28.9 C
São Paulo
terça-feira, setembro 28, 2021

Vídeo mostra um filhote de urso abraçando um homem que o salvou de um incêndio?

- Publicidade -

Desde o fim de dezembro de 2019, um vídeo supostamente mostrando um filhote de urso “abraçando” um homem vem viralizando nas redes sociais. Muitos usuários estão freneticamente compartilhando links dos sites “CONTI outra“, “Pequenas Coisas“, “Olhar Animal” e “Olha que Vídeo“. O link do site “Olha que Vídeo”, por exemplo, já foi compartilhado mais de 37 mil vezes somente no Facebook.

O link do site “Olha que Vídeo”, por exemplo, já foi compartilhado mais de 37 mil vezes somente no Facebook.

E a razão para tantos compartilhamentos? Foi alegado que o ursinho não conseguia parar de “abraçar” esse homem, porque ele o salvou de um incêndio num bosque!

Confira abaixo o vídeo:

O Texto Publicado Pelo Site “Olha que Vídeo”

Confira o que foi escrito pelo site “Olha que Vídeo”, ipsis litteris:

2019 foi um ano difícil para o meio ambiente – pense na Amazônia, atingida por incêndios graves e imediatamente depois na Austrália, onde centenas de animais perderam suas vidas, bem como seu habitat, devido às chamas. Mais de 400.000 acres de terra perto de Sydney foram queimados, deixando apenas uma devastação terrível. Nesse cenário sombrio, no entanto, também havia muitos heróis que tentavam salvar os animais, arriscando suas vidas. Como mulher que arriscou sua vida para salvar um filhote de coala das chamas, um homem resgatou um filhote de urso no meio de um incêndio na floresta e seu feito imediatamente se tornou viral no Twitter. Após o resgate, o jovem (que ainda não foi identificado) foi literalmente perseguido e abraçado pelo pequeno animal. O vídeo feito testemunha a bela cena.

O fato foi compartilhado no Twitter por uma influencer chamada Susanta Nanda; pouco se sabe sobre o local em que o vídeo mostrando o belo gesto foi gravado, mas ainda é uma cena que nos envia uma mensagem muito importante. O empenho e os esforços para a conservação e o cuidado da vida selvagem serão sempre necessários. Esses seres são tão maravilhosos que não podemos ignorá-los ou fazer de conta que nada está acontecendo. Vamos ver como o urso tentou brincar e agradecer ao homem que o ajudou. Gostaríamos que nenhum outro animal sofresse por causa das ações descontroladas do homem.

Entretanto, será que essa história é verdadeira? Será que estamos realmente diante de um incêndio num bosque? Descubra agora, aqui, no E-Farsas!

Verdadeiro ou Falso?

Fora de Contexto! Em primeiro lugar, o vídeo é bem antigo! Uma de suas primeiras aparições no YouTube foi no dia 9 de agosto de 2011 num canal chamado “epicrussia”! Embora não haja maiores detalhes na descrição do vídeo, não se trata da fumaça de um incêndio, mas de névoa!

Se estivesse ocorrendo realmente um incêndio as pessoas no vídeo não estariam agindo com tanta naturalidade, e de maneira tão calma e descontraída. Tanta fumaça também afetaria a respiração e não vemos ninguém com máscaras de oxigênio, quaisquer outros equipamentos de proteção ou sinais de que se trata de fumaça. Aliás, aparentemente, trata-se de uma região montanhosa.

- Publicidade -

Outro detalhe é que, também aparentemente, o idioma das pessoas que aparecem no vídeo é o russo, ou seja, é bem possível que o vídeo tenha sido gravado em território russo. Poderiam ser turistas na Austrália? Até poderiam, mas o problema é que ursos (coalas não são ursos) não são nativos (zoológicos não contam) da Austrália! Assim sendo, essa possibilidade já deveria ter sido descartada desde o início.

Conclusão

Fora de Contexto! O vídeo é antigo, circula pelo menos desde agosto de 2011, e não se trata de um resgate após um incêndio num bosque! A tal “fumaça” que vemos no vídeo é tão somente névoa! Diante do que foi apresentado, e considerando o idioma das pessoas no vídeo, é bem possível que a cena tenha sido gravada em território russo, numa região montanhosa.

- Publicidade -
Marco Faustinohttp://www.e-farsas.com/author/marco
Jornalista e colaborador do site de verificação de fatos E-farsas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2020. Entre junho de 2015 e abril de 2018, trabalhei como redator do blog AssombradO.com.br, além de roteirista do canal AssombradO, no YouTube, onde desmistificava todos os tipos de engodos pseudocientíficos e casos supostamente sobrenaturais.

Últimas Atualizações

- Publicidade -

Ajude a Manter o E-farsas

Checagens Relacionadas

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui