O Padre Fábio de Melo disse que a religião produz alienados?

Share Button

É verdade que o padre Fábio de Melo publicou um texto em seu perfil do Facebook criticando o jovem que se converte e acaba se isolando e se tornando alienado?

A imagem é uma cópia de uma postagem que teria sido feita pelo padre Fábio de Melo em sua página no Facebook, no dia 24 de agosto, onde ele critica o jovem, que se converte e deixa a vida social de lado! Segundo o padre em sua postagem, o isolamento não produz santos, e sim alienados!

Será que essa imagem com a frase atribuída ao padre católico e que foi bastante compartilhada na primeira semana de setembro de 2017 é dele mesmo?

Será que isso é verdade ou mais uma farsa da web?

Então o jovem se ”converte” e deixa de participar dos churrascos em família, deixa de frequentar a pizzaria nos finais de semana com os amigos do ”mundo”, não visita a tia doente porque está atarefado na igreja, não joga mais futebol com os amigos ”mundanos”, para de ir a praça da cidade para ”fugir da aparência do mal” e deixa de apreciar artes em geral, porque são coisas do mundo e automaticamente do diabo. Tudo isso na ilusão de estar se santificando, quando na verdade não percebe que o isolamento não produz santos, e sim alienados! (reprodução)

Verdade ou farsa?

O padre Fábio de Melo é uma figura bastante ativa nas redes sociais. Em seu perfil do Instagram, o padre já tem mais de 6 milhões de seguidores! O mesmo tanto ele tem de curtidas em sua página oficial no Facebook!

A imagem que se espalhou nas redes sociais em seu nome mostra que ele teria publicado a tal frase no dia 24 de agosto (como não tem o ano, suponhamos que seja do ano de 2017) e, então, fomos à busca das postagens do padre na web:

Uma busca no seu perfil do Twitter (onde Fábio de Melo tem mais de 3 milhões de seguidores) mostra que ele fez poucas postagens no dia 24 de agosto e nenhuma delas se refere ao texto compartilhado por aí:


Na página oficial do padre no Facebook podemos verificar que houve uma postagem apenas no dia 22 de agosto e a próxima publicação ocorreu somente no dia 05 de setembro! Nenhuma das postagens fala sobre alienação!

No Instagram, o padre também não postou essa frase no dia 24 de agosto de 2017. Apenas 4 postagens sem nenhuma relação com o texto atribuído a ele. Nesse mesmo dia, (coincidentemente ou não), o padre Fábio de Melo explica que a luta é solitária:

A post shared by pefabiodemelo (@pefabiodemelo) on

Outro detalhe que chama a atenção na imagem espalhada no Facebook é que a foto utilizada na montagem foi tirada do perfil do Instagram do padre no dia 1º de setembro. Fábio de Melo teria tirado essa foto um dia antes, em uma viagem que estava fazendo:

Envie suas dúvidas e sugestões de pauta através do nosso WhatsApp pelo número (11) 96075-5663!

A testa e o precipício.

A post shared by pefabiodemelo (@pefabiodemelo) on

A pergunta que fica é: Como o padre conseguiu colocar uma foto dele, tirada no dia 30 de agosto, em uma postagem que ele teria feito 6 dias antes?

A verdade é que esse texto não é de autoria do padre Fábio de Melo! Quem publicou isso pela primeira vez foi o usuário do Facebook Gilberto Chagas Jr, no dia 24 de fevereiro de 2017:

Então o jovem se ''converte'' e deixa de participar dos churrascos em família, deixa de frequentar a pizzaria nos finais…

Posted by Gilberto Chagas Jr. on Friday, February 24, 2017

Origem

Os leitores e amigos do E-farsas Mário Cesar e Raquel Almeida nos deram pistas preciosas da origem desse boato. Conforme apurado por eles, a página Fábio de Melo Citações (fanpage não oficial, criada em homenagem ao padre) postou o texto no dia 26 de agosto de 2017, mas citou o autor no final da postagem:

Alguém, em algum momento, retirou o nome do autor do texto inicial e espalhou como se fosse algo dito pelo próprio padre Fábio de Melo!

Conclusão

A frase afirmando que a religião causa a solidão e a solidão cria alienados não é de autoria do padre Fábio de Melo, mas de outro usuário do Facebook!   

Share Button
Falso, Famosos
, , , , , , , , , , ,

Comente pelo Facebook

1 comentário

  1. Maiza

    Mesmo que ele tivesse dito tudo o que está escrito, só ignorantes entenderiam que ele disse que religião torna as pessoas alienadas. Ninguém, para ter uma religião, tem que se isolar do resto do mundo e das pessoas, ou viver em função da religiosidade. Nem os padres fazem isso! É ignorância e fanatismo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite esse numeros *