Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

O faraó Ramsés II teve que fazer um passaporte para poder entrar na França?

Verdadeiro

O faraó Ramsés II teve que fazer um passaporte para poder entrar na França?

O faraó Ramsés II teve que fazer um passaporte para poder entrar na França?

Será verdade que as autoridades tiveram que fazer um passaporte para a múmia do faraó Ramsés II para que ela pudesse entrar na França?

A história curiosa surgiu nas redes sociais no final de setembro de 2018 e ganhou milhares de curtidas e de compartilhamentos. De acordo com o texto, a múmia do faraó Ramsés II ganhou um passaporte para poder viajar do Cairo para a França para passar por um tratamento de restauração e de conservação.

Ramsés II passou a ser a pessoa mais velha a ter um passaporte, mesmo tendo morrido em 1213 a.C.

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Ramsés II é a pessoa mais velha a tirar um passaporte! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

Ramsés II foi o terceiro faraó da XIX dinastia egípcia e governou entre 1279 a.C. e 1213 a.C, quando morreu – aos 90 anos de idade (aproximadamente). Após ser descoberta, em 1881, a múmia do faraó foi transferida para o Museu Egípcio do Cairo em 1885 e, em 1976 fungos foram descobertos no corpo de Ramsés. Somente um tratamento feito a base de radiação eletromagnética poderia evitar com que o corpo fosse destruído.

O Egito não tinha essa tecnologia na época, então os diretores do museu decidiram enviar a múmia para a França.

Acontece que a legislação francesa exige passaporte para todos que entram e saem do país, vivo ou morto, e não foi diferente com o faraó:

Reprodução/Google Images

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

De acordo com reportagens da época, o corpo do Ramsés II foi recebido com honras de chefe de Estado ao desembarcar na França, além de uma cerimônia digna de rei para receber a múmia mais importante do Egito.

A seguir, um vídeo feito pela equipe do programa Acredite se Quiser:

Exames feitos na múmia revelaram que o faraó sofria de artrite e de má circulação, além de ter cicatrizes de batalhas e fraturas mal curadas. O corpo passou pelo tratamento contra fungos e ficou “novinho em folha”.

Abaixo, uma imagem feita pelo Heritage Daily, simulando como seria o passaporte de Ramsés II se tivesse sido feito nos dias de hoje:

Reprodução/Heritage Daily

Conclusão

A história afirmando que a tiveram que fazer um passaporte para a múmia do faraó Ramsés II poder entrar na França é verdadeira!

Continue lendo
7 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo