Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

O livro “The Eyes of Darkness”, de Dean Koontz, previu o coronavírus em 1981?

O livro “The Eyes of Darkness”, de Dean Koontz, previu o coronavírus em 1981?

O livro “The Eyes of Darkness”, de Dean Koontz, previu o coronavírus em 1981?

É verdade que o autor Dean Koontz previu o surto do coronavírus de 2020 em seu livro “The Eyes of darkness”, em 1981?

A descoberta começou a ser publicada em diversos sites e blogs no Brasil no começo de março de 2020 e deixou muita gente intrigada. De acordo com o texto que também foi compartilhado nas redes sociais, o livro “The Eyes of darkness”, lançado em 1981, teria feito previsões certeiras sobre a epidemia do coronavírus de 2020.

O romance, de acordo com o que se espalhou pela web, apresenta várias coincidências entre o novo coronavírus e uma arma biológica criada no roteiro pela mente do autor norte-americano Dean Koontz. Na história, o componente fictício Wuhan-400 é um micro-organismo desenvolvido num laboratório próximo da cidade chinesa onde surgiram os primeiros casos de pessoas infectadas por coronavírus e o nome do cientista (no livro), Li Chen, é o mesmo do cientista chinês que já publicou estudos sobre o coronavírus.

Previsão? Coincidência? Será que isso é verdade ou mentira?

Livro de 1981 teria previsto com exatidão o surto do coronavírus em 2020! Será verdade? (foto: Reprodução/Twitter)

Verdade ou mentira?

No dia 16 de fevereiro de 2020, o usuário do Twitter Nick Hilton publicou em seu perfil a descoberta de que, segundo ele, provaria que o seu compatriota teria previsto o surto de coronavírus décadas antes:

A partir dessa publicação, alguns sites e blogs começaram a espalhar as supostas previsões, mas a verdade é que não foi bem isso que aconteceu!

O livro “The Eyes os Darkness” (“Olhos da Escuridão”, no Brasil) é um romance de terror lançado em 1981, e a trama central se concentra em uma mãe que sai em uma busca de seu filho desaparecido há um ano, na angústia de saber ele ainda está vivo ou não. Analisando o conteúdo do romance no texto original, em inglês, encontramos o nome do vírus e ele realmente se chama “Wuhan-400”. No entanto, esse não era o nome original dessa arma biológica!

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

A verdade é que na primeira publicação do livro, o vírus se chamava “Gorki-400” e teria sido criado por russos na cidade de Gorki.

O nome da tal arma biológica foi alterado somente em 1989, quando o livro foi lançado novamente. A ocasião foi a mesma que marcou o fim da Guerra Fria e com o fim da União Soviética, por isso usar o país em seu romance não fazia mais tanto sentido.

Em entrevista ao South China Morning Post, a cofundadora da livraria independente Bleak House Books, Jenny Smith, disse:

 “A partir de 1986, as relações entre os EUA e União Soviética começaram a melhorar […] Mikhail Gorbachev entrou em 1985 e estava muito interessado em tornar a União Soviética uma sociedade mais aberta e em melhorar as relações. Em 1988, [eles viraram] nossos amigos e não nossos inimigos. Um autor americano apontando o dedo fictício da culpa para a Rússia não teria caído bem naquele clima, então The Eyes of Darkness precisava de um novo vilão.”

As diferenças entre o COVID-19 e o fictício Wuhan-400 são muitas: Enquanto no romance o vírus “afeta apenas seres humanos” e “nenhuma outra criatura viva pode carregá-lo” a teoria mais aceita até agora é a que novo coronavírus tenha sido transmitido de animais para os humanos. 

No romance, o Wuhan-400 tem uma “taxa de mortalidade” de 100% e um tempo de incubação de 4 horas,  enquanto o COVID-19 é mortal em 2% dos casos e seu tempo de incubação é maior (cerca de 14 dias).   

O livro previu que ia acontecer em 2020?

Em algumas versões que se espalharam pela web, outro trecho acompanha a história mostrando que o autor Dean Koontz teria previsto até o ano em que ocorreria o surto do vírus Wuhan-400 seria exatamente o de 2020. No entanto, o trecho compartilhado é de outro romance: End Of Days: Predictions And Prophecies About The End Of The World (Previsões e Profecias sobre o fim do Mundo), livro de 2008 escrito pela auto-declamada paranormal Sylvia Browne (aquela mesma que inventou o termo “Efeito Mandela” e que já falamos sobre num episódio do Fake em Nóis). 

Trecho recortado é, na verdade, do livro End Of Days: Predictions And Prophecies About The End Of The World, de 2008. (foto: Reprodução/WhatsApp)

Conclusão

O livro “The Eyes of Darkness”, de Dean Koontz, não previu o surto de coronavírus em 1981!

Continue lendo
53 Comentários

53 Comments

  1. Pedro Lucio Ribeiro

    18 de março de 2020 em 6:59

    Parabéns pela dica Gilmar. Um outro fato curioso: em dezembro, era época dos grandes videntes fazerem suas previsões sombrias. E já em dezembro o tenebroso Novo Coronavírus já dava suas caras e ninguém previu porrrrcaria nenhuma! Nem diante dos insistentes alertas falando sobre o cancelamento dos festejos chineses que os levaria ao local de nascimento na comemoração da entrada do novo ano em seu “calendário zoológico”…

    • MANOEL GOMES ARAGÃO JUNIOR

      22 de março de 2020 em 13:59

      Apenas algumas coincidências. Nada além disso. Mas coincidir o nome do vírus com a origem do surto, não deixa de ser intrigante. Pois, pensar mas diversas cidades da China, e ter escolhida logo ela. E vamos aguardar, talvez o número “400” tenha alguma ligação. Kkkk

  2. Leandro

    18 de março de 2020 em 8:40

    Oi, Gilmar. Vc diz no seu texto que a taxa de mortalidade do Covid-19 é de 2%, mas sempre li e ouvi falando que é em torno de 3,6%

    Com uma conta bem simples (não sei se é assim mesmo q se calcula) eu entrei no mapa mundi da doença da OMS no dia 18/03/20, às 8h30 da manhã

    Dividindo os 7529 casos de mortes confirmadas pela doença pelos 184.975 casos confirmados, temos 4,07% de mortalidade

    https://www.who.int/ (site da OMS)

    https://experience.arcgis.com/experience/685d0ace521648f8a5beeeee1b9125cd (mapa que vc acha num link na home do site da OMS)

    Sei que há muitas pessoas que possuem o vírus e não foram diagnosticadas, o que colocaria a mortalidade total num grau menor, mas não sei da estimativa oficial. Ouvi dizer que seria entre 2% e 0,4%. Vc pegou em alguma fonte dessas?

    Obrigado e ótimo trabalho

    • Rafael

      19 de março de 2020 em 10:55

      Não previu ou previu com salvos erros mínimos???????

      • Gustavo Lins

        19 de março de 2020 em 14:32

        Não previu.

  3. l

    18 de março de 2020 em 9:37

    Ok…. então a auto intitulada paranormal realmente acertou a previsão. Obviamente ela não previu e isso foi sorte ou um acerto provindo de um tanto de chutes, mas como posso argumentar isso com quem defende o sobrenatural ?

    • Gilmar Lopes

      18 de março de 2020 em 10:03

      Puro chute

    • Maria

      21 de março de 2020 em 22:02

      @l , ignore-os! (opinião pessoal). Geralmente, quem acredita no sobrenatural, divino etc NÃO QUER SER CONVENCIDO. A Ciência se SEPAROU da Religião e do obscurantismo há muito tempo atrás no Renascimento. Crenças devem ser respeitadas (cada um tem a sua), ENTRETANTO, cada um no seu quadrado e um NÃO DEVE interferir no outro. 😉

  4. Leia

    18 de março de 2020 em 9:43

    Se o vírus voltar em 2030 vamos saber se é uma farsa ou não! Aguardando as cenas dos próximos episódios

    • art laser grafica e editora ltda

      18 de março de 2020 em 13:59

      NÃO VAI ESPERAR TANTO ASSIM, DIA 14 MAIO DESSE MESMO ANO, VAMOS TER UM ENCONTRO MUNDIAL NO VATICANO.
      É SÓ ESPERAR MAIS 50 DIAS

      • Er Rou

        18 de março de 2020 em 17:51

        Não, não vai. ERROU!

      • Denise

        19 de março de 2020 em 7:19

        Esperar 50 dias pra saber se o que ela disse é vdd? Quem saberá disso daqui à 50 dias?

  5. Marcos D

    18 de março de 2020 em 9:56

    Deixando as distrações e bla bla bla se estão na página 1 ou 2, ou em outro livro alguns anos mais tarde, O FATO IMPORTANTE é que essa epidemia foi prevista anteriormente, seja no livro do Dean Koontz, seja no livro da Sylvia Browne!

    • LUCAS CRISCOULLO FERNANDEZ

      18 de março de 2020 em 10:47

      Faz assim, compra o livro da Sylvinha então e se prepara para tudo que ela diz no livro. Inclusive, se fizer uma pesquisa rápida na internet você vê que ela acertou tudo o que ela previu, então vai lá filhão!

    • Tania

      18 de março de 2020 em 11:08

      Exatamente.

    • Er Rou

      18 de março de 2020 em 11:49

      Não. Errou.

      • Eu

        21 de março de 2020 em 14:05

        Mesmo que tenha mudado o nome da cidade ainda assim foi em 1981 o que ainda é estranho. Só pq mudou o nome não quer dizer não foi só uma correção já que faz mais de 30 anos. Sei lá kkk. É estranho.

    • eu

      18 de março de 2020 em 13:42

      Ja é a segunda verdade que eu vejo esse site dizer que é farsa, esse site não é de confiança. O afundamento do titanic tambem foi previsto em um livro, pesquisem.

    • Marcelo Dias

      18 de março de 2020 em 15:04

      Pois é, Marcos.. não entendi a conclusão!

    • j.a.damiani

      18 de março de 2020 em 16:28

      previsão ou não é que os poderosos ,ganancia pelo poder eles criarão os viros de todas as doenças
      para tirar proveito da situação , ai ainda dizem que o diabo não existe ,

      • Denise

        19 de março de 2020 em 7:22

        Vc mesmo disse que tudo isso acontece por ganância pelo poder. O que isso tem a ver com o diabo?

        • Fernando

          19 de março de 2020 em 22:20

          Tudooo

    • Ricardo

      18 de março de 2020 em 16:44

      E em filmes de Hollywood também.O fato é que surtos como esse são periódicos. Teremos novos microorganismos em outros anos a frente. Lembrem-se que já tivemos a gripe suína, gripe aviária (lembram daquela máxima ” As aves estão chegando !!” ao falarem da gripe aviária com as aves cruzando o Atlantico) e outras mais. Antibióticos cada vez mais potentes, selecionando bactérias, e vírus sofrendo mutações na tentativa de sobreviverem.

  6. Crismacleiton

    18 de março de 2020 em 10:47

    Muito bom

  7. Wellington Pimentel

    18 de março de 2020 em 11:09

    Fato incontestável: Os chineses, muito oportunamente, estão se livrando de problemas econômicos às custas desta pandemia. Mera coincidência ?

    • Gustavo Lins

      19 de março de 2020 em 14:36

      Problemas econômicos? Cara a China só cresce economicamente e não é de hoje.

      • Marcio

        20 de março de 2020 em 17:04

        Meu caro, engano seu, nos últimos anos o pib chinês vem regredindo, inclusive no último ano eles tiveram o menor crescimento em 29 anos.

  8. Caio Gonçalves

    18 de março de 2020 em 13:52

    Mais um charlatanismo alá Nostradamus

  9. BERNARDO

    18 de março de 2020 em 16:43

    que que isso, 1981 era da pedra da informação, não tinha celular, internet nem sonhando, computador eram poucos os que tinham, e videocassete era moda………………………….. os caras publicam livro que a gente nem imagina, tenho 43 anos e não me lembro desse livro na década de oitenta, cada escritor fuleiro que a gente nem imagina que existia, em 1981 ainda tava no jardim de infancia e já tinha cara pra escrever teoria da conspiração………………

  10. Ranggel

    18 de março de 2020 em 17:50

    “O nome da tal arma biológica foi alterado somente em 1989, quando o livro foi lançado novamente. A ocasião foi a mesma que marcou o fim da Guerra Fria e com o fim da União Soviética, por isso usar o país em seu romance não fazia mais tanto sentido.”
    Uai, então se o novo nome da arma biológica, dado em 1989, foi Wuhan, acertou o nome da cidade chinesa! Quantas cidades temos na China, quantas cidades temos no Planeta? Acertar o nome da cidade, epicentro do vírus, já é algo impressionante, independente de sorte, achismo, premonição, previsão exotérica, etc!

    • Marcus

      20 de março de 2020 em 22:14

      Perfeito comentário. Acertar o nome da cidade foi, no mínimo, impressionante.

  11. Giese Coelho

    18 de março de 2020 em 21:35

    Bom, já que ninguém levantou a hipótese… vamos lá acalorar as discussões. O vírus originalmente era Russo, certo?
    E logo em seguida foi alterado para a origem chinesa Wuhan-400.

    Hoje em dia, o Vírus aparece na China…….. logo em seguida a Rússia, do nada, lança a guerra do Petróleo……….. ou foi só eu que achei muito conveniente a pancada que a Rússia deu no mundo justamente durante o Covid-19??!!!!

    • Er Rou

      19 de março de 2020 em 18:18

      Só você. Errou!

    • Dudu Edu

      21 de março de 2020 em 19:24

      Perfeito.
      Mas os “negacionista”
      de plantão vão dizer que vc é conspiracionista.

      E, que vc esta errada.
      Conveniente não é mesmo?

  12. Talkerman

    19 de março de 2020 em 1:39

    Gostei da matéria, mas achei interessante o uso do nome da cidade associada ao vírus. Afinal, 1985, 1986, ainda é muito tempo antes de 2020. Nesse artigo não foi comentado, mas o nome do cientista envolvido na “descoberta” do vírus também aparece no livro de 1986.

    • Lênio

      19 de março de 2020 em 18:38

      O nome da cidade não é coincidência. Na região de Wuhan há um laboratório específico pra estudar virus e etc. O autor do se aproveitou da informação.

      • Marcus

        20 de março de 2020 em 22:42

        Mais um motivo pra acreditarmos que pode ter sido uma doença criada em laboratório

  13. Edizero

    19 de março de 2020 em 12:27

    Tudo bem que o trecho da escritora auto proclamada paranormal não faz parte do livro do Kean, mas ainda assim é algo intrigante, no mínimo…Independente do que se possa dizer sobre a credibilidade dela. Outra coisa interessante é que acima do trecho sublinhado tem mais informações que batem apesar de não terem sido mencionadas e ainda indica a suposta cura “E a doença se espalhará rápido e suas vitimas ficarão de quarentena até que seja descoberto que a bacteria pode ser destruída por uma combinação de correntes elétricas e alto aquecimento”

  14. Jean Us Vilan Us

    19 de março de 2020 em 12:48

    Excelente! Dando um bicuda, ou não e acertando muita coisa! De uma coisa tenho certeza absoluta: se ainda estivéssemos no governo PT, com o Haddad na Presidência, ou até mesmo nosso amado Luiz Inácio com nossa talentosíssima Dilma como Ministra, estaríamos ainda podendo nos bronzear ao calor das aglomerações das praias, nos bares e restaurante e nada preocupados com o maldito Corona Vírus. Sabem por que? Porque esse mal teria que bater uma meta que seria dobrada em 25% que dão 30% para depois da meta, não haveria meta e estaríamo à vontade ainda.

    • Gustavo Lins

      19 de março de 2020 em 14:39

      Mas foi Bolsonaro que disse que o vírus era fantasia da mídia.

      • Doutor Nozelo

        19 de março de 2020 em 18:20

        Não adianta, esse aí foi contaminado com o Bolsovírus, que deixa as pessoas cegas, surdas, burras e com a capacidade de defecar pelas pontas dos dedos. Pior, a única cura é o IMPEACHMENT. Ainda bem que tá cada vez mais perto!

        • Mirko

          20 de março de 2020 em 12:25

          Impeachment? Pra colocar Rodrigo Maia no Poder? Se isso acontecer, o Mourão não fica, já que terá de haver eleição indireta na qual Rodrigo Maia será eleito sem sombras de dúvidas!

          • Doutor Nozelo

            20 de março de 2020 em 15:31

            “Se isso acontecer, o Mourão não fica”
            Claro que fica. Quem disse que não? O vice só não será nomeado presidente caso ele também seja alvo do impeachment.

          • Jean Us Vilan Us

            25 de março de 2020 em 20:54

            Não adianta! Os esquerdolóides(aqueles que defecam pela boca), não tem mais saída a não ser sonhar com o passado glorioso de pederastia, filosofia barata, pátria educadora de portas e com a enganação de seus ídolos. Si Fu e tomaram no…

  15. Rosana Freedman

    21 de março de 2020 em 1:35

    Quem previu um virus e o ano exato de 2020 foi a Sylvia Browne.Ela merece o destaque e não é
    farsa.

  16. Dudu Edu

    21 de março de 2020 em 20:43

    Uma garotinha alegre confiante caminhava saltitante com seu ursinho de pelúcia segurando-o com sua mão esquerda em seu colo…e lambia um pirulito de tuti-fruti avidamente segurando-o com sua outra mão.

    Contente, e distraída não notará uma “meleca” em seu caminho pela calçada, até o parquinho perto de sua casa, caminho este, que fazia todas as manhãs, e, que nunca sofrerá até então, nenhum acidente no percurso.

    Sua mamãe atenciosa e amorosa, todas as manhãs, advertia-lhe dizendo:

    -Coraçãozinho da mamãe! Preste atenção no caminho,

    Cuidado, com as “melecas” do cachorro do vizinho.

    Por isso preste sempre atenção para não escorregar e cair pelo caminho, querida!

    E, a menina muito confiante de si, e apressada… desdenhava dos conselhos da mamãe dizendo assim:

    -AH Mamãe! pára de gora! Já te disse um milhão de vezes, isto jamais irá acontecer, pois eu
    sou esperta, viu!!!

    Resultado:

    A garotinha alegre, saltitante, e distraída … pisou com seu pé esquerdo na “meleca” escorregadia do gato da vizinha da calçada e ao cair… instintivamente usou seu ursinho de pelúcia, que segurava em seu colo com a mão esquerda… como objeto de amortecimento para amenizar o impacto da queda, e proteger seu saboroso pirulito.

    Então, logo se lembrou dos concelhos de sua Mamãe…
    Mas como era presunçosa,e muito confiante em si mesma e, para não reconhecer
    seu desdém dos conselhos da mamãe, por dizer “esperta”; não reconheceu
    seu erro de não ouvi-la,

    E, logo calou sua consciência convencendo-se com no seu ego abalado, dizendo pra si mesma assim:

    Bobagem!

    A mamãe não sabia que eu segurava meu ursinho com a mão esquerda.
    Também não sabia que eu segurava meu pirulito com a mão direita.
    E, também não sabia que eu fui esperta , e amorteci o tombo com meu ursinho salvando meu pirulito gostoso, qdo eu pisei na meleca do gato, da vizinha, e não do cãozinho do seu Manuel.

    Qual seria a moral da estorinha????

    fui.

  17. Leandro

    22 de março de 2020 em 13:16

    Esse e-farsas é a própria farsa, esse e-farsas mostra que por tras desse site tem pessoas enganadoras que agem de forma tendenciosa pro lado do mal, vc não tem um pingo de comprometimento com a verdade, se no livro acertou o nome da cidade, o ano, e o nome de um cientista, como que o livro nao acertou? na verdade pode nao ter sido uma previsão, mas sim um alerta onde o autor do livro ja teria alguma informação ou base sobre tal acontecimento no futuro, oque de fato parece que ele sabia desse acontecimento, pois acertar a cidade que inclusive nem é famosa isso ja mostra que o escritor tinha informações ou alguma base pra saber que tal acontecimento iria ocorrer naquela cidade, pra completar ele ainda acertou o ano, e o nome de um cientista, pra ter acertos assim sem ter algum tipo de informação sobre o assunto é praticamente impssivel, vcs escrevem que não se tem indicios de que tal virus foi feito por homens, mas oque vc quer? que governos e midias saiam por ai falando que o virus foi feito por homens? mesmo se tiver indicios disso é algo que sera acobertado por governos e midias, não haja de má vontade, tente ser profissional e não querer ser tendencioso pro lado de governos, midia e etc, no livro de tem varios acertos, ai vcs do E-farsas aparecem na cara dura escrevendo que o livro não previu tal ocorrido? vc queria que o livro tivesse acertado tudo de forma 100% pra vc aceitar que foi previsto? teve varios acertos no livro, isso é fato, vcs deviam ter colocado no final do texto de vcs que o livro previu algumas coisas, tipo a cidade, o ano, e o cientista, isso sim seria profissionalismo, e não serem tendenciosos e finalizar o texto escrevendo que não foi previsto.

    • Paulo

      22 de março de 2020 em 17:34

      Verdade, também acho isso. É muita cara de pau. E ainda mais… todos os comentários que são postados aqui no site passam por moderadores. Ou seja, no final das contas ficarão somente os comentários lhe forem apropriados.

  18. Paulo

    22 de março de 2020 em 17:30

    Porra, o livro mostrou várias evidências de uma pandemia e ainda assim não querem acreditar??? Puxa!!! Vocês querem que o papai noel apareça como mágica para poder acreditar em alguma coisa? É claro que a descrição do livro nunca será o relato real de uma previsão mais com certeza apresenta boas informações da realidade presente.

  19. Palumbo Ceta Drongo

    22 de março de 2020 em 18:56

    Os luletetas revoltados com os bozoletas e o efarsetas improvisando e deixando mais na dúvida do que a tirando. Bom… Sendo chute, ou não, a coisa tá acontecendo. Talvez não no planeta do Gilmarzeta e dos Dilmetas, eternos frequentadores daqui. mas no Mundo todo. É a vida imitando a arte

  20. douglas

    28 de março de 2020 em 18:28

    em 2012 o documento alemão mostra vários detalhes da pandemia de 2020 antes dela acontecer pag, 56-60-61-62-67-69-71-72-75-76 https://dipbt.bundestag.de/dip21/btd/17/120/1712051.pdf

    • douglas

      28 de março de 2020 em 18:30

      O CORONAVIRUS foi previsto em 2008 pela popular médium Sylvia Browne

  21. Johny Muniz

    29 de março de 2020 em 9:41

    Percebo que a Navalha de Occam, muito bem aplicada aqui, faz jus ao tipo de trabalho prestado pelo Nobre Gilmar Lopez, e vice e versa, onde se pressupõe que a explicação mais simples tende a ser a mais correta. Ao meu ver, coisa de Médico preguiçoso que, para não ter trabalho além do que deveria ter, receita os pacientes o mesmo remédio como se tudo fosse uma simples virose. Quanto mais simples, melhor – mas isso não vale para ambos os lados.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo