Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

O ex-presidente Lula foi escoltado por um agente norte-americano da SWAT?

Falso

O ex-presidente Lula foi escoltado por um agente norte-americano da SWAT?

O ex-presidente Lula foi escoltado por um agente norte-americano da SWAT?

A saída do ex-presidente Lula da prisão, na Polícia Federal em Curitiba/PR, para ir ao funeral do neto, em São Paulo, continua dando o que falar nas redes sociais. Diversos episódios ocorridos durante o dia 2 de março de 2019 (tanto verdadeiros quanto falsos) estão circulando de maneira frenética na internet. Um desses episódios refere-se a um agente de segurança, que fazia a escolta de Lula.

O site da “Revista Fórum”, por exemplo, publicou um texto intitulado “Policial que escoltou Lula usa símbolo da ‘Miami Police – S.W.A.T.’” alegando, ipsis litteris: “o escudo pode representar que, ou o policial fez algum tipo de treinamento nos Estados Unidos, ou a S.W.A.T. já conta com membros atuando no Brasil“. Algo semelhante também foi publicado pelo site “Brasil 247”, cujo título foi “Policial que escoltou Lula com metralhadora usa símbolo da polícia dos EUA“.

Imagem divulgada pelo site da Revista Fórum

Até mesmo um deputado federal chamado Rogério Correa, do PT, divulgou em sua conta no Facebook a imagem do agente de segurança com a seguinte descrição:

O drama do presidente mais popular do país com a perda do neto. Preso sem provas, ele é escoltado por policiais armados. No que deveria ser o uniforme, um dos policiais ostenta distintivo com a inscrição ‘Miami Police – Swat’

Até mesmo um deputado federal chamado Rogério Correa, do PT, divulgou em sua conta no Facebook a imagem do agente de segurança.

É interessante deixar registrado, que a redação da “Revista Fórum” alegou ter entrado em contato com a sede da Polícia Federal, em Brasília, para esclarecer o caso. De acordo com a “Revista Fórum”, em todas as tentativas, uma gravação dizia que a PF atendia fora do horário comercial, em sistema de plantão. No entanto, ao transferir, ninguém teria atendido à ligação. De qualquer forma, tal especulação acabou gerando grande movimento nas redes sociais de militantes ou apoiadores do ex-presidente Lula, que por sua vez alegaram uma eventual interferência dos Estados Unidos em nosso país, algo que reforçaria a narrativa de que a condenação e posterior prisão de Lula faria parte de um “golpe”.

Entretanto, será mesmo que o agente de segurança é norte-americano? Será que ele pertence a SWAT, uma unidade de polícia altamente especializada nos departamentos das grandes cidades dos Estados Unidos? Confira agora, aqui, no E-Farsas.

Verdadeiro ou Falso? A Realidade Por Trás da Especulação!

O agente de segurança mostrado na foto não é norte-americano, tampouco pertence a SWAT! Seu nome é Danilo Campetti, agente da Polícia Federal (PF), professor de Armamento e Tiro, e Segurança de Dignitários, da própria PF, além de ser um piloto de helicóptero. Ele pertence ao Grupo de Pronta Intervenção (GPI) da Polícia Federal, em São Paulo, desde 2009, embora a atuação dos GPIs não se restrinja ao seu estado de origem, podendo atuar em qualquer parte do Brasil. Danilo também passou pelo Curso de Ações Táticas (CAT) da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ) em 2010.

Ao que tudo indica ele também passou por um curso de treinamento tático do Departamento de Polícia do Condado de Miami-Dade, na Flórida, no Estados Unidos, voltado para a formação e capacitação de agentes, que integram equipes especiais de resposta (SRT), mais comumente conhecido por lá como SWAT. Essa espécie de intercâmbio para treinamento de agentes de segurança em outros países é extremamente comum, principalmente entre aqueles que realmente dedicam toda uma carreira nesse sentido e buscam constantemente por qualificações profissionais.

Atualização 03/03 às 14h: O treinamento de Danilo Campetti ocorreu no ano de 2005, dois anos antes de ingressar na Polícia Federal.

Seu nome é Danilo Campetti, agente de Polícia Federal (PF), professor de Armamento e Tiro, e Segurança de Dignitários, da própria PF, além de ser um piloto de helicóptero. Ele pertence ao Grupo de Pronta Intervenção (GPI) da Polícia Federal, em São Paulo, desde 2009, embora a atuação dos GPIs não se restrinja ao seu estado de origem, podendo atuar em qualquer parte do Brasil. Danilo também passou pelo Curso de Ações Táticas (CAT) da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ) em 2010.

Entre em contato com o E-farsas via WhatsApp: (11) 96075-5663

Assim sendo, essa é a razão pela qual Danilo carrega no uniforme do Grupo de Pronta Intervenção da Polícia Federal os brevês (aqueles emblemas bordados, geralmente fixados através de velcro), do próprio GPI, do CAT/PCERJ, e da SWAT em Miami, justamente para exibir suas qualificações professionais como agente de segurança pública. Veja algumas imagens de seu uniforme, com os respectivos brevês, que ele postou em sua conta no Instagram:

Os brevês que o agente Danilo Campetti carrega em seu uniforme do GPI

Foto do agente Danilo Campetti durante treinamento

Segundo o site “Votu News”, em uma notícia publicada em 29 de outubro de 2018, Danilo está na Polícia Federal há mais de 15 anos. Já tinha história na segurança, pois integrou a DIG de Rio Preto e grupos especiais da Polícia Civil até ingressar em concurso da federal. Antes de entrar pra polícia, o jovem votuporanguense integrou a equipe de jornalismo da então TV Universitária, hoje TV UNIFEV, como operador de câmera. Ao chegar a PF, ele sempre se dedicou com afinco e estudo. Passou por quase todos os treinamentos no Brasil, e em diversos países. É habilitado pra combates e missões especiais com armas, equipamentos e inteligência no gerenciamento de crises, podendo ser acionado a qualquer momento pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República. Recentemente, se habilitou também como piloto de helicóptero.

Vale lembrar nesse ponto que o Grupo de Pronta Intervenção da Polícia Federal é relativamente novo, foi criado em 2009, e seus integrantes são focados em ações táticas, sempre comprometidos em responder situações emergenciais e de pronto emprego. O principal objetivo do GPI é transmitir a primeira resposta aos estados a respeito de situações de alto risco, tais como: assalto a banco, ações em favelas, prisões de alvos considerados mais perigosos, tomada e ocupação de edificações, controle de distúrbio civil, operações embarcadas, e tudo o que envolva uma ação e resposta mais imediata a respeito dos delitos nos estados.

Atualização #1 04/03 às 15h50: Apuração do Jornal “O Globo” Confirma Curso de Danilo Campetti na SWAT de Miami

O site do jornal “O Globo” confirmou o que já havíamos mencionado ontem (03/03) às 14h, em uma atualização sobre esse caso, ou seja, Danilo Campetti fez um curso na SWAT, em Miami, nos Estados Unidos, no ano de 2005.

Foi acrescentado que isso ocorreu, quando ele era policial civil em São Paulo. Naquele ano, Danilo aproveitou uma parceria do governo estadual com a polícia de Miami para fazer um curso de especialização de 80 horas.

O site do jornal “O Globo” confirmou o que já havíamos mencionado ontem (03/03) às 14h, em uma atualização sobre esse caso, ou seja, Danilo Campetti fez um curso na SWAT, em Miami, nos Estados Unidos, no ano de 2005.

Conclusão

O agente de segurança que aparece na foto é Danilo Campetti, nascido em Votuporanga, no interior do Estado de São Paulo. Danilo pertence ao Grupo de Pronta Intervenção (GPI) da Polícia Federal, em São Paulo, desde 2009, embora a atuação dos GPIs não se restrinja ao seu estado de origem, podendo atuar em qualquer parte do Brasil. Danilo também passou pelo Curso de Ações Táticas (CAT) da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ) em 2010. Ao que tudo indica ele também passou por um curso de treinamento tático do Departamento de Polícia do Condado de Miami-Dade, na Flórida, no Estados Unidos, voltado para a formação e capacitação de agentes, que integram equipes especiais de resposta (SRT), mais comumente conhecido como SWAT.

Assim sendo, essa é a razão pela qual Danilo carrega no uniforme do Grupo de Pronta Intervenção da Polícia Federal os brevês (aqueles emblemas bordados, geralmente fixados através de velcro), da GPI, do CAT/PCERJ, e da SWAT em Miami, justamente para exibir suas qualificações professionais como agente de segurança pública. O intercâmbio para treinamento de agentes de segurança em outros países é extremamente comum, principalmente entre aqueles que realmente dedicam toda uma carreira nesse sentido e buscam constantemente por qualificações profissionais.

Continue lendo
48 Comentários

48 Comments

  1. Liliane Fonseca Alves Viana

    3 de março de 2019 em 10:29

    E por que o mesmo sujeito aparece escoltando Bolsonaro e agredindo Manu????

    • Marco Faustino

      3 de março de 2019 em 10:32

      • Márcia

        3 de março de 2019 em 14:26

        E sobre a campanha nas redes sociais pro Bolsonaro?

        • Marco Faustino

          3 de março de 2019 em 14:41

          Olá Márcia, todos os esclarecimentos sobre esse assunto foram dados através da postagem. A especulação amplamente promovida, sem nenhuma base de pesquisa, era que a S.W.A.T. já contaria com membros atuando no Brasil. Isso não é verdade em relação ao Danilo Campetti. Ele não é um agente norte-americano, muito menos brasileiro em nome da SWAT, no Brasil. A posição política do indivíduo é particular, e não está sob julgamento nesta postagem.

        • Fernanda Borges

          3 de março de 2019 em 18:26

          Não entendi se ele fez o treinamento antes de ingressar na PF, por iniciativa própria, ou por um intercâmbio promovido pela própria polícia. O que vc concluiu?

          • Marco Faustino

            3 de março de 2019 em 18:33

            Olá Fernanda! Segundo o que apurei, Danilo fez treinamento em 2005, cerca de dois anos antes de ingressar na Polícia Federal.

          • Fernanda Borges

            3 de março de 2019 em 18:42

            Ótimo, obrigada!

    • Cesar

      4 de março de 2019 em 13:30

      Porque é responsabilidade da Polícia Federal a segurança dos candidatos a presidência. Como o Bolsonaro quando candidato estava sob proteção da PF os outros candidatos também estavam.

    • alex

      7 de março de 2019 em 4:44

      Não acredito que vc caiu nessa? também não acredito que vc não viu o video do proprio cara na epoca onde ele fala que nem policial é e sim um apoiador. Na mesma época Gleisi e sua corja afirmaram “saber quem era o policial” da mesma forma que Janaina Pascoal no dia da facada em Bolsonaro bradava que “sabia quem tinha sido e ja tomaria as providencias” passados meses nenhuma das duas nada fez pois nada de verdade tinham

  2. Bruno

    3 de março de 2019 em 11:08

    Presidente mais popular da história? Kkkk então pq o poste não ganho a eleição?

    • Genilson

      3 de março de 2019 em 20:32

      Já viu professor se dar bem aqui no Brasil? Haddad é professor.

      • Ruan

        5 de março de 2019 em 15:47

        Mas pede auxílio pra bandido kkkk

  3. Juci

    3 de março de 2019 em 11:23

    Hummm sabe tô começando a suspeitar dessas é muita sardinha pro outro lado viuuu Kkkkk K
    Seiiii
    Razão ou coração?????

    • Marco Faustino

      3 de março de 2019 em 11:34

      Olá Juci, apenas apuro e escrevo a realidade por trás de uma determinada informação divulgada. Nesse caso, Danilo Campetti não é um agente norte-americano da SWAT conforme foi especulado anteriormente. Se fosse um médico, por exemplo, não é pelo fato de fazer um curso em Cuba que o tornaria comunista, tampouco republicano e capitalista se fosse em alguma instituição no estado norte-americano do Texas. Não há, ou pelo menos não deveria haver, lado quando se trata da segurança e integridade física de pessoas, independentemente de seus posicionamentos políticos.

      • Sara Araujo

        3 de março de 2019 em 12:22

        Pena que não dá pra postar as fotos deste bolsominion aqui. Mas é só procurar nas redes socais a fartura de fotos. Estava com Bozo em varias situações sim.

        • Marco Faustino

          3 de março de 2019 em 12:28

          Olá Sara, no texto não foi mencionado que ele esteve fazendo escolta do presidente Jair Bolsonaro nos últimos meses, porque esse não é o objetivo da postagem.

          O boato é referente a duas ocasiões específicas: a que ele teria provocado a então pré-candidata Manuela d’Ávila, e que era o homem apontado na imagem, que está circulando, fazendo a escolta do então candidato a Presidência Jair Bolsonaro. Assim sendo, ambas as alegações não procedem 🙂

        • Cristina

          3 de março de 2019 em 15:01

          O Brasileiro é tão besta, que o brevê norte americano é mais importante em uma farda que sua própria formação de origem. O que me estranha não são os breves americanos, mas a ausência de brevê brasileiro. Isso é o que faz o cinema de Hollywood e o imperialismo Americano. Tá muito tarde pra cantar hino do Brasil, mais fácil colocar logo o americano. Em pouco tempo aqui vira o quintal dos Trump.

          • Luís

            4 de março de 2019 em 6:32

            Pois é, somente nos EUA e Israel há cursos que são referência mundial na área de segurança. Realmente temos muito a evoluir.

          • Ruan

            5 de março de 2019 em 15:48

            Os outros breves que ele usa na farda são de cursos brasileiros, deixa de falar bobagem kkkk

        • Marcia

          3 de março de 2019 em 18:53

          Seu comentario é tão ofensivo, vergonhoso q se fosse uma página séria teria sido excluido.

          • Marco Faustino

            3 de março de 2019 em 19:06

            Olá Marcia! O comentário foi devidamente excluído, por motivo de ofensas pessoais 🙂

        • Abacaxi

          4 de março de 2019 em 7:27

          Então por ele ser policial ele não tem direito de expressar sua opinião politica? É isso que você está dizendo Juci?

    • Thiago

      3 de março de 2019 em 12:50

      Marco, não encontrei em nenhuma das páginas citadas a afirmação de que o agente é norte-americano. Todos afirmam que acreditam que o agente deve ter passado por treinamento em instituições americanas (como você mesmo afirma) e que pode ser da SWAT, mas não afirmam que é americano. As imagens são verdadeiras. Acho que a E-farsa ” ex presidente é escoltado por agente americano da swat”, se existe de fato, o sr. está referenciando fontes erradas, ou acabou por engando por criar a E-farsa. Parabéns pelo trabalho.

      • Marco Faustino

        3 de março de 2019 em 13:01

        Olá Thiago, agradeço pelo comentário e pelo reconhecimento! Em momento algum desta postagem foi mencionado que o site da Revista Fórum ou Brasil 247 afirmou isso. Tanto é que foi publicado o seguinte trecho, por exemplo, sobre a Revista Fórum, que alegou ipsis litteris: “o escudo pode representar que, ou o policial fez algum tipo de treinamento nos Estados Unidos, ou a S.W.A.T. já conta com membros atuando no Brasil“. Considerar uma hipótese sem pesquisa (bastaria pesquisar por “GPI polícia” no Google para encontrar o perfil do agente no Instagram) se chama especulação, termo utilizado nesta postagem. Tal especulação serviu de pilar fundamental para a propagação de um boato nas redes sociais. Se houvesse uma pesquisa bem feita, assim como fiz em 20 minutos, não haveria especulação e, consequentemente, tanta viralização em torno de uma mera especulação por falta de conhecimento 🙂

        Danilo Campetti não é um agente da SWAT, mas da GPI da Polícia Federal em São Paulo (algo, novamente, facilmente verificável). A exploração irresponsável do tema ajudou consideravelmente a inflamar o boato.

      • Solange Guedes

        3 de março de 2019 em 14:23

        Eu também não encontrei em nenhuma página falando que ele agente dos EUA. Apenas comentários sobre “ostentar” como se fosse melhor e a postura dele agressiva nos posts de apoio a Bolsonaro.

        • Luís

          4 de março de 2019 em 6:38

          Quando se faz um curso é praxe colocar no currículo. Na área de segurança, é praxe colocar os “broches” referentes às certificações.

  4. Natanael

    3 de março de 2019 em 12:49

    Srs.(as), o presidiário Luiz Inácio, é uma página virada da ainda vergonhosa história política do Furtado Brasil. Esse meliante bem como seus pares devem ser jogados no limbo do esquecimento.

    • el vingador

      3 de março de 2019 em 13:04

      Natanael… Será? Pelo andar da carruagem parece que o MITO é na verdade o maior MICO que já passou pelo planalto. E não demorará para o povo cair na real, 2 meses de governo e já acumula mais polêmicas do que todos os outros que já vi.

      • Luís

        4 de março de 2019 em 6:54

        O Trump está há 2 anos no governo americano envolvido em “polêmicas” e os EUA vão indo de vento em popa.

    • Rogério

      5 de março de 2019 em 16:48

      Natanael
      teu “minto” que será esquecido muito mais rápido do que tu imaginas. Pouco mais de 60 dias de governo vejo mais escândalos (com provas🍊🍊🍊) de corrupção na sua família de meliantes do que em todos os anos de governo Lula.
      Lula nunca será esquecido e tenhas a certeza de que se não o matarem vai ser o nosso próximo presidente.
      Morra de inveja de estar do lado errado!!👉👌

  5. ANNA LUISA DE CASTRO

    3 de março de 2019 em 13:56

    Sugestão: você poderia ter aprofundado mais a sua investigação, pois acompanho essa página e sei que vocês têm muita competência para tal! Por exemplo, em tempo de formações “fakes”, de fato ele foi treinado ou tem qualquer convênio profissional com a swat!? Outra coisa, invistam mais na redação encontrei duas vezes a palavra “professionais” .

    • Marco Faustino

      3 de março de 2019 em 14:09

      Olá Anna Luisa, agradeço pelo comentário! Porém, nesta postagem, apesar de tê-la escrito de madrugada, revisei agora e não encontrei a palavra “professionais”, apenas “professor” e “profissionais”. Em relação ao treinamento do Danilo, obtivemos informações de uma fonte na tarde de hoje, que não podemos dizer qual é (odeio mesmo não poder dizer), porque precisaríamos ter autorização expressa da Polícia Federal. Porém, o treinamento ocorreu em 2005, sem nenhum tipo de convênio ou conivência com a SWAT norte-americana.

    • Luís

      4 de março de 2019 em 6:57

      Desculpe Anna, você deveria investir na redação também. O que são “formações”?

  6. Pingback: Homem que fez a segurança de Lula já atacou Manuela D’Ávila em vídeo #boato

  7. Lili

    3 de março de 2019 em 18:35

    O QUE FICOU CLARO É Q ESSE SITE É PARTIDÁRIO DA EXTREMA DIREITA …QUE QUER aparentar neutralidade ….pena!! poderia ser um veiculo de informação q poderíamos compartilhar ….mas não !!
    …quanto ao circo…bem desnecessário e ridículo como a posse do presindente de vcs…ate minha vó poderia escoltar o Lula…

    • Marco Faustino

      3 de março de 2019 em 19:08

      Olá Lili! Não fique brava, de verdade! Isso é apenas uma questão de verificação de informações, nada além disso.

    • Luís

      4 de março de 2019 em 7:03

      Sempre assim, quando a verdade contraria o objetivo da esquerdalha, eles reclamam. A verdade machuca, dói no coração deles.

    • alex

      7 de março de 2019 em 4:39

      Você é maluca ou se faz? Sempre que o e farsas publicou algo mostrando que a esquerda não falou isso ou aquilo foi acusado de ser de esquerda. agora por mais uma vez mostrar a verdade é acusado de direita… decidam se

  8. Maria

    3 de março de 2019 em 21:50

    @Marco Faustino, gostaria de acrescentar que a probalibidade de ter uma ou mais pessoas circulando por aí com características físicas muito semelhantes e/ou quase idênticas a você (sósias) é MUITO CONSIDERÁVEL (perfeitamente possível) num universo (sentido estatístico) de 7,6 bilhões de pessoas do planeta Terra e 208 milhões de habitantes no Brasil (IBGE 2018). Além do mais, foi provado que o uso de tecnologias de reconhecimento facial recentes com o uso de I.A. (inteligência artificial) como Face ID da Apple e até mesmo o Sistema de Segurança da China, NÃO SÃO PERFEITOS de maneira isolada. De modo indireto, há também o fenômeno da PAREIDOLIA em que a pessoa vê o que quer ver e não o que é de fato. 😉

    • Marco Faustino

      4 de março de 2019 em 7:37

      Claro, Maria! Nesse caso o mal é a “pareidolia política”. Virou uma epidemia de simplesmente viralizar aquilo que acredita, supõe, e especula, mas quase ninguém verifica nada do que é falado.

  9. Papaf

    4 de março de 2019 em 11:01

    Caramba o brasileiro perde mto tempo da sua vida….o lula ta preso galera. Pode ser escoltado por qualquer policial federal. Normal. O q nao é normal é o lula ter direito a sair da prisão, e o João da esquina não!

  10. LuisVentura

    5 de março de 2019 em 19:01

    Mano, parabéns pela apuração.
    Mas um PARABÉNS pelo “saco ” que tens em responder umas bobagens que aparecem aqui. E-farsas é apenas (ops.. foi mal…) um site que dá luz a cases “sombrios “… tem uma espécie humana que adora complicar. Os terapeutas se alegram, clientes em potencial😊

    • Marco Faustino

      5 de março de 2019 em 21:16

      Olá Luis Ventura! Agradeço pelo reconhecimento! 😀

  11. alex

    7 de março de 2019 em 4:41

    Marco Faustino só acho que você se alonga demais nos textos que fica por vezes repetitivo. Não sei se de proposito e mesmo assim as pesoas ainda não se convencem.

    Noto também que vc se dedica a responder a todos e ainda com textos longos mesmo vendo que as pessoas ainda assim não abrem mão de acreditarem nas noticias falsas

  12. Lusafi

    10 de março de 2019 em 12:36

    Independente da qualidade e capacidade do PF que fez a escolta do es-presidente Lula, a missão dela era apenas umas: “SALVAGUARDAR A SEGURANÇA E A VIDA DE LULA”…afinal, ele não é unanimidade nacional e poderia sim, ser vítima de um atentado. O Policial federal em questão cumpriu sua missão que era….”Tirar Lula de Curitiba, protegê-lo no velório e enterro e depois levá-lo de volta em segurança para sua cela”. Queiram ou não…Lula está bem…e protegido.

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Topo