Será que o ‘miojo’ contém uma cera que causa câncer?

Share Button

Alerta que circula pela web afirma que o consumo do macarrão instantâneo causa câncer devido a uma cera usada na sua fabricação. Será verdade?

O aviso que se espalhou pelas redes sociais e em diversos sites e blogs alerta para o perigo do consumo do macarrão instantâneo (Miojo, Nissin e outras marcas) que, por conter uma cera em sua composição, pode causar câncer em quem o consume. A tal cera, de acordo com o texto, seria a mesma usada na fabricação de caixas de isopor e utilizada pelos fabricantes de macarrão instantâneo para que alimento não grude enquanto cozinha.

O artigo ainda avisa que nosso organismo demora até dois dias para eliminar essa cera e seria uma das principais causas do câncer!

Será que isso é verdade?

Alerta sobre o perigo do macarrão instantâneo! (foto: Reprodução/Internet)

Alerta sobre o perigo do macarrão instantâneo! (foto: Reprodução/Internet)

Verdadeiro ou falso?

Essa história não é nova e circula pela web desde (pelo menos, até onde verificamos) 2003 aqui no Brasil, mas há registros desse alerta em sites norte-americanos do final de 1999. Ou seja, trata-se de um assunto antigo que sempre volta a aparecer. Mas o que será que há de verdade nisso?

Em primeiro lugar, o texto não assinado não diz de onde ele tirou essa informação. Uma busca nos principais sites de fabricantes desse tipo de macarrão mostra que não há nenhuma cera no processo de fabricação do produto.

A Monde Nissin, por exemplo, diz que seu macarrão passa por um processo de fritura antes de chegar ao consumidor. Essa pré-fritura é o que garante que o produto não grude ao ser cozido, no consumidor. O mesmo procedimento também é afirmado pelo pessoal da Nissin aqui do Brasil!

A cera

O artigo que circula há mais de uma década pela web não especifica o tipo de cera que estaria sendo usada na fabricação do macarrão instantâneo. No entanto, uma busca por “envenenamento por cera” ou “cera causa câncer” não retornou nenhum resultado (a não ser, é claro, sites e blogs que retransmitiram esse boato).

De acordo com vários artigos médicos, uma intoxicação por parafina pode levar a uma obstrução intestinal, que pode causar dor abdominal, náuseas e vômitos. Daí, isso virar um câncer, é puro exagero sem nenhuma comprovação.

Desde a década de 1950, diversos alimentos são embalados com uma fina camada de um tipo de cera de abelha ou de biopolímeros que ajudam a dar mais durabilidade ao produto. No entanto, essa cera “passa direto” pelo organismo, sem ser absorvido e sem causar nenhum dano ao consumidor.

Miojo faz mal?

miojo-grande

De acordo com testes realizados em 2012 pela Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, não devemos exagerar no consumo desse rápido e prático alimento. Mas aí o perigo constatado foi outro: O excesso de sódio e glutamato monossódico presentes naquele pacotinho de tempero!

Exames feitos com 10 marcas de “miojos” brasileiras mostrou que a maioria delas possuía mais sódio nos pacotinhos de tempero do que o necessário para um adulto no dia inteiro!

Lembrando que o excesso de sódio pode causar aumento de pressão arterial e o glutamato (que é usado como realçador de sabor) é uma substância viciante que pode causar reações adversas no organismo (quando consumido em excesso).

Conclusão

História falsa! O macarrão instantâneo não possui cera em sua composição. Não há nenhum estudo comprovando alguma relação entre cera e câncer. O consumo excessivo de macarrão instantâneo pode causar aumento na pressão arterial devido aos altos índices de sódio presentes no tempero.

Sugestão da leitora Isabel Hamdan, via e-mail!

Share Button
Falso, Saúde
, , , , , , , , , , ,

Comente pelo Facebook

20 comentários

  1. Isabel Hamdan

    Ei gente! Bom dia!

    Uau, muito obrigado por serem tão rápidos!

    Adorei a eficiência da pesquisa. Confesso que amo meu “miojão” e fiquei preocupada, hahah..

    Bom, que não é lá a coisa mais saudável do mundo eu imaginava, mas bom saber que não tem cera maligna do câncer!

    ahahaha

    Muito obrigada, continuem com o ótimo trabalho!

    Saibam que sempre que vejo algo sendo divulgado nas redes sociais já corro para procurar aqui! 😉

    Abraços!

    • Alexandre Aguiar

      Deborah, o glutamato monossódio é derivado do ácido glutâmico, que é um aminoácido essencial e abundante na natureza. Não existem estudos, te garanto, que comprovem a sua toxicidade, a não ser, é claro, em pessoas declaradas sensíveis ou intolerantes, o que corresponde a 1% da população, se muito. Lembro que ele atua como um neurotransmissor, ou seja, faz parte da fisiologia de todos.
      Como é usado na condição de realçador de sabores na culinária, a única recomendação que se faz é não comer em excesso, pois tudo em excesso, até água, pode fazer mal.

      • elton

        Muito bom, Gilmar! Excelente trabalho! Aproveitando o assunto a respeito do glutamato monossódico, gostaria de saber: prevalece a afirmativa de que o sódio, quando consumido em demasia, causar câncer, e não necessariamente esse realçador de sabor (que tão-somente contém esta substância)? Se sim, então o macarrão instantâneo contribui muito para isso, já que ele tem bastante sódio (imagina pra quem tem o hábito de consumir logo dois de uma só vez?!). E seria mais um alimento industrializado sem informação de riscos, exceto a tabela nutricional – que quase ninguém a compreende ou procura lê-la, não sabendo o que signica para seu organismo e sua saúde. Espero que responda. Abraços!

      • O problema pode ser encontrado quando você isola um composto químico de sua fórmula original. Geralmente esses compostos são extremamente concentrados e estoura o limite que o corpo humano tolera….. existem vários exemplos comprovados disso…..

  2. Bruno Basso

    Mais um belo trabalho Gilmar!

    E já aproveitando: Eu sei que mexer com vídeos de fantasmas pode ser dificil, ainda mais sem saber a origem maaaaaaaaaaaaas esse video aqui(não é o original, o original é bem mais antigo que esse) é bem interessante. Você sabe se é verdadeiro?

    Abs!

  3. Olá Gilmar,
    Bom dia.

    Recentemente li que o macarrão instantâneo da Nestlé estava contaminado com chumbo. Esse fato aconteceu na Índia. Na verdade, a informação é que o macarrão continha alto teor de chumbo. “Testes realizados por autoridades sanitárias da Índia verificaram a presença de chumbo acima do permitido no produto”. De acordo, com esses dados a presença de chumbo é admitida, desde que respeite os parâmetros estipulados pelas autoridades sanitárias. Se analisarmos por esse viés o macarrão contém elementos carcinogênicos.

    http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/06/150619_macarrao_instantaneo_destruicao_nestle_india_lgb

    Essa informação é verídica?

  4. alexandre

    eu como mijo todos os dias ja faz muitos meses e não tenho doença nenhum graças a DEUS e afirmo como todos o dias mesmo porque eu gosto então ficam dizendo que faz mal eu não acredito que falam do miojo

  5. Pingback: Notícias e as redes sociais. Posso confiar? - Vet da Deprê

  6. Isaque Eulampio de Morais

    Eu como todos os dias a noite miojo e não me faz mal nenhum aparente ,se eu jantar alimento pesado sinto mal agora com estes boatos estou comendo uma vez por semana .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *