20.4 C
São Paulo
terça-feira, novembro 30, 2021

Mulher dorme ouvindo musica no iPhone e morre eletrocutada!

- Publicidade -

É verdade que uma mulher morreu eletrocutada ao dormir com o celular no carregador e com o fone de ouvidos?

A notícia, acompanhada de algumas fotos, apareceu no Facebook no dia 12 de agosto de 2015 e alerta para o perigo de dormir ouvindo aparelhos de celular ligados na tomada. As fotografias mostram o corpo de uma mulher morta em uma cama, aparentemente com fones de ouvidos e com o rosto todo queimado!

Segundo o alerta, isso teria ocorrido por um descuido da moça, que resolveu dormir com o celular carregando – que sofreu uma sobrecarga elétrica – matando a mulher rapidamente.

Claro que não iremos mostrar as fotos aqui no E-farsas, mas se você tiver estômago forte, pode ver mais dessas no nosso grupo do Facebook (avisando novamente que as imagens são fortes)!

Será que isso é verdadeiro ou falso?

Mulher morre eletrocutada após dormir ouvindo música no celular carregando! Sera verdade? (foto: Reprodução/Facebook)
Mulher morre eletrocutada após dormir ouvindo música no celular carregando! Sera verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdadeiro ou falso?

A primeira coisa que chama a atenção é a total falta de detalhes do suposto incidente. Não há nenhuma dica de onde e/ou de quando o incidente fatal teria ocorrido!

Outra coisa que precisamos deixar claro aqui é que a moça não está com fones de ouvidos. A linha escura que sai da orelha do corpo sem vida é sangue!

Como já mostramos aqui no E-farsas, são raros os casos de choques elétricos causados por aparelhos de celular carregando, mas sempre boatos como esse voltam a aparecer.

Em 2012, por exemplo, desmentimos a história de um rapaz que quase teria morrido após seu aparelho de celular pegar fogo.

A origem da imagem

- Publicidade -

Uma busca na web mostra que as imagens não são recentes e circulam pela internet desde, pelo menos, 2010. Elas nada tem a ver com acidentes envolvendo aparelhos de celular. Os atentos membros do nosso grupo no Facebook encontraram o que parece ser publicação mais antiga (ou uma das mais antigas) sobre essa morte trágica, postada em novembro de 2010, em um blog de idioma malaio (Cuidado! As imagens são fortes). Na verdade, a moça cometeu suicídio, consumindo uma grande quantidade de sedativos!

Nas outras fotos podemos ver que a ocorrência foi atendida por uma equipe forense usando uniformes da Tailândia, onde a moça vivia.

Suicide-by-pill-04

Segundo relatos em diversos sites, a mulher (cuja identidade não foi revelada) sofria de depressão e seu corpo foi encontrado depois de mais de 48 horas após a sua morte.

Origem do boato

É sempre muito difícil de se encontrar a origem de muitos dos rumores surgidos no meio virtual, mas uma busca cronológica sobre o assunto mostra que o site “humorístico” de língua inglesa News Whatch 33 foi um dos primeiros (ou o primeiro) a espalhar essa falsa notícia, no começo de julho de 2015.

Na “notícia” o site inventava que que uma moça de 19 anos chamada Gabrielle Samuels teria morrido no Texas após cair no sono, ouvindo uma música em seu iPhone, que estava sendo carregado na tomada. Rapidamente, outros blogs e sites começaram a copiar o artigo falso e, ao cair nas redes sociais, o boato alarmista ganhou o mundo!

Um dos sites de língua inglesa que caíram na falsa notícia da morte por eletrocussão se desculpou pelo erro, explicando que não havia nenhum aparelho de celular próximo ao corpo e descartando por completo os rumores sobre acidentes elétricos e celulares.

Conclusão

São raros os acidentes fatais com aparelhos celulares carregando na tomada! A mulher que aparece nas fotos morreu por overdose de comprimidos para dormir e nada tem  ver eletricidade!

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

23 COMENTÁRIOS

  1. nesse caso sim ouve uma mentira mais eu ja vi e ouvi profissionais ou seja bombeiro,dizendo os riscos do celular qnd o usuario tiver carregando n deve usalo e tbm qnd esta trovejando relampiando q um raio pode cair e atingir a pessoa etc DISCORDO de falar q é coisa rara pq da a imprensão q esta falando q n a perigo,sendo q si o bombeiro q é uma pessoa capacitada orientou e pq corre risco p/ qualquer pessoa e tbm ja vi casos de pessoas terem queimadura por causa disso.então acho q vcs devem ficar atentos a isso ok

    • Suane os caras não tão falando isso do nada, eles fazem muitas pesquisas e investigação, me conte contas pessoas vc conhece que sofreu um acidente do tipo?

    • Suane, não tem anda a ver uma ocorrência ser rara ou não com ela ser perigosa. Por exemplo, você pode estar andando na rua e um meteoro cair na sua cabeça. Esse evento é absurdamente raro, mas não é impossível. Isso não torna ele menos perigoso, mas também, por ser absurdamente raro, não vai te fazer sentir medo de andar na rua.
      No caso do telefone, primeiro tem que se saber qual a chance disso acontecer (que existe a chance é inegável, mas as circunstâncias são raras, dado que existe um controle da voltagem e amperagem que a fonte envia ao celular, então teria que ocorrer uma falha catastrófica na fonte para que toda a corrente passe com a voltagem da tomada). Depois de saber a chance, ai sim saberemos se é algo que deve preocupar (diria que se for 1 em 1000 já é alto demais para se arriscar) ou não (se for 1 em 1000000, por exemplo).
      Como existe o risco, o bombeiro não está incorreto em passar o alerta. Mas, dado que não vemos muitas notícias sobre esse tipo de acidente, é razoável assumir que esse evento é bem raro.

    • Eu pessoalmente acho que é perigoso sim.Pois é um condutor de energia.E ainda conectado no ouvido.Eu não me arrisco a fazer isso.Ter cautela prolonga a vida.

      • Pelo aparelho em si não há risco, pois os componentes do carregador do celular transformam a corrente alternada em corrente contínua (ou vice-versa – nunca lembro direito) e a voltagem fica bem menor (não oferecendo o menor perigo para o usuário). Esses acidentes que vemos noticiar de tempos em tempos é, em sua quase totalidade, mau uso da eletricidade (gambiarras em ligações, fios desencapados etc)

  2. Fonte: revista Galileu

    “Devemos evitar usar aparelhos eletrônicos carregáveis enquanto estiverem na tomada? “De forma nenhuma”, opina Rosolem. Os carregadores são equipamentos para limitar a corrente que transita por ele. “Não há problema algum, apenas aconselho que num dia de tempestade se desliguem os aparelhos da tomada, porque a descarga de corrente de energia pode vir não por culpa do equipamento, mas pela rede.””

    Sobre a bateria explodir :
    “Baterias de lítio possuem meios condutores de eletrólito que em altas temperaturas desligam o aparelho. Há ainda um pequeno circuito elétrico instalado em cada uma que auxiliam no controle da instabilidade interna. Componentes velhos, danificados por queda ou com defeitos na fabricação podem permitir a entrada de pó, umidade ou funcionar de maneira indevida e, assim, ocorre o curto-circuito e a bateria (lacrada) explode pela pressão. Segundo Rosolem, há inúmeros fatores que podem contribuir, inclusive a danificação do circuito de proteção pelo uso de carregadores não originais e, por isso, pondera que “a investigação de um problema desses não é simples”. “

  3. Fonte: revista Galileu

    “Devemos evitar usar aparelhos eletrônicos carregáveis enquanto estiverem na tomada? “De forma nenhuma”, opina Rosolem. Os carregadores são equipamentos para limitar a corrente que transita por ele. “Não há problema algum, apenas aconselho que num dia de tempestade se desliguem os aparelhos da tomada, porque a descarga de corrente de energia pode vir não por culpa do equipamento, mas pela rede.”

    Sobre bateria explodir:
    “Baterias de lítio possuem meios condutores de eletrólito que em altas temperaturas desligam o aparelho. Há ainda um pequeno circuito elétrico instalado em cada uma que auxiliam no controle da instabilidade interna. Componentes velhos, danificados por queda ou com defeitos na fabricação podem permitir a entrada de pó, umidade ou funcionar de maneira indevida e, assim, ocorre o curto-circuito e a bateria (lacrada) explode pela pressão. Segundo Rosolem, há inúmeros fatores que podem contribuir, inclusive a danificação do circuito de proteção pelo uso de carregadores não originais e, por isso, pondera que “a investigação de um problema desses não é simples”. “

  4. A foto de fato engana, e parece que a mulher está com um fone no ouvido, nos levando a crer, a primeira vista, que ela foi eletrocutada enquanto dormia ouvindo musica no celular. Mas é só uma ilusão de ótica. O que parece ser um fone de ouvido, na verdade é um filete de sangue que escorre pelos ouvidos da mulher.
    De acordo com o blog ( cuidado cenas fortes, desaconselháveis no link) Suria Amanda Essa mulher, que morava n Malásia, na verdade cometeu suicídio tomando diversos medicamentos para dormir que inclusive foram encontrados em cima de uma mesa, como mostra a foto abaixo. Nenhum celular ou fone de ouvidos foram encontrados junto ao corpo.
    As manchas roxas e diversas bolhas pelo rosto e o sangramento do ouvido, podem ser atribuídos ao fato dela ter sofrido erupções cutâneas dos efeitos colaterais do excesso de remédio , não informado. Alia-se a isso, o fato dela ter sido encontrada somente depois de 48 horas.

    É perigoso dormir com o celular com carregador ligado na tomada?
    Sim, é. Assim como manusear o celular durante o seu carregamento. Embora raros, acontecimentos envolvendo estouro de bateria durante o carregamento são perfeitamente possíveis. Carregadores defeituosos, com fios expostos podem transmitir descargas elétricas e ferir gravemente uma pessoa.

    Uma bateria de qualidade é capaz de aguentar até 135ºC, quando passa dessa temperatura, ela pode causar uma explosão, ou pegar fogo. Isto pode acontecer em duas situações:

    1. Quando o celular está carregando: cada bateria possui um dispositivo de segurança que regula a quantidade de corrente elétrica que pode circular por ela. Se o dispositivo falhar, pelo motivo que for, pode haver um excesso de energia que causa superaquecimento e, consequentemente, a possível explosão.

    2. Durante o uso: neste caso, há uma falha no componente de segurança que separa os pólos negativo e positivo da bateria, causando um curto circuito. Pode ser causado por defeitos de fabricação, entrada de pó ou umidade. Esse curto-circuito gera calor em excesso, derretendo o invólucro de plástico e deixando o ar entrar. O contato do ar com as substâncias da bateria faz o material entrar em combustão, chegando a até 800ºC, o que pode causar sérias queimaduras nas vítimas.
    Para evitar esse tipo de acidente, é preciso deixar o telefone quieto sem mexer enquanto estiver carregando, e sempre usar acessórios originais. Acessórios originais diminuem em muito a possibilidade do material ser de qualidade ruim, claro que não exclui essa hipótese completamente. Defeitos de fabricação podem ocorrer com qualquer marca.

    Outras medidas de segurança são: Evite deixar o celular carregando depois que a carga estiver completa, evitando assim superaquecimento.

    Nunca, mas nunca faça esse idiotice que virou manchete nos jornais e sites do mundo inteiro: “Mulher morre eletrocutada por iPhone durante o banho“. Essa mulher em questão, era a russa, Evgenia Sviridenko, 24, que morreu eletrocutada na banheira enquanto usava a rede social Vkontakte ( VK) similar ao Facebook na Rússia. A sua morte ocorreu porque ela estava com o celular carregando enquanto estava na banheira cheia de água, e o iPhone caiu dentro d’agua. Nunca faça isso, é estupido, com todo o respeito e pesar pela morta.

    Lembrando que apesar dos carregadores do iPhone serem programados para desarmar durante os curtos, tal fato não aconteceu. Na época (FEV-2015) a Policia Russa não quis informar se o produto era original ou não. Muita gente questiona o fato do carregador só deixar passar no máximo 15v de eletricidade e seria impossível alguém morrer eletrocutado. Infelizmente não conseguimos encontrar o resultado final da perícia da Policia Russa e o desfecho desse caso, para saber o que de fato aconteceu. A unica verdade que sabemos, é que o celular foi encontrado pela policia dentro da banheira com o cabo do carregador ( a amiga alega que o removeu da tomada para poder mexer na vitima).

    Resumindo: A história da mulher que morreu eletrocutada dormindo ouvindo musica com o celular no carregador é falsa. Mas ainda assim não é recomendável que se manuseie, ou durma com o celular na cama durante o carregamento e menos ainda usar ele na banheira ou chuveiro enquanto ele estiver recebendo carga. http://www.e-farsas.com/mulher-dorme-ouvindo-musica-no-iphone-e-morre-eletrocutada.html

  5. Dizem que o iphone esquenta muito e que a todo momento tem que ficar dando carga na bateria, devido ao consumo de energia que ele tem. Não duvido nada de que o fato relatado na notícia do site seja verdadeiro. O impossível sempre pode acontecer.

  6. Pessoal deixem de serem bobos.Pra que se arriscar,céu carregado,nuvens escuras largue o cel.
    Cargas elétricas não obedecem regras ou limites.
    Não vao na conversa de pessoas que estão em defesa de outros interesses.

  7. As cenas são fortes e não foram causadas por remédios como a matéria fala, dá pré ver que ela sofreu queimaduras e bolhas só não ver quem é cego, agora se querem cobrir desmentindo o que realmente aconteceu para não assustar as pessoas, temos que ser alertados sim! Principalmente nossos filhos

    Cuidado gente não use celular enquanto estiver carregando é perigoso!!!

  8. Eu nunca vi nenhum caso de celular explodir, mas o tablet do meu filho inchou a bateria parecia um balão que até trincou a tela, rapidamente dei um jeito de descartar. Por isso acredito que não dá pra arriscar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui