18 C
São Paulo
quinta-feira, setembro 16, 2021

O Ipê Amarelo de Porto Velho que não queria ser poste

- Publicidade -

Em 2010, um e-mail com uma história incrível começou a circular pela web!

De acordo com o texto, um ipê amarelo teria florescido novamente, mesmo depois de ter sido serrado e transformado em poste de luz. O milagre teria acontecido em Porto Velho, capital de Rondônia.

O artigo exibe uma foto do poste de luz com a sua copa toda florida:

Ipe amarelo teria renascido depois de ter sido cortado virado poste de luz!
Ipe amarelo teria renascido depois de ter sido cortado virado poste de luz! Será?

Será que essa história é verdadeira ou farsa?

É real e aconteceu, de fato, em Porto Velho!

Segundo um artigo publicado no Rondonia Digital, há umas décadas atrás, a companhia de energia na época ainda usava postes feitos utilizando-se madeiras nativas da região.

O tal poste veio de um ipê amarelo – abundante por lá – e, depois de fincado no chão e servir por vários meses como poste de luz, acabou criando raízes e florescendo novamente – para espanto de todos.

A imagem abaixo mostram o poste vivo, em um ângulo diferente:

ipe amarelo renasceu depois de cortado e ter virado poste de luz
ipe amarelo renasceu depois de cortado e ter virado poste de luz

- Publicidade -

Segundo o Estância Árvore da Vida, a SEMA (Secretaria do Meio Ambiente) solicitou, algum tempo depois, a mudança da fiação elétrica para um poste de concreto que foi colocado ao lado para poupar a árvore teimosa.

O poste de luz florido virou atração turística na cidade e tem a sua floração em julho. O WikiMapia mostra a localização exata da ex-árvore-ex-poste que fica na Avenida Jatuarana e, segundo um comentário publicado na página do WikiMapia, o fato teria acontecido há mais de 20 anos atrás.

Para ver a localização exata do poste de ipê amarelo, basta colar essas coordenadas no Google Earth ou na busca do Google:

8°47’24″S   63°52’44″W

 

Conclusão:

História verdadeira. Fotos reais!

Sites pesquisados:

- Publicidade -
Gilmar Lopes
Gilmar Henrique Lopes é Analista de Sistemas. Trabalha com PHP e banco de dados Oracle e é especializado em criação de ferramentas para Intranet. Em 2002, criou o E-farsas.com (o mais antigo site de fact checking do país!) que tenta desvendar os boatos que circulam pela Web. Gilmar também tem um espaço semanal dentro do programa “Olá, Curiosos!” no YouTube e co-apresenta o Fake em Nóis ao lado do biólogo Pirulla!

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

28 COMENTÁRIOS

  1. Isso nao me espanta , no bairro onde eu moro como os postes eram desse tipo(arvores) algum sempre dava algum galho , acontece mesmo, tem explicação.

  2. Quem diria, a primeira foto me enganou achei que fosse montagem. Essa teimosia tem mesmo que virar atração turística, é uma maravilha a natureza.

  3. Muito linda essa história ,mas quem conhece o lugar sabe que esse pé de ypê sempre existiu, e foi aproveitado como poste, ai algum poeta inventou essa belissima historinha……prá boi dormir é claro….

    • EXATAMENTE!Quando li pensei na mesma coisa!Provavelmente foi um “preguiçoso” que viu a oportunidade e fixou os suportes dos cabos nela!É claro que a foto é real, mas a história…

  4. Olha, ainda não sei… Sou Engenheiro Florestal formado pela UnB. Realmente não há base biológica em nenhuma afirmação, continuo com o pé totalmente atrás.

    Madeira pra poste precisa ser seca antes, precisa criar raiz… Ipê demora aaanos a crescer, não é como outras madeiras que podem sim passar por um processo de estaquia (em gigantes proporções). Desconheço estaquia com ipês até mesmo para mudas.

    Para mim, o ipê já estava lá.

    • Todos podemos conhecer quase tudo sobre a lei dos homens, pode ter quantas formatura estiver mas jamais irá entenderá sobre a gravidade das leis de deus.
      Moro próximo de onde surgiu todo esse acontecimento.A natureza mostrou sua força, diante dos homens.

  5. Moro numa cidade no interior do estado do Rio de Janeiro que se chama Miracema que dizem que significa dizer Pau Que Brota em Tupi/Guarani (Ybiracema) e que dizem se chamar assim porque a dona das terras mandou construir uma capela pra que seu filho que havia se tornado padre pudesse rezar as missas e um dos esteios da capela brotou depois de cortado e usado na construção. Era um ipê amarelo também.

  6. Se foi serrado, seria impossivel, pois teria que ser criada uma nova casca na arvore para que possa sobreviver. os vasos da planta estão na casca ou proximos da casca(xilema e floema) se foi cortada a madeira, não tem mais continidade os vasos. impossivel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui