativa de se assemelhar à “Lázarus”, ressuscitado por Cristo de acordo com os evangelhos.

Acontece que não há nenhuma passagem na mitologia de Hórus afirmando que ele teria ressuscitado alguém e muito menos El-Azur-U, cujo o nome (e suas variantes) sequer fazem parte da mitologia do Egito Antigo!

10 – Hórus teve algum desses títulos?

Não há passagens afirmando que Hórus era também chamado de “A verdade, a luz, o caminho, o bom pastor, a luz, caminho, o bom pastor, o messias, luz no mundo, estrela da manhã”. O deus egípcio era chamado de “Grande Deus”, “Comandante dos Poderes”, e “Vingador do Seu Pai”.

O termo “Messias” vem de “Mashiach, o Ungido” e é um termo hebreu , não egípcio.

11 – Foi crucificado, enterrado e ressuscitou? 

A pena de crucificação como execução de criminosos é uma invenção persa e cartaginesa, muitos milênios depois da criação da mitologia egípcia! Portanto, Hórus nunca foi crucificado. A história não oficial (mas é a única sobre a sua morte) afirma que ele foi desmembrado e que seus pedaços foram jogados na água, sendo “pescados” um tempo depois por um crocodilo a pedido de Isis.

Conclusão

Embora muitos textos que circulam pela web afirmarem que a história de Jesus Cristo tenha sido copiada da mitologia egípcia de Hórus, grande parte dos comparativos entre essas histórias é inventada!

*com a colaboração do André do Ceticismo.Net

Continue lendo
91 Comentários

91 Comments

  1. Gabriel Boulhosa Piñeiro Pires

    18 de março de 2018 em 20:06

    E, vendo eles a estrela, regoziram-se muito com grande alegria.
    E, entrando na casa, acharam o menino com Maria sua mãe e, prostrando-se, o adoraram; e abrindo os seus tesouros, ofertaram-lhe dádivas: ouro, incenso e mirra.
    E, sendo por divina revelação avisados num sonho para que não voltassem para junto de Herodes, partiram para a sua terra por outro caminho.

    Mateus 2:10-12

    É mentira que os reis magos não visitaram Jesus. Eles ainda presentearam com ouro incenso e mirra!

    • Fanuel Rocha Mota

      20 de março de 2018 em 15:51

      Leia de novo: “a Bíblia não informa o número de sábios e também não diz que eles estavam presentes no nascimento de Cristo”

      A passagem bíblica que você citou fala claramente que eles estavam em casa e não numa estrebaria, onde Jesus nasceu.

    • Lia

      29 de abril de 2018 em 1:48

      Putz!!! Acho que depois de tanto tentar, consegui deixar um comentário sobre esta MERDA de matéria. Só vim para dizer que nem li. 😀
      Bjos.
      (coisas inúteis da internet…..)

      • Carlos hortencio

        29 de novembro de 2019 em 7:40

        Não leu porque vc não quis

      • Eduarda

        28 de janeiro de 2020 em 13:51

        Se fosse inútil acredito que vc nao teria pesqisado e chagado aqui querido.

    • sigfried

      15 de novembro de 2019 em 16:02

      é tú tava lá pra presenciar

    • Marcos

      24 de março de 2020 em 20:13

      Gilmar, Gilmazinho, diz aí meu chapa qual máfia religiosa está te pagando eh.. para defender o cristianismo.? Mentido descaradamente com relação aos magos. Pq só se for a sua Bíblia que é diferente. .. Joshua ou jesus nunca existiu seu babaca!!

    • Andrey Nunes Grellert

      31 de julho de 2020 em 17:38

      Mas esse erro deles não torna diminui o mérito em provar que a comparação é falsa.

  2. Geovana

    20 de março de 2018 em 21:17

    Estava muito bom até o trecho “…dedicado ao Deus Isis”. Isis é Deusa, e não Deus, na mitologia egípcia.
    O e-farsas não sabe nem quem é Deus e Deusa e quer dar aula de mitologia? Melhor pesquisar mais um pouquinho pra não passar vergonha.

    • Gilmar Lopes

      21 de março de 2018 em 8:27

      Pronto! Corrigi esse erro terrível. Deu um trabalhão mudar de “ao deus” para “à deusa”, mas eu consegui.
      Espero que admitindo e corrigindo esse erro podemos um dia reconquistar a vossa confiança novamente!

      • P.R.M.

        22 de março de 2018 em 17:03

        Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Gilmar é incrível

        • Alexandre

          10 de outubro de 2019 em 12:34

          Ficou pior a tentativa de refutar o plágio……

      • Paulo Aguiar

        23 de março de 2018 em 11:35

        kkkkkkkkkkkkk como desacreditar uma matéria inteira bem escrita argumentando um único erro de digitação.
        Se estressa com esses tipos não, Gilmar. Continue com o excelente trabalho

        • Anderson

          30 de março de 2018 em 7:56

          É assim mesmo colega. Nunca se satisfazem. O que querem afinal como prova? Que alguém os leve ao Egito para receberem aula de mitologia?

        • Mylla

          14 de agosto de 2019 em 21:36

          Parei de ler em “não há nenhum estudo apontando ou sequer supondo que ela não teve relações com o marido depois de casada.” Pois é a mesma coisa para história de Maria, então a menos que tragam ela para a realidade atual para esclarecer tudo, eu continuo acreditando que as duas coisas são mitos inventados para que as pessoas agirem de forma “correta”.
          Para mim esse seu texto não passa de vexame.

        • Naosei

          26 de agosto de 2019 em 10:18

          Aonde que mostra o dia e mês que esse jesus nasceu ? Pelo que sei ninguém sabe a data certa

          • Ir. Inácio José, OSB

            9 de novembro de 2019 em 19:00

            Em nenhum lugar das Sagradas Escrituras diz que Nossa Senhora ficou grávida de uma pomba que pousou sobre ela.

      • Anderson

        30 de março de 2018 em 7:52

        É Gilmar, não adianta. Mesmo que pudéssemos trazer o próprio Horus para conversar com essas pessoas pra dizer que toda esta história de plágio é uma molecagem de ateuzinhos emburrados não seria o suficiente. Exigem evidências mas nunca apresentaram nenhuma que comprovasse suas fábulas.

        • Mário

          5 de setembro de 2018 em 18:39

          Houve lei mais a Bíblia que torna crente está?
          Houve, evita depender de papa feita e procura fazer a tua tá?
          Houve, vocês só sabem sabre Bíblia os que vos pregam
          Já o ateu sonho assim como chamas lee a Bíblia sistematicamente
          Vocês ficam a ler o mesmo capítulo 500 000 000 de vezes por ano
          Nem sabem nada sobre o livro que vos guia

          • Eduardo

            25 de dezembro de 2018 em 10:30

            Verdade caro Mario. Muitos incautos não compreendem o que lêem. Porém, isto não pode ser dado como prova da não veracidade dos fatos. Haja vista as incontestáveis provas que a própria natureza nos dá a respeito da criação e da existência de uma mente brilhante por trás de tudo isso: é inadmissível para nós que a complexidade da vida e suas estruturas sejam obra do acaso e de uma simples explosão.

      • Anderson Eller

        30 de março de 2018 em 8:57

        É colega, não adianta. Nada satisfaz essa gente. Penso que se pudéssemos trazer o próprio Horus pra dizer que esta coisa de plágio foi uma molecagem inventada por ateuzinhos emburrados, ainda assim não se dariam por convencidos. O curioso é que todos os céticos vivem exigindo evidências sobre a existência de Cristo mas até hoje não apresentaram nenhuma para respaldar suas alegações.

        • André Abrantes

          26 de julho de 2018 em 5:24

          Me perdoe a ignorância, mas quais evidências você quer de ateus e todos os céticos, para respaldar suas alegações…? Não entendi?

        • Tirelli

          8 de janeiro de 2019 em 14:03

          A morte será a resposta da vida aos ignorantes que só vêem poeira e escuridão. A luz, a vida é conhecimento liberta os crivos da ignorância…

          • Diego

            14 de junho de 2019 em 11:54

            Aí é fácil. Só depois da morte podemos saber a verdade? Quem vai voltar para contar? Muito conveniente. É como as pessoas que presenciam milagres: estão sempre sozinhas, ninguém por perto. Nenhum celular que filme em 4k(perdoe a piada).

          • Luiz Gustavo

            2 de janeiro de 2020 em 15:17

            Deus não precisa provar nada para ninguém. Deus é Deus. Ele te deu até mesmo a liberdade de pensar que Ele não existe. Ora, seria muito fácil acreditar em algo que você está vendo. É o que difere os crentes dos incrédulos. Deus só se revela para quem Ele quer, se Ele assim quiser. O criador não depende da criatura.

            “Pois nessa esperança fomos salvos. Mas, esperança que se vê não é esperança. Quem espera por aquilo que está vendo? Mas se esperamos o que ainda não vemos, aguardamo-lo pacientemente.” Romanos 8:24-25

        • tanto faz

          15 de fevereiro de 2020 em 15:59

          como esse luiz Gustavo é burro, ” Deus não precisa provar nada pra ninguém” mas tudo que ele faz na biblia é querer mostrar que ele é real, o que difere os crentes dos “incrédulos” é que quem não acredita se da a liberdade minima de questionar uma coisa tão imbecil, é fácil acredita, ter fé, se eu quiser criar na minha cabeça que um pedaço de madeira é sagrada e um Deus, ela vai se tornar, é facil escrever uma biblia, tanto que ela foi escrita duas vezes de forma diferente, vocês são mesmo capazes de achar que só porque ta em um livro antigo algo, é porque é verdade? se fosse assim teria um monte de livro sendo adorado por aí, esse deus de vocês só deu certo porque ele faz o que a gente precisa pra acreditar, coloca nós como inuteis fracos que precisam dele pra tudo e ele como um ser benevolente, criados a imagem dele ou ele na nossa? mas tudo bem sabe. é muito mais facil acreditar em algo e morrer sofrendo acreditando que vai ser salvo, se o inferno existe, ele ta lotado

      • Anderson Eller

        30 de março de 2018 em 9:02

        incrível como as pessoas se apegam a detalhezinhos para negar o óbvio. Parabéns pelo texto.

    • Erli Martins

      2 de abril de 2018 em 7:52

      Pôr cara, um texto tão esclarecedor e você se apega a estender detalhe, usando um tom desse? Por favor amigo, mais gratidão.

    • francisco

      5 de março de 2019 em 0:00

      E-farsas é um dos melhores sites da internet, pois não se contenta em esclarecer mentiras, mas em explicar por que algumas notícias são mentirosas. E você prefere se ater a pequenos erros de ortografia!

    • Wanderson

      31 de julho de 2020 em 18:39

      “deusa” com “D” maiúsculo Está errado!

  3. neto

    21 de março de 2018 em 8:48

    Desmistificar a história sem conhecer a estória, parabéns!!!
    Tua pesquisa é tão profunda que chega a emocionar.

    • Gilmar Lopes

      21 de março de 2018 em 10:19

      Obrigado! Não é sempre que recebemos elogios aqui no E-farsas! Valeu!

      • Tiago meu hey

        27 de maio de 2019 em 1:10

        Tem.instgram essa pgina

        • Manoel Cardoso

          1 de maio de 2020 em 15:07

          Jesus Cristo foi uma invenção dia romanos para controlar as massas revoltadas… Constantino que era pagão, se converteu e se aliou com os judeus para acabar com as guerras. Fundando, assim, o cristianismo .

  4. Wilker Kennedy

    22 de março de 2018 em 8:23

    Complicado eu que não tenho muita leitura achei alguns erros de pontuação 🤦‍♂️
    E se Horus realmente existiu?
    E se Jesus não existe?
    E sem falar que Jesus pode morrer tbm assim como vários deuses egípcios e gregos morreram pelo esquecimento!

    • Anderson

      30 de março de 2018 em 7:39

      Boa. Valeu e se…e se… e se…… isso é um argumento?

    • fernando da silva

      22 de fevereiro de 2020 em 15:04

      Tomara que morra, ou seja, que seja desmistificado e esquecido! Que a humanidade vire a página e esqueça esse Frankstein!

  5. Tiago Oliveira

    23 de março de 2018 em 7:20

    Onde é dito na bíblia que Jesus foi concebido qdo uma pomba pousou em Maria?

  6. Antonio

    30 de março de 2018 em 17:39

    Vai estudar mais ,vai!!!
    Antes de Hórus, ainda houve. Ninrodi ,Semíramis, etc … Etc…
    Vai procurar a verdadeira origem da Cruz na letra tao.Muito antes do cristianismo.
    Tenta entender o significado das coisas , não das palavras.Sai da matrix!!!
    O moral de cristo ,já me basta pra ser um cristão.
    Agora,defender o indefensável…….me parece ignorância.
    Cristo é representa do como um deus solar ,ate pela própria igreja!!!
    Observe o arco solar ,ate as das imagens dele ,assim como a Cruz do tao.
    Jesus nunca mencionada mãe,porque não houve!
    E a historia de rainha dos céus,e a historia de Semíramis a Anunaki que carrega a chama da esperança (ninrod) que também não pode resucitar por falta do pênis …..enfim ,vai estudar mais uns anos.

    • Breno

      12 de abril de 2018 em 21:38

      É irônico ver uma pessoa que mal sabe escrever mandando os outros irem estudar.

      • francisco

        5 de março de 2019 em 0:04

        Adoro ver gente escrever errado e mandando estudar! Não perdoo!

  7. Humberto

    30 de março de 2018 em 18:08

    Na realidade não temos certeza de nada. Tudo é história e dependa do que cada um acredita. Vc tem fé em quem? ou no quê?. Jamais saberemos se tudo isso aconteceu.

    • Lucas

      2 de julho de 2020 em 1:19

      Mas existem provas de que Jesus existiu, vide o Santo Sudário…

  8. Geison

    1 de abril de 2018 em 20:39

    Puxa vida não tô conseguindo abrir a matéria…

  9. Aldo

    1 de abril de 2018 em 20:55

    Sobre a história do Tifão, ele na verdade é grego. Existe uma versão que, se não me engano, foi difundida por Alexandre, O grande (que tinha mania de incorporar religiões pra evitar resistência dos conquistados), que dizia que os deuses egípcios são, na verdade, os deuses gregos disfarçados de animais pra se esconder do Tifão. Hórus seria o disfarce de Apolo, então esse ponto está meio certo.

  10. Bernardino

    8 de abril de 2018 em 1:46

    Tudo isto não passa de mintiras, meu filho de 05 anos lhe mostrar tudo o que está escrito, ele verá sozinho que nao passa de erezia. Engane apenas os bodes, porque as ovelhas genuinas de Deus nunca os enganará. E tomara que o verdadeiro DEUS não aos deus ou deusa, lhe conceda o conhecimento divino para que um dia ao invez de voltares a propagar essas mentiras, passares a pregar a PALAVRA.

  11. Leonardo

    12 de abril de 2018 em 2:26

    Sobre esse 5º item, ele tem suas origens na mitologia grega, onde os gregos diziam que os egípcios cultuavam deuses com forma de animais pois quando Gaia invocou o Tifão para punir os deuses do Olimpo por terem subjugado os titãs, todos os deuses (exceto Zeus e Hermes) fugiram para o Egito em forma de animais. Ainda sim pode-se dizer q a afirmação é falsa, porque ela é de origem grega e o Helenismo (a religião que hoje conhecemos como mitologia grega) não tem 5000 mil anos de idade.

    • Bianca

      24 de abril de 2020 em 22:22

      Os Deuses egípcios sao representados como metade animais metade homens pra simbolizar que eles podem andar sobre as duas formas fora do duat e tbm pra mostrar a dualidade divina dos deuses egípcios relacionados à humanidade e tbm à natureza.

    • Isac oliveira da silva

      14 de julho de 2020 em 21:14

      Na verdade tanto Jesus como Hórus não possuem sentido nenhum, porquê o Messias das escrituras é um judeu “Yeshua”, que venho ao mundo de acordo com as profecias e que sua missão primária é resgatar o seu povo. É necessário descartar todo um compêndio criado pelos concílios papais e assim, buscar um judeu ungido, porque todo o seu ensino é baseado naquilo que hoje erradamente é chamado de antigo testamento. A missão do verdadeiro Messias e levar não só o seu povo, mas toda a humanidade a conhecer e servir o Unico Senhor que nunca foi visto por ninguém. Esse é o verdadeiro propósito do Messias. (Jo 17:1-3).

  12. Adilson

    24 de abril de 2018 em 10:53

    Jesus “de acordo com a Bíblia, foi concebido quando uma pomba pousou sobre Maria”?
    De onde tirou isso??

    • Gabriel

      18 de agosto de 2019 em 17:59

      Eu entendi é que quando ele disse isso ele estava falando do espirito santo o espirito santo é representado como uma pomba (não que ele seja).

    • José e Maris

      25 de agosto de 2019 em 22:58

      Não, rapaz! Foi quando a pomba entrou em Maria.

  13. Daniel

    3 de maio de 2018 em 14:32

    Boa parte das críticas em cima da matéria sai de quem é cristã. Eu amo este site, pois tráz ótimos esclarecimentos.

    • J Thadeu

      29 de maio de 2018 em 21:45

      A verdade é que todos os dois são apenas fábulas, inclusive fábula por fábula a de Hórus teria ainda mais valia, pois surgiu muito antes de Cristo. E se a gente for nadar mais fundo vamos bater na suméria, onde teriam sido os primeiros a idolatria em massa.

  14. Luciano Bernardo da silva

    21 de agosto de 2018 em 13:20

    Existe uma diferença fundamental sobre a legitimidade das duas narrativas. É que a narrativa sobre Jesus está fragilizada por ser reescrita ao longo dos séculos ao sabor das interpretações dos diversos cultos e religiões que a adotaram ao passo que a narrativa sobre Hórus não sofreu malversações, visto que que sua fonte são os hieróglifos do Palácio de Luxor – o que ainda lhe confere legitimidade quanto à idade. Assim, considerando que partes significativas e singulares do sua mitologia encontra similaridade com passagens da vida de Jesus, é bom analisar com calma os fatos, sem contaminações religiosas ou ideológicas, que desfavorecem algo fundamental: uma melhor compreensão do mundo e de nós mesmos, a partir daquilo que nos construiu.

  15. Müller Mario

    21 de agosto de 2018 em 22:34

    Jesus também merecia uma efarsa já que seus relatos de existência foram escritos e bem inventados muitos anos após sua suposta morte e sua inventada ressurreição. Mas e bem capaz do especialista dessa página dizer que a bíblia é a mais pura das verdades. Mas cada um acredita no que quer não é mesmo

    • Mário

      5 de setembro de 2018 em 18:45

      A Bíblia é a mais pura verdade ?
      Você não lê a Bíblia
      Passa a ler sistematicamente e não depender dos capítulos que tens apontados na agenda vindos da pregação dos teus teologoszinhos

      • Zeneguin

        30 de julho de 2019 em 7:34

        E ainda acreditam em “passagens” como se um livro fosse apenas uma frase resumida,retirada do contexto e explicada por “lobos” que se dizem pastores.

  16. Tamis

    21 de agosto de 2018 em 23:22

    Você pode comparar com a história de Mitra? Agradeço!

  17. Alexandre

    22 de agosto de 2018 em 22:01

    Poxa, texto muito legal.Eu acreditava nessa história de que Jesus era uma cópia de Hórus. Pode mandar os links da pesquisa? Gostaria de conferir. Parabéns pela matéria.

  18. Tavão

    6 de outubro de 2018 em 2:01

    Sinto cheiro de crentrouxa. Primeiro ja começa errando dizendo que Isis não era virgem e maria sim. Errado. Maria não era virgem.
    Ou seja.. ja começou estudando com olhar critico de cristão patético.
    Alem disso as copias vem de muito antes, incluindo passagens da antiga Suméria.

    • Yussef

      16 de abril de 2019 em 2:56

      Tavão, de ateu para ateu (se você for ateu), é decente ser mais respeitoso com aqueles que têm crenças divergentes da sua.
      A Bíblia diz que a mãe de Jesus era virgem, sim, pelo menos até seu nascimento.
      A matéria está comparando narrativas religiosas (mitologia, se preferir), então precisa se basear na Bíblia.

      “Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco.
      E José, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher;
      E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome Jesus.”

      Mateus 1:23-25

      • Zeneguin

        30 de julho de 2019 em 7:44

        A traducao da biblia diz isso! Procure um Torá que tem a mesma historia do antigo testamento, vc verá que existem muitas alteracoes…
        Procure sobre o verdadeiro significado da expressao Almah a que se refere Isaías.

  19. adelmir ferreira santos

    11 de dezembro de 2018 em 17:37

    Parabéns pelo esclarecimento. Muitas tentativas são feitas para retirar a credibilidade dos escritos que damos o nome de Novo testamento.Muitos inventam histórias e muitos acreditam nelas.A história sobre o homem Jesus é fantástica e sobre natural. Nenhum Galileu pescador poderia ter inventado uma história dessa. Concordo que algumas coisas parecem estranhas aos nossos olhos ocidentais, mas isso é porque perdemos a forma literária dos judeus do primeiro século. Nada que dizem e escrevem consegue tirar a força da mensagem daquele homem que viveu de forma sublime e que morreu de forma honrosa. Se ele não for o Messias, o salvador esperado, eu não me importo. Continuarei a admira-lo como um ser único que viveu nessa terra.

  20. Harim

    25 de dezembro de 2018 em 16:36

    É um tanto que difícil e, impossível descontaminar a mente de ”tradições”. É lógico que existem fatos de Hórus que não podem ser comparados aos relatos de Jesus, porém, se deixarmos a crendice de lado, as questões religiosas e olharmos com os olhos críticos para as semelhanças, por que não pararmos para pensar na possibilidade de erros dos contos registrados no Novo Testamento? Porque o Novo Testamento contém contradições e erros grosseiros? Quais os objetivos da IGREJA ROMANA em tudo isso? Se Jesus nasceu em 25 de Dezembro, onde estão s relatos? Se ele foi um judeu, porque nasceu na Palestina? Por que as maiores religiões não o aceitam? Estariam todos errados? São todos ignorantes, ateus ou incrédulos? Quando deixarmos de sermos religiosos e buscarmos a verdade, um novo mundo se abrirá bem diante de nós… Parabenizo pela pesquisa e o interesse de todos.

    • Zeneguin

      30 de julho de 2019 em 7:28

      Qual e o verdadero nome completo em Hebraico de “Jesus Cristo”?
      Muitas paginas ceistãs dizem que ele é o rei dos judeus, MENTIRA!!! Se o meshiah era invencão dos judeus, por que ele nao foi ungido? Pra ser rei dos Judeus era preciso ter cumlrido todas as profecias sobre o meshiah?
      Nao sou judeu, procuro a verdade!

  21. Ronaldo

    28 de dezembro de 2018 em 14:51

    Sinceramente, fico perplexo ao ver uma coisa tao simples e fundamentada como a matéria que nos foi posta em resposta a uma duvida tomar proporções tão tempestuosas.
    Se bem que em se falar de religião, crenças e pior, outros “envolventes” relacionados aos seres humanos é complicado.
    Sempre existirão pessoas que se preciso for matarão para provar o quanto estão certos mesmo COM A POSSIBILIDADE de estarem errados.
    Eu posso estar muito errado pois ainda estou fardado as minhas próprias limitações humanas, mas acredito que vemos o mundo com nossos olhos, humanizamos muita coisa, na verdade a maioria das coisas. durante muito tempo acreditamos ser o centro do universo. Os que estavam a “frente” afirmaram que a terra era plana, e depois que o sol que girava em volta da terra, e muitas e muitas outras questões que nos eram proibidas e ai daqueles que pensassem o contrario.
    Muitos homens foram perseguidos, torturados ou mortos pelo simples fato de afirmar o contrário.
    Questionar, é assim que a humanidade evolui.
    Mas para os que querem estar a frente, os dominantes, aqueles que ditavam e ditam as regras, cultura e crenças a serem seguidas, isso é proibido.
    O porque sim é a resposta para tudo e morte aqueles que duvidarem.
    Voltando ao que realmente interessa, o E-farsas esta de parabéns por suas matérias.
    Graças ao e-farsas muitas pessoas tem a chance de “desfantasticar” muita coisa que não passa de combustível para ignorantes e preguiçosos que preferem inflamar e espalhar BOATOS a pesquisar a veracidade e amenizar o caos que precede o holocausto em nossa sociedade.
    Afinal de contas o fantástico sempre foi mais interessante que a realidade.

  22. MARTIN DE MELLO MERCIO

    12 de janeiro de 2019 em 13:25

    Olá, Sr. Gilmar Lopes. Gosto muito desse assunto e me interessaria muito conhecer a bibliografia de sua pesquisa. Também gostaria de saber se o senhor pensa que o documentário Zeitgeist foi realizado de má fé porque foi baseado em autores que defendem a semelhança entre Hórus e Jesus Cristo. Obrigado.

    • Gilmar Lopes

      12 de janeiro de 2019 em 21:02

      Ainda não vi. Vou assistir e pesquisar a respeito. Valeu!

  23. Valdir Palma

    25 de abril de 2019 em 12:09

    O homem sempre foi pródigo em criar deuses. Plágios foram inevitáveis, mas uma coisa é certa: todos inventados e criados pela mente humana.

  24. Repmaj

    1 de maio de 2019 em 17:38

    Olá Gilmar, lí todo seu texto, e gostaria de dizer algumas situações:

    1) “CONHECEREIS A VERDADE EA VERDADE VOS LIBERTARÁ” (esse é um provérbio EGÍPCIO…fato!!!)

    2) “OSIRIS/HORÚS” um ou outro, já auto proclamavam “A LUZ DO MUNDO”.

    3) E como TU diz no final, MUITA COISA FOI INVENTADA … e eu concordo contigo e deixo uma observação para TU fazer um artigo/texto sobre “ZIUSUDRA’ pois, “NOAH/NÓE” é um INVENÇÃO/UM PLAGIO dos contos SUMÉRIOS com soltar ANDORINHA, CORCO, POMBA como estão nos relatos das PLACAS CUNEIFORMES FEITOS POR “ZIUSUDRA’ !!!

    Abraço.

  25. Repmaj

    1 de maio de 2019 em 17:43

    Gilmar, estava esquecendo de dizer:

    Na imagem do BATIZADO, note que existem em REDOR, a imagem de ANKH ou seja, esse É UM DOS SÍMBOLOS de “ENKI” … Ea da SUMÉRIA.

    Abraço.

  26. CarlosAlê

    21 de maio de 2019 em 14:11

    https://defendendoafecrista.wordpress.com/2017/10/14/jesus-e-osiris-amados-pelos-deuses-refutado/

    Este site refuta outro site de um ateu que agora retirou do ar seu texto.

  27. RONNIE ANGELINO

    8 de junho de 2019 em 18:04

  28. RONNIE ANGELINO

    8 de junho de 2019 em 18:07

    Provas científicas que a Bíblia é Verdadeira!
    PROVAS CIENTÍFICAS QUE A BÍBLIA É VERDADEIRA!

    http://www.adindustrial.com.br/2012/03/provas-cientificas-que-a-biblia-e-verdadeira/

  29. Rha

    25 de junho de 2019 em 0:06

    Pessoal, faça um desses sobre Krishna, Mitra e Dionísio também. Já que outras teorias também fazem referência a essas outras crenças mais antigas.

  30. Jhow

    5 de agosto de 2019 em 9:48

    Plágio ou não, é tudo invenção de homens.

  31. APARECIIDO

    8 de agosto de 2019 em 17:14

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK SÓ DEUS NA CAUSA COMO PODE ESSES MAÇOMS SER TÃO BURRO ASSIM COMO ELES PODEM EXPLICAR A VIRTUDE QUE RECEBEMOS ?? COMO ELES PODEM EXPLICAR OS DOMS QUE RECEBEMOS ?? O SENHOR JESUS É REAL A EXPERIENCIA QUE TIVE COM ELE É COISA QUE O HOMEM NÃO TEM CAPACIDADE DE EXPLICAR E NÃO É AGORA QUEM UM MAÇOM FILHO DE BODE DO DIABO PODERA TIRA ISSOS DE MIM

  32. EVANDRO AUGUSTO CAETANO

    8 de outubro de 2019 em 2:58

    1. O correto é que eles foram concebidos sem sexo sem sexo. 2. Ambos tinha discipulados e ate hoje muitos tem. 3. não foi só ele a nascer nesta mesma data. 4 configuração igual da igreja deus pai deus filho deusa mãe. 5 se os dois tem a mesma data de nascimento então é obvio que teve estrela caindo para os dois. 6. nem na historinha da bíblia se tem certeza da visita de 3 reis, porem se vc olhar o mapinha vc vai ver que o Egito é formado por 3 reinos; baixo, médio e alto Egito…3 reinos e 3 reis, bem fácil de entender. 7. todos eles eram deuses, logo…Se um pode ressuscitar alguém todos podem. 8. Todos fazem milagres em religião, inclusive todos sem provas. 9. Suas suposta qualidades são sempre as mesmas, o bondoso, especial, que traz a luz e bla bla bla.

  33. EVANDRO AUGUSTO CAETANO

    8 de outubro de 2019 em 3:07

    Aprova esse…
    1. O correto é que eles foram concebidos sem sexo. 2. Ambos tinha discípulos e ate hoje religiosos tem. 3. Não foram só eles a nascer nesta mesma data. 4 configuração igual da igreja; deus pai, deus filho, deusa mãe. 5 Se os dois tem a mesma data de nascimento, então é obvio que teve estrela caindo para os dois. 6. Nem na historinha da bíblia se tem certeza da visita de 3 reis, porem se vc olhar o mapinha, vc vai ver que o Egito é formado por 3 reinos; baixo, médio e alto Egito…3 reinos e 3 reis, bem fácil de entender. 7. Todos eles eram deuses, logo…Se um pode ressuscitar alguém, todos podem. 8. Todos fazem milagres em religião, inclusive todos sem provas. 9. Suas supostas qualidades são sempre as mesmas, o bondoso, especial, que traz a luz e bla bla bla.

  34. Fabio Araujo

    14 de novembro de 2019 em 0:17

    A vida bíblica de Jesus Cristo foi forjada pelo Império Romano, com base em histórias de outros deuses da antiguidade, inclusive o cristianismo tem, sim, um pouco de Hermes Trismegisto, mas a vida de Cristo tem também fatos copiados de lendas atribuídas a filósofos gregos, faraós egípcios, imperadores romanos (Rômulo, o fundador de Roma, era filho de um deus, de uma virgem e ascendeu aos céus 700 anos antes de Jesus) e muitos deuses de várias religiões. Levem em conta que os romanos falsificaram documentos de várias religiões, inclusive do cristianismo. Não acreditem nos Evangelhos. O Evangelho de João não foi escrito por João, porque João era analfabeto (Atos dos Apóstolos, capítulo 4) e ele tem vários elementos de origem egípcia. As inúmeras semelhanças entre o Hórus egípcio e o Cristo bíblico só foram descobertas recentemente porque só há poucos séculos os hieroglifos foram compreendidos. O Evangelho mais antigo, o atribuído a Marcos, foi escrito em latim em Roma e depois traduzido para grego. Ele não foi escrito em aramaico. E nesse evangelho foram baseados os de Mateus e o de Lucas, escritos em grego. Esses são fatos históricos. Se você acredita que Cristo existiu como os Evangelhos contam se informe. Não se deixe enganar. Pesquise na Internet. Há muita coisa em inglês sobre isso. Leia a 4a edição de A Tábua de Esmeralda, lançada em dezembro de 2019.

  35. Vandersofr

    25 de novembro de 2019 em 9:28

    Vcs nem estudaram e sai postando isso, foi Osiris que foi despedaçado affz , tem o que no cérebro? ??:Contudo, Set encontra a caixa e furioso decide esquartejar Osíris em catorze pedaços o corpo que espalha por todo o Egito; em alguns textos do período ptolemaico teriam sido dezesseis ou quarenta e duas partes. Quanto ao significado destes números, deve referir-se que o catorze é número de dias que decorre entre a lua cheia e a lua nova e o quarenta era o número de províncias (ou nomos) em que o Egito se encontrava dividido.
    Ísis, auxiliada pela sua irmã Néftis, partiu à procura das partes do corpo de Osíris. Conseguiu reunir todas, com excepção do pénis, que teria sido devorado por um ou três peixes, conforme a versão. Para suprir a falta deste, Ísis criou um falo artificial com caules vegetais. Ísis, Néftis e Anúbis procedem então à prática da primeira mumificação. Ísis transforma-se em seguida num milhafre que graças ao bater das suas asas sobre o corpo de Osíris cria uma espécie de ar mágico que acaba por ressuscitá-lo; ainda sob a forma de ave, Ísis une-se sexualmente a Osíris e desta cópula resulta um filho, o deus Hórus. Ísis deu à luz este filho numa ilha do Delta, escondida de Seth. A partir de então, Osíris passou a governar apenas o mundo dos mortos. Quanto ao seu filho, conseguiu derrubar Seth e passou a reinar sobre a terra…

  36. PAULO LOBÃO

    18 de dezembro de 2019 em 23:46

    POR FAVOR DEIXEM DE LADO TODOS OS COMENTÁRIOS ACIMA! CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ! TODAS ESSAS VERSÕES CRISTÃS, HEBRAICAS, EGÍPCIAS, ETC, NÃO PASSAM DE MENTIRAS. ACREDITAR NELAS SIMPLESMENTE POR ACREDITAR É COISA DE BURRO! SE TENS CÉREBRO USE-O, QUESTIONE TUDO! RELIGIÃO, SEJA ELA QUAL FOR, É A MAIOR E MAIS BEM SUCEDIDA MENTIRA! TODAS AS RELIGIÕES SUGIRAM NOS PRIMÓRDIOS DA HUMANIDADE EM FORMA DE CRENÇAS BASEADAS NO EXTINTO DE SOBREVIVÊNCIA DA ESPÉCIE HUMANA E, EM PARTICULAR, DE UMA CARACTERÍSTICA DESSE EXTINTO QUE É O MEDO DA MORTE. OS SERES HUMANOS, NOS PRIMÓRDIOS DA HUMANIDADE, ASSIM COMO TODOS OS ANIMAIS, VIVIAM AO RELENTO E SUBMETIDOS A TODA SORTE DE MANIFESTAÇÕES NATURAIS, COMO POR EXEMPLO TEMPESTADES, TERREMOTOS, ERUPÇÕES VULCÂNICAS. EM UM DETERMINADO MOMENTO, PASSOU-SE A ASSOCIAR A EXISTÊNCIA DE SERES MITOLÓGICOS POR TRÁS DESSAS MANIFESTAÇÕES E, CURIOSAMENTE, ESSES SERES ERAM SEMELHANTES A FIGURA HUMANA, OU SEJA, CRIARAM-SE DEUSES A SUA PRÓPRIA SEMELHANÇA. ESSES DEUSES REINAVAM NO CÉU, NA TERRA, ABAIXO DA TERRA, NO MAR, ETC. CRIOU-SE DEUSES PARA TUDO, PARA A COLHEITA, PARA AS ESTAÇÕES DO ANO, PARA PRAGAS, DO SOL, DA LUA, DO MAR, E POR AÍ VAI. OCORRE QUE OS GRUPOS HUMANOS GUERREAVAM ENTRE SI E, QUANDO UM GRUPO DOMINAVA OUTRO, OCORRIA UMA CERTA INFLUÊNCIA CULTURAL E RELIGIOSA, EM MAIOR OU MENOR GRAU, ENTRE OS GRUPOS. É O QUE CONHECEMOS COMO SINCRETISMO RELIGIOSO, QUE CONSISTE NA MISTURA DE DUAS OU MAIS CRENÇAS RELIGIOSAS CAUSANDO O SURGIMENTO DE OUTRA CRENÇA. EM UM OUTRO DETERMINADO MOMENTO, ALGUNS ELEMENTOS SE AUTO-DECLARARAM MAIS ENTENDEDORES DOS DEUSES QUE OS OUTROS MEMBROS DO GRUPO. NASCERAM ASSIM OS PRIMEIROS SACERDOTES, MAIS TARDE OS REIS QUE, COM APOIO DOS SACERDOTES SE AUTO-DECLARARAM HERDEIROS DOS DEUSES. ASSIM SURGIRAM AS RELIGIÕES, UMA FORMA ONDE OS MAIS ESPERTOS CONSEGUIAM DOMINAR A TURBA DE IDIOTAS. A RELIGIÃO CRISTÃ NASCEU DO DOMÍNIO ROMANO SOBRE OS EGÍPCIOS E SOBRE OS JUDEUS, TRATA-SE DO SINCRETISMO ENTRE VÁRIAS OUTRAS CRENÇAS E RELIGIÕES DA ÉPOCA. BASTA PERCEBER QUE AS REGIÕES ONDE NÃO HOUVE OU OCORREU EM MENOR GRAU O DOMÍNIO ROMANO, MANTIVERAM SUAS CRENÇAS E RELIGIÕES, COMO POR EXEMPLO A CHINA, A ÍNDIA E OS POVOS AFRICANOS. MAIS TARDE, DECORRENTE DO DECLÍNIO DO IMPÉRIO ROMANO, SURGIU O CATOLICISMO QUE SE DIVIDIU EM IGREJA ORTODOXA E, UM POUCO MAIS TARDE, NA IGREJA PROTESTANTE, ESTA ÚLTIMA UMA TENTATIVA DE SUCESSO DE SE PROPAGAR O CAPITALISMO UTILIZANDO-SE A RELIGIÃO. É REALMENTE IMPRESSIONANTE UMA PESSOA JUSTIFICAR A EXISTÊNCIA DE UM DEUS PELO SIMPLES FATO DE NÃO SABER EXPLICAR O MUNDO QUE A CERCA. É UM EXEMPLO RIDÍCULO DE COMO NÃO USAR O CÉREBRO. AINDA MAIS EM PLENO SÉCULO 21 QUANDO JÁ SE SABE QUE A HUMANIDADE ESTÁ CONDENADA À EXTINÇÃO E JÁ SE COLOCA O PÉ EM MARTE. QUANDO VEJO UM RELIGIOSO PREGAR, SINTO UMA GRANDE TRISTEZA E PERCEBO QUE, APESAR DE TODO O CONHECIMENTO CIENTÍFICO QUE TEMOS HOJE EM DIA, A MAIORIA DA POPULAÇÃO DO PLANETA AINDA TEIMA EM ACREDITAR EM LENDAS E FÁBULAS COMO FORMA DE EXPLICAR O QUE AINDA NÃO CONSEGUIMOS EXPLICAR CIENTIFICAMENTE. SÃO INCAPAZES DE ENTENDER QUE AINDA TEMOS UM GRANDE CAMINHO DE APRENDIZADO E QUE, POR CAUSA DA IGNORÂNCIA DA HUMANIDADE, TALVEZ NÃO CONSIGAMOS PERCORRER. AINDA HOJE, ESSES IDIOTAS, SE COMPORTAM COMO AQUELES DOS PRIMÓRDIOS DE NOSSA CIVILIZAÇÃO, UTILIZANDO QUALQUER BESTEIRA, SEM NENHUMA BASE CIENTÍFICA, PARA EXPLICAR AQUILO QUE NÃO COMPREENDEM. NÃO É PRECISO SER MUITO INTELIGENTE PARA COMPREENDER ISSO, BASTA NÃO SER IDIOTA!

