Relíquias que (não) provam a existência de Jesus Cristo!

Share Button

Diversos sites publicam supostas provas da existência de Jesus, mas será que essas provas são reais? Jesus Cristo existiu mesmo?

Será que as diversas relíquias mostradas na web provam que Jesus tenha existido de fato? É fácil encontrarmos sites e blogs que publicam muitas teorias sobre achados antigos que comprovariam a existência física do Messias da Igreja Católica. Mas o que há de verdade nesses achados?

Pensando nisso, separamos os principais objetos que comprovariam a existência do Jesus histórico e explicamos o que é verdadeiro e o que é falso:

capa_reliquias

Aviso

Estamos falando aqui nesse artigo sobre o Jesus histórico e não sobre o Jesus que é citado na Bíblia. Que fique bem claro que não estamos debatendo a Fé ou a Religião. Estamos apenas querendo mostrar que não se pode acreditar em tudo o que se lê nos sites e blogs por aí sem questionar a veracidade do que é apresentado.

Tudo bem? Podemos prosseguir?

Há vários séculos o homem tenta buscar alguma prova de que um homem chamado Jesus realmente tenha passado por Jerusalém 2000 anos atrás. Na web, encontramos algumas publicações de achados arqueológicos que seriam contemporâneos de Cristo, mas o quão verdadeiros são essas relíquias? Conheça as mais famosas:

O Santo Sudário

Uma peça de linho, medindo pouco mais de um metro de largura por 4,5 metros de comprimento, é uma das relíquias mais conhecidas da Igreja Católica e apresenta diversas marcas que formam uma imagem de um homem. Acredita-se que o pano tenha envolvido Jesus após a sua morte e atualmente faz parte do acervo da Catedral de Turim, na Itália.

O Sudário de Turim teria sido usado para envolver o corpo de Cristo! Será verdade? (Foto: Reprodução/Wikipedia)

O Sudário de Turim teria sido usado para envolver o corpo de Cristo! Será verdade? (Foto: Reprodução/Wikipedia)

Em 1898, o fotógrafo italiano Secondo Pia tirou uma fotografia do sudário e descobriu que o negativo da imagem se parece com uma fotografia positiva de um homem. Isso criou a ideia de que as marcas impressas no pano seriam um negativo de uma imagem!

Apesar de ser adorado por muitos como sendo o sudário que teria envolvido o corpo físico de Jesus (portanto, uma prova da existência de Cristo), cientistas concluíram que o Santo Sudário de Turim é uma fraude!

Exames feitos pela Universidade de Oxford, pela Universidade do Arizona e pelo Instituto Politécnico de Zurique (através de datação por carbono-14) mostraram que o sudário foi feito por volta do século 14, mais ou menos na mesma época em que surgem os primeiros registros da “descoberta” do manto.

De acordo com a última atualização feita pelo Instituto de Pesquisas McCrone de Chicago, o desenho não foi feito com sangue, como se acreditava.

No livro Nas pegadas do Sudário, Gian Maria Zaccone explica que as primeiras menções ao sudário surgiram no final do século XIV, através de uma série de documentos redigidos por Pierre d’Arcis, Bispo de Troyes, afirmando que a relíquia é uma obra artesanal.

Vera Cruz

Vera Cruz é uma relíquia religiosa que seria a própria cruz em que Jesus Cristo teria sido morto!

De acordo com a Enciclopédia Católica, a imperatriz Helena de Constantinopla teria viajado à Terra Santa por volta do ano 312 d.C. e descoberto as três cruzes usadas para crucificar Jesus e dois ladrões que haviam sido mortos junto com ele. Ainda, de acordo com diversos textos, um milagre teria revelado qual das três era a cruz verdadeira, a Vera Cruz.

vera_cruz

Pedaços da madeira que teriam feito parte da cruz onde Cristo teria sido crucificado! (Foto: Reprodução/Wikipedia)

Essa história é muito bacana, mas não passa de lenda! 

De fato, existem inúmeras lascas de madeira em exposição em vários países (e algumas em poder de colecionadores), mas a enorme quantidade de pedaços de madeira espalhados pelo mundo e apresentados como sendo da Vera Cruz, se fosse colocada junta, daria uma enorme cruz, de centenas de metros de altura!

Não há nenhuma comprovação de que alguma dessas madeiras seja realmente proveniente da cruz onde Cristo teria morrido.

Os Pregos Santos

Igualmente ocorre com as inúmeras veras cruzes espalhadas pelo mundo, os pregos (ou cravos) que teriam prendido os pés e as mãos de Cristo na madeira da cruz também existem aos montes. De acordo com a contagem mais recente, só na Europa já foram encontrados mais de 30 pregos ligados crucifixão de Jesus: Podemos encontrar essa relíquia na Catedral de Trier (Alemanha) e na Basílica di Santa Croce in Gerusalemme (Roma), por exemplo.

Um dos pregos que teria prendido Cristo à cruz!

Um dos pregos que teria prendido Cristo à cruz!

Conforme difundido entre os cristãos, foram usados 3 cravos na execução (um nos pés e mais um em cada mão), a quantidade de pregos encontrados até agora daria para crucifixar uns 10 messias!

Essa história de cravos santos ganhou força recentemente por causa de um documentário chamado “The Nails Of The Cross”, onde o diretor Simcha Jacobovici afirma que teria enviado alguns achados arqueológicos (dentre eles, alguns restos mortais) da época de Jesus para um laboratório em Tel Aviv e que um antropólogo – especialista em ossos antigos – teria comprovado que no meio daqueles artefatos havia pregos com pouco mais de 2000 anos, que possivelmente teriam sido usados na execução de Cristo!

Pregos supostamente descobertos por (foto: divulgação)

Pregos supostamente descobertos por Simcha Jacobovici (foto: divulgação/Reuters)

Ah! Esquecemos um detalhe importante: O documentário foi encomendado pelo History Channel. Sim, aquele mesmo canal que exibe o pseudodocumentário Alienígenas do Passado!

No entanto, apesar do sucesso que a descoberta fez na época, de acordo com o jornal de língua inglesa Daily Mail, estudiosos e especialistas que analisaram posteriormente os objetos afirmaram que o documentário foi forjado em grande parte e que o diretor estaria apenas correndo atrás de publicidade. Mesmo que os objetos tivessem 2000 anos de idade, ligá-los à Cristo seria apenas um exercício de especulação, sem a menor comprovação científica!

O Véu de Verônica

Envie suas dúvidas e sugestões de pauta através do nosso WhatsApp pelo número (11) 96075-5663!

Verônica, de acordo com a lenda, foi uma mulher caridosa que teria limpado o sangue e o suor do rosto de Jesus com uma toalha de pano enquanto ele subia ao Calvário carregando a sua cruz, sob o chicote de seus algoses.

Uma imagem com o rosto de Cristo teria se formado milagrosamente no pano, que ficou conhecido como Véu de Verônica e é venerado por milhões de pessoas ao redor do mundo.

veu_veronica

Curiosamente, todo o mito sobre esse pedaço de pano apareceu em diversas partes e em diferentes épocas somente depois do século 13 e não se descobriu até agora nenhum seja comprovadamente real!

Códices de Chumbo da Jordânia

Em março de 2011, um achado arqueológico movimentou a comunidade de historiadores especializados na época de Cristo. Foram localizados de 70 livros compostos de folhas de chumbo em uma caverna na Jordânia. Anunciada como “a maior descoberta da história cristã”, os códices teriam sido feitos no século 1 e possuíam textos relatando os últimos anos da vida Messias do Novo Testamento.

Jordan_lead_codex

No entanto, após análises mais cautelosas, Steve Caruso, tradutor de aramaico, declarou que os livros trazem inscrições misturando línguas usadas no século I e no III, posteriores à era de Cristo. Além dele, Peter Thonemann, arqueólogo de Oxford, também encontrou anacronismos em várias das imagens presentes nos códices, incompatíveis com o século em que Jesus teria vivido.

Essa matéria, em inglês, explica como foi descoberta a farsa!

Em 2012, a rede de TV britânica BBC fez um excelente documentário onde explica as fraudes dos Códices da Jordânia. Abaixo, um pequeno trecho, de 13 minutos:

[iframe: width=”590″ height=”332″ src=”//www.youtube.com/embed/XylH2Y8n2dM” frameborder=”0″ allowfullscreen]

 

A Coroa de Espinhos

(foto: reprodução)

(foto: Reprodução)

Se existem milhares de pedaços da cruz onde Cristo teria sido morto e das centenas de pregos que teriam sido usados para prender o messias na cruz, a coroa de espinhos que Cristo usou durante seu flagelo também deve estar por aí. De fato, existem dezenas de milhares de pedaços de coroas de espinhos (que teria sido usado em Jesus) espalhados pelo mundo, mas a autenticidade de nenhuma delas foi comprovada.

Espinho em exposição no Museu Britânico! (foto: Divulgação)

Espinho em exposição no Museu Britânico! (foto: Divulgação)

Em 2011, um espinho (que supostamente teria pertencido à coroa usa em Cristo) foi exibido no Museu Britânico, mas não há nenhuma prova de que ele seja da época de Jesus de Nazaré.

Os Manuscritos do Mar Morto

Pelas inúmeras pesquisas realizadas, esses manuscritos descobertos em Khirbet Qumran, na Cisjordânia, entre os anos de 1946 e 1956, são reais! Formados de 981 textos escritos em aramaico antigo e em hebraico, a idade dos pergaminhos foi determinada em algo entre 150 a.C. e 70 d.C..

Aclamado como uma das maiores descobertas arqueológicas da era moderna, o conteúdo possui vários trechos que descreve a época em que Cristo teria vivido com bastante detalhes. Sem dúvida, uma importante ajuda para que historiadores possam entender ainda mais os costumes, a língua e as crenças daquela era.

No entanto, para ligar Jesus aos textos é preciso um pouco de fé, pois os manuscritos fazem, sim, menção a um personagem chamado “professor da justiça” (que seria uma referência a Jesus de Nazaré, segundo muitos acreditam). Mas em nenhum trecho é citado explicitamente o nome de Cristo e, mesmo assim, esse é um dos documentos que mais chega perto de uma prova da existência de Cristo.

O Santo Graal

Um cálice que teria sido usado por Cristo durante a última ceia é uma das relíquias mais lendárias atribuídas ao início da era cristã. De acordo com a lenda, o cálice teria poderes divinos e quem nele beber poderá alcançar a imortalidade (Indiana Jones, lembra?). Claro que existem muitas versões desse mito na mesma proporção da enorme quantidade de cálices em todo o mundo e não há nenhuma prova de que algum deles seja real!

santo_graal

Uma matéria da revista Mundo Estranho explica que essa lenda que surgiu muito antes da Era Cristã. Os celtas, por exemplo, acreditavam que poderia haver uma vasilha mágica onde todos os alimentos colocados nela, quando consumidos, adquiriam o sabor daquilo que a pessoa mais gostava e ainda lhe davam força e vigor. Séculos depois, na Idade Média, a história provavelmente tenha inspirado a lenda “cristianizada” sobre o Santo Graal.

O Prepúcio Sagrado

Se houvesse uma disputa entre as relíquias sagradas mais esquisitas de todas, Santo prepúcio (ou Prepúcio Sagrado) estaria no alto do pódio!

De acordo com a lenda, o prepúcio de Cristo teria sido guardado depois que o bebê messias foi circuncidado. Muitas igrejas chegaram a afirmar que possuíam o objeto sagrado (algumas ao mesmo tempo) e muitos milagres foram atribuídos a esse pedacinho de pele.

640px-CirconcisionRothenburg

Como várias cópias do prepúcio começaram a aparecer (e o menino Jesus, na teoria, era apenas um), a Igreja Católica declarou que qualquer um que falasse sobre essa teoria seria excomungado!

Conclusão

Do ponto de vista científico, ainda não há nenhuma evidência de que tenha existido um Jesus Cristo como é mencionado na Bíblia. De todos as relíquias encontradas (sagradas ou não), nenhuma pode ser atribuída à Cristo!

Share Button
Falso, Lendas Urbanas
, , , , ,

Comente pelo Facebook

48 comentários

  1. Plínio

    A necessidade para confirmar a veracidade de suas crenças é tanta que qualquer falsificação é útil.

    Acha que a tia ou a vovó que vão na missa se importam com comprovação científica? Cientistas são vilões que destrõem o mundo de fantasia em que esse pessoal vive.

    Padres/pastores/etc também se aproveitam dessa crença pois o importante é que o fiel (otário) continue fiel à igreja, doando dízimo.

    Por isso ciência é demonizada nas igrejas e comunidades religiosas. Mas usam para-raios e alarme no carro, objetos heréticos que impedem Deus tocar a vida das pessoas.

    #otarios

  2. ricardo

    Sim, amiga, “OLHE” para “ele”, procure-o, enquanto se pode achar. MAS QUEM VIU, na verdade, sem ser lunático, demente, fanático, o deus imensamente ausente, tendo, como prova, UMA SÓ AÇÃO SOBRENATURAL FORA DA IGREJA, OU DO HOSPÍCIO? Com quem, MESMO, deus falou ao coração? SILÊNCIO ABSOLUTO NOS PAVILHÕES DA FRAUDE RELIGIOSA. Os que acreditam no “vácuo” não são pessoas medíocres. Não condeno a “fé” de ninguém, nem pelos medíocres alucinados, pensando serem “imortais” ungidos arrebatados por um deus judeu estrangeiro, taciturno, ciumento, sanguinolento e doente. CONDENO QUEM VENDE, QUEM DISSEMINA, A FRAUDE. Condeno quem ofende a CIÊNCIA, adotando um fantasma espectral doentio, como deus. MEU DEUS É A REALIDADE CIÊNTÍFICA RACIONAL. E isso me vale, nas minhs graduações, e concursos públicos que fui aprovado, pela longa carreira profissional, LÚCIDO, sendo pai, plantando árvores e estudando, pesquisando a VERDADE, com todo o direito de DUVIDAR e perguntar para a CIÊNCIA, de modo taxativo: POR QUE ACONTECE? Quem tem certeza de tudo ou é demente medíocre. OU É RELIGIOSO HINDU, MUÇULMANO, ou, PIOR, É UM MEDÍOCRE LUNÁTICO CRISTÃO.

    Nenhum mediíocre religioso, nem o papa católico com seus tesouros roubados, nem os mais altos mandatários na fraude religiosa islâmica, nem o mais compungido budista, ou hinduista, ou dono das arapucas pentecostais protestantes curandeiras milagreiras, NINGUÉM, nenhum ser vivente, nem cientistas, nem ateus, nem crentes fanáticos, nem loucos, nem equilibrados estudiosos, escritores, matemáticos, físicos nucleares, sequer cosmologistas, apologistas, NINGUÉM, nenhum ser humano, PROVOU, até hoje, uma só AÇÃO REAL DO SOBRENATURAL, demonstrando, a partir da inércia, que deus existe.

    O que sabemos é que NINGUÉM, NENHUM RELIGIOSO, NENHUM “CRISTÃO” vem, a público demonstrar essa simples, mas verdadeira, afirmação da VERDADE – TUDO NA RELIGIÃO É FRAUDE!

    E seus otários evanjégues são ridículos financiadores escravos da FRAUDE RELIGIOSA. Crentes no fantasma sobrenatural são lunáticos, cuja gravidade da ignorância, faz cair sobre si, a alegria de ter um “senhor deus”, inventado e comandado pelos senhores da fraude religiosa.

    • Jhonatan

      Belo discurso, meu caro Ricardo. Mas será que você teria a coragem de repeti-lo para um extremista do Islã? Apontar o dedo na cara de um Cristão e dizer que Deus não existe é muito fácil, mas será que você tem a coragem de dizer o mesmo com uma arma apontada para sua cabeça ou uma faca no pescoço? Seria você capaz de morrer pelo seu ‘deus’, a realidade científica racional? Você seria capaz de se manter ateu sendo torturado durante vários dias? Acredita que um ‘fantasma’, fonte de alucinações, é capaz de dar tal coragem para alguém?
      A verdade está na sua frente e você insiste em ignorá-la.
      Religiosos não frequentam a Igreja acreditando simplesmente na palavra de alguém. Eles tem suas próprias experiências espirituais e, como aconteceu à alguns dias na Turquia, são capazes de entregar sua vida para não renunciar sua fé.
      ‘Fantasma’ poderoso esse, não?

    • Gabriel Lucas

      abençoado Ricardo , vc é quem para querer condenar alguém ? vc não é ninguém ! iae se nos acreditamos em um Deus o problema e nossa e nos sabemos pq ele faz grandes coisa por nos , eu só oro a Deus para que vc se arrepende antes dele ele volta , pq se ele voltar e vc ficar vai ser tarde de mais !

      Queria de fazer uma pergunta , vc provaria para mim que o vento existe , vc conseguiria provar pq vc sente o vendo , é a mesma coisa com a gente , agente sente Deus ! vc poderia fazer quantos discursos vc quisesse , mas nada, nada conseguiria fazer eu parar de acreditar em Deus , que Deus te perdoe pq vc não sabe o que esta fazendo

  3. Raimunda Maria A.Santos

    Eu fico perplexa com a falta de inteligencia desse povo as coisas espirituais não são discernidas materialmente e não é para todos esse discernimento então vocês acham que Deus iria deixar
    relíquias do seu filho amado no mundo? claro que não, desde quando foi rasgado o véu do santuário logo após Cristo ter expirado na cruz essas relíquias com certeza foram guardadas da mesma forma que ele guardou o corpo de Moisés quando ele morreu que nem satanás encontrou e como Êle ocultou a entrada do Paraíso onde Adão e Eva moravam e foi expulso dele para que ninguém mais o encontrasse

  4. ILZA FAUVL

    Em pleno século XXI com tanta tecnologia discuti que o ovo é prejudicial a saude. O colesterol mata e muitos deixaram de comer ovos. Olha a diabete ai o açucar mata. AGORA os cientista DESCOBRIRAM que o AÇUCAR não é esse filão que tantos dizem.Agora querem uma resposta se JESUS existiu ou não. Quanta incapacidade de se sentir, quanta incapacidade de discernir no meu sentir como ser humano acredito sim que JESUS tenha existido como um ser humano com um diferiancial, sua alma após várias reencarnações era mais iluminada, mais sabia com poderes naquela época igual a muitos que vivem na terra hoje o possuem mas se encontra adormecido pela falta da fé, doi q almas iluminada que nos proporcionaram algum momento de alegria seja numa atitude

  5. Se vocês não podem explicarem sobre sua existência na terra, também não podem provar que Cristo não existiu. Esssa é a resposta para aqueles que não acreditam em nada.

      • elton

        Você está dizendo cientificamente que Deus existe? É o que está dizendo! Pois querendo ou não tem-se evidências tanto que Deus existe como também que o Big Bang aconteceu – basta olhar na web que tu verás muita gente defendendo estas teorias. O mito então é provável pelas evidências?! É o que dá ficar repassando frases de cientistas veteranos principalmente, pois devido a idade ficam meio malucos – pena que muitos os consideram mais acreditáveis (Einstein cria em Deus!). Confie em si mesmo!

  6. Marcos A.

    Uma coisa não dá para entender dos religiosos. Se dizem que apenas a fé é o suficiente para crer, por quê tanta necessidade de se criar objetos materiais para se provar alguma coisa?

  7. Edvaldo

    Para os desavisados misturadores de assunto a existência de Jesus é um fato histórico e indiscutível, aqui tratá-se da das relíquias que certamente são meras fraudes e especulação pra gerar DINHEIRO. O fato de Jesus histórico ser ou não ser o Cristo e a existência do ser supremo é uma outra conversa que não tem nada a ver com tais relíquias e que tem fundamento puramente teológico.

  8. Marcos A.

    Na minha opinião, Jesus pode até ter existido, mas isso não significa que ele fosse conforme descrito pela religião e muito menos que tenha ressuscitado. Pode simplesmente ter sido alguém extremamente influente na sua época, como tantos outros na história, que incomodou os poderosos, mas nada mais do que isso. Ainda assim, não existem provas de sua existência.

  9. Higor Robetti

    Ver pessoas dizendo que a Igreja (pelo menos neste caso, a única que considero verdadeira, a Católica) é contra a ciência só prova o “neo-ateísmo toddynho” comum nos tempos atuais.
    Pessoas que nunca estudaram nada só ficam dando uma de papagaios, repetindo o que viram em sites e blogs toscos, lamentável.

    Dizer que a Igreja Católica “demonizava” a ciência e ainda é contra é ignorar que foi ela que fundou Hospitais e Universidades, é ignorar que diversos Padres e Religiosos foram responsáveis por grandes avanços na ciência e estudos científicos, vamos nos lembrar de Gregor Mendel, pai da genética, ou então de Georges Lemaître, criador da TEORIA DO BIG BANG e grande físico, tantos outros nomes que poderiam ser citado. Por fim, ignorar que a Santa Sé é a instituição com maior número de prêmios acerca de descobertas científicas e de avanços na ciência, enfim, os neo-ateus que adoram arrotar que são os cultos e inteligentes e que os cristãos são todos burros e manipuláveis dão um baita tiro no pé e um exemplo de contradição.

    Bom, se este comentário for visto já vejo até o que vem depois: bla bla bla inquisição, bla bla bla venda de indulgencias, bla bla bla cruzadas e a mesma ladainha de sempre porém, a cada argumento refutado, nenhum se da por entendido e sim, puxam outro assunto que possam atacar, é aquela história de jogar xadrez com pombos.
    Parabéns a vocês que conseguem crer que do nada, do acaso, tudo explodiu e se criou a terra… Do nada, nada se cria.

    Um abraço a todos e por favor, vamos nos esforçar para um mundo mais inteligente.

    • Geraldo Fraga

      Conversar com ateu é o mesmo que conversar com uma porta. O ponto de vista deles prevalece e ponto final. Insistir? Nem pensar porque partem logo para o que mais sabem: ofender moralmente. Engraçado como eles jamais criticam o islã ou Maomé e Alah. Por que será?

  10. Renato

    Esse pessoal tem que estudar um pouco de lógica para depois tentar escrever alguma coisa criticando a reportagem. Dizer que não há provas da existência, ou que as provas existentes são todas falsas não significa que estão dizendo que Jesus não existiu.
    Se eu nunca vi um elefante cor de rosa não significa que não existam elefantes cor de rosa. Mas que é muito difícil provar q eles existem, isso é verdade, pois teríamos q encontrar um p/ provar.

    • Alexandre Aguiar

      Sei, você usa ou a Wikipédia, que é fonte de informação, mas não de argumentação científica, ou a determinação a partir de um site… Cristão?

      Tá, vá ao site do Corinthians ou do Flamengo e veja como eles falam mal do clube deles.

      E este site é mal informado?

      • Jhonatan Silva

        O Sudário ainda está em estudo e a Igreja Católica aguarda justamente os estudos para confirmar sua veracidade. Enquanto isso, muito é falado sobre os estudos e observações já realizados. Por exemplo: No Sudário, é possível observar que a marca dos pregos estão nos pulsos e não nas mãos. A crença existente no século XIV era de que Cristo fora crucificado pelas mãos. Séculos mais tarde, descobrimos que as mãos não tem estrutura para sustentar o peso do corpo, mas o pulso (assim como apresentado no Sudário) é capaz.
        O estudo do polem encontrado no Sudário, mostra material de flores que existiram na época e no local em que Cristo teria vivido, e que hoje estão extintas.
        O sangue encontrado no Sudário era comum entre os Judeus na época de Cristo.
        Não existem marcas de pincelada ou tinta no pano, portanto, ele não foi pintado. Estudos da Nasa apontam que a imagem apresentada no Sudário é 3D, portanto, de fato houve um homem debaixo do tecido.
        Até hoje ninguém foi capaz de reproduzir a imagem do Sudário com as ferramentas existentes no século XIV.
        Por fim, o teste de carbono-14 que aponta uma possível fraude realizada no século XIV, foi praticamente anulado, após descobrirem a existência de materiais que interferem no resultado final, assim como a água utilizada para apagar os dois incêndios que quase destruíram a peça. Inclusive o pano passou por um processo de restauração justamente por volta do século XIV, portanto, existe a possibilidade de o teste não ter sido realizado na parte original do pano.
        Enfim, não podemos nos basear em apenas um teste (já contestado) para afirmar que o pano é falso.

  11. O texto tá todo certinho, mas a conclusão está errada. Como premissas verdadeiras não podem levar a conclusão falsa, percebe-se que o texto comete uma FALÁCIA (erro de composição). O fato das relíquias não comprovarem a existência de Jesus, não se pode afirmar que Jesus não existiu. Apenas só podemos afirmar que que aquelas relíquias não provam a existência de Jesus, e somente isto. Mesmo estando aberto à possibilidade de que as relíquias serem falsas, ou mesmo forjadas, deles nada se pode afirmar acerca da existência ou não. Logo, Conclua apenas que as relíquias não são verdadeiras.

    • ALVARO

      Na verdade, a ciência ainda não tem um posicionamento definitivo se é falso ou verdadeiro, até porque, a muitas controvérsias entre os pesquisadores. Uma coisa é certa, nenhum cientista conseguiu explicar como a imagem foi parar no tecido.

  12. elton

    Ciência não prova nada e somente teoriza. Não adianta chorarem. Se ambos os lados “provam” suas teorias usando de métodos científicos, então tanto o time A quanto o time B não estão provando nada, pois se anulam entre si. Mas já é uma prova de que não dá pra confiar na Ciência. Além disso, qualquer troll pode se infiltrar Nela e inventar uma pesquisa falsa, e não tem pares que resolvam: o estrago é feito e muita gente/revistas científicas sérias acabam mesmo que acreditando, repassando e defendendo. Façam como eu: não acreditem em ninguém… ou pelos menos desconfiem. /please/

  13. Ivani Medina

    O que se tem do Jesus histórico são apenas desculpas para a sua não confirmação como figura histórica. Quando não se tem um único motivo para justificar sua existência e diversos a contrariar, o que deve prevalecer?
    A religião percebida como um instrumento político é bem diferente de quando é percebida como um instrumento de aperfeiçoamento moral. A tendência é que ela seja apreciada preferencialmente pela segunda possibilidade. No entanto, é sob o ponto de vista secular que faço essa reflexão a respeito da origem do cristianismo. Conheça um pouco mais a respeito da origem da nossa cultura ocidental. Visite a página do livro A Origem do Cristianismo em Reflexão, no Facebook:
    https://www.facebook.com/aorigemdocristianismoemreflexao?ref_type=bookmark
    E adquira o seu exemplar em:
    http://www.editoramultifoco.com.br/literatura-loja-detalhe.php?idLivro=1702&idProduto=1734

  14. Soriak

    Sou agnóstico, e me custa acreditar em muitas das coisas ditas na Bíblia Sagrada, e sobre a existência de um Deus omnipresente. Mas como um ser pensante, posso afirmar que é pura ignorância determinar o que é real ou não, se não se sabe toda a verdade. Pode ser que um dia eu venha a ser julgado por Deus por todos os erros que cometi em vida, da mesma forma que posso morrer e acabar tudo sem que tenha existido nada disso. Um pouco mais de respeito entre si é o que peço a vocês, amigos crentes e amigos ateus. Paz a todos.

  15. Issacar

    Bom, eu creio de todo meu coração na existência de Jesus Cristo e na Bíblia como a Palavra de Deus!
    Porém, é fato que não dá mesmo pra acreditar nessas relíquias.. isso porque a Igreja Católica as usava para ludibriar a mente dos pobres e os manter sob seu domínio.

  16. Juno

    A necessidade de formatar trouxas e tomar-lhes a grana é a mãe da invenção de “relíquias”, “provas da existência” e congêneres.

  17. jose perci

    antes de temtarem colocar provas que jesus nao esistiu omundo q vivemos so e um mundo pra se viver porq est homem jesus fes a diferença omundo ainda com tudo de rui q esist so e por causa deleou seja uma fantasia ou nao devemos tudo d bom que nos somos pela educaçao q nosos pais nos deran imagine um mundo sem est nome jesus oq seria d nos apenas pedaço d carne andant falant em poucas palavrasgermes com inteligencia nao importa tenta saber se esistiu ou nao importa oq ele representa dentro d uma familia pos abase d nos todos e ele sinao omundo taria mas perdido doq ta quem segura a bara pro mundo naofica pior q ta e a religiao oq seia do mundo se nao agreditarmos em nada

  18. Hrron Marcelo de Jesus

    Soriak parece ser o mais sensato. Is estudos sai bins, mas ninguém conclui nada. Só temos aprova q tem um monte de oportunista em meio a discussão q manterá a dúvida até i fim se os ateus estiverem certos e todos sem resposta ou até o meio se is religiosos estiverem. De qqer forma, as experiências de forças paranormais ou sobrenaturais q tive e não to falando de religião naum e depois dentro de certas religioes, só confirmam que tem coisas do univer
    so que vaum muito além do usk

    uso total dos existentes em nnossso cerebro

  19. Márcia Luzia

    Algumas pessoas preferem a ciência como uma forma de acreditar e viver, outras acreditam em Cristo como uma fonte divina capaz de fazer milagres. Assim, uns n acreditam em Cristo, questionando sua existência, sua tão enorme complexidade, “Como existe essa força tão mútua capaz de realizar tantas histórias abstratas? “.
    No entanto passam a acreditar em teses, teorias, como o “Big Bang”, nossa!!!, poeiras cósmicas, reações químicas, que causaram uma explosão, surgindo a primeira estrela, e logo após outros planetas q originaram o famoso “Sistema Solar “, enfim, e outras, mais outras transformações. O que eu quero dizer, q eh um absurdo sermos considera dos descendentes de macacos, “Ok, como assim ne? ” se sim, ainda existiriam macacos? Só pq temos os ossos cranianos “semelhantes” ao dos macacos. Cuidado pessoas, depois um macaco vira homem, e segue uma normal aos humanos, -Olá, vc veio de onde? – Pois eh, eu era macaco, agora sou humano, legal ne? Ou melhor, será q os macacos são mutantes? E pq ainda existem macacos ? Aguarde um certo tempo, depois ele será humano tbm… Em meu ponto de vista, para o surgimento do mundo (em especial ), apresenta um pouco de cada, de Deus e da Ciência, mais ainda de Deus, pois existem mtas coisas capazes de provar a existência de Deus. Um exemplo, q eu poderia citar, eh o Amor, um sentimento tão abstrato, q chega a ser meio q impossível sua existência. Deus eh Amor, logo o Amor eh a prova da existência de Deus, e esses nossos sentimentos, como a ciência explica?? Tantos mistérios, como a ciência supõe de uma explosão q o ocorreu a bilhões de anos atrás? Carbono-14? Substâncias q aproximam em anos a existência de certos objetos? Realmente nossa existência eh um grande mistério!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Digite esse numeros *