Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Vídeo mostra a Praia de Botafogo com as águas cristalinas! Efeito da quarentena?

Fora de Contexto

Vídeo mostra a Praia de Botafogo com as águas cristalinas! Efeito da quarentena?

Vídeo mostra a Praia de Botafogo com as águas cristalinas! Efeito da quarentena?

Ontem (17), uma determinada usuária brasileira, no Facebook, disseminou três vídeos que mostravam a Praia de Botafogo, na cidade do Rio de Janeiro, com águas cristalinas (arquivo)! A usuária alegou não ter sido a responsável pela filmagem, mas, ainda assim, escreveu na publicação:

Essa praia era um mangue podre. Olha a cor da água agora após 60 dias de quarentena no RJ… Mais uma prova que o maior vírus pro planeta somos nós. @ Praia De Botafogo, Rio De Janeiro

Confira abaixo a publicação:

Publicação que vem sendo disseminada no Facebook.

Assim como um dos vídeos que foram disseminados pela usuária:

 

A reação dos demais usuários, é claro, foi de imensa alegria e espanto! Não é à toa que a publicação já obteve mais de 7,5 mil compartilhamentos, e os vídeos, somados, já tiveram mais de 100 mil visualizações em menos de 18 horas!

A reação dos demais usuários, é claro, foi de imensa alegria e espanto!

Entretanto, será que os vídeos são verdadeiros e retratam a Praia de Botafogo? As águas da Praia de Botafogo ficaram cristalinas devido a quarentena? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Fora de Contexto! Embora os vídeos sejam verdadeiros e retratem a Praia de Botafogo, as águas não estão cristalinas necessariamente devido a quarentena! As pessoas passaram a acreditar que, qualquer coisa “diferente” tem relação direta com a quarentena e, consequentemente, com a redução da atividade humana.

A Matéria Publicada no Site do Jornal “O Globo”

Uma matéria publicada no site do jornal “O Globo”, cerca de um mês atrás, já dizia, naquela época, que o o mar limpo nada tinha a ver com a quarentena: na verdade, era uma conjunção de fenômenos meteorológicos e astronômicos (arquivo). A entrada de uma frente fria na semana anterior e a sobrelevação da maré por causa da lua cheia – a chamada maré de sizígia – estavam por trás da água limpa, especialmente na Baía de Guanabara.

Lembrando, nesse ponto, que a Praia de Botafogo é uma das 44 praias da Baía de Guanabara.

Matéria no site do jornal “O Globo”.

Houve uma sobrelevação extraordinária do nível do mar que se somou à entrada de frente fria. Ultimamente, as frentes frias seguem a tendência de virem do mar, provocando ventos em direção ao continente. Esses fatores fazem com que na boca da Baía entre uma quantidade grande de água limpa, promovendo uma renovação no seu interior. Por isso, isso essa transparência em praias como a do Flamengo e de Icaraí, em Niterói, que mostra a força que a natureza tem na recuperação dos ecossistemas costeiros.

A quarentena nada tem a ver com isso. O que ela faz é permitir a reflexão diante desse fenômeno: se fizermos a nossa parte, se poluirmos menos, podemos ter praias assim, maravilhosas“, disse o oceanógrafo David Zee, professor da Uerj.

Ainda segundo o oceanógrafo, o esgoto e o lixo são os principais causadores da poluição nas praias e, caso chovesse forte, havia risco de a água do mar voltar a ficar turva por causa da sujeira que chega à Baía pelos rios e canais.

Sem Relação com o Isolamento Social

Claudia Hamache, outra oceanógrafa da Uerj, disse:

Estamos em dias sem chuvas, com aporte menor de sujeira vindo para o mar. E isso se associa ao período de maré bem alta, que está trazendo água bem limpa de fora da Baía de Guanabara. As fotos que temos visto foram tiradas com a maré enchendo, quando há menos lixo“, disse Claudia.

O Artigo Publicado pelo Site “Brasil de Fato RJ”

No dia 11 de maio, cerca de uma semana atrás, um site chamado “Brasil de Fato” publicou um artigo questionando se as águas claras da Baía de Guanabara tinham sido ou não efeito da quarentena (arquivo). Nesse sentido, o site consultou o ecologista  Sérgio Ricardo, um dos fundadores do Movimento Baía Viva. Embora ele tenha até tenha citado uma redução do fluxo industrial, ele novamente citou a maré de sizígia.

Esse fenômeno ocorre de 15 em 15 dias. Nele, a baía passa por um processo interno de ‘autodepuração’, ‘autolavagem’: entram bilhões de litros de água do mar e circulam a oeste e a leste até chegar ao arquipélago de Paquetá que serve como uma espécie de alavanca para empurrar para o alto mar grande parte dos poluentes, lixo, esgoto e óleo“, explicou.

De acordo com Sérgio Ricardo, o fenômeno da hidrodinâmica não ocorre mais vezes ao ano por conta do desmatamento e dos grandes aterros que ocuparam a Baía de Guanabara, que causaram uma perda de 80 km de extensão de espelho d´água no passado.

Consultamos a AMAB (Associação dos Moradores e Amigos de Botafogo)

Entramos em contato com a AMAB — Associação dos Moradores e Amigos de Botafogo — para saber o que eles estavam achando de toda essa história. Afinal de contas, nada melhor do que aqueles que moram na Praia de Botafogo, e lidam diariamente com os seus problemas, para nos dizer o que anda acontecendo por lá.

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

Em resposta, Regina Chiaradia, presidente da AMAB, disse não acreditar que a cristalinidade da água tivesse a ver com a questão da quarentena.

A poluição da Praia de Botafogo é essencialmente dos esgotos domésticos, tem a ver com chuvas e com a abertura ou não das duas comportas dos rios Bercó e Banana Podre instaladas na praia

De acordo com o site “AECweb”, obras de saneamento na Baía de Guanabara, visando sua despoluição, devem ser concluídas até 2023. Assim sendo, aproveitamos e perguntamos também sobre o lendário projeto de despoluição da Baía de Guanabara, que foi concebido lá na década de 90, e que se arrasta até hoje. Contudo, Regina nos disse que não vê mais nada sendo feito sobre esse assunto.

Atualização #1 : 19/05 às 9h30

Na manhã hoje (19), Regina Chiaradia, presidente da AMAB, nos enviou uma foto denunciando a abertura das duas comportas dos rios Bercó e Banana Podre. Segundo Regina, essa abertura ocorreu ontem (18). Assim sendo, a foto mostra claramente uma triste realidade que acontece, periodicamente, na praia de Botafogo.

Confira a foto, abaixo:

Esse assunto também gerou muita repercussão na página da AMAB, no Facebook. Diversos usuários relataram que já presenciaram a cristalinidade das águas da praia de Botafogo, assim como de alguns outros pontos da Baía de Guanabara em anos anteriores.

Segundo um usuário chamado Fernando Cattan, a foto abaixo teria sido tirada em 2018, na “mureta da Urca”:

Segundo um usuário chamado Fernando Cattan, a foto abaixo teria sido tirada em 2018, na “mureta da Urca”.

Um outro usuário chamado Sandro Antonucci relatou:

Galera, eu sei que vocês adoram uma teoria da conspiração mas eu trabalhei 10 anos ali, no mar, com embarcações, e já vi várias vezes. Umas 5 vezes ao ano. Mais frequente no inverno ou entrada de frente fria, mas, depois que chove, abrem as comportas em baixo da churrascaria Fogo de Chão e suja tudo. Quem trabalha ali consegue prever as melhores condições para entrar na água para raspar e consertar os barcos e as poitas

Um Vídeo Publicado por um Outro Usuário

Um outro usuário chamado Atilio Flegner publicou um vídeo, que teria sido gravado ontem (18), para mostrar a poluição das águas da Praia de Botafogo.

Lembram que as comportas tinham sido abertas? Pois bem, Confiram abaixo um trecho desse vídeo, sem o áudio original, apenas para vocês terem uma noção:

 

Isso demonstra, de forma clara, como a cristalinidade das águas da praia de Botafogo é um fenômeno sazonal, e não tem necessariamente relação com o atual período de quarentena! Isso também não quer dizer, em hipótese alguma, que a água esteja realmente limpa, tampouco que a praia esteja própria para banho.

Conclusão

Fora de Contexto! Embora os vídeos sejam verdadeiros e retratem a Praia de Botafogo, as águas não estão cristalinas necessariamente devido a quarentena! As pessoas passaram a acreditar que, qualquer coisa “diferente” tem relação direta com a quarentena e, consequentemente, com a redução da atividade humana.

Contudo o pior vírus não é o ser humano, mas a desinformação por ele gerada e, posteriormente,  o compartilhamento massivo dessa desinformação.

Continue lendo

Jornalista e colaborador do site de verificação de fatos E-farsas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2020. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos e casos supostamente sobrenaturais.

43 Comentários

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Publicidade

Parceiros:

Voltando a Circular

Publicidade

Topo