Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

A Mansão do pai de Guilherme Boulos está vazia e pronta para ser ocupada pelo MTST?

Conspirações

A Mansão do pai de Guilherme Boulos está vazia e pronta para ser ocupada pelo MTST?

A Mansão do pai de Guilherme Boulos está vazia e pronta para ser ocupada pelo MTST?

É verdade que a luxuosa casa do pai do político Guilherme Boulos está desocupada há muito tempo e está avaliada em cerca de R$ 2,8 milhões?

A notícia se espalhou em diversos sites e blogs no começo de maio de 2018, sendo bastante compartilhada também no Facebook e em grupos do WhatsApp. De acordo com o texto, a mansão onde viveu o pai do político Guilherme Boulos está abandonada e, com seus 700 metros quadrados de terreno, está avaliado em cerca de R$ 2,8 milhões!

O imóvel, há tempos abandonado – segundo o que diz na notícia – está localizado em uma bela área na Vila Mariana (um bairro localizado na zona sul da cidade de São Paulo) e é uma herança do “sem-teto” e pré-candidato à Presidência Guilherme Boulos (que, segundo o texto, nem se importaria em ter sua propriedade invadida pelo MST).

Será que essa notícia é verdadeira ou falsa?

Mansão que o pai do candidato à Presidência Guilherme Boulos deixou de herança está abandonada na Vila Mariana! Será verdade? (foto: Reprodução/Facebook)

Verdade ou mentira?

Essa história ganhou força após uma publicação feita no dia 1º de maio de 2018 em uma página não-oficial do apresentador Alexandre Frota no Facebook.

A publicação incita ao MTST a fazer uma invasão no imóvel do seu líder, visto que o imóvel localizado na rua Paula Ney, número 446, estaria abandonado há muito tempo.

Alguns dias depois, sites especializados em disseminar fake news começaram a publicar a “notícia” como se fosse real. Um exemplo é o site Notícias Brasil Online, já conhecido aqui no E-farsas por criar e espalhar inúmeras notícias falsas.

Entre em contato com o E-farsas via WhatsApp: (11) 96075-5663

Voltando à referida mansão, nos próprios comentários das páginas onde essa “notícia” foi publicada, os leitores já alertam para um furo nessas afirmações: A suposta construção já nem existe mais! O imóvel foi demolido e no seu lugar será construído um condomínio residencial, o Haus Mitre.

A agência de notícias Pública foi até o local verificar que no local da casa, atualmente se encontra um enorme stand de vendas:

No local da casa agora está montado um stand de vendas! (foto: Anna Beatriz Anjos/Agência Pública)

A Pública foi buscar informações sobre o histórico da casa diretamente na certidão do imóvel, constatando que os proprietários eram o casal libanês Philippe Boulos e Mona Boulos. Em 1975, após a morte de Philippe, a Justiça partilhou a casa para a viúva e seus três filhos, os arquitetos Seme Philippe Boulos e Felipe Boulos Junior e a advogada Kátia Boulos. Em 2018, os herdeiros venderam o imóvel pelo valor de R$ 8.400.135,46 à construtora Mitre Vila Mariana Empreendimentos (que juntou o terreno com mais outras duas propriedades vizinhas para dar início ao Haus Mitre).

Como nos registros do imóvel não há nenhuma menção ao nome do infectologista Marcos Boulos, pai de Guilherme, ficou provado que o autor dessa fake news mentiu em mais um ponto!

Conclusão

A notícia afirmando que Guilherme Boulos é herdeiro de uma mansão abandonada no bairro paulistano da Vila Mariana é falsa! No local onde havia uma casa (que não era do pai de Boulos) está sendo erguido um condomínio residencial!

Continue lendo
16 Comentários

Comente

16 Comments

  1. Lalo

    16 de maio de 2018 em 8:02

    A agência de notícias Pública fez o correto: foi ao Cartório verificar qual o real dono do imóvel.
    Providência que determinado juiz de Curitiba não teve quando condenou Lula por um imóvel que não é (ou era) dele…
    Quem está errado: a Publica ou o juiz?

    • gustavofreitslins@gmail.com

      25 de maio de 2018 em 18:14

      Oh animal não existe nenhum indicio que casa é dos pais do boulos, no caso do Lula o imposto da casa foi declardo 5 ANOS no nome da mulher dele ,coincidência né? kkkkkkkk

      • Eu™

        28 de maio de 2018 em 16:21

        “no caso do Lula o imposto da casa foi declardo 5 ANOS no nome da mulher dele”

        Fonte?

      • Macambyra

        27 de setembro de 2018 em 14:08

        Leia o processo.

        Está lá, inclusive o Lula foi inquirido duas vezes em audiência. Além disso há documentos das empreiteiras, há as caixas estocadas com desígnio de ir para apartamento do Guarujá, há planilhas de corretagem com as siglas dos proprietários (Lula e Marisa), há dois contratos, um com rasura com o número do triplex por Dona Marisa, antes mesma da obra ser pública ou ter os números divulgados.

        Não era só convicção, aliás o famoso Meme do PT da frase inventada e colocada na boca do Delangnol nunca existiu, só mais um fake news dos fanáticos religiosos da nova religião: petismo.

        O problema de discutir com vocês é que a verdade, os fatos, as provas não importam, vocês tem fé que ele é inocente, e religião nem devia se misturar com política. O lulismo devia logo confessar que é um culto dogmático.

  2. Guilherme

    16 de maio de 2018 em 13:15

    Cuidado para não falarem que você é pago pelo PSOL, hein

  3. Brendon Kevin

    18 de maio de 2018 em 0:16

    Queria que fizesse uma pra saber se o pessoal do partido do trabalhadores que não trabalha, e está em Curitiba estão recebendo na faixa de 30 reais pra fazer baderna quase 24h e incomodar os moradores da região de santa cândida

  4. Flávio

    20 de maio de 2018 em 15:38

    Será mesmo ???? Quem realmente sabe desta “verdade” ??

    • Eu™

      21 de maio de 2018 em 12:57

      A Pública foi buscar informações sobre o histórico da casa diretamente na certidão do imóvel, constatando que os proprietários eram o casal libanês Philippe Boulos e Mona Boulos. Em 1975, após a morte de Philippe, a Justiça partilhou a casa para a viúva e seus três filhos, os arquitetos Seme Philippe Boulos e Felipe Boulos Junior e a advogada Kátia Boulos. Em 2018, os herdeiros venderam o imóvel pelo valor de R$ 8.400.135,46 à construtora Mitre Vila Mariana Empreendimentos (que juntou o terreno com mais outras duas propriedades vizinhas para dar início ao Haus Mitre).

      Se você quiser, pode fazer o mesmo. Basta levantar essa bunda gorda da cadeira e ir atrás da informação. Mas como sei que é um vagabundo que fica só dando “Likes” no Facebunda, não vai fazer nada e vai continuar com mimimi aqui nos comentários do site.

  5. Lucho

    30 de junho de 2018 em 15:15

    Como sempre blogs políticos espalhando mentiras e ódio.

    Eu sempre digo.

  6. joão

    10 de agosto de 2018 em 8:02

    Ele pode não ter uma mansão… mas em compensação tem uma herança de milhões… fora os alugueis dos moradores que morreram no prédio que caiu….

    • Gilmar Lopes

      10 de agosto de 2018 em 8:24

      Não estou querendo defender o Boulos, mas receber herança (caso isso seja verdade) é algo ilegal?
      Gostaria que você nos enviasse links comprovando essa história dos alugueis que ele recebe!
      Obrigado!

    • Arthur Ribeiro da Silva

      1 de setembro de 2018 em 19:24

      João, a ocupação do prédio que desabou no Largo do Paissandu não tem nada a ver com o MTST! O movimento que realizava tal ocupação chama-se “Movimento de Luta Social por Moradia (MLSM)”.

      O MTST não ocupa prédios, e sim terrenos. Nesses terrenos, os sem teto acampam em barracos de lona construídos por eles próprios. O MTST também não cobra taxas de seus membros. Cada sem teto arca com suas despesas, porém há o compartilhamento de materiais, bem como doações de voluntários.

  7. Antonio Ferreira Guimarães

    2 de novembro de 2018 em 8:26

    No caso do Alexandre Frota, ele nem sentou a bunda para pesquisar, estava com ela em outro lugar

    • Sergio Bernardo Junior

      3 de novembro de 2018 em 14:06

      Que comentário homofóbico…

  8. Helena Murillo

    5 de novembro de 2018 em 16:16

    Eu vou responder ao Sr Gilmar Lopes q fez uma pergunta em 10 de agosto desse ano. Sr Gilmar não sou nem direita nrem esquerda, quero dizer não sou extremista. E até onde eu sei, o Sr . Boulos é de extrema esquerda e dessa forma, jamais e digo jamais podera receber HERANÇA . E vou te dar um único motivo, os pessoa de esquerda acredita q as pessoas , os cidadãos do país não tem d o direito à PROPRIEDADE, por consequência não há q se falar em direitos SUCESSÓRIOS,HERANÇA. Nós vivemos num Estado de direita, mas esse rapaz luta pela instalação do Estado de ESQUERDA. Acredito q ele não pode desejar receber HERANÇA; segundo a seu próprio caminho!

  9. Helena Murillo

    5 de novembro de 2018 em 16:18

    Eu vou responder ao Sr Gilmar Lopes q fez uma pergunta em 10 de agosto desse ano. Sr Gilmar não sou nem direita nrem esquerda, quero dizer não sou extremista. E até onde eu sei, o Sr . Boulos é de extrema esquerda e dessa forma, jamais e digo jamais podera receber HERANÇA . E vou te dar um único motivo, os pessoa de esquerda acredita q as pessoas , os cidadãos do país não tem d o direito à PROPRIEDADE, por consequência não há q se falar em direitos SUCESSÓRIOS,HERANÇA. Nós vivemos num Estado de direita, mas esse rapaz luta pela instalação do Estado de ESQUERDA. Acredito q ele não pode desejar receber HERANÇA; segundo a seu próprio caminho! Não ainda não falei

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Voltando a Circular

Publicidade

Topo