  37. Camerini

    24 de dezembro de 2019 em 23:45

    Toda mitologia provém da Suméria e trata da essência e da organização da civilização pré-diluviana.
    As civilizações posteriores adotaram os mesmos deuses com diferentes nomes.
    Jesus é um plágio não apenas da história de Hórus, bisneto de Marduk (há indicações de que seria filho de Marduk) e trineto de Enki, como também das histórias de Shamash, o deus sol, neto de Enlil (o deus do velho testamento, embora a figura de Yahweh acumule passagens relacionadas a Anu, Enki e Enlil), e de Ninurta, filho de Enlil e de Ninhursag (a deusa virgem).
    Jesus foi criado por Roma como instrumento político, para que o império pudesse existir sob a legitimidade de um messias, uma vez que os imperadores romanos não eram deuses e sequer descendentes deles.
    Para tanto sua história compilou a história de vários deuses anunnakis.
    Só assim os povos pagãos aceitariam a submissão ao império romano, que na verdade nunca caiu, apenas mudou de estratégia.
    A própria viagem de Jesus corresponde a uma campanha realizada por Tito Flávio à época, mas essa é outra história.
    Mas o mais interessante é que a farsa traz diversos indicadores relacionados aos deuses antigos na sua criação: discursou aos sete anos (sete é o número do planeta Terra e do deus correspondente, que não é Jesus), morreu aos 33 anos (Sippar, a cidade de Shamash, ficava no paralelo 33), teve 12 discípulos (são 12 os deuses do Olimpo), nasceu de uma virgem (Ninurta nasce de Ninhursag, a deusa virgem), foi tentado por quarenta dias no deserto (O número quarenta é o número de sucessão de Enki), ressuscitou (Ishtar ressuscita) e por aí vai…
    E pra finalizar, adicionaram algumas passagens relacionadas ao esoterismo e à filosofia oriental para transformar Jesus num Cristo. É só fazer as devidas correspondências e ler livros outros que não só a bíblia, porque no velho testamento conta-se a história de três deuses num só e no novo testamento partes da história de dezenas de deuses através de uma única fábula.
    Façam as correspondências: Anu (pai todo poderoso), Enlil (o filho), Ninurta (o espírito santo), Shamash (Jesus), Ishtar (Maria Madalena), Ninhursag (a virgem Maria), Enki (satanás e nosso verdadeiro criador, através de hibridização, fecundação in vitro e transferência de embrião).
    Não é mais segredo há algum tempo.

    • Rafael

      9 de janeiro de 2020 em 1:01

      Jeová é Anu ou o Enlil?

      • Nascimento

        21 de janeiro de 2020 em 20:58

        Jesus não nasceu no dia 25 de abril, e apenas uma data simbólica. E Isis não era virgem, coisa que a mitologia egípcia explica bem.

  38. Noelia Regina Pereira

    18 de maio de 2020 em 19:02

    É bem interessante nós entendermos algo muito interessante.
    Jesus,há 2020 anos atrás, fazia história, e mudando gerações seguintes.E Osiris,3000.
    Mas o gênesis, fala abertamente da vinda de Jesus..
    E mais futuramente, vemos também o Egito,e até mesmo a presença de um faraó. Ou seja, não só os Egípcios, como diversas outros panteões de deuses, se espelharam nEle!
    Critico sim, as questões das datas, por questões de mudanças ja que houve um convertimento dos povos.
    Se parece ser falso para vocês, tudo bem, mas respeito, é tudo de bom!

  39. Rosanne Lopes

    19 de maio de 2020 em 13:49

    Gilmar, eu não iria por nenhum comentário aqui, porém em face da leva de comentários lhe agredindo resolvi comentar. Agradeço, a compilação de informações e cabe a cada um pesquisar mais a fundo a história por trás de sua pesquisa inicial, erros todo ser humano comete, é natural da nossa condição. Então, ignore a ignorância e a arrogância de certas pessoas. O fato é que historicamente e cientificamente a existência de Jesus Cristo é comprovada, basta pesquisa os estudos a cerca do Homem Jesus Cristo, porém a figura espiritual é uma opção espiritual, e tentar denegrir ou tornar irreal a existência de Jesus, não vai fazer com que ele tenha deixado de existir em alguma época da história da humanidade, semelhanças sempre haverá entre diversos personagens sejam históricos ou mitológicos, pois a busca pelo bem supremo é uma ânsia da espécie humana. Independente de crença ou descrença é fato que Jesus habitou o nosso planeta e foi modelo a ser seguido pelos que desejam o bem a si e ao próximo. A parte espiritual e religiosa, cabe a cada um pois é uma escolha individual como já disse. Porém, a descrença não deve ser fundamentada na agressão verbal e ironização, a premissa do respeito não é só cristã, mas também social. Por isso, ignore aos que querem fundamentar seu ateísmo denegrindo o próximo, há ateus que são extremamente respeitoso como por exemplo Leandro Karnal e outros anônimos que sabem debater sem agressões, e a bondade humana não depende de crenças e sim de ações, a final acreditando ou não na existência Divina, de Cristo e na pureza de Maria, não deixaremos de todos sermos seres humanos e destinados a evoluirmos para o caminho do bem e a busca pela prática constante do bem. A final Jesus não fundou religião e sim princípios de vida, fundamentado na caridade independente do que o outro faça. Na parábola do bom Samaritano isso está bem explicitado, o que vale é as ações. Mas, vale um ateu que faça o bem, do que um cristão que prega o bem, mas não o prática, Jesus é ação não substantivo, como canta Amelinha. Abraços, Fraterno a ti Gilmar Lopes e continue tentando fazer o que você gosta e aprecia.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo