O segredo da cebola! Ela é um imã para bactérias?

Share Button

Texto afirma que a cebola cortada atrai as bactérias presentes no recinto e alerta para que não deixemos o alimento aberto para que esse não se contamine. Será verdade essa história?

O texto não é novo! Circula pela web há vários anos (desde 2009) e afirma que em 1919, um médico descobriu que as famílias que deixavam cebolas abertas na casa não morriam de gripe. De acordo com o artigo, uma minuciosa análise em um microscópio revelou que a planta absorveu as bactérias da residência, deixando o local livre da doença.

cebola

Verdadeiro ou farsa?

A história tem várias características de um boato virtual, de um hoax:

  • Possui informações imprecisas
  • É incoerente em vários pontos
  • Nenhum dos citados no texto está vivo para confirmar
  • O fato aconteceu longe e há muito tempo (fica difícil se confirmar)
  • Trata de um assunto que interessa a muita gente (saúde)
  • Pede para ser repassada

Analisando o texto

Logo no primeiro parágrafo temos:

Em 1919, quando a gripe matou 40 milhões de pessoas havia um doutor que visitou muitos agricultores para ver se ele poderia ajudá-los a combater a gripe, pois que muitos deles que haviam contraído a doença haviam morrido.

A gripe matou 40 milhões de onde? Aqui no Brasil[bb]?

Segundo o site da Universidade americana de Stanford, a gripe matou entre 20 a 40 milhões de pessoas no mundo todo entre 1918 e 1919.

Outra dúvida, quem era o doutor que “visitou muitos agricultores”?

As informações são muito vagas como todo boato. “Alguém me contou que um amigo de um vizinho meu…”.

Em algumas versões dessa corrente o autor afirma se tratar da Gripe[bb]Espanhola, portanto podemos imaginar que o fato deva ter ocorrido na Europa… Vai saber…

A falta de dados também se apresenta em outras partes do “artigo”, como podemos ver a seguir:

Em uma visita na propriedade de outro fazendeiro, na mesma região, a médico surpreendeu-se em saber do bom estado de saúde que lá encontrou. Todos estavam muito saudáveis. Quando o médico perguntou ao fazendeiro o que eles estavam fazendo para se protegerem da gripe, a mulher deste prontamente respondeu que ela colocava uma cebola cortada (com casca) em pratos e distribuia-os nos quartos da casa.

Outro trecho que já deixaria qualquer historiador desanimado! Um fato que aconteceu em 1919, com um doutor sem nome e um fazendeiro igualmente anônimo. E o fato ocorreu em um local que também não é informado. Estranho, né?

Como podemos acreditar que esse monte de gente anônima estava realmente saudável e que deviam toda sua vitalidade às cebolas? Não poderia ser algum outro motivo?

Prosseguindo:

O Médico não podia acreditar no que ouviu. Pediu ao fazendeiro para lhe entregar uma das cebolas que estava usando e pôs sob seu microscópio, quando então observou enorme números de bactérias da gripe ali acumulados.

O autor do texto afirma que o médico (sim, agora sabemos que o doutor é um médico!) tirou um microscópio de algum lugar (da bolsa[bb], talvez) e notou um “enorme números” de bactérias da gripe ali.

Corrijam se estiver errado, mas de acordo com o site da gripe, a doença é causada por um vírus, não por uma bactéria.

Voltando ao texto, o autor afirma que:

Levado a um pneumologista, este explicou que as cebolas são um ímã enorme para as bactérias, especialmente as cebolas cruas.

Mais uma vez, não ficamos sabendo que é o novo personagem que apareceu na história! Mais um anônimo.

Não há nenhum estudo que comprove que a cebola seja um imã de bactérias! O que se aconselha é nunca deixar alimentos muitas horas fora de recipientes próprios. Todos os alimentos devem ser guardados conforme indicação do fabricante e/ou vigilância sanitária. Alguns devem ser guardados na geladeira, outros devem ficar em temperatura ambiente, porem bem tampadas.

Um trecho que chama a atenção no texto é o que afirma que cães não devem consumir cebola. De fato, essa parece ser a única parte verdadeira de toda a corrente. Vários sites e blogs advertem para que os donos não deem alimentos com cebola a seus animais, pois o vegetal possui o composto n-propil que pode causar problemas como sangue na urina, fraqueza, taquicardia e respiração ofegante.

O texto se encerra pedindo para ser repassado “ao maior numero de pessoas possível”. Já mostramos inúmeras vezes aqui no E-farsas que quase todos os boatos eletrônicos pedem para ser repassados.

Crença popular

Muitas pessoas consomem a cebola quando estão doentes, pois acredita-se que o alimento lhes fornecerá a cura. Outros comem bastante do vegetal e/ou tomam chazinho para evitar que a gripe os atinja. O fato é que, como bem disse uma publicação da Revista Veja, “alguns alimentos podem apresentar potencial fitoterápico, mas isso não exclui a necessidade de um diagnóstico e tratamento médico”.

A verdade é que, segundo dados do Ministério da Saúde (divulgados em 2009), mais de 50.000 pessoas morrem todos os anos no Brasil vitimas da gripe comum. O uso da cebola seria uma economia e tanto para o governo, não acham?

Conclusão

A história é falsa! A cebola contém vitaminas e faz bem à saúde. Somente não a deixe exposta por uma questão de higiene.

Sites citados

 

Share Button
, , , , ,

Comente pelo Facebook

26 comentários

  1. amarilis bernacchi

    Trabalhei com Engenheiros sanitaristas e um deles me disse o seguinte: A cebola após cortada, em poucos minutos forma um crosta de bactérias na superfície cortada. Por isso devemos usar a ce ola toda de uma v ez, ou então guardá-la na geladeira com um papel filme e na hora de usá-la novamente, cortar uma camada fina da superfície e jogar fora. Há anos que faço isso.

  2. Paty

    eu sou mais uma comprovação de que é mentira rsrsrs… pois como cebola crua desde bem pequena e nunca me aconteceu nada… se fosse assim eu já tinha morrido, rsrs…
    sorte nossa que existe o e-farsas pra ajudar no esclarecimento de várias coisas… gostei.

  3. Art

    Pues en este caso en particular, me permito darle cierto crédito a la “Noticia”. Puede ser que tenga errores como confundir virus con bacterias, pero… algo hay. Y por las economías Gilmar ? tú debes saber bien los grandes intereses de las internacionales de la industria químico-farmacéutica. O NO ? De todas formas o E-Farsas continúa a ser MUITO BOM ! Un abrazo desde Uruguay

    • Flavia

      Não é possível ver vírus com microscópio óptico, logo não teria como ter visto o vírus da gripe e depois a notícia ter se confundido e dito que era bactéria.

  4. rui rogado

    COMO DIRIGIR SOB CHUVA FORTE. VALE A PENA LER!

    Interessantíssimo!!!

    Parece ser um conselho bastante útil.
    Como conseguir boa visão ao dirigir sob chuva forte.
    Não se sabe o motivo, mas funciona muito bem quando chove muito.
    É sugestão de um policial que experimentou e confirmou. Também é útil em condução noturna.
    Nós, motoristas ligamos os limpadores de pára-brisas em velocidade rápida ou máxima durante chuvas pesadas, mas a visibilidade ainda é bastante ruim.
    Se você enfrentar tal situação, coloque óculos de sol (qualquer modelo serve).
    Parece um milagre!
    De repente, a visibilidade fica perfeita, como se não estivesse chovendo.
    Assim, mantenha sempre um par de óculos de sol no porta-luvas do carro para ter boa visão em caso de chuva.
    Você também pode salvar a vida de alguém, repassando essa informação.
    Experimente! É incrível!
    Você ainda verá as gotas no pára-brisa, mas não a lâmina de chuva.
    Você poderá ver onde a chuva salta para fora da estrada e os respingos dos pneus do carro à sua frente.
    Esta pequena dica deveria ser incluída na formação do motorista.
    É excelente!!!!!

  5. Uso tudo natural, e a chamadas crendices costumo experimentar tambem.

    Tenho 42 e uma coisa que raramente faço é comprar remedio, em farmacia. Hoje os médicos enfiam remedios e os trouxas vão comprando. receituario de medico parece mais receita de bolo. pesquisem quanto médicos ganham dos laboratórios e vejam se isso tambem é farça. Pesquisa de revista veja e de televisão smpre são manipuladas por laboratórios.
    Uso própolis para quase tudo, ferimento a gripe
    Faço tambem repelente com cravo da india é ótimo. etc etc

  6. Pingback: Está com tosse? Cebola! | 4 Moms

  7. Nina Campos

    Bem, se a cebola tem ou Não propriedades que “curam” a gripe eu não sei. O que eu sei é que uma senhora que eu conheço, pessoa esclarecida, mãe de 7 filhos passou essa dica da cebola cortada para tirar a tosse de criança.

    E já estava há meses com meus filhos ( de 3 anos e outro de 7 meses) tossindo, dando xaropes, remédios disso e daquilo pra eles e nada de melhorar… Já estava sem sabe o que fazer. Experimentei essa da cebola, afinal uma cebola sai bem mais barato do que comprar outro vidro de xarope.

    Enfim, cortei a cebola e deixei entre a cama e o berço deles uma noite inteira. Podem achar que é mentira, mas realmente os meninos além de não tossirem a noite, já tem três dias que não tossem mais.

    Coincidência ou não, aqui em casa deu certo. Se resfriarem outra vez, farei outra vez, se der não der certo perdi uma cebola e tempo, se der certo economizei no xarope e nos remédios.

  8. Alice

    Li rapidamente, afinal todos temos mais o que fazer.
    Fica claro que você é cético.Também sou, mas, não radical.Acho que, nem tudo que tem bom resultado PRÁTICO é aceito, principalmente por médicos.
    Como mãe e avó, te digo que revolvemos com sucesso muita coisa que médicos, não são capazes sequer de analisar.Como dizem ironicamente, minha filha e genro médicos, eles faltaram na aula de “como a cebola pode…”
    Na época do relato, eram muito usados remédios e praticas caseira.
    Minha bisavó, avó e eu curamos muita otite infecciosa em criança com arruda e guiné fritas em azeite e colocadas num algodão no ouvido depois de amornar.Obtive 100% de sucesso, sendo que quando não pus em prática, por não encontrar tais ervas a otite descambou para febre e antibióticos.
    Obvio que isto não é magia ou achismo, estas ervas tem propriedades anti-inflamatórias.
    Analisando seus tópicos, te diria,que a pessoa que relata cometeu falhas por falta de noção sobre alguns itens, mas, a boa vontade em compartilhar um beneficio a torna maravilhosa.
    Poucas pessoas hoje se predispõem em dividir aquilo que tem de bom.
    Claro que por exemplo:gripe=vírus, mas, muitos casos de infecções de garganta, ouvido e pneumonias entram no rol das doenças gripais e como tal são relatadas.
    Ou seja, faltam informações comprobatórias ao relato, mas a narradora não tinha intenção de provar nada e sim de prestar ajuda.Além de que ao passarem histórias, mães, avós, não citam números e muito menos nomes de médicos.
    Que fale mais a respeito que se deu ao trabalho de experimentar,afinal… mal não iria fazer….

  9. Pingback: O segredo da Cebola | Paula Fernandes

  10. amarilis bernacchi

    Em 1973 trabalhei com engenheiros sanitaristas e desde então passei a tomar cuidado com a cebola cortada. Eles garantiram que a cebola cortada junta bactérias na superfície rapidamente. Isso cientificamente pesquisado e em microscópios. Por isso tomo o cuidado de não utilizar a primeira camada da cebola cortada no dia seguinte e ainda a cubro com papel laminado quando não vou usá-la toda. Quem quiser acreditar, acredite. Quem não quiser,
    continue usando a cebola cortada.

  11. Lucia+Fernandes

    A gripe espanhola se espalhou pelo mundo todo! Fácil seria comprovar isso, só espalhar as cebolas cortadas por um ambiente com pessoas doentes e pesquisar

  12. Daniel

    Essa história não faz o menor sentido. Ninguém parou para pensar que a gripe é causada por um vírus e não por uma bactéria? Além disso, vírus não podem ser vistos em microscopia óptica, ainda mais nos microscópios de 1919!

  13. christine

    Eu estou me reciperando de uma deermatite e pus Cebola wm cima e em 30 dias cetoconazol nao curou em 40 minutos a cebola que tem enxofre em suas propriedades,deixou reduzido o hematoma da minha perna!eu nao aguentei comer,passei raspada!

  14. Beno

    Uma coisa não anula a outra, essa história pode ser verdadeira apesar de estar recheada de informações incorretas. Não é novidade que quem faz consumo de cebola, alho e de outros vegetais crus têm um sistema imunológico muito mais fortalecido e exatamente estes sobreviveram a gripe e/ou suas complicações.
    É BASTANTE plausível que um médico tenha se deslocado com a intenção de ajudar as pessoas e quando encontrou uma família saudável, logo tentou buscar associação com alguma coisa e encontrou a cebola cortada que provava apenas que tal família consumia cebola e talvez outros vegetais e não que tais bactérias seriam responsáveis pela doença.Não seria estranho um médico que sai disposto a encontrar a possível causa da doença levar consigo um microscópio e encontrar bactérias até numa cebola não é nada demais, uma vez que até no corpo humano existe mais bactérias do que células humanas.Quanto ao fato do médico confundir ou não saber da diferença entre bactérias e vírus também não é coisa impossível, pois nos dias de hoje alguns médicos cirurgiões não sabem a diferença entre perna direita e esquerda e acabam amputando a perna sadia do paciente.Resumindo, essa história apenas sofreu de carência interpretativa, desde nosso amigo médico até nosso amigo Gilmar (brincadeira) sou seu fã.Abraço.

  15. Francisco José

    Crença ou não, tenho resultados satisfatórios com a utilização da cebola quando estou resfriado. Ao deitar, corto duas cebolas e coloco na cabeceira da cama. No dia seguinte sinto uma melhora considerável em relação ao dia anterior e já no final do dia percebo que o sintoma da gripe desapareceu. Independente de comprovar a existência dos personagens que relataram o caso, o melhor jeito de descobrir o resultado é testando. Afinal de contas, que mal faria dormir ao lado de duas cebolas?

  16. Permitam os nobres leitores, a contar minha experiência real com a cebola e com o alho. Minha mãe comn84 anos, portadora de alzheimer, aquiriu uma forte gripe que a debilitou ao ponto de não conseguir se levantar da rede, pois não gosta de cama. Fiz a terapia da cebola cortada pela metade e posta nos cantos do quarto e proximo a ela. Concomitante a isso, preparava-lhe os alimentos em forma de sopa, passados no liquidificador e acrescentava alho cru e cebola. Resultado, em 1 semana minha mãe estava de volta a vida, sem tomar um antibiótico sequer, o máximo que administrei foi uma nebulização com atrovent e só. Será que a cebola e o alho crus de alguma forma serviram de coadjuvantes nesta recuperação? Nosso colega latino bem lembrou Indústria Farmacêutica por trás de varios eventos ligados a nossa vida. Fiquemos espertos e com melhores olhos para o que a natureza nos oferece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>