Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Em menos de 24 horas, Jair Bolsonaro fez muito pelas vítimas de Brumadinho! Será?

Política

Em menos de 24 horas, Jair Bolsonaro fez muito pelas vítimas de Brumadinho! Será?

Em menos de 24 horas, Jair Bolsonaro fez muito pelas vítimas de Brumadinho! Será?

Ele bloqueou R$ 1 bilhão da Vale? Ele chegou em menos de 24 horas em Brumadinho? Analisamos uma corrente que se espalhou Facebook parabenizando os feitos do presidente Jair Bolsonaro!

O texto foi parar no nosso grupo do Facebook no dia 27 de janeiro de 2019, e é um resumo das decisões que teriam sido tomadas pelo presidente Jair Bolsonaro logo após o rompimento de uma barragem na cidade mineira de Brumadinho, desastre ocorrido no dia 25 de janeiro de 2019.

Segundo o texto, em menos de 24 horas o presidente já havia exigido o bloqueio de R$ 1 bilhão da Vale, além de diversas outras medidas exemplares!

Será que isso é verdade?

Texto que acompanha as imagens:  “TUDO EM MENOS DE 24 HORAS – Bloqueio de 1 bilhão de reais na Vale; – 250 milhões em multa; – Reserva de hospital para vítimas; – Parceria do Ministério dos Direitos Humanos para cadastramento e envio de voluntários; – Parceria para envio de doações; – Ministros de todas as áreas estratégicas convocados e enviados de imediato para o local do crime; – E a pedido da primeira dama foi enviado 100 médicos veterinários para tratar os animais sobreviventes – Criou no local um comitê de crise; – De imediato determinou que tropas da 4a Brigada de Infantaria de Juiz de Fora/MG se deslocar-se para a região; – O Presidente da República chegou no local em menos de 24 horas do fato. – Israel chegou para ajudar em menos de 24 horas do fato.
Orgulho do nosso Presidente, Jair”

Analisando cada tópico

– Bloqueio de 1 bilhão de reais na Vale

Incorreto! Houve, sim, um pedido de bloqueio de bens no valor de R$ 1,6 bilhão, mas a solicitação partiu do Ministério Público do Trabalho (MPT) e cabe ao poder judiciário (e não o presidente) executar (curiosamente, esse é o mesmo órgão que Bolsonaro demonstrou – durante campanha eleitoral – desejo de extinguir caso fosse eleito). Além desse, o Ministério Público de Minas Gerais bloqueou mais R$ 5 bilhões da empresa responsável pela barragem.

O governo de Minas Gerais também determinou o bloqueio de R$ 1 bilhão de bens da Vale.       

– 250 milhões em multa;

Verdade, mas… A multa foi aplicada pelo Ibama e não diretamente por Jair Bolsonaro, mas como o órgão é uma autarquia e é veiculada ao Ministério do Ambiente, vamos classificar esse tópico como “verdadeiro”.

Apenas mais um detalhe: O Ibama também é um dos órgãos que estavam na mira de Jair Bolsonaro, que afirmou em dezembro de 2018 que pretendia acabar com “a indústria da multa” que o Ibama – segundo ele – vinha praticando. Durante solenidade de formatura de cadetes aspirantes a oficial do Exército na Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende (RJ), Bolsonaro reafirmou:

“Não vou mais admitir o Ibama sair multando a torto e a direito por aí, bem como o ICMbio. Essa festa vai acabar”

O discurso do Governo em relação ao assunto passou a ser mais moderado após o desastre ambiental ocorrido em Brumadinho.

– Reserva de hospital para vítimas;

Verdade! O Ministério da Saúde reservou 150 leitos em hospitais para atender às vítimas de Brumadinho.

– Parceria do Ministério dos Direitos Humanos para cadastramento e envio de voluntários;

Impreciso! O Ministério dos Direitos Humanos agora é o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e não há nenhum programa (ou não encontramos) de cadastro de voluntários no site do órgão. Uma nota emitida pelo MMFDH no dia 26 de janeiro de 2019 afirma que representantes do ministério estão no local em parceria com uma rede de voluntários, mas não fala nada sobre como se cadastrar para o voluntariado:

“Representantes do ministério estão no local e acompanham de perto o atendimento às famílias. Em parceria com os governos estadual e municipal, uma rede de voluntários acionada pela Pasta deve ajudar na localização e no acolhimento às vítimas e seus familiares.”

No dia 25 de janeiro de 2019, a ministra do MMFDH Damares Alves publicou em seu Twitter a divulgação da campanha do Transforma Brasil, uma plataforma nacional de promoção de voluntariado. Não encontramos relação entre o Instituto Rede Muda Mundo e o Governo e quem tiver informações, nos ajude:

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

https://twitter.com/DamaresAlves/status/1088960854412926977?s=09

– Parceria para envio de doações;

Informação vaga! Não encontramos algo (se você achar algum link, mande para nós nos comentários) que comprove que o presidente tenha criado algum tipo de parceria para o envio de doações. O site Poder 360 listou as campanhas de doações disponíveis. A defesa civil, a principal articuladora do recebimento das doações fica sob responsabilidade do governo de Minas Gerais. Além disso, a Caixa e o Banco do Brasil também disponibilizaram contas especiais para o recebimento de doações.

– Ministros de todas as áreas estratégicas convocados e enviados de imediato para o local do crime;

Exagerado! Jair Bolsonaro determinou, sim, a visita de 3 ministros até Brumadinho:

  • Ricardo Salles, do Meio Ambiente
  • Gustavo Canuto, o Desenvolvimento Regional;
  • Bento Albuquerque, Minas e Energia;

O mais correto seria afirmar que ministros de diversas áreas se reuniram no gabinete do ministro da Casa Civil, pois foi isso que aconteceu, para juntos acompanhar a crise em relação à tragédida de Brumadinho. A reunião ocorreu no dia 28 de janeiro de 2019 (3 dias após o rompimento da barragem), em Brasília, e contou com Onyx Lorenzoni, ministro-chefe da Casa Civil, Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral), general Santos Cruz (Secretaria de Governo), Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional), almirante Bento Albuquerque (Minas e Energia) e Fernando Azevedo (Defesa).

– E a pedido da primeira dama foi enviado 100 médicos veterinários para tratar os animais sobreviventes

Falso! Conforme apurado pelo site Boatos.org, a publicação feita no Facebook como sendo da primeira-dama solicitando veterinários para socorrer os animais afetados pelo rompimento da barragem é falsa! Há voluntários (veterinários e não veterinários) ajudando a tratar dos animais em Brumadinho, mas essa ajuda não tem nenhuma relação direta com Michelle Bolsonaro.

– Criou no local um comitê de crise;

Verdade! No mesmo dia do rompimento da barragem, o presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto criando um conselho de crise para tratar do caso de Brumadinho. O texto do decreto prevê que o ministro da Casa Civil irá comandar a operação em conjunto com os Ministérios da Defesa, Meio Ambiente, Minas e Energia, Direitos Humanos, Saúde

“O Comitê deve acompanhar as ações de socorro, de assistência, de reestabelecimento de serviços essenciais afetados, de recuperação de ecossistemas e de reconstrução decorrentes do desastre”, diz o texto.

– De imediato determinou que tropas da 4a Brigada de Infantaria de Juiz de Fora/MG se deslocar-se para a região;

Verdade! A sugestão foi feita pelo presidente, mas o governo de Minas Gerais não aceitou a ajuda do Exército!

– O Presidente da República chegou no local em menos de 24 horas do fato.

Verdade! O presidente Jair Bolsonaro visitou o local da tragédia no dia 26 de janeiro de 2019, poucas horas depois do rompimento da barragem. Bolsonaro disse em entrevista que fará tudo o que estiver a seu alcance pelas vítimas e pelo meio ambiente.

Apenas para efeito de comparação, em 2015 – quando uma barragem rompeu em Mariana (MG) – a então presidente Dilma Rousseff só foi sobrevoar o local afetado uma semana depois da tragédia. Em sua defesa, Dilma Dilma respondeu, após a visita, que ia lá “para fazer, e não só para visitar”.

– Israel chegou para ajudar em menos de 24 horas do fato.

Verdade, mas… Israel enviou 130 soldados para missão de socorro em Brumadinho, só que a tripulação só chegou na noite de 27 de janeiro (mais de 24 horas após a tragédia).

Conclusão

O texto que se espalhou através de publicações no Facebook elogiando os feitos do presidente em menos de 24 após a tragédia de Brumadinho mistura dados reais com exageros e algumas fake news!

*Esse artigo teve contou com a grande ajuda do leitor Rhangel Ribeiro!

Obs: Esse artigo foi alterado uma hora após a sua publicação para alterar o tópico a respeito dos Direitos Humanos e a rede de voluntários de “Não comprovado” para “impreciso”.

Continue lendo
36 Comentários

36 Comments

  1. Claudio Tavares

    29 de janeiro de 2019 em 18:37

    Competente trabalho de investigação. Obrigado.

  2. Gustavo

    29 de janeiro de 2019 em 20:18

    Em suma, o artigo pegou tudo o que de fato foi feito e relativizou numa tentativa frustra de montar uma farsa. De qualquer maneira, muito longe do que Dilma se dispôs a fazer em Mariana.

    • Gilmar Lopes

      29 de janeiro de 2019 em 20:40

      Não foi essa a intenção! Tanto é que achamos informações reais no meio do texto (aliás, tem bastante coisa verdadeira).

  3. eu mesmo

    29 de janeiro de 2019 em 20:26

    Multa do IBAMA e bloqueio pelo Ministério do trabalho, peraí, o Bolsonaro não queria enfraquecer o primeiro e acabar com o segundo ? E o pessoal puxa saco e ainda coloca isso como atitude virtuosa do Bolsonaro? Faça o favor né?!

  4. Henry

    30 de janeiro de 2019 em 0:13

    Pois é! da para ver que quem fez a matéria tentou agradar ao publico de esquerda! acabar com industria de multa não significa extinguir e sim aplicar quando necessário! vocês entenderam mas..

    Até questionar quando ele fala em Ministros de todas as áreas estratégicas vocês falam isso, mandou 3 queria saber quem fez algo antes..

    Enfim… nem vou falar das outras “esquerdices”, bem “descurtindo” a página, quando se tem verdades sem querer denegrir e mudar o contexto da informação, tipo “gRobo”, que seja politico A ou B ai tudo bem mas fazendo assim já mostrou que é tendenciosa e não tinha identificado..

    Bye bye.

    • Gilmar Lopes

      30 de janeiro de 2019 em 7:10

      Ir pessoalmente até o local não significa nada! É muito mais produtivo tomar decisões e elaborar medidas para resolver o problema atrás de uma mesa, no gabinete! É que para muitos políticos, é bom ir até o local e fingir estar emocionado para usar essas imagens durante a próxima campanha eleitoral.
      Anote aí quais os políticos que estiveram no local (incluindo aí o pessoal da CUT, do PSOL, do MST e outros) se a grande maioria não vai usar essa visita como cartão de visitas nas próximas eleições.

    • Jorge Santos Junior

      30 de janeiro de 2019 em 11:34

      Deixa de ser retardado. O objetivo do site é desvendar farsas. Se isso te dói tanto, realmente seu lugar é no facebook, consumindo fakenews igual gado consome capim.

      • Sidnei Ramos Marques

        31 de janeiro de 2019 em 10:39

        Você é um excelente desvendador de farsas Jorge.
        Xingando, chamando quem discorda de você de burro e se dói quando seu lado é atingido.
        Tratar qualquer político ou pessoa como Deus e impassível de falhas é de uma ignorância e fanatismo tão grande que se torna impossível discutir.
        É bom aprender a avaliar, caso contrário, quem estará consumindo fake news como capim é vc.

      • Manoel rodrigues

        2 de fevereiro de 2019 em 8:55

        Isso mesmo Jorge. Fico observando as pessoas querendo politizar tudo. O canal efarsas é investigativo por mais que a informação seja sobre politica

  5. Jefferson

    30 de janeiro de 2019 em 6:27

    Muito interessante a abordagem, pergunto apenas, qual a relação na análise dos fatos salientar a politica de extinção de orgãos e departamentos propagada pelo governo Bolsonaro, e que de fato foram os orgãos hoje responsáveis pelas ações? Apenas desqualificação de uma politica de governo ainda não implementada? Por favor não desqualifiquem o belo trabalho do e-farsas, focado em informações com inferências a politicas de governo, não ha sentido sequer o de especulação ou viés politico. Foco sempre é importante.
    Att

  6. Sérgio

    30 de janeiro de 2019 em 7:49

    Creio que cabe ao e-farsas, diante de sua brilhantes investigações, dizer o que é falso ou verdadeiro através de comprovações. E da mesma forma abster-se de comentários desnecessários que de nada acrescentam.
    Assumir posição de direita ou esquerda sairá dos objetivos a que se pretende.
    Portanto, atenha-se aos fatos!

    • Gilmar Lopes

      30 de janeiro de 2019 em 13:57

      Nas nossas pesquisas, nunca colocamos as nossas opiniões pessoais. Já, nos comentários, eu posso exprimir as minhas opiniões como bem entender. Mesmo assim, nunca assumi que sou de esquerda ou de direita nos comentários (e nem dentro dos artigos)

      • Chrystian

        31 de janeiro de 2019 em 19:49

        Creio que cabe ao internauta decidir entre acompanhar ou não o site. Não cabe ao internauta decidir o que o dono do site deveria fazer para agradar sua ideologia (lamber seu político estimação)

  7. ALISSON MACHADO COELHO

    30 de janeiro de 2019 em 9:09

    Não deixarei de acompanhar O e-farsas, até porque o trabalho de desmentir/confirmar é excelente e muito necessário hoje em dia.
    Mas esta ficando cada vez mais claro a posição politica do site.
    E como dizem que tudo dito antes do “mas” vale merda, quero deixar bem claro que, independente do posicionamento politico do site, eu acho que devemos deixar de sermos intolerantes e admirar um trabalho bem feito, mesmo que esse trabalho as vezes seja contrário a nossa opinião.
    E no caso do E-FARSAS, nossa opinião não é relativa, pois o site se sustenta em fatos e, contra fatos…
    pode ser que devido aos tempos de “brigas politicas” em que vivemos, enxergamos posicionamento politico onde não tem.
    por isso levo o conceito do “e se…”
    E se estamos vendo posicionamento politico onde não ha?
    Acredito que um trabalho grandioso e profissional como o demostrado aqui, merece no mínimo o beneficio da dúvida.
    #PAZ

    • Gilmar Lopes

      30 de janeiro de 2019 em 14:02

      Você leu o artigo e percebeu que mostrei que tem coisas verdadeiras no texto?

      • ALISSON MACHADO COELHO

        30 de janeiro de 2019 em 15:08

        claro que li e percebi sim.
        você leu meu comentário e percebeu que estou defendendo o trabalho do e-farsas? e argumentando com a os que criticam que independentemente se o site tem posicionamento politico ou não, isso não importa.
        o que importa é que as farsas estão ruindo graças ao trabalho de vocês.
        se ha ou não fatos desnecessários citados no artigo, isso também não importa, já que lendo os artigos aqui publicados, só teremos informações completas e verdadeiras sendo elas relevantes ou não.
        e, caso realmente haja posicionamento politico, só tenho que parabenizar, pois é preciso uma maturidade enorme para desmentir e confirmar fatos dos dois lados, quando simpatiza mais com um dos conceitos.

  8. Martini

    30 de janeiro de 2019 em 14:19

    Este artigo contou com a grande ajuda de um comunista. (Twitter)
    Aliás, bela lógica:
    -Se não existe informação no site do ministério então é falso
    -Não existe informação no site do ministério sobre cadastro de voluntários
    -Portanto, é falso

    • Gilmar Lopes

      30 de janeiro de 2019 em 14:42

      ué! E como provar que isso é verdade?
      Mesmo que quem fez as afirmações não tenha dado nenhuma prova (e, como todo mundo sabe, quem acusa é quem tem que provar) eu ainda tentei ajudar procurando nos órgãos competentes e não achei!
      De qualquer forma, deixei claro no artigo que caso alguém encontre, que nos avise para que possamos atualizar o texto.
      Entenda que é muito difícil provar que algo não existe. Por exemplo, eu não consigo provar que deus não existe assim como ninguém até hoje conseguiu provar que ele existe.

      • Chailon Santos

        16 de fevereiro de 2019 em 16:19

        Se quem acusa que tem que provar, então vc tem que provar que é fake.

        • Gilmar Lopes

          16 de fevereiro de 2019 em 18:51

          Eu venho tentando fazer isso desde 2002, mas tem situações onde é impossível provar que algo não existe, por exemplo!
          Digamos que eu afirme que tenho fotos suas roubando beterrabas em um supermercado. Digamos também que, nessa minha acusação, eu o acuso de ladrão e não apresento nenhuma prova: Nenhuma foto, nenhum vídeo, nenhum documento… nada!
          Nessa situação hipotética, você teria como provar que não existe nenhuma foto sua roubando beterrabas?
          Você exigiria que eu mostrasse as provas, não é?

  9. Martini

    30 de janeiro de 2019 em 14:37

    “Cidadão do bem antes de mais nada é um fdp”. Tirei de um RT. Fica claro por essas e outras do próprio twitter que esse site tem lado, e só tem compromisso com o que eles acham que é fato.

    • Gilmar Lopes

      30 de janeiro de 2019 em 14:41

      O que?

  10. Felipe

    30 de janeiro de 2019 em 17:00

    Sempre gostei do site e quando vejo alguns anúncios suspeitos minha primeira fonte de consulta é vcs.
    Parabéns por isso, e isso continua!

    MASSS
    vcs estão com o costume de atacar o Bolsonaro. Não manipulam a informação mas para toda notícia positiva abrem um parênteses para desmerecer qualquer mérito (não que nesse caso haja algum mérito a ele) ou ataca-lo com ideologia a exemplo da limitação do IBAMA.
    Essa característica diminui o caráter jornalístico e imparcial que vcs possuem.
    Com pitaco pessoal ou não continuem fazendo esse ótimo trabalho
    Abraços!

  11. CAMINHO DAS CEM FLORES

    30 de janeiro de 2019 em 18:31

    Ridícula tentativa de psicologia reversa, esquerda tentando se camuflar e dar corpo a um falso escopo de neutralidade, e-farsas a maior farsa da Internet, farei o serviço gratuito de divulgar a real intenção deste embuste.

    • Coaf Coaf

      31 de janeiro de 2019 em 8:43

      Que tal fazer o serviço gratuito de cobrar seu presidente atual, que prometeu combater a corrupção porém tem corruptos na própria família?

  12. Wyny Tavares

    31 de janeiro de 2019 em 6:48

    AIHN! O e-farsas está mostrando seu viés político-ideológico!

    Quando o site fazia o mesmo com as declaração do PT não tinha esse MIMIMI todo.

    • Ed Vogado

      31 de janeiro de 2019 em 8:43

      Tá incomodado? Os incomodados que se mudem!

      • Lucho

        2 de fevereiro de 2019 em 11:46

        Você netndeu o que ela quis dizer?

    • Chrystian

      31 de janeiro de 2019 em 19:54

      Afinal, só é enviesado se atacar minha ideologia

  13. Lucho

    2 de fevereiro de 2019 em 11:46

    A atitude do MPT mostra que, dos três poderes, o judiciário é o único que faz alguma coisa para a população.

  14. Nilmar Esterci

    4 de fevereiro de 2019 em 14:02

    Quanto a ajuda do exército que foi “recusada” pelo Governo de Minas, o governador respondeu dizendo o contrário, que o exército está atuando na área fornecendo suporte.

    https://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/exercito-brasileiro-apoia-junto-as-demais-forcas-as-equipes-de-busca-e-salvamento-na-regiao-de-brumadinho/8357041

  15. Chailon Santos

    16 de fevereiro de 2019 em 16:18

    Não era mais plausível só dizer se é fato ou fake?
    Imagina isso: “Bolsonaro diz que gosta de cachorros, mas vamos lembrar o detalhe que quando tinha 10 anos ele queria acabar com eles”.
    O que tem a ver uma coisa com a outra? O site é livre é claro, faz um belo trabalho investigativo, mas trazem um assunto irrelevante e passado, só pra tentar manchar a imagem do político perante o leitor, soa como posicionamento político.

    • Gilmar Lopes

      16 de fevereiro de 2019 em 18:52

      Tá com preguiça de ler?

    • Lucho

      17 de fevereiro de 2019 em 8:21

      Ficou mal acostumado com esses youtubeiros que fazem videozinhos de menos de três minutos, não foi?

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Topo