12.2 C
São Paulo
segunda-feira, junho 21, 2021

Mulher tem a cabeça separada do corpo e sobrevive!

- Publicidade -

Jovem sobrevive a um acidente de carro que a deixou com o crânio separado da coluna. Será que essa história é verdadeira ou falsa?

Notícia que se espalha pelas redes sociais afirma que Rachel Bailey, uma moça de 23 anos, teria sofrido um acidente de automóvel que a deixou com o crânio separado da coluna por vários minutos, até dar entrada no hospital onde, incrivelmente, não morreu (como ocorre na maioria dos casos em que esse tipo de trauma acontece!).

De acordo com o texto que apareceu no Facebook, Rachel teve os ossos e ligamentos que unem o crânio à coluna rompidos, porém o pescoço não foi cortado completamente. Depois de um mês internada na UTI, a moça teve alta e após 5 semanas de amnésia, recuperou a memória e teve que reaprender a falar e a andar.

Moça teve cranio separado da coluna e sobreviveu! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Facebook)
Moça teve cranio separado da coluna e sobreviveu! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Facebook)

 

Verdadeiro ou falso?

A história é real!

Apesar do apelo na manchete, a cabeça da moça não foi arrancada completamente, mas foi por pouco!

O acidente de carro envolvendo a americana Rachel Bailey aconteceu na cidade de Phoenix, no Arizona (EUA) em setembro de 2011.

De acordo com a rede de notícias AZ Family, Rachel estava saindo de uma estrada (a Cave Creek Road) quando seu carro foi atingido em cheio por uma picape. Os ligamentos que unem a cabeça à coluna foram rompidos, além dos ossos que apoiam o crânio quebrarem com o impacto causando o que os médicos chamaram de decapitação interna ou luxação atlanto-occipital (situação em que a cabeça não é cortada por completo, ficando presa ao corpo somente pela pele e pelos músculos).

Em todos os casos envolvendo esse tipo de trauma a vítima morre instantaneamente! Mas, curiosamente, não foi o que ocorreu com Rachel… Ela tá “vivinha da silva”!

- Publicidade -

Na literatura médica, apenas 6 pacientes conseguiram essa proeza.

Rápido socorro

O socorro rápido e eficiente dos bombeiros foi o principal motivo do acidente não ter sido fatal. Aliás, quando a moça se recuperou do acidente, fez questão de almoçar com os heróis de Phoenix que salvaram sua vida e impediram sua morte e possível paralisia.

Bailey passou um mês na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital John C. Lincoln e, depois de um mês internada e de mais algumas semanas de recuperação, ela voltou a andar e falar novamente, mas não se lembra de nada que ocorreu no período de cinco semanas após o acidente.

A seguir, um vídeo da moça sortuda agradecendo a todos que ajudaram no seu socorro e tratamento:

[iframe: width=”590″ height=”332″ src=”//www.youtube.com/embed/CDR5I1g0jMc” frameborder=”0″ allowfullscreen]

 

Caso semelhante em 2006

Parece que Rachel não é a única a sobreviver a uma decapitação interna. Em setembro de 2006, Chris Stewart – um jovem de 12 anos – sofreu um acidente no condado de Hampshire, sul da Inglaterra, durante uma corrida de carros, quando seu Mini-cooper bateu numa barreira e o deixou com o crânio separado do corpo. Segundo a rede de notícias BBC, Chris sobreviveu pra contar a história e voltou até a dirigir novamente, dois anos depois.

Chris Stewart, dois anos após o acidente! (foto: Reprodução)
Chris Stewart, dois anos após o acidente! (foto: Reprodução/Portsmouth News/Solent News)

 

Conclusão

Rachel Bailey sofreu uma decapitação interna, mas sobreviveu e está bem!

Sugestão da leitora do E-farsas (e esposa desse que vos escreve) Luciene Araujo.

 

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

- Publicidade -

Checagens Relacionadas

17 COMENTÁRIOS

  1. Caraca, isso sim que é uma menina de sorte!

    Agora, deixa eu ver se entendi, o outro mlk que sobreviveu a isso, tinha 12 qndo bateu o carro e ainda voltou a dirigir 2 anos depois (com 14)?
    Como assim, a idade mínima pra dirigir na Inglaterra não é 18? Então ele tá burlando as leis?

    Esclareça isso por favor Gilmar!

  2. Por favor, investigue sobre os Crânios Paracas, crânios andinos que seriam 2,5 vezes maiores que os crânios humanos e cuja análise de DNA não revelaram DNA humano!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui