Conecte com a gente

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

E-farsas – Desvendando fake news desde 2002!

Um pai registrou o filho de Claudio Cézar Jiraiya Jaspion Jiban dos Santos?

Verdadeiro

Um pai registrou o filho de Claudio Cézar Jiraiya Jaspion Jiban dos Santos?

Será verdadeira ou falsa a foto de um RG que se espalhou pelo WhatsApp, de um homem com o nome de Claudio Cézar Jiraiya Jaspion Jiban dos Santos?

A imagem de um documento de identidade apareceu na última semana de julho de 2017 no WhatsApp, sendo compartilhada inúmeras vezes nos grupos desse mensageiro instantâneo. O que chama a atenção na foto é que o nome do rapaz no RG está “Claudio Cézar Jiraiya Jaspion Jiban dos Santos” e o texto que acompanha o documento afirma que o pai do tal sujeito era fã de seriados japoneses (o famoso tokusatsu) e, por isso, teria homenageado seus heróis na hora do registro do filho!

Será que essa história é verdadeira ou falsa?

Pai registra o filho com o nome de Claudio Cézar Jiraiya Jaspion Jiban dos Santos! Será verdade? (foto: Reprodução/WhatsApp)

Verdade ou farsa?

A imagem é real, mas a história é um pouquinho diferente!

A primeira coisa que chamou a atenção nesse documento que se espalhou através das redes sociais é que o sujeito teria nascido antes dos anos 1980. Podemos ver no detalhe abaixo que sua data de nascimento é 197X:

Jiban nasceu anos antes da estreia dos seriados que teriam servido de inspiração para o pai do garoto!

Como mostramos a seguir, os heróis citados em seu nome vieram anos depois:

  • O seriado Jiraiya estreou no Japão em janeiro de 1988 e, aqui no Brasil, em 1989
  • Jiban estreou no Japão em janeiro de 1989. No Brasil, o conhecemos em 1990
  • Jaspion estreou em 1985 no Japão e aqui, só em 1988

Ou seja, a menos que o pai do Claudio tenha esperado uns 10 anos para registrar o filho, seria impossível isso ter acontecido antes dos anos 1980!

Além disso, note que Claudio foi registrado somente com o nome da mãe. Cadê o pai nessas horas?

Entre em contato com o E-farsas

(11) 96075-5663 - t.me/efarsas

No entanto, uma busca pelo CPF do senhor Claudio nos revela que ele existe, de fato! Os verdadeiros detetives virtuais do nosso grupo fechado do Facebook descobriram até o cartão do SUS do rapaz:

Ele existe mesmo! (foto: Reprodução/Facebook)

E agora, qual será a verdade sobre essa história?

A verdade é que Claudio existe mesmo, mas a ideia de homenagear super-heróis japoneses no nome não foi o do seu pai, foi o próprio Claudio que conseguiu mudar seu nome na justiça, como mostrado nessa reportagem!

Conhecido como Jiraiya, o então Claudio Cézar Souza dos Santos vinha lutando pelo direito de mudar seu nome há vários anos. Essa matéria de 2016 explica que o Jiraiya baiano vinha tentando, mas que a juíza não estava entendendo o motivo dele tirar o “Souza” do nome.

Enfim, em 2017, ele conseguiu. Claudio Cézar Souza dos Santos passou a se chamar Claudio Cézar Jiraiya Jaspion Jiban dos Santos!

Finalmente!

Conclusão

O baiano Claudio Cézar Jiraiya Jaspion Jiban dos Santos existe mesmo e se chamava Claudio Cézar Souza dos Santos antes de conseguir mudar seu nome na justiça!

*com a colaboração de Marcelo Silva e Riomar Bruno    

Continue lendo
8 Comentários

8 Comments

  1. Cesar Crash

    28 de julho de 2017 em 10:14

    Farsa, Gilmar.

    O nome dele não é Claudio César, mas Claudio Cezar.

    • Gilmar Lopes

      28 de julho de 2017 em 10:17

      Isso! Valeu!

  2. Cesar Crash

    28 de julho de 2017 em 10:15

    Aliás, Cézar no RG, Cezar no cartão do SUS.

  3. Lucho

    28 de julho de 2017 em 18:34

    https://contraditorium.com/2009/09/12/julius-andreas-gimli-arn-macgyver-chewbacka-highlander-elessar-jankov/

    Outro que também alterou o nome. E é outro que também não vai comer ninguém.

  4. Renan

    29 de julho de 2017 em 12:55

    Achei que ia ser farsa, fala que foi o pai que registrou mas o sujeito nem tem pai.

  5. Gerson Hermes

    13 de outubro de 2017 em 10:11

    Esses dias vi um heman, de verdade mesmo

    • Lucho

      13 de outubro de 2017 em 12:48

      Já ouvi uma história assim.

      E não. Isso que eu disse não foi fanfic.

  6. Cleiton Munhoz

    10 de maio de 2018 em 15:03

    Esse aí não perdoa, pode nos submeter a uma pena pelo seu próprio julgamento e está indo!

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Populares

Ajude a Manter o E-farsas!

Categorias

Parceiros

Voltando a Circular

Publicidade

Apoio técnico!

Topo